Rapper abre processo milionário contra Take-Two por causa de GTA: San Andreas

Shagg, um dos membros de Cypress Hill, viu recentemente Grand Theft Auto: San Andreas e decidiu que a Take-Two, empresa responsável pela Rockstar Games, criadora da série GTA, o devia dinheiro.

O rapper americano abriu um processo contra a empresa que, segundo suas alegações, teriam usado sua imagem no protagonista do game, CJ, sem devidos créditos ou pagamento pela imagem.

Segundo a acusação, Shagg ouviu a respeito do game agora, e tem motivos para acreditar que a ré se aproveitou das informações passadas em uma reunião que ambos tiveram em 2003 para conversar sobre sua época de gangues, em que ele teria inclusive mencionado que os adolescentes membros da gangue usavam bicicletas.

O que o músico pede? 25% do faturamento da Take-Two com o game, o que segundo o site IGN daria US$ 250 milhões. A Take-Two chamou a ação de “totalmente sem mérito”.

Deixe seu comentário