Arquivo da tag: Aplicativo

Mario se torna guia de viagens no Google Maps em comemoração ao Mar10 Day

O pessoal da Google também é fã do Super Mario! Prova disso é a homenagem que a empresa fez ao bigodudo ao adicionar o mascote da Big N no Google Maps durante esta semana. Basicamente eles substituíram a seta pelo Mario no Google Maps, assim os usuários serão acompanhados pelo Mario em seus passeios de carro. A homenagem faz parte do chamado Mar10 Day.

Se você quiser ser acompanhado pelo Mario, basta atualizar o aplicativo do Google Maps através da Google Play ou do App Store. Após isso, você clica no ponto de interrogação amarelo do lado inferior direito que vai permitir adicionar o Mario no mapa.

Uma vez ativo, a seta de navegação será substituída pelo Mario pelo resto da semana. Legal, não? Mas fica o aviso: dirija com cuidado! Nada de jogar bananas ou tinta nos seus colegas motoristas. Ah, também vale lembrar que foi criada uma hashtag para celebrar a homenagem. Tire um print de sua rota e poste no twitter ou instagram com a tag #MarioMaps. Só não cometa o erro de postar seu endereço e demais informações pessoais.

Mais Mario em 2018

Por falar no bigodudo, vale lembrar que na última semana rolou o Nintendo Direct e um dos jogos anunciados para o Switch foi Super Smash Bros., com direito a um teaser empolgante. Poucos detalhes sobre o jogo e personagens ainda não foram revelados, mas sabe-se que os Inklings de Splatoon e Link estarão no jogo, além do Super Mario. Ainda não há data de lançamento definida, mas um lançamento em 2018 é quase certo.

The Rose é o jogo para quem curte realidade aumentada e quer presentear a namorada de um modo diferente

Esta notícia é especial para quem está entusiasmado com as possibilidades de jogos com realidade aumentada: a Baofeng Nova, provedora profissional de serviço de infraestrutura baseada em cadeia de blocos, lançará o jogo The Rose (A Rosa) em todo o mundo na véspera do Dia dos Namorados como o presente perfeito para alguém dar à pessoa amada ou objeto do seu afeto. The Rose é autoproclamado o primeiro jogo de Realidade Aumentada (RA) + cadeia de blocos de ação ao vivo.

O game brinca com o hábito de presentear a pessoa amada com rosas, porém de uma maneira totalmente voltada para o digital. Depois de baixar The Rose, os jogadores receberão suas próprias sementes de rosa aleatoriamente. Eles podem criar uma coleção exclusiva de rosas para a pessoa amada após regar, manter um diário de como eles cultivaram e cuidaram das plantas, juntar cada rosa para formar um buquê único e depois guardar o buquê na cadeia de blocos como um bem perpétuo. As flores podem tanto ser vendidas como um bem valioso ou dadas para outras pessoas como prova de amor.

A hora, o local e a mensagem que acompanha o presente de flores serão armazenados para sempre na cadeia de blocos, criando memórias eternas que permanecerão por 10, 15 ou até 50 anos ou mais. As flores podem ser exibidas em 3D em celulares, através da tecnologia de Realidade Virtual (RV) ou holográfica.

Cada uma das rosas é geneticamente única. O que atrai os jogadores é o processo de cultivar as flores para a pessoa amada, as quais podem ser armazenadas para sempre na cadeia de blocos. The Rose almeja revolucionar os aplicativos de realidade virtual, ao mesmo tempo em que oferece uma nova de interação entre as pessoas. Se der certo, pode apostar que mais aplicativos do estilo surgirão em breve. Para informações, visite o site do jogo.

“Nosso objetivo é impulsionar a tecnologia de cadeia de blocos através do desenvolvimento de aplicativos excepcionalmente criativos, baseados na cadeia de blocos que proporciona a cada jogador, que deseja expressar como se sente em relação à pessoa amada, uma experiência nova e sem precedentes na forma de um jogo”, disse Cui Tianlong, CEO da Baofeng Nova.

Ubisoft apresenta Sam, primeiro assistente pessoal para usuários de seus games

A Ubisoft decidiu apostar alto na forma como interage com seus jogadores: a empresa acaba de lançar o Sam, o primeiro assistente pessoal gamer da companhia.  Basicamente trata-se de uma forma de inteligência artificial que vai utilizar as informações de perfil dos jogadores, biblioteca de jogos, amigos, comunidade e serviços da Ubisoft para dar dicas e informações personalizadas aos usuários. O serviço funciona como um chatbot e é parte do aplicativo Ubisoft Club.

De acordo com a Ubisoft, o Sam está disponível apenas no Canadá, porém será disponibilizado para outros países em breve. O Sam é capaz de direcionar os jogadores para diferentes áreas do site da Ubisoft sempre que eles procurarem informações sobre datas de lançamentos de jogos, assistir a um trailer, descobrir Easter Eggs em um jogo ou conversar sobre os personagens das diferentes franquias da empresa. A parte mais legal: os gamers podem conversar com Sam por meio de voz ou texto e perguntar qualquer coisa sobre os produtos da Ubisoft por meio do chatbot Q&A.

O Sam ainda pode ser conectado diretamente às contas dos usuários na Ubisoft e gerar uma análise sobre suas últimas partidas, fornecendo dicas por meio da função Daily Login, que já está disponível em Tom Clancy’s Rainbow Six Siege. Com este recurso, Sam identifica as dificuldades dos jogadores e envia, automaticamente, vídeos para a comunidade com novas orientações. Como está em fase beta, novas funções estão sendo planejadas para aprimorar o Sam nos próximos meses e enriquecer o serviço oferecido aos jogadores da Ubisoft.

O assistente foi criado com a edição Dialogflow Enterprise do Google Cloud, uma tecnologia de desenvolvimento completa que utiliza o processamento de linguagem natural para criar interfaces de conversação. Ele lembra bastante a Siri, da Apple.

“Com o Sam, oferecemos um serviço inovador e útil para os jogadores, capaz de identificar seus perfis e melhorar suas experiências de jogo. O assistente pessoal permite que os usuários encontrem as informações que precisam com mais rapidez e não percam tempo que poderiam investir no jogo”, disse Stephanie Perotti, vice-presidente de serviços online da Ubisoft. “A edição Dialogflow Enterprise do Google Cloud nos ajudou a trabalhar de forma dinâmica e constante para entregar um ótimo serviço aos nossos fãs”.

Para mais informações sobre o Sam e o Ubisoft Club, visite a página oficial.

Game Desafie-me prepara alunos para o Enem

Quer passar no Enem? É claro que você quer! Mas querer é apenas a primeira parte, pois para conquistar sua vaga na universidade dos seus sonhos também requer esforço e bastante estudo. Quem já prestou o exame sabe que os estudos são difíceis de administrar, entretanto há uma alternativa bem interessante para quem encontra dificuldades em meter as caras nos livros. Estamos falando do jogo Desafie-me.

O aplicativo – já disponível para download em aparelhos com sistema operacional Android e em breve também no iOS – conta com questões dos últimos nove exames do Enem para que os alunos se preparem para as provas da melhor maneira possível. No app, é possível escolher desafios nas áreas de conhecimento abordadas no Enem: Biologia, Matemática, Português, História, Geografia, Física, Química, Inglês e Espanhol.

Ao todo, Desafie-me conta com 1.600 questões diferentes – mas cada desafio compreende cinco perguntas, que devem ser respondidas em até 15 minutos. O conceito do app foi concebido pelo grupo Ser Educacional – mantenedora da Universidade UNG – para promover aprendizado e desafio com facilidade e praticidade, seguindo o conceito de gamificação – que é o uso de mecânicas de games em outros contextos, como na área da educação.

“O jogo dentro do processo de ensino-aprendizagem estimula não só a motivação e o interesse do aluno, como também a criatividade na resolução de problemas”, comenta a diretora acadêmica do grupo Ser Educacional, Simone Bérgamo.

No Desafie-me, o aluno aprende também de maneira competitiva, com quatro tipos diferentes de rankings para classificar o usuário em relação aos outros jogadores. É possível desafiar amigos do Facebook, colegas da mesma escola ou ainda adversários aleatórios.

“Se formos pensar sobre a questão da competição, acreditamos que ela se torna salutar à medida que fortalece no estudante a ‘vontade de buscar’. Ou seja, tirar o aluno da passividade e torná-lo agente ativo na aprendizagem”, aponta a diretora.

Apesar da ideia de levar o estudante a sentir a competição com outros jogadores, o Desafie-me também possui um modo exclusivamente para treinamento. Nele, o aluno pode se desafiar a responder as questões para testar seus conhecimentos e se preparar não apenas para as sessões competitivas do jogo, mas especialmente para as provas do Enem.

Projeto Terror Imersivo está em campanha de crowdfunding

Para quem curte histórias de terror, a dica é o projeto “Terror Imersivo”, criado pelo game designer Leandro Siqueira, que nada mais é que uma coletânea de 10 livros-jogos em formato de aplicativo. São dez histórias de terror que tem potencial para entreter adultos e crianças. Aqui os jogadores devem explorar fases e resolver mistérios para sobreviver, porém, ao invés de um jogo tradicional, o foco está no enredo e não nas mecânicas de jogo.

Terror Imersivo está em campanha de crowdfunding no apoia.se. De acordo com o desenvolvedor, escolher o formato de aplicativo permite dar uma liberdade e interação maior ao jogador. Para que o público pudesse entender melhor o projeto foi disponibilizado um demo de uma das histórias que compõe o aplicativo, o “cemitério do desespero“.

Esta demo pode ser baixada para Android ou para PC. Os demos são apenas para entendimento do projeto, o produto final será muito superior, promete Leandro. O valor arrecadado na campanha vai pagar os profissionais envolvidos no projeto como artistas, revisores de texto e programadores.

Segue abaixo os títulos de cada livro-jogo que compõe o Terror Imersivo:

– Cemitério do Desespero.

– 2 minutos para a meia-noite.

– A tumba do rei maldito.

– Vila Fantasma.

– Floresta sangrenta.

– Fim da linha.

– A morte está no quarto ao lado.

– 7 meninas.

– Pânico na estação.

– O Abismo profundo.

 

Abaixo tem o vídeo explicativo do projeto Terror Imersivo:

Trade Rally aumenta 20% dos resultados de empresa de Telecom no Brasil

A gamificação não é exatamente uma novidade no mundo dos negócios corporativos, mas ainda existem poucas empresas que se utilizam dessa mecânica para melhorar seus resultados. Recentemente foi realizado um estudo com promotores de vendas da TMS – Trade Marketing Solution, empresa especializada em operações de trade marketing e vendas, utilizando a plataforma de gamificação Trade Rally. O resultado final foi animador: aumento médio de 20% o resultado em vendas.

Esses dados foram coletados a partir do uso do aplicativo Trade Rally, desenvolvido pela Solvian, empresa de tecnologia que visa soluções para o controle de operações em campo. A pesquisa foi aplicada a dois grupos de funcionários da TMS, que prestam serviços a uma operadora de telecomunicações. De acordo com a TMS, todos os colaboradores da empresa fizeram uso do aplicativo Trade Rally para controle de suas atividades, no entanto, apenas um grupo utilizou o recurso com a gamificação. O estudo fez análise de atividades como visitas/assiduidade, aderência ao roteiro, registro de vendas e aumento de produtividade.

O grupo que utilizou o game apresentou 31% a mais de aderência ao roteiro estabelecido do que o segundo grupo, sem gamificação. A quantidade de check-ins também foi bastante representativa, o grupo do game fez 51% a mais do que o outro. A gamificação acaba motivando os funcionários de determinada empresa a superar a si mesmos, tal como ocorre em um jogo especialmente desafiador.

“O Trade Rally permitiu que a TMS tivesse um controle mais preciso das operações. O modelo de gamificação engajou a equipe de maneira diferenciada. Com feedbacks diários de desempenho pela própria plataforma, foi notável a automotivação entre os promotores para melhorar a performance e alcançar melhores posições”, disse Jonathan Dagues, diretor da TMS.

O aplicativo Trade Rally foi utilizado via smartphone e a ideia é que ele transforma cada tarefa diária da equipe de campo em desafios e missões para o acúmulo de pontos, porém sua estética é similar a um videogame. Semanalmente, aqueles que se destacavam no ranking da equipe recebiam prêmios.

“Desenvolvemos a plataforma com gamificação para engajar a equipe e tornar o processo de controle da operação em campo mais divertido. O game mostrou-se uma forma eficaz de estimular o promotor a prestar contas, melhorando a comunicação entre empresa e funcionário, valorizando o trabalho e premiando por mérito”, ressalta Benedito Fayan, diretor da Solvian.

Sobre a importância de Trade Rally na gamificação de empresas

De acordo com a TMS, o Trade Rally é a primeira plataforma de gamificação no Brasil aplicada ao trade marketing. A aposta da empresa é que o aplicativo se tornará muito popular em empresas que busquem motivar e melhorar o resultado de seus funcionários. Estimativas sugerem que até 2020, 85% das grandes companhias terão elementos de gamificação em suas operações. Além disso, o investimento em gamificação corporativa atingirá cerca de US$ 5 bilhões mundialmente até 2018.

Brasil Game Show lança aplicativo para manter fãs atualizados sobre o evento

Sabe uma maneira fácil e rápida de estar por dentro das notícias da Brasil Game Show a qualquer hora do dia? Baixando o aplicativo oficial do evento! Sim, a organização da maior feira de games da América Latina lançou um aplicativo exclusivo para manter os fãs atualizados sobre as novidades da feira.

O aplicativo chamado Brasil Game Show Official App é gratuito para as plataformas Android, iOS e Windows. A grande sacada é que o aplicativo disponibiliza as principais informações sobre o evento, tais como expositores, jogos confirmados, personalidades, ingressos, campeonatos, agenda de atrações, mapa da feia e notícias em primeira mão.

A melhor função do aplicativo, porém, é a possibilidade de compartilhar textos e fotos com outros usuários e visitantes do evento. Essa função funciona como uma rede social, permitindo que os usuários compartilhem fotos, interajam entre si e curtam conteúdos. A intenção é que o aplicativo ajude quem quer ir à BGS quanto quem já estiver por lá e tem a intenção de aproveitar ao máximo as centenas de atrações que ocuparão os 70 mil m² dedicados aos games. Além disso, o aplicativo vai tornar a BGS em um espaço mais dedicado à família.

Para que o visitante não deixe de ver nenhuma novidade, o app inclui um sistema de check-in que permite marcar quais foram os estandes já visitados. O aplicativo tem também um sistema de gamificação, pelo qual o usuário pontua conforme for interagindo com outros utilizadores. “Procuramos reunir todas as novidades da BGS 2015 em um único lugar. Isso permite que os visitantes fiquem atualizados sobre quais jogos, atrações e empresas estarão presentes e ainda possam interagir entre si”, afirma Marcelo Tavares, criador e CEO da BGS.

O aplicativo já está disponível gratuitamente para Android, iOS e Windows. A BGS ocorre entre os dias 8 a 12 de outubro no Expo Center Norte, em São Paulo.

Aplicativo da Brasil Game Show:

 

Serviço – BGS 2015

Quando: 08 a 12 de outubro (08 só para business e imprensa)
Onde: Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – SP – 13h às 21h

Quanto: até 14 de setembro de 2015: R$ 69,00 (individual meia-entrada)

Bitstagram: aplicativo converte fotos em estilo de games clássicos

Quem não se esquece da arte pixelada da geração 8 bits, quando os desenvolvedores retratavam pessoas com as limitações gráficas da época? Pois bem, foi pensando nessa era que a Webcore Games lançou o aplicativo Bitstagram, uma ferramenta que transforma as fotos do usuário em 8 bits e compartilha o resultado nas redes sociais.

A ferramenta é uma homenagem aos videogames clássicos e é possível deixar suas fotos com aspecto gráfico em preto e branco para relembrar o Pong, ou adicionar a paleta de cores para ficar mais próximo ao Master System ou com as 256 cores do Super Nintendo.

O aplicativo possui 16 filtros e é bastante intuitivo para que o jogador possa colocar a si mesmo e o mundo ao seu redor em um ambiente de videogame clássico. Há suporte para postar as fotos facilmente nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. O Bitstagram não é afiliado a nenhum fabricante de consoles, sendo criado como uma homenagem as suas importâncias na história dos videogames.

O download é gratuito e, de acordo com a desenvolvedora, não há nenhum tipo de propaganda. Bitstagram está disponível na App Store, Google Play e Amazon. Mais informações no site da Webcore Games.

Abaixo está o trailer do aplicativo Bitstagram:

Mobogenie: nova loja de aplicativos chega ao Brasil

O Google Play e a App Store têm um novo concorrente no Brasil: trata-se do Mobogenie , uma nova loja de aplicativos que conta em seu acervo mais de 200 mil jogos gratuitos, além de vídeos, músicas, livros, quadrinhos etc. O foco da loja são os jogos eletrônicos e o jogador encontra diversos games de sucesso como Minecraft, GTA Vice City, The Walking Dead, entre outros.

Tal qual a App Store, a Mobogenie apresenta sugestões ao usuário que estiver procurando novos apps, tais como “jogos para a família”, “mais buscados”, “sexta casual”, entre outros. A loja está chegando ao Brasil agora, mas já está presente em cerca de 250 países, contando mais de 60 milhões de downloads feitos pelos usuários.

De acordo com os responsáveis, a loja possui um dos maiores acervos digitais do mundo, sendo que vários títulos AAA são gratuitos. Para instalar o app da loja é necessário ter a versão Android 2.3 no smartphone. O download do aplicativo é gratuito. Mais informações podem ser obtidas no site da Mobogenie.

Trailer oficial da Mobogenie:

Guardiões da Cidadania: game educativo para tablets

Pensando no bem estar coletivo e nos jogadores mais jovens, a Editora Ática lançou o aplicativo Guardiões da Cidadania para as plataformas iOS e Android. O aplicativo ambiciona tornar-se uma ferramenta importante na aprendizagem em ambientes escolares, pois propõe uma reflexão de ideias acerca de valores humanos como compaixão, amor ao próximo e respeito.

A aplicação é a primeira investida na área de games cuja temática é voltada para a cidadania. O game é inspirado pelo quadrinho “O Cidadão Invisível”, escrito em 2011 por Gilberto Dimenstein (que também foi lançado pela Ática). No game o jogador encontra os personagens Naco e Patrícia que residem na mesma cidade, porém de classes sociais distintas. Após o encontro dos personagens a vida de cada um se transforma de maneira surpreendente.

O objetivo do jogador é não permitir que o jovem Naco se torne “invisível” aos olhos da sociedade. O garoto mora nas ruas e está constantemente sendo ignorado pelas pessoas nas ruas. Para não permitir que Naco seja ignorado pela sociedade, o jogador deve criar um verdadeiro embate entre o bem e o mal utilizando corretamente as cartas com personagens do livro.

O game integra recursos de animação e jogabilidade semelhante ao Super Trunfo. Deste modo, a narrativa e jogabilidade são exploradas em partidas que envolvem atributos como ataque, defesa e estado de espírito.

“Hoje, nossas bandeiras implicam em educação de qualidade para todos, com acesso universal às novas e qualificadoras tecnologias educacionais”, ressalta Ana Teresa Ralston, diretora de Tecnologia de Educação da Abril Educação.

O game tenta explorar os conceitos criados por Dimenstein e atingir os jovens com a gamificação bem aplicada. Aos que tiverem interesse, o aplicativo já está disponível para iOS e Android para tablets e pode ser baixado gratuitamente.