Arquivo da tag: A vítima de ouro

A Vítima de Ouro disponível na Splitplay

Nosso game de hoje é para os fãs de mistério e investigação. Trata-se do game A Vítima de Ouro, da produtora indie Little Leds. O título relembra os clássicos games de estilo Point and Click Adventures.

Na trama acompanhamos uma jovem chamada Elisabeth Fleur que se vê envolvida em um mistério muito complexo: o assassinato de um milionário chamado Julius Absolom. O crime ocorreu em uma mansão na Ilha do Farol sob circunstâncias estranhas.

Cabe à jovem Elisabeth percorrer a mansão, coletando pistas, interrogar suspeitos, etc. O game segue a linha de livros de investigação, ou seja, há reviravoltas no caso, fatos novos surgindo e testemunhos valiosos. A dica é não confiar em ninguém, pois todos são suspeitos.

A Vítima de Ouro foi desenvolvido por apenas uma pessoas, desde a sua animação até as ilustrações. A intenção de André Alves, criador do game, foi de entregar um jogo divertido e inteligente para jogadores singleplayer. Não há sistemas de conquistas, desbloqueios, ou microtransações, etc.

Se você se considera uma espécie de Sherlock Homes e quer testar seus poderes de dedução, teste A Vítima de Ouro. O game está disponível na Splitplay por R$ 6,99.

Abaixo está o trailer do game A Vítima de Ouro:

A Vítima de Ouro: mistério e suspense no game da Little Leds

Elisabeth Fleur é uma jovem muito diferente das demais, pois ela tem um tato para casos de mistérios e resolução de problemas. Apesar disso, a jovem jamais imaginou que teria em suas mãos o caso de um estranho assassinato para resolver. O milionário Julius Absolom foi encontrado morto em circunstâncias que desafiam até os mais experientes detetives, agora cabe a Elisabeth utilizar-se de toda sua perspicácia para desvendar o crime.

Esse é o pontapé inicial do game A Vítima de Ouro, criação do estúdio independente Little Leds. O game é uma homenagem aos livros de mistério e tem referências de obras clássicas da Lucas Arts. A jogabilidade é inspirada nos clássicos Point & Click Adventures, ou seja, bem simples e intuitiva.

O jogador deve passar por corredores de uma mansão isolada na Ilha do Farol, coletando pistas e interrogando as pessoas com cuidado (pois todos são suspeitos e podem desviar o rumo da investigação). A intenção do estúdio foi criar um jogo divertido em single player e que desafiasse a atenção do jogador.

O game não conta com conquistas, desbloqueios e microtransações, pois ele pretende reviver a era de ouro dos videogames em que o jogador comprava o game e o jogava até o final sem sentir que falta um pedaço para jogar. Felizmente, para quem não quer arriscar na compra direto, o desenvolvedor disponibilizou uma demo para testes: basta baixar e experimentar, se gostar é só comprar o game completo.

O game deve ser lançado em meados de maio, mas já dá para conferir a demo e o material promocional. Vale dizer que todo o design, textos, ilustrações, animação e programação foram feitos por uma única pessoa: o desenvolvedor André Alves.

E aí, você se acha um grande detetive? Acha que consegue resolver este mistério?