Arquivo da tag: animação

Space Runners – Novo jogo brasileiro se inspira em ThunderCats e SilverHawks

Nosso destaque de hoje é um jogo indie para PCs chamado Space Runners que mistura elementos de aventura e plataforma em um ambiente 2D. Criado pelo estúdio Brainstorm Chimps, o game é um desafio em que você deve ajudar o jovem Tex Prateado e sua equipe de corredores espaciais (space runners) a encontrar recursos para sustentar a vida, explorando novos planetas em uma jornada repleta de desafios.

O grande barato é que o título presta uma ode aos desenhos das décadas de 80 e 90, pois seus traços são estilizados e seguem o padrão da época. Provavelmente uma influência causada pelo sucesso de Cuphead porém tomando como fonte de inspiração desenhos como ThunderCats e SilverHawks. Inclusive tem uma abertura animada repleta de referências.

A trama de Space Runners se passa no futuro e conta a história do comandante Tex Prateado e sua equipe de corredores que são enviados ao planeta Zeta XB39 para investigar as causas de uma falha de comunicação em uma antena de transmissão da D.E.R.P.E (Departamento de Estudos Residuais Pós Exploratórios), uma organização dedicada à exploração espacial. O detalhe é que a falha está associada aos primórdios da exploração espacial humana nos idos de 2017 quando a humanidade enviou um chimpanzé ao espaço…

Space Runners tem uma jogabilidade mais voltada para a ação, mesclando a velocidade de tiroteios à lá Contra com cenários propícios aos platformers. O grande destaque é o estilo visual que retrata o mundo alienígena com bastante riqueza de detalhes. De acordo com os produtores, o jogo conta com seis mundos (cada um com duas fases). Cada uma das fases tem desafios a serem vencidos, de modo que você deve usar as habilidades da equipe (3 membros) para vencer os desafios.

A dificuldade é um dos fatores que diferenciam o jogo, ao mesmo tempo que não afasta jogadores, ela é desafiante na medida certa. Ah, e vale também mencionar a trilha sonora, que também buscou inspiração nos anos 80-90. A trilha sonora ficou a cargo da Banda Danger3, especializada em fazer trilhas sonoras para lançamentos da cultura Pop. Algumas animações de sucesso como Dragon Ball Kai e Cavaleiros do Zodíaco são alguns dos trabalhos em que os integrantes da banda colocaram as mãos.

Space Runners inicia sua campanha de crowdfunding pelo Catarse no próximo dia 10 de setembro. A expectativa é que todas as novidades saiam em breve no site oficial e na pagina do facebook do jogo, que tem previsão de lançamento em setembro.

Abaixo tem a abertura de Space Runners:

 

Redibra lança RLab, incubadora para projetos audiovisuais. Primeiro projeto será Boris & Rufus, nova animação nacional

Esta notícia é especialmente promissora para quem está produzindo algum projeto audiovisual e ainda não sabe como tirá-lo do papel: a Redibra, agência de licenciamento e extensão de marcas, está lançando o RLab, uma incubadora que tem como objetivo auxiliar a nova safra de projetos que estão surgindo no mercado audiovisual brasileiro. A ideia do RLab é prestar serviços de orientação no desenvolvimento e licenciamento dos projetos tanto em âmbito nacional quanto internacional visando monetização dos mesmos.

O RLab deve se apoiar na experiência de David Diesendruck, sócio diretor da Redibra. O executivo pretende repetir casos de sucesso em que já se envolveu, como a Galinha Pintadinha, que se tornou reconhecida mundialmente. O primeiro projeto da RLab será a animação brasileira Boris & Rufus, produzida pela Belli Studio, de Blumenau-SC.

A série conta as aventuras do cachorro Boris e o furão Rufus que vivem no quintal do adolescente Enzo, cuja vizinha Jennifer é dona do gato Leopoldo. Todos os personagens passam a ter atitudes humanas quando seus donos saem de casa. Eles acessam diariamente a interpetnet e outras tecnologias e vivenciam diversas aventuras.

Boris e Rufus é uma série disruptiva, que mescla descontração, amizade, tecnologias e fantásticas situações. A melhor forma de tornarmos essa produção uma marca é contarmos com parcerias que tenham este olhar diferenciado ao material e, por isso, contamos com o RLab”, afirma a produtora executiva da Belli Studio, Aline Belli.

O RLab tem sede dentro da Redibra (São Paulo-SP) e vai oferecer a mesma gestão abrangente que atende aos parceiros da empresa-mãe com pesquisa de tendências de mercado, desenvolvimento de produtos, ativações no varejo, monitoramento dos royalties e contratos. Atualmente, a lista de marcas licenciadas pela Redibra inclui Chevrolet, Capricho, Boa Forma, Os Simpsons, Super Mario Bros., Galinha Pintadinha, Show da Luna e Coca-Cola.

Com o novo selo RLab, é possível que mais projetos audiovisuais sejam abraçados pela Redibra. Então fica aí a dica: se você tiver algum projeto, vale a pena apresentá-lo à RLab. Afinal, estamos falando de uma incubadora com bastante expertise e motivada a elevar a produção nacional para novos ares.

Abaixo tem um trailer de Boris & Rufus:

Desire Universe inicia projeto multimídia que apresenta mundo de fantasia e ficção científica

Hoje o destaque é um projeto multimídia criada por brasileiros e que já está em fase de desenvolvimento há cerca de vinte anos e está prestes a se tornar algo grande! Trata-se de Desire, da empresa Desire Universe, um projeto de ficção científica e fantasia que envolve livros, RPG, animação e MMO.

O projeto Desire será lançado aos poucos, sendo que a primeira parte é o lançamento de um livro chamado Archin, que conta a história de Archin, uma divindade que está em busca de seu irmão no universo. Com o decorrer desta jornada, este ser precisou proteger sua essência, sendo assim, Archin fragmenta sua alma em três partes e as envia a um pequeno planeta chamado Uria (a Terra).

Cada um desses fragmentos é deixado aos cuidados de três nativos humanos: um guerreiro indígena, um padre bretão e um samurai japonês. O romance aborda de forma filosófica a história desses três seres humanos que contém uma entidade superior dentro deles e como isso influencia no convívio e contato com seu meio e pessoas ao seu redor. Ao longo da narrativa, o leitor vai entender o porquê de essas figuras carregarem algo tão especial.

Claro que o livro é apenas a ponta do iceberg, de acordo com os responsáveis pelo projeto, futuramente o universo Desire vai contemplar um MMO, animações, quadrinhos, pôsteres etc. Vale destacar, aliás, que essa vocação midiática de Desire não é de agora. Na verdade, quando o Universo Desire surgiu em meados dos anos 90 pela mente de  Daniel Abrahão, designer gráfico, ele era um jogo de RPG de mesa que acabou ganhando suas próprias regras e evoluiu nesses vinte anos até ser o que é hoje. Nesse caminho ele passou por diversos eventos como Animecon, Anime Friends, Mangacon, entre outros, sendo visto e jogado por mais de cinco mil pessoas.

Além de Daniel Abrahão, Desire também tem entre seus idealizadores o escritor de ficção científica, fantasia e horror, Roberto Causo, que é considerado o maior escritor de ficção científica do Brasil. Outra figura importante da equipe é o ilustrador Diego Cunha, que já fez trabalhos para a Wizards of the Coast em ilustrações para cartas Magic.

Quando o MMO e a animação chegarão ao mercado é incerto e tudo depende do sucesso da série de livros. O livro está em pré-venda no Kickante e precisa de sua ajuda. Vamos colaborar?

Vídeo da campanha Desire Universe:

Escola SAGA inaugura nova unidade em Santo Amaro

novasagasantoamaro

Em ritmo de expansão a escola de arte digital Saga inaugurou sua 8º unidade no país. A nova unidade fica sediada em Santo Amaro, SP. Com isto, a Saga chega à sua 4º unidade somente no estado de São Paulo (as outras três unidades estão localizadas nos bairros da Lapa, Tatuapé e na cidade de Guarulhos).

De acordo com a diretoria, a unidade Santo Amaro começará inicialmente com o curso Start, que é indicada para iniciantes de computação gráfica. Esse módulo capacita os estudantes e trabalhar com ferramentas usuais no mercado publicitário, tais como Photoshop, Illustrator, Flash, Premiere, After Effects e Mava. São 408 horas / aulas que passam por toda a grade curricular básica para quem deseja tornar-se desenhista, designer gráfico, ilustrador, etc.

A possibilidade de conseguir uma formação ampla em computação gráfica é o que faz com que milhares de jovens busquem o curso. Nosso  objetivo é preparar os alunos para o mercado de trabalho e torná-los aptos a ingressar em um setor que só cresce e carece de mão de obra qualificada”, disse Jefferson Maurelli, gerente da nova escola.

A nova escola já inicia suas atividades com 300 alunos, a maior parte de alunos de outras unidades que esperavam a transferência para Santo Amaro. Para àqueles que desejam ingressar no curso, a Saga promete todo o suporte advindo de tecnologia de ponta e profissionais capacitados para ensinar. A nova unidade fica próxima à estátua de Borba Gato, em um dos melhores pontos da região.

Mais informações, preços e matrículas diretamente na escola, que fica na Rua do Estilo Barroco, 49 – Chácara Santo Antonio – Santo Amaro – SP, Tel.: (11) 3796-4003, de  segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados das 8h às 18h.

As inscrições para o minicurso podem ser feitas pelo site www.saga.art.br

Mais Informações sobre o curso Start: http://saga.art.br/br/cursos-saga-br/start.html

Dragon Quest Caboclo: um vídeo que mistura games com Legião Urbana

Dragon Quest Caboclo

O irmãos Matheus e Marcos Castro que ficaram conhecidos pela sua ótima série Um Joystick, Um Violão onde interpretam músicas brasileiras mas com letras adaptadas à cultura gamer, lançaram um novo vídeo. E esse vídeo oferece muito mais do que a já conhecida (e sempre excelente e inteligente) mudança na composição.

Dragon Quest Caboclo é uma animação homenageando a série Dragon Quest com a melodia da música Faroeste Caboclo do Legião Urbana. A letra desse vídeo conta a épica história do herói que luta contra um demônio para salvar a mundo.

Curtiu? Veja o vídeo de Dragon Quest Caboclo e comente:

Review: Detona Ralph e 5 dicas de filmes sobre games

Detona Ralph

Já falamos sobre a animação mais recente da Disney, Detona Ralph no Game Reporter nesse post e no final de novembro estive na pré-estreia desse filme que achei fenomenal por ser uma ótima história sobre auto-conhecimento além de exibir diversas piadas e elementos referenciando o universo dos games.

Sinopse: um vilão de videogame quer ser herói e se prepara para realizar seu sonho, mas sua busca traz confusão para todo o flipper onde ele vive.

Um dos motivos que me deixou interessado neste filme, além do universo de games presente na história, é o time de vozes originais: John C. Reilly como Ralph, Jack McBrayer como Fix-It Felix Jr. (o “arquinimigo” de Ralph), Jane Lynch como Sergeant Calhoun e Sarah Silverman como Vanellope von Schweetz.

Portanto, quando anunciaram os dubladores para as cópias dubladas: Tiago Abravanel (que teve uma performance elogiada pela crítica no musical sobre Tim Maia) como Ralph, Rafael Cortez como Felix Jr. e Mari Moon como Vanellope confesso que fiquei com um pé atrás dado o histórico de animações com vozes de pessoas famosas não ser dos melhores. Entretanto, após assistir ao filme, sou obrigado a dizer que a dublagem está muito bem adaptada, em especial as vozes de Cortez e de Moon tornando até difícil identificá-las.

O universo em que a história se passa é extremamente rico e interessante, por seu um “flipper”, o ambiente que nos é apresentado possui um enorme potencial de expansão, muitos elementos adicionais podem ser explorados em filmes futuros. Sinceramente espero ter uma continuação pois o potencial de novas histórias é gigantesco!

Os elementos visuais, como por exemplo a forma dos moradores de Pleasent Ville se movimentarem com alguns quadros a menos, sem tanta movimentação, simulando gráficos mais antigos como até uma simples sujeira ser mostrada em pixel art foi um toque de gênio.

A quantidade de “easter-eggs” é realmente impressionante. É um verdadeiro festival de referência para gamers, principalmente quem jogava consoles antigos. Recomendo que você preste muita atenção nas cenas que se passam na Game Central pra talvez conseguir pegar todas as referências da primeira vez que assistir o filme. Pra mim a exibição na cabine não foi suficiente e estou decidido a assitir novamente, pra tentar achar todas as piadas internas presentes.

O filme me supreendeu positivamente e conta com boas piadas “abrasileiradas” que rendem boas risadas. E a mensagem de Detona Ralph é sincera e verdadeira e eu interpretei como sendo: aceite quem você é pois só assim será feliz de verdade.

E já que estamos falando sobre filmes aqui no Game Reporter, dê uma conferida no vídeo abaixo para ver cinco recomendações de filmes sobre games:

Remedy Entertainment trabalha tecnologia de animação facial ainda mais realista

A Remedy Entertainment estaria trabalhando em uma nova tecnologia de animação facial que aumentaria o realismo nos games, segundo a revista Edge.

A novidade estaria nas mãos do profissional John Root, que está utilizando um sistema de captura de movimentos de atores com altíssima precisão. O sistema usa como base 64 posições faciais de quais Root acredita que todas as outras são derivadas.

A diferença está no fato de que, com a tecnologia, é possível trabalhar em tempo real a animação, isto é, enquanto os movimentos são capturados, ao contrário dos métodos anteriores que exigem trabalhar sobre gravações.

Para o futuro, a ideia é ter um sistema que permita, inclusive, ajustar a coloração da pele com base no fluxo sanguíneo. Os primeiros testes estão sendo produzidos no personagem Alan Wake, mas a tecnologia ainda não está pronta para ser mostrada.

Vamos aguardar, por que ao que tudo indica o trabalho de John Root promete bons frutos para os games…