Arquivo da categoria: Switch

E3: 43 milhões de pessoas no Facebook falaram sobre games durante o mês antes do evento

Podemos dizer que a E3 2017 foi um verdadeiro sucesso, em todos os aspectos. Afinal, pela primeira vez ela foi aberta ao público geral, as produtoras de jogos surpreenderam com suas novidades e novas tecnologias foram apresentadas. Em relação aos números, também não há de que reclamar: cerca de 68 mil pessoas de pessoas passaram pelos corredores do L.A Convention Center.

Em sua primeira participação na E3, o Facebook monitorou de perto as interações das pessoas relacionadas a conteúdos da feira americana. De acordo com a gigante da internet, cerca de 43 milhões de pessoas no Facebook falaram sobre games durante o mês antes do evento. O número expressivo serve como termômetro para mostrar o interesse crescente da comunidade gamer em relação às novidades e mostra que ao contrário do que se pensa este ainda é um setor bastante aquecido.

MicrosoftEste acompanhamento reforça o papel do Facebook para ajudar a comunidade a descobrir, assistir, jogar e compartilhar os seus games preferidos com as pessoas que mais gostam. O mais interessante é que o Brasil foi um dos países mais ativos em discussões sobre games e a E3, mostrando a força e o interesse dos brasileiros no mercado.

No mês que antecede os três dias do evento, registraram no Facebook sobre os novos jogos, consoles e as principais novidades do mundo dos jogos, incluindo a E3. Durante os últimos 30 dias, 35% das interações (curtidas, publicações ou comentários) partiram de mulheres, contra apenas 10% no ano passado. Isso demonstra o aumento do interesse das jogadoras em nossa plataforma.

SonyOs jogos mais mencionados nos sete dias antes da feira foram Fifa, Star Wars: Battlefront, State of Decay, Assassin’s Creed e Sea of Thieves. Isto significa que estes jogos tem tudo para se tornarem campeões de vendas quando forem lançados. Além disso, 22% das pessoas que interagiram, homens ou mulheres, têm pelo menos 35 anos de idade.

As empresas desenvolvedoras de jogos e as fabricantes de consoles também foram lembradas pelos produtores de conteúdo no último final de semana, depois das coletivas de imprensa: a Sony foi a mais citada na imprensa, seguida pela Microsoft, Electronic Arts, Ubisoft e Activision Blizzard.

“Este ano, mais do que nunca, estamos entusiasmados em ver o Facebook com uma participação maior na E3. Ao longo dos últimos meses, as pessoas de todo o mundo chegaram à plataforma para discutir e compartilhar os jogos que eles amam com as pessoas que lhes interessam”afirma Franco DeCesare, Head of Global Console & Online Gaming do Facebook. O executivo ainda comenta que a comunidade de jogadores continua a crescer e evoluir a cada ano “O Facebook é a voz da comunidade de jogos, com mais de 800 milhões de pessoas jogando pelo menos um jogo conectado ao Facebook todos os meses”, finaliza.

Abaixo você confere os melhores jogos da E3, segundo o UOL Jogos:

 

 

Programa Game Over estreia no canal PlayTV com muito conteúdo de games e e-Sports

A PlayTV investiu mais espaço de sua grade nos videogames: no último domingo, 18 de junho, estreou o programa Game Over às 19h. O programa apresentado por Arthur Ribas já existe há 10 anos e é bastante conhecido do público do youtube e do canal aberto Band.

Agora na PlayTV, os planos são exibir o programa em dois formatos: às quintas sempre às 20h, com duração de 24 minutos, reapresentados às segundas, quartas, sextas e domingos às 11h e, no domingo uma versão mais completa, de 60 minutos,  às 19h.

“Games e tecnologia são o assunto da PlayTV há 10 anos. A parceria com o Game Over, que tem quase a mesma idade que a nossa, serve para fortalecer dois produtores de conteúdo especializado que, sabe-se lá porquê, estavam separados. É quase como um reencontro de irmãos gêmeos depois de uma década”, afirma o gerente de produção e programação da PlayTV, Rodrigo Lariú.

A pauta desta nova atração inclui tudo o que acontece no mundo dos jogos, desde lançamentos, notícias, entrevistas, análises e polêmicas como, por exemplo, falar de games vazados. Além disso, a promessa é de ter bastante conteúdo de e-Sports, com entrevistas com os cyberatletas e os principais times do cenário nacional. Também pode esperar cobertura de eventos como a BGS e feias nacionais como o SANA e o BIG Festival.

Segundo Arthur Ribas, o diferencial do programa é que a equipe de produção leva os videogames a sério e sempre mostra os temas mais interessantes. “Levamos o videogame a sério, não falamos só dos jogos que estão em evidência, mas fazemos questão de mostrar jogos antigos, produções nacionais e deixar o telespectador sabendo tudo o que acontece no mundo dos jogos.” E quem assiste na TV poderá participar do próximo programa escolhendo a trilha sonora da edição seguinte pelo celular.

O público de Game Over ama games desde a época de quem jogava Atari e hoje tem 30 anos ou mais, e consome jogos como uma das principais formas de entretenimento. Dados mostram que 70% do público do programa na internet é de 18 a 35 anos (fonte: Youtube 2017).

 

Serviço – Game Over na PlayTV (60 min)

Episódios inéditos – domingos às 19h

Reapresentações – segundas e quartas 21h30, terças e quintas 11h30

Classificação etária: Livre

 

Game Over Diário (24 min)

Episódios inéditos – quinta 20h

Reapresentações às segundas, quartas, sextas e domingos às 11h00 e terças e sábados às 20h

Classificação etária: Livre

O 5 Melhores (e piores) momentos da Nintendo na E3 2017

Como já vem ocorrendo há alguns anos, a Nintendo não fez uma conferência para a imprensa durante a E3. Ao invés disso, a empresa japonesa publicou um vídeo no padrão Nintendo Direct para mostrar suas novidades para os próximos meses. E se pudéssemos resumir o que foi mostrado, seria: a Nintendo roubou a E3!

Mesmo tendo de competir com um novo console da Microsoft e com as exclusividades da Sony, a Nintendo não desapontou, mostrando a força de suas marcas e o empenho que está tendo com o Switch. Sério, foram trinta minutos extremamente bem aproveitados. A impressão geral foi que a Nintendo foi a que mais se destacou no evento americano.

 

Confira os highlights da Nintendo na E3 2017:

 

Kirby, Pokémon e Fire Emblem mostram a força da Nintendo

É incrível a força que a Nintendo tem, mesmo quando seus próprios fãs estão céticos e seus produtos desacreditados. A E3 2017 serviu para mostrar que a companhia deve se apoiar mais do que nunca em suas franquias. Este ano, tivemos muitas novidades sobre os exclusivos Nintendo e somente isso serviu para arrancar lágrimas de fãs por todo o mundo.

Desde um novo Kirby, conteúdo adicional para o Zelda, um novo Pokémon em produção e o Firem Emblem. Enfim, a Big N fez o que se esperava das concorrentes, ou seja, apostou alto no que tem, mostrou suas armas mais letais para os próximos meses e garantiu que quem investiu no Switch não vai passar maus bocados. Grande destaque, aliás, para o novo Kirby, que parece ótimo. Nessa lineup só faltou mesmo um novo Donkey Kong…

 

O novo Mario parece incrível

Na edição de 2016 a Nintendo mostrou um pouco do Super Mario Odissey, então ele não era realmente uma surpresa. Ainda assim, muita gente teve uma péssima impressão do que a empresa reservava para a próxima aventura do bigodudo. Neste ano tivemos alguns detalhes sobre a jogabilidade.

Pelo que foi apresentado, Odissey vai misturar elementos 2D e 3D, além disso, Mario vai poder controlar o corpo de outros personagens e inimigos ao jogar o chapéu em suas cabeças. Parece que a jogabilidade será das mais divertidas e os mundos de jogo serão diversos e coloridos. O mais impactante: Mario chega ainda em 2017, e possivelmente vai lutar contra Zelda pela corrida do Game of the Year.

 

Metroid Prime 4 está sendo feito

Fazia tempo que a comunidade clamava por uma sequência da respeitada franquia Metroid Prime. Após Metroid Other M e Federation Force, parecia que um novo Prime era uma utopia. Eis que a Nintendo surpreendeu ao revelar que Metroid Prime 4 está em produção. Nada além disso foi dito, nem data de lançamento, nem imagens, nada! O anúncio foi mais para surpreender mesmo e a expectativa é que este se torne um dos melhores games do Switch.

Sabe-se que o novo título não vai ter o dedo da retro Studios. Bill Trinen, diretor da Treehouse, não revelou quem são os responsáveis pelo desenvolvimento, porém revelou que o produtor Kensuke Tanabe, que trabalhou em títulos anteriores da série Metroid Prime, estará envolvido.

 

Yoshi tem novo jogo

Outra grata surpresa foi o anúncio de um novo jogo estrelado pelo Yoshi. A Nintendo está apostando alto no Yoshi, afinal não faz muito tempo que a comunidade foi presenteada com o ótimo Yoshi’s Woolly World. Este novo jogo segue mecânicas retiradas do clássico Yoshi’s Island do SNES, com um toque de Paper Mario.

O mundo de jogo é bem colorido e tem tudo para agradar jogadores mais novos, e também os antigos. Sabemos que o motor utilizado é a Unreal Engine 4, provando que o Switch não apenas é compatível, mas que pode surpreender bastante em aspectos gráficos e físicos.

 

Nintendo abraçando o cross-play

Um dos jogos mostrados durante a apresentação em vídeo foi Rocket League. Tudo bem que o jogo não é nenhuma novidade e quem tinha de jogar, já jogou. Contudo, um aspecto não pôde ser ignorado: o jogo vai ter cross-play, permitindo que quem joga no Switch possa competir com jogadores do PC e do Xbox One. É interessante ver que a Nintendo está de fato empenhada a oferecer à comunidade o que ela quer.

E aqui vai uma crítica para a soberba da Sony, que é a única a ignorar este desejo tão antigo da comunidade. E vejam só, logo a Nintendo que foi tão cabeça dura com relação às comunidades online agora está um passo a frente da Sony. A expectativa é que ao longo dos anos mais jogos tenha cross-play entre plataformas concorrentes.

 

E os pontos negativos da apresentação

 

Pouco tempo para jogos de alta qualidade

A Microsoft teve quase duas horas de apresentação e a Sony ficou no palco por uma hora inteira. Mesmo que esse tempo todo das duas empresas tenha sido aproveitado de forma mediana, vale dizer que poucas dúvidas ficaram no ar e serviu para mostrar muito conteúdo. Já a Nintendo teve apenas 30 minutos de vídeo.

Esse tempo é muito curto e não serviu para saciar o gosto de quero mais. Claro, o que foi mostrado roubou o show, mas porque não ter mais tempo de vídeo, mostrar os jogos com mais destaque e mais detalhes? A impressão foi que foi muito pouco tempo para mostrar tanta coisa boa.

 

Nada de novo no Virtual Console

A Nintendo não mostrou nada de novo para o Virtual Console, a plataforma de jogos online do Switch. Nenhuma nova promoção, nem jogos novos. Nem mesmo os indies deram as caras ou a retrocompatibilidade com plataformas antigas. A Nintendo está dando suporte ao Virtual Console, disso não há dúvidas, mas a impressão é que ao focar apenas nos jogos novos, a Big N ignorou uma base de fãs que esperam novidades sobre a plataforma.

 

Nenhuma nova IP

Tudo bem que Arms já é um dos jogos mais esperado do Nintendo Switch, mas ficamos sabendo dele na E3 2016. Deste modo, a Nintendo não apresentou nenhuma IP nova neste evento. Não que o line up tenha sido ruim, mas tal como a maioria das empresas desenvolvedoras, parece que o forte da indústria esteja em repetir fórmulas e em franquias já estabelecidas.

São raras as oportunidades que novas franquias podem brilhar e a E3 é o palco ideal para isso. Visto que a Nintendo conseguiu muito destaque nos últimos anos com Splatoon e Arms, seria de esperar que a companhia mantivesse sua sina de mostrar jogos novos no evento americano. Uma pena que desta vez isto não aconteceu.

 

3DS ficou às moscas

O Nintendo Switch é o grande foco da Nintendo para o ano e isto pôde ser visto durante a E3 2017. Assim, o 3DS acabou ficando meio que ignorado. Não que não houvessem novos jogos, afinal a empresa revelou Metroid: Samus Returns, Sushi Striker  e Mario & Luigi: Superstar Saga + Bowser’s Minions, mas a impressão geral foi que faltou alguma coisa.

Muita gente esperava que desta vez era um novo Zelda para o portátil ou quem sabe um novo Donkey Kong, mas a Big N deixou a oportunidade de lado e o que foi mostrado para o sistema foi muito pouco para uma das plataformas mais populares do mercado. A esperança é que ao longo dos meses surjam novos jogos para a sólida base instalada de jogadores do 3DS.

 

Third Parties ignoraram a Nintendo?

O principal jogo terceirizado para o Switch foi Skyrim, um título que continua estupendo, mas que já está no mercado há muitos anos. Outro destaque foi Mario + Rabbids Kingdom Battle, crossover que coloca os mascotes da Ubisoft no Reino do Cogumelo. Dois jogos. Será que o Switch vai sofrer o mesmo destino do Wii U? Ainda é cedo para cravar que o Switch será ignorada pelas desenvolvedoras, visto que a Nintendo está tentando atrair as empresas rapidamente.

Dados do VGChartz sugerem que já existem 3 milhões de consoles Switch no mercado, um número até expressivo para o pouco tempo de vida da plataforma. Mas esses números ainda não foram suficientes para que os desenvolvedores comecem a apoiar massivamente a plataforma. Se a e3 serve de termômetro, no próximo ano o Switch vai sobreviver quase que exclusivamente de jogos 1st Party.

Pelo terceiro ano consecutivo, UOL JOGOS integra júri que elege os melhores games da E3

Pelo terceiro ano consecutivo o UOL, maior empresa brasileira de conteúdo online, integrará o júri da Game Critics Awards (GCA) que vai eleger os melhores games da E3 (Electronic Entertainment Expo), maior feira de games do mundo, que acontece entre os dias 13 e 15 de junho em Los Angeles. O veículo é a única mídia brasileira a integrar o rol de jurados desse importante prêmio, que ainda conta com contribuição de veículos reconhecidos mundialmente como o USA Today, LA Times, Wired, entre outros.

O UOL promete uma cobertura de primeira para o evento de Los Angeles. Nos anos anteriores os jogadores puderam conferir a cobertura através do UOL via transmissões, vídeos, hard news e até atualizações in loco via twitter. O portal não informou o que prepara para este ano, mas espera-se entrevistas, impressões, curiosidades e toneladas de conteúdo referente a E3 regularmente.

“Esse ano estamos com muitas novidades no UOL Jogos e o usuário poderá cada vez mais interagir com a gente”, diz Theo Azevedo, editor do UOL Jogos.  “Além disso, o E3 é o evento mais importante do ano na indústria de videogames e estamos buscando a cada ano inovar a cobertura. Com a transmissão em português das conferências, na TV UOL, Facebook e Youtube, vamos oferecer um ambiente muito divertido para o gamer”, completa Theo.

Mais novidades do UOL para a E3 2017

O UOL Jogos conta com Videoanálises que avaliam em poucos minutos os grandes lançamentos do mercado e toda semana há transmissões ao vivo, as chamadas “lives”, com jogos do momento que são transmitidas no Youtube e no Facebook e que proporcionam a interação com os usuários. As novidades da E3 2017 podem ser conferidas através do site principal do portal em UOL Jogos.

Anote na agenda: Os Dez games mais aguardados para o mês de Abril

Para os apaixonados por games, o mês de abril reserva ótimas novidades. A NZN, elaborou um guia com os games mais aguardados do mês em parceria com Bruno Micali. Os jogos são variados e atendem todos os perfis de jogadores, seja ele fã de corrida, RPG ou puzzle. O mês de abril costuma ser fraco em relação a lançamentos, já que o mercado está em stand by por causa da E3, mas isto não impede que bons títulos sejam lançados. E é isto que vamos ver!

“Além da nova jornada da Atlus, temos outros destaques em abril: Mario Kart 8 Deluxe, que traz no Switch um pacote completo de um dos melhores games da franquia; Yooka-Laylee, aventura dos mesmos criadores de Banjo-Kazooie que vai apostar na fórmula nostálgica dos anos 90 em mundos coloridos; Outlast 2, que quase foi banido na Austrália de tanta violência que terá; e muito mais!”, explica.

Confira os dez games mais aguardados do mês de abril:

 

  1. Syberia 3

Lançamento em 25 de abril para PS4, Xbox One e PC

syberia-3

O clássico Syberia traz de volta a advogada americana Kate Walker, que agora investiga a posse de uma fábrica de brinquedos em uma aventura que vai do centro até o leste europeu. A busca por respostas leva a personagem para uma série de acontecimentos em um gameplay que mistura exploração, combinação de pistas e elementos de survival, tudo com um toque de suspense do escritor Benoit Sokal, que também escreveu os dois primeiros jogos.

 

  1. Puyo Puyo Tetris

puyo-puyo-tetrisLançamento em 25 de abril para PS4 e Switch

Previsto para o PS4 e o Nintendo Switch, Puyo Puyo Tetris oferece muitas cores e diversos efeitos especiais dentro da fórmula Tetris, que aqui ganha uma nova roupagem. Para quem quiser jogar sozinho, a SEGA prometeu uma campanha duradoura, além de cinco modos multiplayer!

 

  1. Dragon Quest Heroes 2

Lançamento em 25 de abril para PS4 e PC

Dando continuidade ao sucesso do primeiro Dragon Quest Heroes, o segundo título inclui quatro novos personagens, alguns já conhecidos da série, e outras inclusões ao sistema de combate, que promete ser ainda mais dinâmico. Os jogadores poderão explorar o mundo de Dragon Quest cooperativamente, tanto no single-player quanto no multiplayer.

 

  1. Full Throttle Remastered

fullthrottleLançamento em 18 de abril para PS4, PS Vita e PC

Em Full Throttle Remastered, história gira em torno de Ben, líder de uma gangue de motoqueiros que vivem em um futuro apocalíptico. Assim como ocorreu em Grim Fandango e Day of the Tentacle, será possível alternar entre o visual antigo e os gráficos remasterizados.

 

  1. Mario Kart 8 Deluxe

mariokart8deluxe_16-970x647-cLançamento em 28 de abril para Switch

Mario Kart 8 chegará ao Switch com algumas promessas, como novos personagens, itens inéditos e um modo batalha redesenhado. Além disso, o jogo fará uso de todos os recursos do console, aproveitando as funcionalidades dos Joy-Cons e do modo portátil.

 

  1. Little Nightmares

Lançamento em 28 de abril para PS4, Xbox One e PC

99ad20d5d83fb616b0c255e396adbaaa

Criado por uma desenvolvedora sueca, a Tarsier Studios, Little Nightmares é claramente inspirado em LittleBigPlanet, Unravel e outros títulos de plataforma. O jogo começou a chamar atenção por apresentar ambientes criados com um toque de arte. A ideia é misturar plataforma, puzzles e stealth em cenários interativos e minimalistas.

 

  1. Sniper: Ghost Warrior 3

sniper-ghost-warrior-3Lançamento em 25 de abril para PS4, Xbox One e PC

Sniper: Ghost Warrior 3 coloca o jogador na pele de um atirador de elite que deve adotar diversas abordagens para invadir bases inimigas, incluindo o uso de um drone. A desenvolvedora polonesa CI Games garantiu também um parkour de qualidade e várias atividades secundárias.

 

  1. Outlast 2

outlast2_windmill-edLançamento em 25 de abril para PS4, Xbox One e PC

Outlast 2 quase foi banido da Austrália por apresentar violência sexual e outros conteúdos muito mais pesados que os do primeiro jogo. A história é sobre um personagem que deve encontrar sua esposa e, para isso, viaja até o deserto do Arizona, onde descobre mistérios sinistros que trazem o inferno para o atual plano. De acordo com a desenvolvedora, a ideia é inserir elementos assustadores com uma pegada mais survival.

 

  1. Yooka-Laylee

yooka_and_laylee_sittingLançamento em 11 de abril para PS4, Xbox One e PC

O projeto de Yooka-Laylee nasceu a partir de uma campanha bem-sucedida no Kickstarter e trará mundos coloridos, seções de plataforma e dois personagens carismáticos que têm diálogos ilustrados através de onomatopeias. Além do PS4, Xbox One e PC, uma versão pra Switch está nos planos, mas será lançada posteriormente.

 

  1. Persona 5

Lançamento em 4 de abril para PS3 e PS4

persona-5-review_hsds

O jogo compartilha temas e conceitos dos games anteriores, mas a Atlus fez uma promessa a quem nunca se aventurou por esse RPG bem-humorado: não é preciso conhecer a franquia pra se arriscar em Persona 5. De dia, o jogador é um estudante. De noite, deve enfrentar criaturas da escuridão que, na verdade, têm tudo a ver com sua vida pessoal. Essa é apenas uma das características de Persona 5, que trará um sistema de combate revigorado, muita exploração e um ritmo cadenciado que a série tipicamente coloca diante dos jogadores.

FonteNZN

 

Game XP coloca o mundo dos jogos eletrônicos no Rock in Rio 2017

O Rock in Rio não é apenas um evento de música! Pelo menos não nesta edição, pois graças a uma parceria com a Comic Con Experience, os visitantes do mega evento poderão conferir o Game XP, um espaço que vai trazer a experiência dos games ao vivo dentro do festival. A ideia é criar uma experiência inédita em eventos de games no país. A ideia é aproveitar o grande público do festival para apresentar novidades e produtos ligados aos videogames.

Basicamente será montada uma estrutura que ocupará duas das arenas olímpicas, onde os visitantes encontrarão atrações como uma arena de eSports, auditórios para talk shows com produtores, criadores e outros profissionais do segmento, disputas entre celebridades, estandes de grandes marcas para venda e demonstração de novidades e lançamentos, entre outras coisas. Tudo isso estará disponível para os visitantes do Rock in Rio nos sete dias de evento.

Foto: Matheus Rodrigues/G1
Foto: Matheus Rodrigues/G1

“O Rock in Rio é reconhecido como um espaço de experimentação. O público não vai ao evento exclusivamente pelos artistas que se apresentam nos palcos, o reflexo disso foram os 120 mil ingressos vendidos antes mesmo de anunciarmos atrações. O que faz estas pessoas irem é a festa, o volume de experiências que é possível trocar em um único local. Trazer o universo dos games amplia esse empoderamento do público sobre o conteúdo que oferecemos e vai de encontro com o projeto de uma Cidade do Rock cada vez mais parecida com um grande parque temático da música e do entretenimento ao vivo”, comenta Roberto Medina.

Os organizadores anunciaram que o Game XP será um evento anual no Rio de Janeiro, com a meta de se estabelecer como um dos eventos obrigatórios do calendário carioca, junto do Carbaval e o Réveillon. Os organizadores apostam alto neste segmento, com a expectativa que grandes eventos melhorem o turismo do Rio de Janeiro, especialmente nas baixas temporadas. Vale destacar que foi justamente na capital carioca onde surgiu o maior evento de games da América Latina, a BGS, que desde 2012 adotou São Paulo como sua nova casa.

LAS VEGAS, NV - May 8: Atmosphere pictured at Rock In Rio in Las Vegas, NV on May 8, 2015. © Erik Kabik Photography/ Retna Ltd.
LAS VEGAS, NV – May 8: Atmosphere pictured at Rock In Rio in Las Vegas, NV on May 8, 2015. © Erik Kabik Photography/ Retna Ltd.

“A primeira edição do Game XP dentro da Cidade do Rock demonstra a revolução que queremos trazer para esse mercado. E o lugar escolhido não poderia ser mais simbólico. O terreno onde foram realizados os Jogos Olímpicos, onde aconteceram grandes duelos e competições, também será palco dessa ‘união de titãs’ entre os dois maiores eventos de entretenimento do planeta conhecidos por oferecerem experiências únicas para o público”, afirma Ivan Costa, sócio da CCXP.

A programação detalhada do Game XP será divulgada ao longo dos próximos meses, incluindo expositores, atrações e outras surpresas. Fique de olho!

Sete lugares para conseguir games mais baratos na internet

Se liga nesta dica para aumentar sua coleção de jogos sem gastar muito (afinal de contas, comprar games no Brasil não é nada barato).  Para se ter ideia, jogos já antigos como GTA V e The Last of Us não é encontrado por menos de R$ 99 nas lojas. Já os lançamentos como Call of Duty, Fifa 17 e Resident Evil, para Xbox ou PS4, chegam a custar em torno de R$150 a R$200 no e-commerce.

Isto para não citar alguns games já considerados peças de colecionador como Mario Sunshine, Luigi’s Mansion e The Legend of Zelda Wind Waker de GameCube que chegam a custar cerca de R$ 200. Se você é um colecionador de jogos e encontra dificuldade para encontrar aquela peça rara, fique tranquilo, temos aqui sete dicas de sites para tentar obter aquele game bacana gastando pouco.

 

OLX e Mercado Livre

olxA OLX funciona como o Mercado Livre, ou seja, a própria comunidade faz seus anúncios e as negociações. A diferença é que muitas vezes o Mercado Livre funciona como intermediador entre comprador e vendedor, prevenindo fraudes e desentendimentos. As ferramentas Mercado Pago e Mercado Envios são dois trunfos que colocam o ML como favorito entre os negociadores virtuais. Já a OLX tende a ter preços menores em muitos casos, mas a falta de ferramentas intermediárias não inibem golpes e negociações mal sucedidas.

 

TrocaJogo

troca-jogoTrocaJogo funciona como uma rede social de gamers que negociam e trocam jogos e até consoles entre si. Uma ótima opção para encontrar pessoas de diversos lugares que querem os jogos que você tem em casa e vice-versa. A primeira troca no site é grátis, mas para realizar trocas ilimitadas é preciso se tornar um assinante da comunidade. A comunidade já tem cerca de sete anos e é referência entre a comunidade. O único “porém” é que dificilmente você vai encontrar games anteriores à 7º geração de consoles.

 

Meu game usado

Meu Game Usado

Para economizar, vale também comprar games já usados de outros usuários. No site Meu Game Usado é possível encontrar alguns títulos com preços até 50% mais baixos que nas lojas convencionais. Mas é importante ficar atento, pois há jogos que vêm com códigos de uso que só podem ser ativados uma vez.

 

Cuponomia

cuponomiaCuponomia reúne ofertas e cupons de descontos para compras de games nas lojas online. Com os códigos promocionais oferecidos na plataforma, é possível poupar de 5% a 15% no valor dos jogos. Os usuários também podem fazer o cadastro no programa Cuponomia+, que permite acumular pontos em cada compra realizada por meio do site e trocar por créditos em jogos da Steam, League of Legends, Playstation Store ou 3 meses no XBOX Live Gold.

 

Promoções da Steam

steam_softwareComprar jogos na Steam é um ótimo negócio para quem quer poupar dinheiro com os games. A plataforma de jogos online oferece promoções diárias, incluindo lançamentos. Em datas especiais como Halloween, Dia da Toalha e Natal, o site faz liquidações de até 80% de descontos nos jogos. A Steam Store oferece um catálogo de mais 2500 jogos online que podem ser baixados no PC ou em dispositivos móveis como smartphones e tablets.

 

Comunidades do Facebook

gta-vO Facebook é a maior rede virtual de todos os tempos com mais de 1 bilhão de usuários. Na rede social é possível encontrar redes de pessoas dedicadas a compras e vendas de games novos e usados. Até mesmo jogos retrô são facilmente encontrados. Infelizmente alguns usuários não tem bom senso e aplicam preços irreais em seus jogos, mas uma peneirada bem feita evita esse tipo de problema. Outra vantagem é que se você estiver em grupos da sua cidades, basta marcar um encontro com a parte interessada em comprar ou vender, de modo que evita-se pagamento de fretes e outras taxas.

 

E você, onde costuma comprar games baratos pela internet?

Top 10: Games mais promissores do Nintendo Switch

O início de março marca a nova era para a BIG N. Apesar da pouca quantidade de games no lançamento, o novo console promete um primeiro ano incrível, graças a jogos extremamente promissores. Listamos aqui os dez games que parecem mais divertidos para a primeira temporada do Switch.

Tem para todos os gostos, RPG, ação e até games de luta. Não numeramos os games pela ordem de expectativa, pois consideramos cada um deles apenas promessas de boas vendas e alta qualidade. O tempo vai dizer se eles estarão entre os melhores da plataforma.

Confira abaixo os dez games mais promissores do Switch:

 

The Elder Scrolls V: Skyrim

Um dos primeiros games a ser revelado para o Switch foi justamente Skyrim, mas a Bethesda sempre se mostrou reservada em anunciar o título oficialmente. Pois bem, após confirmar a produção do jogo, Todd Howard, diretor da franquia, disse que os jogadores encontrarão a versão definitiva, baseada na edição mais recente que foi lançada para PC, Xbox One e Playstation 4.

Devido a natureza da Nintendo, não esperamos ver mods, mas apenas o fato de poder jogar Skyrim em qualquer lugar já é um incentivo e tanto para ficar interessado neste lançamento. Skyrim é considerado desde seu lançamento um dos melhores games de todos os tempos e, consequentemente, um dos mais influentes.

 

 

Ultra Street Fighter II The Final Challengers

Pois é, Street Fighter II já recebeu tantas versões que é difícil encontrar um jogador que não conheça esse clássico da Capcom. Prestes a completar 25 anos, o pessoal da Capcom decidiu lançar a versão definitiva do game exclusivamente para o Switch. Como não poderia deixar de ser, há novidades embasbacantes, como o tapa gráfico, a adição de um modo em que dois jogadores podem desafiar um inimigo solo e a adição de um modo em primeira pessoa.

Mais importante que esses mimos, é a adição de novos personagens, como o Evil Ryu e o Violent Ken. Aposto meu braço direito que a Capcom vai fazer de tudo para que Street Fighter II não seja um flop como foi Street Fighter V. Para isso, apostamos em mais suporte e marketing.

 

 

Fire Emblem Warriors

Apesar de não ser o único Fire Emblem para o Switch, é Warriors que chama mais as atenções. A Nintendo não soltou muitos detalhes do que os jogadores podem esperar, mas se tomarmos Hyrule Warriors como base, podemos aguardar muita ação e combates divertidos, com muitos power ups e milhares de inimigos na tela.

Ah, Chrom faz seu retorno, e a julgar pelo trailer, ele não está para brincadeira. Uma versão para o New 3DS também foi confirmada. O lançamento está previsto para o terceiro trimestre de 2017. A Nintendo deve revelar detalhes do agme na semana da E3, mesmo que a empresa não compareça ao evento americano.

 

 

Xenoblade Chronicles 2

A nova entrada de Xenoblade Chronicles 2 está a cargo do estúdio MonolithSoft sem data de lançamento ou informações sobre a história. Sabe-se que as principais características da série devem ser mantidas, tal como um mundo aberto gigantesco.

A história seguirá os passos de um novo personagem que partirá em busca de Elysium enquanto atravessa um vasto mundo enfrentando monstros gigantescos, cidades utópicas e animais fantásticos.

 

 

Mario Kart 8 Deluxe

Com novos pilotos, pistas e modos de jogo, Mario Kart 8 Deluxe é um dos lançamentos mais fortes da primeira leva de jogos do console. Além da galeria enorme da versão base do Wii U, a nova versão Deluxe traz os personagens das expansões que foram lançadas no console anterior, sendo eles dos games Animal Crossing, The Legend of Zelda e Super Mario 3D World.

Além disso, os Inklings da série Splatoon e King Boo de Luigi’s Mansion também fazem parte do pacote. Novos modos de jogo, cenários e itens também foram confirmados. Se for tão bom quanto na versão do Wii U, temos aqui uma das compras obrigatórias para o Switch.

 

 

Splatoon 2

O primeiro Splatoon foi uma surpresa total, afinal ninguém esperava que um shooter da Nintendo fosse  tão bem sucedido quanto o primeiro game foi. E o sucesso não foi por acaso: o game tem a cara da Big N, com seus gráficos coloridos, jogabilidade fácil e ausência de violência explícita.

Apesar de não ter falado sobre o game, rumores sugerem que finalmente teremos um modo espectador e um sistema de ranking. Uma das reclamações recorrentes é a campanha fraca do game. Se a Nintendo ouvir seus fãs, esperamos uma campanha mais sólida e completa e quem sabe novos modos de jogo. E sim, ainda torcemos para que ele se torne uma sensação dos eSports.

 

 

Super Mario Odyssey

Verdade seja dita: o Wii U não teve nenhum jogo do Mario totalmente 3D (3D World não é totalmente 3D). Pelo trailer revelado, Mario deve estar em uma viagem por diferentes dimensões, abandonando o mundo colorido e engraçadinho de Mushroom Kingdom, para explorar cidades reais, floresta densa e até o velho oeste americano.

Algumas das novas habilidades de Mario também foram mostradas, como a possibilidade de utilizar seu chapéu para pular mais alto em grandes distâncias. Os demais personagens também foram repaginados, como Bowser que usa um terno bem elegante e Peach que está pronta para um casamento (será que ela vai casar com o vilão forçosamente?). Seja como for, esperamos um game divertido e mais diversificado.

 

 

Super Bomberman R

Desde que Bomberman apareceu de maneira bisonha no Xbox 360, o mascote jamais desfrutou do mesmo prestígio que teve antes. Mas a Konami quer mudar esse cenário com Bomberman R, que resgata muito da fórmula original, agraciando os fãs com bastante fanservice.

Não espere um game inovador ou com mecânicas novas, mas sim um resgate do passado. Uma coisa que podemos ter certeza é que haverá um modo multiplayer online e rankings, além de torneios de tempos em tempos. Se der certo, podemos esperar que Bomberman volte com tudo na atual geração, ganhando versões para outras plataformas.

 

 

Arms

Se pudéssemos definir Arms em poucas palavras, diríamos que é um sucessor espiritual de Punch Out com o design de Splatoon. Trata-se de um jogo de boxe em que os jogadores usam braços expansíveis para atacar seus adversários em cenários coloridos e bastante engraçados. É quase um boxe em que você precisa mirar seus golpes como em um shooter.

Arms faz uso dos controles de movimento de maneira esperta e agradável. Para jogar, os jogadores usam um Joy Con em cada mão, usando controles de movimento para atacar, defender e desviar. O título será bastante acessível para todos os jogadores, mas oferecendo alto desafio para os gamers mais dedicados. Depois de Splatoon, sabemos que novas IPs da Nintendo são bastante promissoras.

 

 

The Legend of Zelda: Breath of the Wild

E por fim temos o motivo de compra definitiva do novo console da Nintendo. Breath of the Wild é espetacular, e sim, estamos afirmando. A recente nota máxima que recebeu da Edge apenas serve para chancelar as altas expectativas. O mundo do game é maior que o de Skyrim e mais vivo que o The Witcher III.

A versão do Wii U parece igualmente espetacular, mas a possibilidade de levar um Zelda em alta definição para qualquer lugar parece tentadora demais. Por fim, resta dizer que a franquia Zelda é conhecida por sua alta qualidade e games extremamente inventivos e divertidos.

 

NZN elege as as promessas em games para 2017

Os apaixonados por jogos já têm motivos para comemorar! O ano de 2017 definitivamente será um dos melhores para quem aguarda por lançamentos e novidades. E para atualizar os gamers de plantão, a NZN, um dos principais players em soluções para publicidade e comunicação do mercado, acaba de reunir as grandes promessas para o primeiro semestre.

A lista traz apenas os lançamentos para o primeiro semestre do ano, de modo que a comunidade terá muitas coisas boas para se entreter neste início de ano. Muitos outros games que devem sair no segundo semestre ainda não possuem data de lançamento definida, e tantos outros devem ser anunciados apenas durante a E3, a maior feira de games do mundo, a ocorrer em Los Angeles entre os dias 13 e 15 de junho.

Confira abaixo o calendário de lançamentos da NZN para 2017:

Janeiro

khhdgonbrasilComeçando em Janeiro, teremos Gravity Rush 2, exclusivo do PS4; Yakuza 0, prequel que vai explicar as origens da franquia; Kingdom Hearts HD 2.8: Final Chapter Prologue, compilação com conteúdo do RPG que mistura Disney com Square e Resident Evil 7, que promete revitalizar a série com uma perspectiva em primeira pessoa.

 

Fevereiro

c356330f-e4b0-4dca-8ef6-e685d5eb83c6Fevereiro também promete grandes surpresas: Halo Wars 2, que vai agradar os fãs de estratégia no Xbox One e no PC; Sniper Elite 4 que pretende ser um jogo mais acessível da franquia; For Honor que deve trazer combates cadenciados nas mãos da Ubisoft; NioH que seguirá uma fórmula Dark Souls com Onimusha e Horizon: Zero Dawn, grande promessa da Sony, que chegará ao PS4 (com direito a patch para o PS4 Pro).
Março

zelda0005Já em Março, o ritmo pode até acalmar, mas não irá esfriar: NieR: Automata é um RPG de ação futurista da Square Enix ainda envolto por muitos mistérios; Ghost Recon Wildlands que marcará o retorno de uma das franquias de ação mais amadas do selo Tom Clancy. Temos também Mass Effect Andromeda, o aguardado RPG sci-fi da EA. E para fechar o mês, teremos a chegada do jogo mais aguardado do mercado: o lançamento do Switch! Com alguns dos títulos já anunciados – entre eles The Legend of Zelda: Breath of the Wild, o novo Super Mario Odyssey, além de jogos third-party –, o console híbrido será lançado nos Estados Unidos no dia 3 de março e custará US$ 299. Este novo consoles da Nintendo promete ser um divisor de água em 2017.

 

Abril

maxresdefaultNo mês de Abril, temos quatro lançamentos já confirmados: Sniper Ghost Warrior 3, que segue uma fórmula com pouco Far Cry com Sniper Elite, e traz um mundo aberto militar; Persona 5, o tão esperado RPG da Atlus que dará continuidade ao formato descontraído da franquia; Yooka-Laylee, jogo de plataforma dos mesmos criadores de Banjo-Kazooie; e Dragon Quest Heroes 2, continuação do game que transformou a série de RPG japonesa em um hack-and-slash estilo Dynasty Warriors.

 

Durante o primeiro semestre

seaofthieves

Ainda sem data, mas previstos para o primeiro semestre de 2017, temos os aguardados: Outlast 2, Prey, Sea of Thieves, Uncharted: The Lost Legacy, South Park: A Fenda que Abunda Força e Sexta-Feira 13. A ideia é que esses títulos sejam lançados pelo menos até o final de junho.