Arquivo da tag: 3D

Tap Animals 3D: jogo inspirado em Flappy Bird eleva o desafio para o ambiente em três dimensões

Quem não conhece o jogo Flappy Bird, o jogo de smartphones que tornou-se o número um dos aplicativos na App Store de forma meteórica? Pois bem, o game já saiu do ar por decisão de seu criador, mas deixou um legado na loja virtual: dezenas de jogos similares. O problema desses jogos similares é que eles não tentam inovar ou trazer alguma novidade no gameplay.

Felizmente, alguns desenvolvedores utilizam o conceito e tentam melhorá-lo ou moldá-lo sob um viés diferente. Este é o caso do lançamento da produtora brasileira Café Game Studio, que resolveu colocar o gameplay do jogo em um ambiente 3D. Assim surgiu o game Tap Animals 3D.

O game dá ao jogador controle sobre diferentes tipos de animais como um porco, uma vaca, uma galinha e até um peixe (todos alados) em um desafio em linha reta. Basta passar pelo vão entre os canos para ir pontuando, assim como em Flappy Bird. A diferença está que o game da Café Game Studio não se prende a ser um side scroll vertical, mas sim um game no formato em 3D com a câmera posicionada atrás do personagem.

A interação se dá da mesma forma que no jogo vietnamita, ou seja, basta dar um toque na tela para que o animal bata as asas e alcance altura necessária para passar pelos canos. O estúdio decidiu manter o mesmo fator viciante de sua inspiração e o nível de dificuldade que levou milhares de jogadores a perder horas de sono com Flappy Bird.

Além dos gráficos em 3D, o game da Café Studio diferencia-se também em dar a oportunidade de o jogador controlar outros animais, sendo que cada qual tem um peso que altera a dificuldade do jogo. Vale citar que apenas o Mr. Pig é gratuito, os outros devem ser habilitados. Quando o jogador erra o percurso as mortes dos animais são “fatalidades”, literalmente, mas o jogador pode desabilitar as mortes se quiser.

Por fim, Tap Animals 3D possui sistema de ranking e conquistas a fim de manter os jogadores vidrados em bater recordes. O estúdio informa ainda que 50% do que for arrecadado com as vendas do personagem Sr. Tofu serão revertidas para fundações que ajudam animais.

O game já está disponível através das lojas App Store e Google
Play
. Mais informações sobre tal ação e sobre o jogo podem ser obtidas através do site oficial.

Abaixo você confere o trailer do game Tap Animals 3D:

LG lança portal Game World para facilitar a busca de jogos para Smart TVs

Game World

As televisões da linha Smart Glass da LG vão ganhar um portal desenvolvido especialmente para os aficcionados por jogos eletrônicos. O portal chama-se Game World, e tem como foco os games que podem ser apreciados por toda a família já que vários deles utilizam o Magic Remote (o controle de movimentos do televisor), e as funcionalidades 3D dessas televisões.

A LG promete que, com a chegada do portal, os jogadores terão muita facilidade para comprar e encontrar os jogos mais interessantes e badalados do momento graças a um motor de busca que separa os jogos entre os mais populares, por gênero ou pelos mais novos.

O Game World é uma fonte maravilhosa de jogos, especialmente em formato 3D, adequados a todos os públicos,” disse Havis Kwon, presidente e CEO da LG Home Entertainment Company. “Há muitos títulos populares disponíveis, além de jogos desenvolvidos exclusivamente para as Smart TVs da linha CINEMA 3D SMART TV. Ao aproveitar ao máximo as capacidades das TVs 3D da LG, o Game World nos ajudará a avançar as fronteiras dos jogos 3D e expandir o mercado,” completou Kwon.

No menu principal, o usuário encontrará os jogos divididos em quatro categorias (destaques, populares, lançamentos e gêneros), além disso, há espaço para um tutorial ensinando como utilizar o Magic Remote ou um Game Pad. Há ainda um menu listando os games que já foram previamente comprados e instalados pelo jogador, mais ou menos como nos consoles da geração atual.

Vale dizer também que além de jogos pagos, os jogadores encontrarão também games gratuitos. O Game World será lançado globalmente no segundo semestre deste ano.

Tela 3D foi dispensada do Vita por incompatibilidade com SixAxis

Mick Hocking, diretor sênior da Sony Computer Entertainment Europe, explicou o principal motivo pelo qual o próximo portátil da empresa, PlayStation Vita, não seguirá os passos do 3DS e não trará gráficos 3D.

O executivo explicou que, durante os testes de produto, o 3D trouxe diversos problemas. “Um dele era a qualidade das telas 3D sem óculos. Pode funcionar muito bem em telas pequenas, mas para ter o melhor efeito, você precisa manter sua cabeça muito, muito parada”, comentou acrescentando que com o sistema o controle de movimentos Sixaxis, a jogabilidade numa tela 3D dessas sairia prejudicada.

“Queríamos oferecer uma resolução realmente alta em tela OLED, e a melhor maneira de fazer isso foi em 2D. Ao menos o primeiro”, revelou.

Será que veremos a Sony correndo atrás do prejuízo em uma futura revisão do Vita?

[Via Next-Gen]

EA vê retorno fraco em jogos 3D

Em uma conferência anual com acionistas, John Riccitiello, CEO da Electronic Arts, deu uma declaração interessante a respeito do mercado de jogos 3D: a demanda, por parte dos consumidores, está muito baixa.

E o que isso significa? Significa que para a EA, o 3D não merece toda a atenção que tem recebido. “Não vimos um grande crescimento em TVs 3D em ambientes domésticos. Não estamos tentando direcionar o mercado. Estamos aqui para reagir ao que os consumidores querem”, comentou.

Será que, mais uma vez, o 3D nos videogames morrerá na praia? A EA, ao menos, parece decidida em focar nos mercados portáteis e sociais. Estariam eles certos?

[Via Next-Gen]

Para Square Enix, tecnologia 3D com óculos é grande problema

Mais uma empresa se declarou contrária a jogos 3D com as tecnologias atuais, dependentes de óculos: a Square Enix.

Julien Merceron, diretor de tecnologia mundial da companhia declarou que 3D sem óculos é bom, mas com óculos é um grande problema. “Eu acho que a única forma de fazer 3D funcionar na sala é remover a necessidade de óculos, o que elevará a adoção”, comentou ao site VideoGamer.

O executivo avaliou positivamente a tecnologia do 3DS, e acredita que o passo dado pela Nintendo com o seu portátil pode abrir o caminho para dispositivos futuros.

“Se o 3D em celulares e portáteis de pequenas telas realmente decolar, isso ajudará as companhias a investir muito dinheiro na pesquisa para a solução de problemas em telas maiores”, declarou.

Sony quer tentar levar realidade virtual para os games

A tentativa de trazer realidade virtual ao mundo dos games não é nova, mas a Sony quer tentar novamente ampliar a imersão em games com óculos da chamada RV.

Em uma entrevista concedida por Mick Hocking, diretor sênior da Sony Worldwide Studios, ao site Develop, o executivo comentou que além do 3D, a empresa também quer apostar na realidade virtual com um óculos que foi mostrado durante a CES, adaptado também aos games.

Entre as outras apostas para o setor de jogos está o monitor PlayStation, que além de imagens em alta definição, 2D e 3D, permitirá disputa entre dois jogadores, no mesmo dispositivo, impedindo que um jogador veja o que acontece na tela do outro.

Será que dessa vez a realidade virtual deslancha nos games?

[Via Joystiq]

Vagas para trabalhar com games no Rio de Janeiro (RJ)

O estúdio carioca Tamboro, especializado em jogos, educação e localizado no bairro da Gávea, está procurando profissionais em diversas áreas para integrar sua equipe.

Aos candidatos é necessário ter paixão em criar jogos inovadores e a preocupação na mensagem passada por eles. Estão disponíveis vagas para programador, artista, game designer e músico e para todas é preciso, também, saber inglês.

O programador deverá conhecer orientação à objetos, padrões de projeto, ter noções de 3D. É preciso ser meticuloso, com código bem organizado e documentado. É desejável que tenha experiência prévia em C#/XNA, AS3/Flex e Unity. A Tamboro ainda procura pessoal de banco de dados.

O artista precisa ter conhecimentos de concepts, animação (2D e/ou 3D) e modelagem. É preciso ser criativo e saber usar diversos tipos de estilo. Ajuda ter experiência com a ferramenta Blender.

No caso do game designer, a Tamboro busca alguém com conhecimento de mecânicas, balanceamentos, testes e que saiba escrever bem e documentar ideias. Desejável que já possuam exemplos de game design documents próprios para mostrar.

O músico precisa ser versátil, pois trabalhará em músicas e efeitos sonoros.

Além da remuneração e de um bom ambiente de trabalho, o estúdio promete pizzas nas terças-feiras.

Gostou da ideia? Envie um email para cleber@tavaresjunior.com e boa sorte!

Nova versão de engine francesa gratuita, 3DVIA, já está disponível para download

A francesa Dassault Systèmes anunciou a versão mais nova do engine 3DVIA Studio. A ferramenta gratuita oferece suporte para a criação de games, incluindo nessa versão novos recursos como editor de terrenos e efeitos ambientais personalizáveis.

Entre os outros atrativos da nova versão, foram atualizados os mecanismos de áudio, agora existe suporte para curvas 3D e busca global, além de scripts com multithreading, efeitos de câmera profissionais, realidade virtual e pathfinding avançados.

Hoje, a plataforma possui mais de 260 mil usuários. Quer conhecê-la? Acesse seu site oficial e baixe o engine.

Vaga de emprego para pesquisadores gamers em Londrina (PR)

Carlos Baptista, do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/Paraná) entrou em contato conosco buscando profissionais com alguma experiência na área de games 3D.

A empresa em questão, cliente do IEL, tem um projeto em parceria com a Petrobrás com patrocínio da CNPq, que paga uma bolsa de dois anos para os selecionados.

Para se candidatar a alguma das duas vagas, é preciso que a pessoa tenha mestrado. É necessário, também, não ter vínculo formal de emprego com outra empresa ou instituição, além de disponibilidade para trabalhar em Londrina (PR).

Os cargos são para programador e artista 3D. Currículos devem ser encaminhados para o email carlos.baptista@fiepr.org.br.

Nintendo divulga detalhes a respeito do lançamento de seu novo 3DS

O Nintendo 3DS chegará ao mercado americano no dia 27 de março de 2010, pelo preço sugerido de US$ 250, segundo a empresa informou em uma conferência que realizou ontem nos Estados Unidos.

O aparelho já está em pré-venda em sites como a Amazon, nas versões Aqua Blue e Cosmo Black. A Nintendo confirmou que entre o lançamento e a E3, feira gamer que acontece em junho em Los Angeles, mais de 25 títulos para o novo portátil chegarão às prateleiras.

Entre eles já foram confirmados nomes de peso como Paper Mario 3D, Super Street Fighter IV 3D Edition, Resident Evil: The Mercenaries 3D Edition, The Sims 3, Lego Star Wars III The Clone Wars, PES 2011 3D, Samurai Warriors: Chronicles, Dead or Alive: Dimensions, Tom Clancy’s Splinter Cell 3D, Rayman 3D, Driver: Renegade e Rabbids 3D. Durante esses quatro meses, oito deles vem pelas mãos da Ubisoft.

Mesmo que o preço do portátil seja US$ 80 mais alto que do último DSi lançado, a Big N está confiante de que este será seu maior lançamento de hardware até hoje.

Para ter uma idéia da diferença de preço entre os portáteis, o Joystiq divulgou uma listagem com os valores desde 1989, com o primeiro Game Boy lançado, reajustado para a inflação durante este tempo. Dentre os aparelhos da Nintendo, o 3DS empata apenas com o Virtual Boy (preço reajustado pela inflação), que quando lançado custava US$ 180 (o que seria equivalente, hoje, a US$ 250).