Arquivo da categoria: Xbox One

Electronic Arts anuncia data de lançamento de Fe, jogo do selo EA Originals

Para quem estava esperando novidades sobre o promissor jogo “Fe”, temos  algumas noticias. A Electronic Arts anunciou que o título será lançado mundialmente em 16 de Fevereiro para Xbox One, PlayStation 4, Origin para PC e Nintendo Switch. O game está sendo bastante aguardado por jogadores que esperam por  experiências totalmente novas.

Desenvolvido pelo estúdio sueco Zoink Games, Fe é um jogo imaginativo de plataforma de mundo aberto em que os jogadores irão embarcar em uma aventura na pele de um filhote perdido em uma densa floresta, explorando e descobrindo os segredos da flora através de visão e som. Além de explorar o ambiente, o jogador deve interagir com outros animais e plantas locais. Para tanto você deve aprender novas músicas para acessar diferentes partes do ambiente florestal.

Mas nem tudo são flores em Fe: durante a aventura você irá se deparar com criaturas malignas que trazem o silencio e tentam modificar o bosque. Outro ponto de interesse do jogo é que você é livre para explorar sem qualquer indicação de onde ir ou o que fazer! Você é jogado em uma densa floresta e deve descobrir por si só o que fazer para encontrar seu caminho e impedir que a floresta seja corrompida pelas criaturas malignas.

Em Fe, jogadores serão encantados pelos arredores naturais, enquanto desvendam segredos, completam missões secundárias e encontram criaturas místicas da floresta. Os jogadores irão escalar, deslizar e cavar enquanto viajam pela experiência de mundo aberto, encontrando, interagindo e resgatando plantas e animais dos Silent Ones, as máquinas antagonistas que estão ameaçando a floresta. Através de uma liberdade de exploração única em um mundo cheio de descobertas a serem feitas, jogadores se tornarão Fe e nunca vão querer partir.

Fe é mais uma mostra da nova estratégia da EA de apoiar a desenvolvedores independentes, tal como aconteceu com o excelente Unravel. O objetivo do selo EA Originals é oferecer experiências únicas ao jogador ao passo que apoia desenvolvedores menores. De acordo com a EA, todo o dinheiro das vendas dos jogos deste selo vão direto para os desenvolvedores, a fim de melhorar a estrutura desses estúdios.

Abaixo tem o trailer de Fe:

Boavista Shopping organiza 2º edição do Arena Games no final de Janeiro

Após o sucesso do 1º Arena Games, o Boavista Shopping, localizado em Santo Amaro, SP, decidiu oficializar a 2º edição do evento que disponibiliza diversos consoles para free play nas dependências do shopping. As atrações acontecem de 12 a 28 de janeiro de 2018, das 14h às 20h, no Piso G4 do empreendimento, em frente à loja Magic Games. A Arena é composta por 5 estações com consoles Playstation 4/XBOX One com jogos Fifa 18, Call of Duty, Minecraft, Batman Lego e Mortal Kombat X e uma  estação de dança completa com tapete, TV, som, kinnect e o jogo Just Dance.

Além de jogar, os visitantes do Arena Games também podem participar de competições e ganhar prêmios. O evento promove o torneio do jogo Just Dance no dia 27 de janeiro e a segunda edição do Campeonato Fifa 2018 no dia 28. As ações são gratuitas e promovidas pela Liga Sorocabana de futebol virtual em parceria com o shopping e tem o objetivo de estimular a prática de atividades que desenvolvem, entre outros aspectos, o raciocínio lógico, a coordenação motora, a criatividade, a socialização e o espírito de competitividade e de união entre os atletas virtuais.

As inscrições para os campeonatos do Arena Games podem ser feitas no site da Liga, em que serão aceitos até 32 jogadores para o Just Dance e 64 inscritos no Fifa 2018, utilizando o sistema de mata-mata do início ao fim da competição. Os regulamentos completos dos torneios também estão disponíveis no site da liga. Fundada em 2007, a Liga Sorocabana de Futebol Virtual tem caráter amador e não é filiada à instituições ou organizações de esportes eletrônicos profissionais.

Premiações – Os três primeiros colocados de cada competição serão premiados. O primeiro lugar ganhará um smartphone, um jogo de Playstation ou Xbox One e mais troféu. O segundo colocado ficará com dois jogos e troféu. E o terceiro lugar ganhará um jogo e medalha.

 

SERVIÇO – 2º Arena Games – jogos virtuais no Boavista Shopping

Quando: 12 a 28 de janeiro de 2018 Horário: 14h às 20h

Onde: Piso G4, em frente à Magic Games do Boavista Shopping – Rua Borba Gato nº 59 – Santo Amaro – São Paulo/ SP

Quanto: Evento gratuito

Site: www.boavistashopping.com.br

 

1º Campeonato Just Dance Boavista Shopping

Quando: 27 de janeiro de 2018 Horário: a partir das 13h

Onde: Piso G4, em frente à Magic Games – Rua Borba Gato nº 59 – Santo Amaro – São Paulo/ SP

Inscrições gratuitas em www.ligasorocabana.com.br (limite de 32 participantes

Regulamento: http://www.ligasorocabana.com.br/noticias-exibir.php?id=247

 

2º Campeonato Fifa 2018 Boavista Shopping

Quando: 28 de janeiro de 2018 Horário: a partir das 13h

Onde: Piso G4, em frente à Magic Games – Rua Borba Gato nº 59 – Santo Amaro – São Paulo/ SP

Inscrições gratuitas em www.ligasorocabana.com.br (limite de 64 participantes

Regulamento: http://www.ligasorocabana.com.br/noticias-exibir.php?id=246

Grandes Estúdios Brasileiros de Games #03: Cat Nigiri

Em 2017 um estúdio de Florianópolis, SC, conquistou bastante projeção nacional após o sucesso de dois jogos (Keen e Necrosphere). A Cat Nigiri recebeu nomeações importantes em eventos de grande porte como a SBGames São Paulo, SBGames Porto Alegre e o BIG Festival.

O mérito foi criar jogos divertidos, porém diferenciados em suas estéticas e objetivos. Formado em 2012, a Cat Nigiri tem por objetivo unir mecânicas simples com gameplay inovadores, e deu certo! Hoje vamos ver um pouco da visão desses talentosos desenvolvedores que já são reconhecidos como um dos principais do Brasil.

 

Qual o significado do nome Cat Nigiri?

Temos duas versões.

A primeira é sobre um nome aleatório que soasse “indie o suficiente” para um grupo de amigos que precisavam de um nome para o estúdio.

A outra –– que contamos para investidores –– é sobre um gato que é ágil, esperto, pequeno e muito fofo, assim como o nosso time. Além disso, o nigiri é uma comida simples (fatia de peixe, bolinho de arroz e raiz forte) que requer muita habilidade para fazer.

Só escolher a versão que você prefere.

 

O que levou vocês a essa vida de videogames?

Paixão, persistência e muito entusiasmo. Um pouco de inocência, também.

 

É difícil desenvolver games fora do eixo Rio-São Paulo?

Não. É bem tranquilo. Está cheio de cariocas e paulistas por aqui em Floripa, de qualquer forma.

 

Se vocês tivessem dinheiro infinito para contratar qualquer produtor de games do mundo, quem seria? Por quê?

Nenhum destes famosos. Gostamos de fazer os jogos do nosso jeito.

 

Afinal de contas, a quantas anda o mercado de jogos no Brasil? É uma época boa para investir no mercado/carreira? Ou é melhor vender açaí mesmo?

Ocorreram algumas coisas muito interessantes neste último ano:

Incentivos governamentais como Ancine e Finep que dão credibilidade para a nossa indústria de desenvolvimento de jogos.

Baixa dos juros que vai fazer muita gente tirar o dinheiro dos bancos e realmente investir em algo produtivo.

Leis específicas para promover o investimento-anjo em pequenas empresas.

Mudanças nas leis que facilitam a contratação de profissionais.

Montar uma barraca para vender açaí pode ser um bom investimento, também. Parecer ser uma hora boa para empreender.

 

Muitos dos seus jogos seguem um estilo de arte mais cartoon, já tentaram fazer algo puxado para o realismo?

Ainda não. Realismo é bem mais custoso. O nosso foco é sempre o gameplay.

 

Tanto o Keen quanto o Necrosphere receberam nomeações para o BIG Festival e outros eventos. Vocês ficaram surpresos com o sucesso de crítica e público?

Ficamos surpresos e agradecidos. Infelizmente, troféu não compra pão. Tivemos aclamação tanto aqui como lá fora, porém as vendas de Necrosphere para PC ainda não chegaram onde esperávamos.

 

O Necrosphere é bem difícil (mesmo). Qual foi a maior inspiração para o projeto?

O ódio dentro do coração do Caio, junto com Metroid, VVVVVV e um pouco de Twin Peaks.

 

O que é mais importante para um game: gráficos ou jogabilidade?

Somos desenvolvedores de jogos, portanto o mais importante é jogabilidade. Se fossemos desenvolvedores de gráficos, talvez fosse o contrário.

 

Qual o jogo mais surpreendente que vocês já jogaram?

O último que o time comentou bastante foi Super Mario Odissey e Doki Doki Literature Club.

 

É muito difícil manter um estúdio de games aberto por tantos anos no Brasil?

Fase mais longa e difícil que já tivemos em nossas vidas.

 

Vocês possuem carreiras paralelas ou já é possível sobreviver apenas com os games?

Já tivemos diversos day jobs para pagar as contas do estúdio, hoje, felizmente, com investidores interessados, podemos sobreviver 1 ano de desenvolvimento. Para os próximos anos, precisamos emplacar um jogo lucrativo.

Quanto tempo leva o processo de criação de um game, mesmo que este possua mecânicas simples?

Depende do jogo. Game jams normalmente levam 2 dias. Necrosphere para PC foi feito em 10 meses. Keen 3 anos.

 

Muita gente acredita que os jogos japoneses não possuem a mesma força de outrora. Vocês jogam títulos orientais? Alguma coisa que ninguém conhece e merece destaque?

Mentiras. Só ver Legend of Zelda Breath of the Wild e Super Mario Odissey.

 

Qual o segredo para o produtor iniciante conquistar um espaço em meio aos milhares de games que surgem todos os dias na Google Play?

Esta é uma pergunta que adoraríamos ter a resposta. Nossa palpite é fazer jogos realmente engajantes e com qualidade.

 

Qual a formação necessária para conquistar aquele emprego dos sonhos em um estúdio de renome no Brasil?

Nenhuma em específico. O principal é ter lançado jogos.

 

Alguma dica para quem não consegue terminar o Necrosphere?

Tente novamente!

 

 

Agradecimentos o Nando Guimarães, CEO da Cat Nigiri, que atendeu prontamente nossa equipe!

Conheça o jogo brasileiro Eternity: The Last Unicorn

Um dos jogos indies brasileiros mais interessantes que já vimos é o destaque de hoje: Eternity The Last Unicorn. Criado pelo estúdio Void, o jogo conta com inspiração na mitologia nórdica e narra as jornadas de uma elfo e um guerreiro viking que partem em jornadas distintas, mas com objetivos similares (o último unicórnio). Além da história repleta de fantasia, Eternity tem forte apelo em mecânicas de jogos clássicos da era 32 bits.

Para os amantes de mitologia nórdica, a história de Eternity será um ponto muito forte dentro do game, apresentando diversos cenários e referencias da mitologia e para quem ainda não conhece, poderá vivenciar uma experiência nova e única. O game é ideal para quem adora aventuras repletas de fantasia e ação e um prato cheio para quem aguarda uma história densa e com muitos detalhes.

“Em um passado distante, quando os primeiros elfos alcançaram o reino de Alfheim, um poder divino e glorioso caiu sobre eles. A deusa Marea entregou-lhes 4 unicórnios, os lendários animais haviam se tornado parte dos elfos e sofriam quando algo de ruim acontecia à eles. Certa noite os unicórnios foram levados pela feitiçaria e pela primeira vez naquela era, os elfos temeram por sua imortalidade. Milagrosamente, um dos unicórnios havia sobrevivido. Ele fora encontrado pelas fadas, com o chifre partido e amaldiçoado. Os elfos, temendo a maldição, o entregaram à uma jovem elfa, que segundo os pergaminhos mais antigos, seria a única capaz de livrar o unicórnio e os elfos da maldição. E então foi assim, onde começou a busca pela eternidade”.

O jogo em si é de ação, porém conta com certos elementos de RPG. Cada um dos personagens tem suas características únicas, a elfo, por exemplo, é melhor em esquivas e uso de poderes mágicos, enquanto que o guerreiro está mais para um “tanker”. Há uma árvore de habilidades que são utilizadas ao decorrer do jogo, como abrir certas portas ou passar determinado obstáculo, tal como acontece em jogos da geração 32 bits.

A missão dos dois personagens é bem distinta: enquanto a elfo precisa salvar o último dos unicórnios, o guerreiro viking está numa missão de exploração de terras novas. Em algum momento os dois personagens se encontram e tornam-se aliados neste mundo de fantasia. A inspiração é a franquia Resident Evil, tanto na interação e troca de personagens, quanto no sistema de câmera fixa.

Eternity já esteve presente na edição 2016 da BGS e voltou neste ano para mostrar a evolução que teve desde então. O game é visualmente incrível e o sistema de câmera fixa é uma das coisas que mais chama as atenções em primeiro momento. Nem dá para dizer que o game foi produzido inicialmente por apenas sete pessoas. Os planos são de lançar Eternity para Xbox One, Playstation 4 e PC via Steam.

Abaixo tem um trailer de Eternity: The Last Unicorn:

https://www.youtube.com/watch?v=3z-eeJmER2A

The Crown Stones: Mirrah – jogo indie coloca o jogador para explorar o mundo espiritual

Hoje nosso destaque é todo especial para quem curte jogos old school, mas não deixa de apreciar novidades. A Frater Studios está com um projeto bem interessante no Catarse chamado “The Crown Stones : Mirrah“, um game com cara de 16 bits que mistura os gêneros aventura, RPG e Horror e que tem como característica mais marcante a dificuldade e a atmosfera densa.

Aqui temos um metroidvania bem ambicioso que não esconde suas influências de Castlevania, Demon’s Crest e Blackthorne, mas que não tem medo de usar mecânicas mais atuais, lembrando a franquia Dark Souls por sua dificuldade absurda e o ambiente de total escuridão. Espere bastante dificuldade e momentos em que o raciocínio é mais importante que a ação.

O ambiente denso é desesperador e é com um encontrar seres de uma realidade deturpada. De acordo com os desenvolvedores, uma das maiores inspirações foi o livro de RPG brasileiro “Spiritum: O Reino dos Mortos“. Pessoas que já possuem conhecimentos de espiritismo notarão facilmente as referências, enquanto que quem não conhece nada da crença irão descobrir um mundo totalmente novo.

A trama de The Crown Stones : Mirrah conta a aventura de Rivail Kuth, um membro da Ordem Nephalin (filhos de anjos), que deve adentrar as profundezas do Reino espiritual a fim de resgatar um dos membros da Ordem que fora aprisionado temos atrás. O problema é que o resgate não deve ser nenhum pouco fácil, pois o Umbral é permeado pelos piores espíritos que já passaram pela Terra. Para completar, assim que Rivail entra no mundo espiritual ele perde suas memórias.

Para auxiliar a missão de Rivail, há várias habilidades especiais e um sistema de esquiva bastante útil durante os combates. É possível também passar muitas áreas evitando o confronto graças a mecânica aprimorada de stealth. Já para quem quer bancar o bruto, os desenvolvedores bolaram uma mecânica chamada Rage que nada mais é que uma Barra que sobe pontos à medida que os inimigos são derrotados. Quando a barra está cheia você pode liberar uma habilidade especial através do chakra. São vários ataques especiais que tornam o game mais divertido.

The Crown Stones : Mirrah está com sinal Verde do Greenlight na Steam e versões para as plataformas Xbox One e PS4 estão nos planos do estúdio. A intenção atual é aumentar a popularidade e conquistar mais fãs. A campanha de financiamento, aliás, está aberta no Catarse e pelo entusiasmo da equipe da Frater têm tudo para ser bem sucedida.

Abaixo você confere o trailer de The Crown Stones : Mirrah:

Boavista Shopping recebe o Arena Games no mês das crianças com direito a torneio de FIFA 18

Ah, o campeonato brasileiro! Motivo de alegria e frustração de milhares de amantes do futebol no brasil. O esporte mais famoso do mundo não é sucesso apenas nos estádios, mas também nos jogos eletrônicos e é justamente essa paixão o alvo do Boavista Shopping neste mês de outubro, pois é lá que será montado um espaço todo especial chamado Arena Games que vai reunir cetenas de jogadores de FIFA 17 e o novíssimo FIFA 18 em partidas eletrizantes.

A ideia é aproveitar o lançamento de um dos jogos mais aguardados da temporada com as comemorações do Dia das Crianças, além do furor que o Campeonato Brasileiro está causando nas redes sociais. O Arena Games estara aberto para gameplay nos dias 1, 7, 8, 14, 15 e 21 de outubro entre as 14 e 20h e vai oferecer para jogatina dois consoles Wii U, dois PS4 e uma estacao para quem curte jogos de danca.

Os consoles Nintendo Wii U contarao com os jogos Super Mario e Mario Kart 8, ja os dois Playstation 4 terão os jogos FIFA 17 e 18, Mortal Kombat, Minecraft, Marvel Lego e Call of Duty. Ah e a estação de dança estara completa com tapete, TV, som, kinnect e o jogo Just Dance.

No dia 22 de outubro será realizado no Arena Games o Campeonato Fifa 18 com premiação aos vencedores até o quarto lugar. Ambas gratuitas, as ações são promovidas pela Liga Sorocabana de futebol virtual em parceria com o shopping e tem o objetivo de estimular a prática de atividades que desenvolvem, entre outros aspectos, o raciocínio lógico, a coordenação motora, a criatividade, a socialização e o espírito de competitividade e de união entre os atletas virtuais.

As inscrições para o campeonato do Arena Games podem ser feitas no site da Liga, em que serão aceitos até 64 jogadores e utilizará o sistema de mata mata do início ao fim da competição. O regulamento completo está disponível no site da liga.

Os vencedores do campeonato Arena Games serão premiados.

O primeiro colocado ganhará um Smartphone Multilaser MS55 Câmera 5.0 MP+8.0MP 3G Quad Core 8GB, um 1 jogo Madden 2017 para PS4 em mídia digital e troféu. O vice-campeão levará um jogo Mortal Kombat para PS4, um jogo NHL 2017 para Xbox One em mídia digital e troféu. O terceiro colocado será contemplado com um jogo Mortal Kombat para Xbox One e medalha. O quarto lugar ganhará um jogo Need For Speed para PS4 em mídia digital.

“Estamos felizes em realizar esses eventos em parceria com a Liga em que crianças, jovens e adultos poderão se divertir juntos. É uma forma de lazer que costuma agradar a diferentes públicos”, afirma a gerente de Marketing do Boavista Shopping, Márcia Campioto.

 

SERVIÇO – Arena Games – Boavista Shopping

Quando: 1º, 7, 8, 14, 15 e 21 de outubro de 2017
Horário: 14h às 20h
Onde: Piso G4, em frente a loja Trentini do Boavista Shopping – Rua Borba Gato nº 59 – Santo Amaro – São Paulo/ SP
Evento gratuito
www.boavistashopping.com.br

Prêmios:

– 1º lugar: Smartphone Multilaser MS55 Câmera 5.0 MP+8.0MP 3G Quad Core 8GB + 1 Jogo Madden 2017 para Ps4 em mídia digital + Troféu
– 2º lugar: 1 jogo Mortal Kombat para PS4 + 1 jogo NHL 2017 para Xbox One em mídia digital + troféu
– 3º lugar: 1 jogo Mortal Kombat para Xbox One + medalha
– 4º lugar: 1 jogo Need For Speed para PS4 em mídia digital

BGS Talks estreia na décima edição da maior feira de games da América Latina e leva ainda mais conteúdo para o público

A BGS 2017 está prestes a começar e uma das novidades para este ano é o espaço BGS Talks, atração criada em parceria com a Twitch especialmente para dar mais uma oportunidade aos fãs de games de conhecerem seus ídolos, ficarem por dentro de iniciativas importantes para o setor, assistirem a palestras, enfim, terem acesso a um conteúdo diferenciado e de alto nível sobre games. Os painéis do BGS Talks acontecerão no estande da Twitch, que montou um anfiteatro com 200 lugares e palco, onde irá receber personalidades populares da plataforma, desenvolvedores de jogos, streamers etc.

A maior feira de games da América Latina acontece entre os dias 11 e 15 de outubro e a expectativa é receber mais de 100 mil pessoas. Para Marcelo Tavares, CEO e fundador da Brasil Game Show, o BGS Talks é um dos grandes diferenciais em relação às últimas edições e tem todos os ingredientes para agradar o público do evento e se tornar uma atração definitiva da BGS. “Além de diversão, queremos dar muito conteúdo para nossos milhares de visitantes, e a parceria com a Twitch foi fundamental para conseguirmos esse objetivo”, diz ele.

Devem passar pelo BGS Talks lendas como Nolan Bushnell, criador do Atari, David Crane, desenvolvedor de Pitfall e cofundador da Activision, Hector Sanchez, produtor de jogos das séries Mortal Kombat e Injustice e que atualmente está na Annapurna Interactive, e Stephen Bliss, que foi artista sênior da Rockstar entre 2001 e 2016 e é um dos responsáveis pela icônica identidade visual de GTA, que vão dividir com os fãs as curiosidades e experiências de suas inspiradoras trajetórias. Além deles, também já está confirmada a presença de Danilo Gentili, que falará sobre seu novo filme “Como se tornar o pior aluno da escola”.

A programação do BGS Talks ainda inclui painéis apresentados por representantes de estúdios independentes, que falarão sobre suas trajetórias profissionais, oportunidades de trabalho na indústria dos games, e os desafios e dificuldades enfrentados por quem sonha em empreender nessa área. Toda a programação do BGS Talks está disponível no site.

 

Serviço – BGS 2017 – BGS Talks

Quando: 11 a 15 de outubro (1º dia exclusivo para imprensa e business)

Onde: Expo Center Norte

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo – SP

Horário: 13h às 21h

Marvel vs Capcom: Infinite é lançado para PCs e consoles

Marvel vs Capcom é uma das franquias mais adoradas desde a era 32 bits e a paixão dos fãs se manteve intacta durante anos. Para quem adora os personagens da Marvel e da Capcom, chegou a hora de ligar o videogame! A Capcom lançou nesta semana Marvel vs Capcom Infinite, o aguardado retorno da respeitada série de luta e ação. Esta evolução do frenético e divertido crossover oferece, desde o lançamento, um conteúdo robusto, acessível e desafiador para um jogador ou multiplayer, oferecendo um elenco de 30 personagens famosos vindos dos dois universos.

O título foi lançado para o PlayStation 4, Xbox One e Windows PC. No Brasil ele possui legendas em português brasileiro. A trama conta a união de forças dos perigosos Sigma e Ultron, que almejam as joias do infinito para governar os dois mundos. A intenção da Capcom foi oferecer uma experiência cinematográfica emocionante, colocando os jogadores no centro de uma batalha épica em que heróis de ambos os universos se unem para impedir Ultron Sigma de infectar toda forma de vida biológica nos mundos recém-combinados da Marvel e da Capcom.

Além da experiência de história cinematográfica, os jogadores podem aprimorar suas habilidades em diversos modos de jogo para um jogador acessíveis, incluindo Treino, Missão e Arcade. O componente online robusto que oferece partidas casuais e ranqueadas, placares de líderes globais e lobbies online com modo de espectador torna a experiência ainda mais completa.

Toda a ação de Marvel vs Capcom: Infinite acontece em ambientes novos, mas familiares, já que cenários famosos dos universos da Marvel e da Capcom se fundem como parte do plano nefasto de Ultron Sigma. Imaginado e criado através de uma visão compartilhada entre as duas empresas, o jogo traz batalhas dinâmicas entre times 2v2 e a habilidade de usar o poder de uma das seis Joias do Infinito, tornando ainda mais profunda a experiência de jogo personalizada e permitindo que os jogadores equipem e ativem poderes elementais durante as batalhas.

Abaixo você confere o trailer de lançamento de Marvel vs Capcom: Infinite:

Novo clipe de Low Roar é inspirado no jogo Death Stranding de Hideo Kojima

O jogo Death Stranding ainda nao lancou, mas certamente podemos dizer qhe ja é um dos titulos mais aguardados da proxima temporada. Afinal, o projeto é fruto da parceria entre Hideo Kojima, Guilhermo Del Toro e Norman Reedus. A expectativa é tanta que o cantor indie americano Ryan Karazija buscou inspiração no jogo para a concepção de seu novo clipe “Give me and Answer“.

A lenda dos games, Hideo Kojima, responsável por sucessos como Metal Gear, ouviu o álbum “0”, de Low Roar (o projeto de Ryan), tocando em uma loja de discos em Reykjavik, na Islândia. Logo as canções “I’ll keep coming” e “Easy way out” se tornaram trilha para os trailers de Death Stranding. A história de Ryan com o video game se tornou o ponto de partida para o diretor Dylan Marko Bell, que leva o espectador por estradas e quartos de hotel misteriosos, seguindo algumas pistas já entregues pelos trailers que antecipam o aguardado jogo.

“Ao conhecer sobre o passado da banda, pensei que seria divertido criar um mundo onde certos fãs pudessem entrar fisicamente no jogo antes de seu lançamento. Isso abriu a porta para questões que criaram a narrativa que você vê no vídeo. O que é o carro que te leva até lá? Quem está dirigindo? Qual o número do quarto de hotel? Como é a máquina e o processo de transferência? O que acontece se um participante não espera sua vez? O gênero da música e da narrativa são o que me excitam criativamente e eu sinto uma fagulha se acender quando uma música assim aparece”, declarou o diretor à Paper Mag, onde o clipe estreou.

Give me an answer” é o segundo single de “Once in a long, long while…”, distribuído na América Latina pelo selo mexicano Pedro Y El Lobo. O primeiro vídeo para o álbum (da canção “Bones”) também mostrou a forte conexão entre a música sensorial e a imagética de Low Roar. Ryan Karazija é um americano da Califórnia, filho de uma mexicana com um lituano, atualmente radicado na Polônia. Essa diversidade de culturas, línguas e influências enriquece o trabalho do compositor. O novo álbum é seu terceiro lançamento de estúdio e sucessor de um EP e de um disco ao vivo, lançados em 2015.

Abaixo tem o trailer de Give me na Answer:

Fãs de Pokémon têm encontro marcado na Arena Gamer do Shopping Metrô Tucuruvi

Havia rumores de que a febre Pokémon já era, mas a verdade é que os monstrinhos de bolso seguem com toda a força após o badalado Pokémon Go. O card game não é exceção: os torneios e disputas continuam conquistando mais jogadores a cada dia. Para quem é jogador do card game, eis a dica: a Arena Gamer, do Shopping Metrô Tucuruvi, é o endereço certo para quem quer trocar cards dos personagens, se divertir com os jogos de sucesso e fazer novas amizades, pois haverá um encontro para colecionadores no dia 9 de setembro, às 15h, no ambiente instalado especialmente no Piso 1.

“As versões digitais de Pokémon reúnem famílias inteiras na brincadeira. Das telas da TV para os smartphones, o jogo continua sendo um sucesso, sem perder a originalidade, por isso, preparamos esse encontro para diferentes gerações aproveitarem juntas”, destaca Laís Marques, gerente de Marketing Shopping Metrô Tucuruvi.

Além de recepcionar os adoradores dos Pokémons, os visitantes da Arena Gamer poderão jogar também videogames retrôs, como Pac Man, Super Mario e Sonic, e as versões mais atuais com PES 2017, Fifa 17 e Street Fighter V. Os consoles disponíveis na arena são: PlayStation 3 e 4, Xbox One e 360, Super Nintendo, Atari e muito mais. Para participar é necessário ter mais de 18 anos ou estar acompanhado pelos pais ou responsáveis.

A entrada custa R$ 15 para 30 minutos e R$ 20 para 60 minutos. Cada minuto excedente tem custo de R$ 1. De segunda a quarta-feira, participantes que adquirirem 60 minutos ganham meia hora a mais de jogo. Crianças menores de quatro anos não pagam, mediante acompanhamento de um adulto pagante.

 

Arena Gamer no Shopping Metrô Tucuruvi

Data: até 10 de setembro

Horário: segunda-feira a sábado, das 10 às 22h, domingo das 12h às 20h

Encontro entre colecionadores Pokémon TCG

Data: sábado, dia 9 de setembro

Horário: às 15h

Local: Piso 1, ao lado da loja Havaianas

Endereço: Av. Dr Antonio Maria Laet, 566 – Tucuruvi – São Paulo

Valores: R$ 15 para 30 minutos e R$ 20 para 60. De segunda a quarta-feira, a cada 60 minutos comprados, ganha-se mais meia hora