Arquivo da categoria: PC

Jogos em realidade virtual são atração da Rixty na Brasil Game Show 2017

A Rixty é uma das empresas que voltam para a 10ª edição da Brasil Game Show (BGS), a maior feira de games da América Latina. A Rixty irá apresentar em seu estande o HTC Vive VR, que possibilitará aos visitantes se divertirem com diferentes jogos por meio da tecnologia de realidade virtual disponíveis na plataforma Steam. A ideia é que os visitantes do estande possam conhecer a imersão dos óculos de realidade virtual em sua plenitude.

“Os jogos em realidade virtual são uma mania global da atualidade, mas pouco acessível à maioria dos brasileiros. Esperamos atrair milhares de jogadores para o nosso estande e deixar os visitantes entusiasmados com a experiência”, afirma Dennis Ferreira, gerente-geral da Rixty no Brasil. A atração foi desenvolvida em parceria com a Valve especialmente para o evento, e cada um dos gamers terá à disposição um espaço de 4m2 para vivenciar todos os detalhes do jogo em VR (sigla de virtual reality).

Para deixar a experiência ainda mais incrível, um telão de 75 polegadas chamará a atenção de todos que passarem pelos corredores da BGS, com imagens em tempo real dos jogos que estarão sendo executados. Todos os visitantes do evento poderão passar pela experiência em VR de forma gratuita, assim como jogar nos computadores e consoles disponíveis no estande da Rixty.

Os jogadores que comprarem créditos Steam no estande Rixty receberão uma camiseta Steam gratuita enquanto durarem os estoques, e quem quiser colocar créditos no cartão, a empresa disponibilizará uma máquina de autoatendimento e também um vendedor com equipamento de POS (cartão) Detalhe: quem possuir o cartão Rixty poderá evitar filas e jogar de forma mais rápida. Além de disponibilizar a experiência em VR, o estande da Rixty terá uma área espaço Free-to-play, incluindo jogos populares como CrossFire, Naruto Online e Dragon Awaken. Haverá também torneios casuais e distribuição de brindes.

Conheça Hob, o novo game dos criadores de Torchlight

Para quem curte clima de mistério e tensão a dica é o jogo Hob, lançamento do estúdio indie Runic Games (os mesmos criadores de Torchlight I e II). O game, que ja esta disponível no Gog, coloca os jogadores em uma aventura bem desafiante e um planeta caótico e repleto de criaturas perigosas. O objetivo é resolver os mistérios que cercam esse ambiente hostil e sobreviver.

O jogo te coloca no papel de um robô (presumivelmente o Hob) que aos poucos vais descobrindo seu papel de salvador da vida selvagem ao redor enquanto explora paisagens desoladas, resolve puzzles e transforma o planeta. As pistas do roteiro são escassas e os diálogos são inexistentes, cabe ao jogador interpretar muito do que acontece.  Deste modo, a arte do game ganha em importância e o jogador acaba entrando de cabeça no mundo do jogo.

Hob busca inspiração em clássicos de adventure, como Castlevania e Metroid, pois ao progredir no game você destrava uma série de novas habilidades e conhece novos personagens que ajudam na aventura. A exploração, aliás, é o ponto alto do game graças aos ambientes cheios de estilo.

Para os fãs da Runic Games uma grata surpresa: quem adquirir o titulo até o dia 10 de outubro recebe gratuitamente uma cópia de Stories: The Path of Destinies, RPG de ação no estilo Hack and Slash. Além disso, quem realizou anteriormente a aquisição de Torchlight l e ll pela Loja Digital da Runic Games, pode resgatar gratuitamente uma cópia de seus jogos na GOG.com. Basta visitar o site GOG.com/reclaim a partir do dia 10 de outubro, inserir a chave do seu jogo adquirido pela loja da desenvolvedora e resgatar sua cópia na GOG.com.

Abaixo tem um trailer de Hob:

Marvel vs Capcom: Infinite é lançado para PCs e consoles

Marvel vs Capcom é uma das franquias mais adoradas desde a era 32 bits e a paixão dos fãs se manteve intacta durante anos. Para quem adora os personagens da Marvel e da Capcom, chegou a hora de ligar o videogame! A Capcom lançou nesta semana Marvel vs Capcom Infinite, o aguardado retorno da respeitada série de luta e ação. Esta evolução do frenético e divertido crossover oferece, desde o lançamento, um conteúdo robusto, acessível e desafiador para um jogador ou multiplayer, oferecendo um elenco de 30 personagens famosos vindos dos dois universos.

O título foi lançado para o PlayStation 4, Xbox One e Windows PC. No Brasil ele possui legendas em português brasileiro. A trama conta a união de forças dos perigosos Sigma e Ultron, que almejam as joias do infinito para governar os dois mundos. A intenção da Capcom foi oferecer uma experiência cinematográfica emocionante, colocando os jogadores no centro de uma batalha épica em que heróis de ambos os universos se unem para impedir Ultron Sigma de infectar toda forma de vida biológica nos mundos recém-combinados da Marvel e da Capcom.

Além da experiência de história cinematográfica, os jogadores podem aprimorar suas habilidades em diversos modos de jogo para um jogador acessíveis, incluindo Treino, Missão e Arcade. O componente online robusto que oferece partidas casuais e ranqueadas, placares de líderes globais e lobbies online com modo de espectador torna a experiência ainda mais completa.

Toda a ação de Marvel vs Capcom: Infinite acontece em ambientes novos, mas familiares, já que cenários famosos dos universos da Marvel e da Capcom se fundem como parte do plano nefasto de Ultron Sigma. Imaginado e criado através de uma visão compartilhada entre as duas empresas, o jogo traz batalhas dinâmicas entre times 2v2 e a habilidade de usar o poder de uma das seis Joias do Infinito, tornando ainda mais profunda a experiência de jogo personalizada e permitindo que os jogadores equipem e ativem poderes elementais durante as batalhas.

Abaixo você confere o trailer de lançamento de Marvel vs Capcom: Infinite:

Level Up promove etapa brasileira do campeonato mundial de Warface

A Level Up acaba de informar que já estão abertas as inscrições para times brasileiros de Warface interessados em disputar uma vaga no campeonato mundial do jogo que será realizada no final do ano, na Rússia. As inscrições para a etapa brasileira da competição do FPS desenvolvido pela Crytek são gratuitas e podem ser feitas pelo link. Serão três fases: Qualificatórias (QW), Conferências Warface & Blackwood (CWB) e Final Presencial. Além de garantir um lugar no Warface Open Cup XI, o time vencedor da etapa brasileira terá todas as despesas de viagem pagas e ainda receberá R$ 4.500,00 em barras de ouro e prêmios em War Cash (a moeda do jogo).

As primeiras partidas da etapa brasileira fazem parte da fase QW e serão disputadas online sempre aos sábados, de 24/09 a 29/10. Haverá inscrições para cada final de semana e os interessados devem se registrar com sete dias de antecedência em relação às datas dos jogos. Para participar é necessário ter um time de 5 a 7 jogadores, residir no Brasil e não ter sofrido qualquer tipo de punição em sua conta do Warface. As disputas serão realizadas em sistema de eliminação simples e os oito melhores times de cada dia somam pontos na rodada. Ao final da fase QW, as 12 equipes com maior pontuação avançam na competição.

A segunda fase, chamada de CWB, terá dois grupos de seis times, separados de acordo com suas posições na etapa anterior. Ao longo de seis rodadas, as equipes se enfrentam em sistema de eliminação dupla com partidas “melhor de 3”. Os confrontos começam com adversários do mesmo grupo e, em caso de derrota, a equipe migra para o outro grupo, onde um novo revés causará a eliminação do torneio. Os campeões de cada chave se classificam para a terceira e última etapa.

Na final, e única disputa presencial da etapa brasileira do campeonato mundial de Warface, os dois melhores times da CWB se enfrentarão no estúdio da Razer, em Santos, no dia 16/12, em confronto melhor de 3. A equipe vencedora representará o Brasil na Rússia. As partidas decisivas da regional brasileira serão transmitidas, ao vivo, na página do Warface no Facebook, nos canais da Level Up (Youtube e Twitch) e pelo Facebook do Esporte Interativo.

Rogue Snail revela primeiro gameplay de Relic Hunters Legend

O time de desenvolvedores da Rogue Snail já é conhecida do público brasileiro graças ao ótimo Chroma Squad e ao shooter Relic Hunters Zero. Pois é, os desenvolvedores já mostraram que têm potencial e isso deve se provar mais uma vez com o lançamento de Relic Hunters Legend, sucessor direto do jogo mencionado. O primeiro game da franquia Relic Hunters ficou disponível no Steam gratuitamente e tinha o código fonte aberto, o que serviu para atrair mais de 1 milhão de jogadores.

Os produtores lançaram recentemente o trailer de Relic Hunters Legend e serviu para mostrar o que os jogadores podem esperar da nova aventura: um incrível RPG com ambientes 3D, maior variedade de armas, mais patos espaciais para atirar e uma história nova e totalmente imersiva. “É como se Destiny e Enter The Gungeon se fundissem em um jogo único!”, diz o lançamento do trailer.

De acordo com os produtores, o título terá um modo cooperativo online para até 4 jogadores e manterá a perspectiva isométrica que foi bastante elogiada no original. A história deve brincar com paradigmas de viagem no tempo  e a amizade entre os protagonistas. A melhor parte: o jogo será gratuito, para sempre.

Além do trailer, a Rogue Snail também está lançando uma série em quadrinhos dividida em três partes, que serão reveladas semanalmente, até o lançamento da campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, no dia 5 de outubro de 2017. A produtora está preparando um beta fechado, em 2018, e uma versão completa do jogo para PC e outras plataformas, prevista para 2019. Sim, vai demorar um bocado.

Além disso, novos jogadores que se inscreverem para receber novidades sobre o jogo receberão gratuitamente a mini trilha sonora de Relic Hunters Legend. Para mais detalhes, acesse o site do game.

Abaixo tem o trailer de Relic Hunters Legend:

Universidades disputam prêmio de R$ 20 mil em Liga Universitária de League of Legends

League of Legends não para de fazer história: no próximo sábado (09) começa a Liga Universitária Global Games de League of Legends – o maior torneio universitário de LoL do país. Nesta edição, 72 universidades de norte a sul do Brasil confirmaram presença na disputa, que irá distribuir mais de R$ 20.000,00 em premiação, além de uma série de benefícios para os alunos e atletas participantes.

Esta é a segunda edição do evento, que surgiu em 2016, já com o apoio oficial da Riot Games. No ano passado, a Global Games realizou um estágio de testes com 4 equipes, para entender a aceitação do formato no mercado e por parte da comunidade gamer. Na ocasião, a Universidade Presbiteriana Mackenzie não tomou conhecimento dos adversários, levou a premiação para casa, mas deixou a taça na sala da reitoria da faculdade.

“Para a Liga Universitária Global Games, 2016 foi um ano de testes que resultou em muitas conquistas! Foi a primeira vez que vimos um torneio universitário acontecendo de forma organizada no Brasil, e, justamente por isso, já sabíamos que teríamos um longo caminho pela frente. Esse ano, 72 universidades participando oficialmente da liga nesta temporada é consequência de um trabalho sério que vem sendo realizado. Não poderíamos estar mais contentes com os resultados!”, comemora Décio Sanford, CEO da Global Games.

Um dos principais diferenciais da Liga Universitária de League of Legends é o foco no desenvolvimento das equipes. Torneios com um alto número de participantes, por uma questão de praticidade, costumam utilizar o formato de eliminação dupla, para dar agilidade à competição. A Global Games optou pelo caminho inverso.

“Confirmar a participação oficial de uma universidade é um processo bastante trabalhoso e burocrático, ainda mais em um cenário novo como o nosso. Para nós, não faz sentido nos reunirmos com uma faculdade por 06 meses até encontrarmos uma equipe para representá-la, só para ver esta mesma equipe ser eliminada em um final de semana. Acreditamos que, assim como no meio acadêmico, dentro do jogo os alunos (ou atletas!) precisam de tempo para desenvolver habilidades, aptidão e trabalho em equipe. Um formato de torneio mais longo permite que eles pratiquem e busquem a evolução, individual e como equipe”, justifica Philipp Kerber, Diretor de Operações da Global Games.

Partidas serão transmitidas ao vivo no canal do Esporte Interativo

Uma das maiores novidades desta edição é que a partir das oitavas-de-final, todas as partidas serão transmitidas ao vivo nos canais digitais do Esporte Interativo. A fase de grupos da Liga Universitária Global Games começa no próximo dia 09. Em novembro, começa a segunda-fase, com transmissão ao vivo. Para ficar por dentro de todas as novidades, basta ficar de olho na página do Facebook da GG.

League of Legends é um fenômeno mundial, e a cada dia que passa ganha mais visibilidade, seja nos canais digitais ou na televisão. Hoje, estamos muito contentes em anunciar uma importantíssima parceria com o Esporte Interativo, que irá transmitir todo o playoffs da liga em tempo real, para todo o Brasil “, explica Jota Junior, Diretor de Marketing da Global Games.

Playbor: Maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos será realiza em Belo Horizonte

Mais uma boa oportunidade de se destacar no cenário de desenvolvimento de games no Brasil: O Sebrae Minas e a pré-aceleradora de games Playbor lançam desafio para programadores, artistas, designers e empreendedores desenvolverem games. A Game Jam, como é conhecida a maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos, será realizada no dia 7 de setembro, feriado da Independência, na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte. 

Em 48 horas de imersão, os participantes receberão orientações sobre mercado e tendências, e terão o desafio de criar um protótipo de um jogo eletrônico.

“Os games deverão ser desenvolvidos a partir do direcionamento que daremos no início do desafio sobre as principais demandas de grandes players e investidores do segmento”, explica João Guilherme Paiva, diretor de negócios da Playbor.

Os projetos com as melhores ideias e potencial comercial participarão do programa de pré-aceleração da Playbor. Durante três meses, as equipes receberão mentorias, consultorias e capacitações na área técnica e também em marketing, finanças e gestão.  

“Não é só fazer o game, os empreendedores também devem estar preparados para colocar o produto no mercado e conseguir investidores”, afirma Márcia Valéria, analista do Sebrae Minas.

Algumas equipes já foram selecionadas na fase on-line. Porém, quem quiser participar do desafio ainda pode se inscrever presencialmente no dia 7 de setembro, das 13h às 15h, durante o evento Música Mundo, que será realizado no espaço CentoeQuatro (Praça Rui Barbosa, 104, Centro). As inscrições gratuitas são individuais e os participantes serão divididos em equipes no dia do desafio.

 

Serviço – Game Jam Playbor/Sebrae em MG

Dia 7 de setembro (quinta-feira), a partir das 16h

Sede do Sebrae Minas – Avenida Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada

Inscrições presenciais gratuitas: 7 de setembro, das 13h às 15h, no Música Mundo (Praça Rui Barbosa, 104 – Centro)

Distortions estará disponível para gameplay na BGS 2017

O Pavilhão Indie da Brasil Game Show promete ser um dos melhores de todos os tempos graças a presença de jogos fantásticos, como é o caso de Distortions, da produtora indie brasileira Among Giants. O game terá uma demo exclusiva na maior feira de games da América Latina para quem quiser testar. O título é o atual vencedor do BIG Festival, tendo levado os prêmios de Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Jogo no voto popular.

Among GiantsAlém de testar o game, os visitantes poderão bater um papo com toda a equipe de desenvolvedores do Distortions. É a oportunidade para descobrir quais engines foram utilizadas para obter o resultado final e as inspirações por trás do enredo. Mas se você quiser perguntar qual pizza era a mais pedida pela equipe durante o desenvolvimento não tem problema. Vale destacar ainda que no estande de Distortions haverá uma cosplayer com os trajes da garota que protagoniza o game. Você pode tirar fotos à vontade. A intenção é popularizar ainda mais a franquia entre os jogadores brasileiros.

Em Distortions você controla uma garota que acorda em um quarto estranho e desconhecido. Sem entender o que se passa ou onde está, a jovem começa a investigar o quarto, mas para seu desespero percebe que o tempo parece estar parado e os objetos congelados, como se a gravidade já não mais existisse. A partir daí, o jogador deve conduzir a jovem através de um mundo vasto e solitário, na tentativa de descobrir respostas para os mistérios que a rodeiam.

Sua única arma é um violino, que deve ser utilizado para defender-se. Mas não pense que ela deve golpear os inimigos com golpes de violino, mas sim encontrando partituras perdidas de músicas que servem para deter os inimigos, manipular o ambiente, entre outras ações. Além disso, a jovem deve encontrar páginas perdidas de um estranho diário que contém pistas que a guiarão em sua jornada. De acordo com os produtores, Distortions conta com referencias de games como Shadow Of The Colossus, Silent Hill 2, e de filmes como Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças e Once, apenas uma vez.

Abaixo tem um trailer de Distortions:

Criança Segura lança jogo para ensinar a prevenção de acidentes para o público infantil

Acidentes são uma constante, principalmente entre as crianças que não medem a periculosidade de seus atos e brincadeiras. Todos os anos milhares de crianças de zero a 14 anos morrem e outras centenas de milhares são internadas devido a algum tipo de acidente, como atropelamento, afogamento, sufocação, queimadura etc. Pensando nisso, a Organização Criança Segura está lançando um aplicativo que dá dicas de segurança para os baixinhos.

Basicamente o aplicativo é um grande guia para que as crianças se informem sobre como prevenir acidentes e adotem comportamentos e medidas que garantam sua própria segurança. A ideia é que a linguagem seja apropriada para educar as crianças de forma rápida e efetiva.

O jogo estará disponível a partir de 30 de agosto, data em que se comemora o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes. Para jogar, basta acessar o site. A dinâmica é a seguinte: por meio de vários jogos curtos, apresenta situações nas quais os pequenos aprendem a identificar os perigos em ambientes domésticos ou no trânsito e dá dicas de como evitar acidentes que podem acontecer com as crianças, tudo isso de forma divertida e leve, afinal, criança aprende brincando.

“A nossa mensagem é sempre direcionada para o adulto, pois entendemos que ele é o responsável pela vida da criança. Mas, é importante também ensinarmos a criança noções de comportamento seguro para que ela seja capaz de compreender algumas situações de perigo desde pequena. Daí vem a importância de um game como esse. Nele, nós nos preocupamos em trabalhar todas as principais causas de acidentes com crianças, como queda, intoxicação, sufocação, afogamento etc. Dessa forma, esperamos contribuir com o desenvolvimento da autonomia de meninos e meninas, com uma linguagem direcionada para esse público e muita ludicidade.”, explica Carla Lerner, responsável da Criança Segura pela área de Mobilização da organização e pelo desenvolvimento do jogo.

A intenção da Organização Criança Segura é lançar um aplicativo para iOS, Android e Windows Phone em breve. Assim, os baixinhos podem aprender em qualquer lugar como evitar acidentes. A expectativa é que o jogo se torne referência e evite uma série de situações ruins para os pais e para as crianças. O primeiro passo já foi dado.

Para quem não conhece, a Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Quake Champions expande presença nos eSports em 2017 com torneios nos EUA e na Suécia

A franquia Quake é uma das mais lendárias no gênero FPS e Quake Champions veio justamente para restabelecer a importância da franquia. Os objetivos agora são agarrar parte dos seguidores de eSports e parece que as coisas estão no rumo certo graças as finais do mundial Quake World Championships, na QuakeCon.

Recentemente a Bethesda e a DreamHack revelaram dois novos torneios para 2017, expandindo o alcance do jogo no atual cenário competitivo profissional: o DreamHack Denver Quake Championship, que tem premiação de US$ 75 mil, nos EUA, e o Quake Champions Invitational, um grande torneio que será realizado no festival DreamHack Winter, na Suécia, com premiação de US$ 350 mil. Novos eventos de eSports para Quake Champions serão anunciados no futuro.

DreamHack Denver Quake Championship – 20 a 22 de outubro: A Bethesda realizará um campeonato de Quake Champions em Denver, Colorado, nos EUA, com premiação de US$ 75 mil, em que os competidores irão se enfrentar tanto no modo Duel quanto no intenso modo de times 4v4, o Sacrifice. As qualificatórias para o DreamHack Denver Quake Championship começarão em setembro.

Quake Champions Invitational, na DreamHack Winter – 1 a 4 de dezembro: Os melhores jogadores estarão reunidos no primeiro Quake Champions Invitational, que será realizado no DreamHack Winter, na Suécia. Os maiores jogadores de elite de todo o mundo irão competir por uma premiação de US$ 350 mil nos modos Duel e Sacrifice.

Ambos os torneios contarão com qualificatórias abertas, além de uma seleta lista de grandes jogadores profissionais de Quake Champions que serão convidados a competir. Aqueles interessados em participar das qualificatórias abertas poderão se inscrever no site da DreamHack. Detalhes serão anunciados num futuro próximo.

Se você não quiser esperar pelos torneios da DreamHack para ver mais competições de Quake Champions, não deixe de assistir às finais do Quake World Championships, direto da QuakeCon, nesta semana, de 24 a 26 de agosto, onde os melhores jogadores do mundo irão se enfrentar ao vivo, nos do Twitch e Facebook.