Arquivo da tag: Acigames

Faculdade Impacta realiza evento para mostrar como lançar jogos na Ásia

Lançar um game no Brasil não é uma tarefa fácil, não é? Imagine então como é lançar um jogo em outros países? Parece difícil, não? Mas talvez a tarefa seja mais fácil do que você imagina. É exatamente isso que vai mostrar o evento a ser realizado no próximo dia 23/05 na Faculdade Impacta, em São Paulo.

Trata-se de um fórum que envolve um pitch com 20 jogos, além de palestras que dissertam sobre direitos autorais e captação de recursos com leis de incentivo. A ideia é mostrar que qualquer desenvolvedor pode lançar seu game no mercado asiático, além de apontar como os jogos lançados no oriente podem ser bem sucedidos. Além disso, os visitantes poderão conhecer planos de monetização para games mobile no Brasil.

As palestras ocorrerão entre as 9h30 e às 15h, com apresentações de Moacyr Alves, Jasmin Luo, Luiz Godoi, Helio Terras e Rodrigo e Modena Carvalho. O evento é fruto da parceria entre a Faculdade Impacta, a Halo Digit e a Acigames, que, aliás, exportarão jogos brasileiros para nove países da Ásia.

Mais informações e inscrição na página do evento.

Fórum de Jogos na Faculdade Impacta

Tema: Oportunidades para games mobile e como ingressar no mercado Asiático

Quando: 23 de maio de 2015

Onde: Faculdade Impacta – Campus Barra Funda – Avenida Rudge, 315

Sioux e Blend divulgam nova pesquisa sobre o mercado de jogos nacional

Após um período de 3 meses, a Sioux e a Blend reuniram forças para realizar uma nova pesquisa para mapear a indústria dos jogos nacional e seus jogadores. A pesquisa teve apoio da Acigames e da ESPM com a finalidade de mostrar como é composto o público de jogadores brasileiros, o que eles jogam e como eles jogam.

Para isso, foram ouvidos 909 jogadores, fossem de consoles ou de smartphones. A pesquisa revelou dados interessantes, como o fato de que as mulheres representam quase a metade dos jogadores ativos e que menos de 10% deles se consideram “gamers”. A plataforma mais utilizada para jogar segue sendo os smartphones, seguidos de perto pelos consoles de mesa.

De acordo com a Acigames, essa a melhor e mais completa pesquisa de games voltada para o mercado nacional e por fim, os varejistas podem contar com um quadro real de todo o mercado de games do Brasil.

Pesquisa: mercado de jogos nacional

Confirmada data e hora da audiência publica para o setor de jogos do Brasil

Ainda que a ministra da Cultura, Marta Suplicy, tenha mostrado pouca afeição à causa gamer, ainda podemos dizer que existem pessoas de influência no poder público que estão interessadas nos jogos eletrônicos. Prova disso é a audiência pública a ser realizada no próximo dia 27 de maio no plenário 13.

O intuito da pauta na Câmara é discutir “O setor de jogos eletrônicos e digital no  Brasil” e sua relevância no país, além de apontar como a indústria nacional está em franco crescimento. Tal audiência pública deve-se às deputadas Luciana Santos e Alice Portugal.

Ficou definido que no dia 27 de maio às 14h30 o presidente da Acigames, Moacyr Alves Jr. irá realizar palestra para discutir o mercado de jogos do Brasil. Vale reforçar que a deputada Luciana Santos encaminhou a pauta para a câmara solicitando que fossem convidados nomes importantes como o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina; o Secretário de Economia Criativa do Ministério da Cultura, Marcos André; o Diretor do Departamento de Indústria, Ciência e Tecnologia da Secretaria de Telecomunicações, do Ministério das Comunicações, José Gustavo Gontijo; os criadores do jogo Galinha Pintadinha; entre outros.

Espera-se que com a audiência pública, o setor de jogos digitais seja visto com mais seriedade pelos governantes. Até porque o mercado nacional já representa o quarto maior do mundo no setor, movimentando mais de R$ 5,3 bilhões em 2012. Vamos torcer para que essa audiência tenha repercussão positiva e ajude a alavancar o mercado nacional de uma vez por todas.

Sebrae lança concurso de desenvolvimento de jogos

Concurso de Desenvolvimento de Jogos

Desenvolvedores de games, apresentem-se! O Sebrae acabou de abrir um concurso de desenvolvimento de jogos valendo vários prêmios em dinheiro. A intenção é promover e fomentar a indústria nacional de jogos digitais, iniciada na Campus Party 2013 quando desenvolvedores participaram de uma Jam de 17 horas.

O novo concurso iniciou no último dia 20 de março de 2013, mas não se preocupe: o prazo para inscrição no concurso vai até o dia 01 de maio de 2013 através de um site especial. O desafio é que os desenvolvedores criem games com temas relacionados à gestão empresarial.

Não há restrições para os participantes, podendo ser designers profissionais ou amadores, empresas estabelecidas, estudantes, professores, etc. Ou seja, o concurso é aberto para qualquer interessado, e o número deve ser elevado levando-se em consideração o total de premiação aos dez melhores classificados.

Para inscrever seu projeto é necessário criar um cadastro junto ao Sebrae e posteriormente informar que tipo de jogo pretende criar, indicando o gênero e quais temas foram abordados. Após fazer isso você recebe um código de inscrição para enviar seu game. Este código deverá ser identificado com o game quando ele for enviado via CD, DVD ou pen drive.

Os projetos serão julgados por três técnicos e três especialistas em empreendedorismo e educação empreendedora, que irão analisar quesitos como capacidade técnica dos desenvolvedores, relação com o tema do concurso, originalidade, inovação, viabilidade técnica, jogabilidade e integração com redes sociais. O resultado será revelado no dia 15 de maio.

O primeiro lugar leva R$ 80 mil para casa, enquanto que o segundo colocado fica com R$ 70 mil e o terceiro lugar fica com R$ 60 mil. O quarto e o quinto lugar são premiados com R$ 50 e R$ 40 mil respectivamente. A partir do sexto lugar até o décimo colocado os prêmios são de R$ 30 mil reais cada.

“Quando bem elaborados, os games, além de serem divertidos, ajudam a desenvolver a capacidade gerencial em pequenos negócios e habilidades empreendedoras, além de difundir os conceitos de competitividade, ética e associativismo”, disse Luiz Barretto, presidente do Sebrae.

Além dos prêmios em dinheiro, os grandes vencedores assinarão um termo de cessão com o Sebrae para que os jogos sejam disponibilizados gratuitamente na nova plataforma de jogos da entidade que tem a finalidade de desenvolver a capacidade gerencial em pequenos negócios e habilidades empreendedoras de forma interativa. Para isso, o Sebrae munirá os vencedores com um kit para portar o jogo para essa plataforma que certamente será muito importante para o portfólio dos desenvolvedores e dará boa notoriedade.

O concurso é organizado pelo Sebrae, com o apoio da iMasters, Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games (Acigames). Mais informações sobre o concurso deverão ser liberadas em breve. Você pode acompanhar o andamento do concurso e as regras gerais no site.

Acigames realiza o 2º Fórum Nacional do Comércio de Games do Brasil

Acigames

O ano  mal começou, mas os grandes eventos envolvendo jogos eletrônicos já começaram. Neste sábado, 19 de janeiro de 2013, a Acigames (Associação Comercial Industrial e Cultural de Games), irá realizar o 2° Fórum Nacional do Comércio de Games do Brasil.

Para quem não conhece, o evento irá reunir no mesmo espaço algumas das publishers importantes do Brasil, cerca de 67 lojistas, além de convidados especiais vindos de outros países para participar de debates.

O objetivo do evento é fortalecer o mercado de games brasileiro e ajudar na criação de um documento que será entregue ao governo federal a fim de auxiliar e mostrar a importância do desenvolvimento de jogos eletrônicos no país.

Entre os convidados de fora, os visitantes poderão encontrar com representantes de empresas como a GREE (Japão), Kaos Games (Espanha), 1080 Partners (EUA), Kindp (Alemanha) e também do Presidente da Câmara do Comércio Francês, o Sr. François Removille.

O Fórum Nacional do Comércio de Games do Brasil iniciará suas atividades às 8h30 e irá encerrar às 18hs. No site oficial você confere todo o cronograma do evento.

2º Fórum Nacional do Comércio de Games do Brasil

Quando: Dia 19/01/2013

Local: FECOMÉRCIO – Rua Doutor Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – São Paulo

Relização: Acigames (Associação Comercial Industrial e Cultural dos Games)

Acigames cria o Cadastro de Empresas Nacionais de Jogos Eletrônicos

Trabalhar com games é um sonho de muitos jogadores, isso é fato. Não são raros os casos de jogadores que ingressam na faculdade ou fazem cursos voltados à área de programação e acabam trabalhando em projetos que muitas vezes nada tem ligação com games eletrônicos. E não é difícil adivinhar o porquê disso acontecer: essa é uma área difícil, onde as poucas vagas que surgem desaparecem muito rápido.

Talvez esse seja um problema que pode ser sanado com o Cenje (Cadastro de Empresas Nacionais de Jogos Eletrônicos), uma espécie de banco de dados e cadastros de currículos para empresas e profissionais do ramo de games. O projeto, idealizado por Kao Tokio, diretor de eventos da Acigames, foi produzido pela Web Wave, empresa de soluções em informática.

Basicamente funciona como os outros grandes sites de currículos online, ou seja, o profissional ou estudante preenche o cadastro e as empresas filiadas terão acesso a ele. Ele foi fortemente inspirado em outros projetos como o Game Career Guide, Motor de Juegos, Sindicat Nacional du Jeu Vidéo.

Esta metodologia promete facilitar a vida de empresas e profissionais ligados à área de videogames. Isso servirá tanto para os lojistas que querem contratar mão de obra para suas lojas, como para o desenvolvedor de games que quer contratar profissionais. O cadastro para o profissional é feito gratuitamente, já as empresas filiadas com a Acigames só precisam preencher o cadastro como pessoa jurídica.

O Cenje já está no ar e com todas as funcionalidades operando. Após adicionar os dados pessoais, o Cenje permite que você escolha suas especializações, qualificações e links para portfólios. Todo o processo é muito fácil e intuitivo. Até o fechamento desta matéria já haviam 25 empresas cadastradas e esse número deverá crescer a medida que mais usuários com mão de obra qualificada se cadastrarem.

De acordo com a Acigames, todo o processo de criação levou 7 longos meses e foi programado pelo Mauricio Alegretti do Portal Xbox e da Acigames. Com esta novidade apostamos que a vida de quem quer trabalhar com games será muito facilitada.

É criado o Censo Gamer! Objetivo é mapear e estudar o mercado de games no Brasil

Já estava na hora de alguém pensar em analisar mais a fundo quem é o público consumidor de games no Brasil, certo? Pensando nisso, foi criado o Censo Gamer, fruto da parceria entre a Acigames e a InsideComm, grupo de mídia e marketing atuante há mais de dez anos no mercado de consultoria.

O Censo foi lançado oficialmente no 1º Fórum do Comércio de Games do Brasil e entrará efetivamente em prática através do site oficial que traz uma pesquisa em que os jogadores voluntários preenchem um cadastro e respondem a um simples questionário. O objetivo é mapear e estudar o mercado de jogos no país. O levantamento e a análise dos dados serão divulgados apenas no mês de agosto.

De acordo com os organizadores, o estudo servirá também para promover políticas de desenvolvimento do país e no incentivo de ações de capacitação e inserção de profissionais ligas à área no mercado de trabalho.

“A coleta e a análise de dados censitários revela tendências e permite fazer projeções, permitindo mapear a situação do mercado brasileiro de jogos eletrônicos e identificar o progresso feito e etapas ainda por cumprir, entre outras ações,” disse Luiz Ferrarezi, gerente de novos negócios da InsideComm e responsável pelo Censo Gamer.

Obviamente para que o estudo surta o efeito esperado pelos organizadores é necessário que os jogadores participem e respondam às perguntas. A ansiedade dos organizadores é tamanha que já foi confirmado que o Censo Gamer deverá ocorrer anualmente a fim de manter os dados atualizados e acompanhar a evolução do mercado brasileiro através dos anos.

Acigames divulga suas novidades para o Game World 2012

Após a criação do projeto Jogo Justo e do recente “Eu Tô Legal” a Acigames ainda tem mais cartas na manga e a feira Game World irá servir para a organização orientar o publicar através de palestras e ainda revelar um pouco do futuro administrativo e ideológico da associação

A primeira novidade ocorre no dia 30 de março e é a notícia de que o Moacyr Alves Jr, presidente da Acigames, será indicado por representantes do Ministério da Justiça, Cultura e Desenvolvimento para integrar como titular no Comitê Consultivo do Governo Federal como consultor em áreas que envolvem Jogos Eletrônicos e Conteúdos Digitais.

No dia 1º de abril a Acigames anuncia oficialmente a parceria que firmou com a Square Enix na criação do concurso “Latin America Game Contest”, cujo objetivo é revelar desenvolvedores promissores e melhorar a qualidade de jogos criados nesta região do planeta.

Além dessas novidades, há ainda o anúncio do Censo Gamer, fruto da parceria com o grupo de mídia e marketing InsideComm. O objetivo da parceria é mapear o mercado nacional de jogos, mostrando a quantas anda a nossa indústria e onde podem ser aplicadas melhorias.

E isso não é tudo, conforme falamos o GW12 será o estopim para a criação da campanha “Eu Tô Legal”, que irá mostrar os malefícios da pirataria, além de incentivar comerciantes que apenas vendem produtos originais. A campanha começa no dia 30 e vai até o final do evento, contando com mais de 20 jogos para todas as plataformas que terão o preço reduzido, mais ou menos como ocorreu no Dia do Jogo Justo.

Também no estande da Acigames ocorre o lançamento do livro “1984: A Febre dos Videogames Continua”, livro de Marcus Vinícius Garret Chiado que documenta um período chave do início da era dos videogames no Brasil. Na obra há bastidores da chegada de vários dispositivos que se tornaram Cult entre os aficionados por videogames, como o Dactar e o Intellivision II.

O evento Game World 2012 ocorre entre os dias 30 de março e 1º abril no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca, São Paulo, SP.  O primeiro dia é exclusivo para a imprensa e convidados e os demais dias são abertos para o público em geral.

AGENDA:

Sexta-Feira – 30/03 (Business Day – Apenas para convidados e imprensa)

10h00 às 11h00 – Reclamações trabalhistas, como evitar? – Dra. Claudia Regina Lattore (SEBRAE)

11h00 – Lançamento da campanha “Eu Tô Legal” contra a pirataria de jogos eletrônicos e a favor da legalização do comércio

1400h às 15h00 – O Desafio de Planejar e Vender – Reinaldo Miguel Messias (SEBRAE)

15h00 às 16h00 –  Tributação voltada para os lojistas de games – Lucia Regiane (Playercont)
Sábado – 31/03 (Aberto ao Público)

10h00 às 11h00 – Aprenda a formar seu preço de venda – Mário Valsechi (SEBRAE)

14h00 às 15h00 – Acesso ao Comércio Internacional de Games – Jaime Akila Kochi (SEBRAE)

15h00 ás 16h00 – Balanceamento em jogos – Antônio Marcelo (Riachuelo Games)
Domingo – 1º de Abril (Aberto ao Público)

10h00 às 11h00 – Como elaborar seu Plano de Marketing – Fábio de Azevedo (SEBRAE)

11h00 – Anúncio da parceria entre a ACIGAMES e a Square Enix para o Concurso intitulado “Latin America Game Contest

14h00 às 15h00 – Os passos iniciais no desenvolvimento de Games: Game “Dia da Decisão: Escolha seu caminho”, por Tiago Souza e Mauricio Maruo (Faculdade Impacta).

Acigames e Square Enix promovem concurso de criação de jogos

Uma novidade um tanto inesperada e bem interessante para desenvolvedores de jogos que esperavam uma boa oportunidade para despontar no mercado: a Acigames e a gigante dos RPGs, a Square-Enix, acabaram de firmar uma parceria para a criação de um concurso chamado “Latin America Game Contest”.

Basicamente, os competidores apresentarão seus projetos através de um site definido pela organização do concurso a fim de conquistar alguma verba para seus projetos. Após a análise dos organizadores serão escolhidos os três melhores projetos, que serão julgados por critérios como criatividade, originalidade, diversão, jogabilidade e qualidade do produto final.

Além disso, os vencedores e participantes mais audaciosos poderão ter a oportunidade de trabalhar com a Square como parceiros de desenvolvimento se houver acordo entre as partes. A Acigames irá prestar serviço de auxílio e orientação aos desenvolvedores com o objetivo de melhorar a qualidade de seus produtos.

“O objetivo através do Concurso, é atrair profissionais mais qualificados para a indústria de games da América Latina, resultando no fortalecimento da indústria do jogo e beneficiando toda a economia,” disse Gerson Souza, representante da Square Enix Co. Ltd. no Brasil.

Para participar, os interessados terão de inscrever seus projetos na página do concurso (ainda a ser divulgado) durante todo o mês de agosto. Só poderão participar pessoas e empresas estabilizadas na América Latina. Além disso, os projetos precisam estar nas plataformas Android OS (2.2 ou superior), iOS (4.0 ou superior), Windows Mobile (superior ao 7.1) e jogos para PC baseados em Web Browser.

O gênero dos games ficará a critério dos participantes, a única restrição é comm relação ao idioma, devendo os projetos estar em Português, Inglês ou Espanhol. A primeira colocação embolsa US$ 20,000, o segundo fica com US$ 10,000 e o terceiro com US$ 5,000. Os ganhadores serão anunciados em 31 de outubro.

Detalhes adicionais do 1º Latin America Game Contest deverão ser divulgados durante a feira GameWorld 2012, que ocorre neste final de semana no shopping Frei Caneca em São Paulo. Ficaremos atentos para repassar as novidades a você, leitor do GameReporter.

Acigames promove nova campanha para baratear games e combater a pirataria

Após o movimento Jogo Justo, a Acigames resolveu promover mais uma ação com a finalidade de reduzir os preços dos games e combater a pirataria. A campanha chamada “Eu Tô Legal” irá promover comerciantes e lojistas que trabalham com produtos legalizados, além disso, a campanha irá prestar esclarecimentos aos consumidores o que se ganha quando você compra produtos originais.

A campanha começara durante o evento Game World 2012, entre os dias 30, 31 e 1º de abril e contará com mais de 20 títulos que terão o preço reduzido, esses títulos, obviamente estão disponíveis para as principais plataformas do mercado. A lista de jogos, preços e lojas participantes da campanha estão disponíveis no site da Acigames.

“A pirataria é o maior problema para o mercado de games nacional. Enquanto não conscientizarmos o consumidor que ao adquirir um produto pirata ele está lesando não só a indústria e o comércio, mas também a si próprio este cenário não irá mudar”, analisa Moacyr Alves, presidente da Acigames.

De acordo com os organizadores, esta será a maior ação já realizada pela Acigames e deverá se estender até que os estoques se esgotem. Vale lembrar que a feira Game World ocorre no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca em São Paulo. O GameReporter irá acompanhar de perto esta ação para informar a você, leitor, como serão as coisas.