Arquivo da categoria: PC

paiN Gaming, INTZ e Vivo Keyd podem garantir vaga na próxima fase da Superliga ABCDE nesta rodada

Este final de semana será bem movimentado para os fãs de eSports, pois os tradicionais times paiN Gaming, INTZ e Vivo Keyd estão próximas de garantir vaga na próxima fase da Superliga ABCDE nesta rodada. Esta é a penúltima rodada e ela pode determinar as primeiras equipes classificadas para a etapa final do campeonato com uma partida de antecedência.

Com 100% de aproveitamento até o momento, INTZ, paiN Gaming e Vivo Keyd estão perto de confirmarem seus lugares entre as quatro melhores participantes desta edição do torneio, que acontece nos estúdios da BBL, em São Paulo.

O primeiro duelo será entre segunda e terceira colocadas do grupo B: paiN e Redemption medirão forças a partir das 18h, em um confronto direto pelas primeiras posições. Depois, IDM Gaming e Operation Kino jogarão para acabar com seus jejuns de vitórias na competição. A IDM conta com o atleta revelação do prêmio CBLoL 2018, Ruan “Anyyy” Silva, para buscar seus primeiros pontos, mas as duas já não têm mais possibilidades de avançar na Superliga.

A classificação atual

No sábado (1), a Team oNe enfrentará o INTZ, enquanto a ProGaming encara a Falkol. Os quatro times ainda têm chances de passar de fase, com destaque para os Intrépidos, atuais campeões e que já somam três triunfos nesta segunda edição da ABCDE.

A rodada se encerrará com um importante encontro entre Santos e Vivo Keyd, duas primeiras colocadas do grupo A. Se vencer, a VK garante a vaga e possivelmente a liderança da chave. Derrotada em seu compromisso anterior, a CNB e-Sports precisa se recuperar contra a Bulldozer para evitar uma queda precoce e chegar à última rodada lutando por um lugar nas semifinais.

O público poderá acompanhar as informações sobre a competição nos canais da Superliga ABCDE no Facebook, Twitter, YouTube, Twitch, Cube e Nimo TV. A premiação total da competição é de R$ 100 mil.

 

Confira os confrontos da quarta semana da ABCDE:

Sexta-feira (30/11) – Redemption x paiN Gaming e IDM Gaming x Operation Kino

Sábado (1/12) – Team oNe x INTZ e ProGaming x Falkol

Domingo (2/12) – Santos x Vivo Keyd e CNB e-Sports x Bulldozer

Athena’s e-Sports anuncia lista de escolhidas para a segunda fase da Seletiva de Guerreiras

Após uma primeira fase bastante disputada, a Athena’s e-Sports anunciou as jogadoras escolhidas para a segunda fase de sua seletiva para formar sua lineup para as disputas de League of Legends. Trata-se de um megaprocesso seletivo que vai escolher as melhores jogadoras para montar uma equipe profissional.

A primeira fase ocorreu entre os dias 14 e 18 de novembro e reuniu quase 600 jogadoras, que se inscreveram no processo seletivo em busca de um caminho para a profissionalização nos e-Sports. A primeira fase da Seletiva de Guerreiras consistia no preenchimento de um formulário com informações pessoais e de jogo das candidatas. A equipe técnica da Athena’s e-Sports selecionou jogadoras de diversos elos, que mostraram bom desenvolvimento nas últimas temporadas, interesse em se profissionalizar e que apresentaram um perfil alinhado aos objetivos da organização.

Ao final da primeira etapa, foram selecionadas 100 jogadoras, que disputarão um mini-torneio que acontecerá na eMasters entre os dias 30/11 e 02/12 e posteriormente entre 07/12 e 09/12. As duas melhores equipes se enfrentarão presencialmente em uma série melhor-de-três no dia 12 de dezembro direto do Good Game e-Sports Bar em São Paulo.

Jogadoras de 23 dos 26 Estados brasileiros se inscreveram na Seletiva de Guerreiras. São Paulo lidera o ranking de representatividade dos Estados com 40%, seguido por Rio de Janeiro (15%), Minas Gerais (7,5%), Rio Grande do Sul (7,5%) e Paraná (6%). Apenas os Estados do Amapá, Maranhão e Roraima não tiveram jogadoras inscritas. Até brasileiras que moram fora do País se inscreveram na Seletiva: é o caso de uma jogadora que mora em Estrasburgo, na França e outra de Madri, na Espanha.

A “Seletiva de Guerreiras” é a primeira iniciativa da Athena’s e-Sports, que inicia sua operação no League of Legends em 2019. A maior parte das jogadoras inscritas está no elo Ouro (29%), seguido do Platina (27%) e Diamante (20%). O objetivo é formar uma equipe competitiva e que possa trazer títulos para a categoria recém-formada.

“Nós queremos, além de formar uma line-up forte e que vai representar nossa organização em 2019, incentivar as meninas a jogarem cada vez mais e a se dedicarem aos e-Sports, combatendo qualquer tipo de machismo existente”, afirmou Bianca Muniz, CEO da Athena’s e-Sports.

Ao final da seletiva, as vencedoras serão apresentadas em um evento para a imprensa que acontecerá na sede da Intel Brasil, em São Paulo. A lista das selecionadas pode ser encontrada na página oficial da Athena’s e-Sports no Facebook. Além disso, cada uma das inscritas, selecionada para a 2a fase ou não, recebeu um e-mail com feedback do processo.

Museu Nacional se une à Tencent para desenvolver o Museu Digital

Hoje nossa notícia é uma curiosidade pouco ligada ao mundo dos games, mas já que a envolvida é a Tencent, gigante chinesa de serviços na internet e dona da Riot Games, vale a pena dar essa nota! A empresa acaba de divulgar que irá apoiar a restauração do Museu Nacional brasileiro, destruído por um incêndio. O apoio será através da reprodução digital dos artefatos que haviam no museu com base em informação digital.

A cerimônia de assinatura do documento “Renascimento de Luzia – Museu Nacional Digital Brasileiro” foi realizada na embaixada do Brasil em Pequim, em 16 de novembro de 2018. Marcelo Azevedo, chefe da seção das indústrias criativas da embaixada, Alexander W. A. Kellner, diretor do Museu Nacional brasileiro, e Ye Jun, vice-presidente de produtos de navegação móvel da Tencent, participaram da cerimônia.

Como funcionará a parceria

A ideia é que, com base no conteúdo digital existente do museu, a Tencent criará um museu on-line, usando o Tencent Lens, um recurso de reconhecimento de imagem de seu navegador QQ Browser. Os visitantes poderão ler informações sobre os artefatos, uma vez digitalizadas as imagens com o Tencent Lens ou o Mr. Bowu, um miniprograma da Tencent. Guias de áudio e imagens do Museu Nacional brasileiro também poderão ser acessados através do miniprograma.

A cerimônia de assinatura do documento “O renascimento de Luzia – o Museu Nacional Digital do Brasil” (PRNewsfoto/Tencent)

Em suma, a Tencent usará seus recursos e conhecimentos em jogos digitais para trazer uma parte da história do Brasilde volta das cinzas para o meio digital. A empresa e o Museu Nacional brasileiro também irão convidar turistas chineses a compartilhar imagens, vídeos e outros registros que fizeram durante visitas ao museu antes do incêndio, a fim de ajudar na recuperação das relíquias culturais. O navegador QQ Browser irá exibir o conteúdo valioso para visualização pública no futuro.

“O Museu Nacional brasileiro é o mais importante protetor do patrimônio cultural e das relíquias da América Latina. Estamos desolados pelas perdas causadas pelo incêndio. A Tencent se compromete a usar tecnologias avançadas para ajudar o Brasil a reconstruir um museu nacional digital”, disse Ye Jun. de acordo com a empresa, a campanha de revitalização começará em 2019.

Blazing Chrome vai desafiar jogadores no Nintendo Switch, PlayStation 4 e PC no começo de 2019

Esta é para quem estava esperando novidades sobre Blazing Chrome, o jogo indie da produtora Joymasher. De acordo com os produtores, o título do estilo run ‘n gun será lançado para Nintendo Switch, Playstation 4 e PCs no início de 2019. A novidade pegou de surpresa a comunidade que aguarda ansiosamente o lançamento do game, que já está disponível na Steam.

Para comemorar a notícia, a Joymasher acaba de lançar um novo trailer gameplay, que serve para mostrar um pouco dos cenários e dos perigosos inimigos que prometem não dar descanso para a humanidade. A mecânica é bem similar ao clássico Contra, de modo que a ação é intensa e cheia de emoção. O título tem um estilo retrô que tem tudo para agradar jogadores das antigas.

Em Blazing Chrome os jogadores encarnam o papel dos militares Mavra e Doyle que devem atravessar cenários devastados e enfrentar alienígenas e robôs armados até os dentes. A dupla é a esperança de salvação da humanidade nesta guerra desenfreada. Ainda que em desvantagem, a dupla consegue se opor aos inimigos graças aos inúmeros power-ups a disposição, bem como as novas armas futuristas e mechas poderosos.

Blazing Chrome é uma homenagem à era de ouro dos jogos de plataforma shooter side-scroller que leva em consideração o gameplay contemporâneo. O jogo busca dar a experiência mais próxima possível de um jogo dos anos 90, mas sem os problemas de gameplay que um jogador de hoje encontraria. Jogadores terão de enfretar seis diferentes levels cheios de robôs feitos para destruir humanos como Mavra, a guerrilheira solitária, ou Doyle, o robô rebelde que luta por liberdade.

Abaixo você confere o trailer de Blazing Chrome:

 

eChampions League – EA Sports anuncia nova competição de eSports de futebol virtual

A Electronic Arts acaba de anunciar uma parceria inédita com a Union of European Football Associations (UEFA) para a criação da maior liga de eSports de futebol digital do mundo, o eChampions League, uma expansão dos torneios da EA SPORTS FIFA 19 Global Series. A criação do torneio é uma nova forma de os fãs de futebol se conectarem à UEFA Champions League.

De acordo com a EA Games, a eChampions League irá integrar a lista de eventos e competições globais no caminho para a FIFA eWorld Cup 2019, no próximo inverno. Os competidores eleitos jogam no PlayStation 4 e participam nos torneios eChampions League Global Online Knockout entre 2 e 3 de março, com os 64 melhores avançando para as qualificações ao vivo em 26 e 27 de abril.

“EA SPORTS FIFA cativa dezenas de milhares pelo mundo, e nossa profunda integração com as muitas experiências do jogo nos dão oportunidades de conectar a UEFA Champions League com os jogadores,” disse Guy-Laurent Epstein, Diretor de Marketing da UEFA. “Vemos a eChampions League e o competitivo em FIFA como um passo importante para unir novos e antigos fãs com a UEFA Champions League.”

Apenas oito da elite mundial irá avançar do evento ao vivo em Abril para a final da eChampions League. Sediado em Madri em 31 de maio, a Final da eChampions League será disputada um dia antes da final da UEFA Champions League real, em 1 de junho, criando uma celebração de dois dias no futebol tradicional e digital.

Para conectar a final da eChampions League com a competição real, os oito competidores irão criar e usar os jogadores envolvidos na fase de grupos da UEFA Champions League. O vencedor da eChampions League irá receber a quantia de $100,000 compartilhados da bolsa de $280,000 e 850 EA SPORTS FIFA 19 Global Series Points.

Você pode consultar as Restrições de Elegibilidade através do site oficial e do e FUTChampions.com para mais detalhes.

BIG MIX Jam 4Diversity – 1º Game Jam da Diversidade dentro da programação do 26° Festival Mix Brasil

Imagine uma game jam cujo foco é a diversidade? Pois é justamente essa a ideia da BIG MIX Jam 4Diversity, a primeira Game Jam sobre diversidade de São Paulo que ocorre na EBAC (Escola Britanica de Artes) nos dias 16 e 17 de novembro dentro do principal festival de Diversidade da América Latina. A iniciativa é cortesia da uniao entre o BIG Festival, a Abragames, o Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade e o Game4Diversity da Holanda.

O evento acontece dentro do Mix Brasil e tem como objetivo reunir desenvolvedores de jogos e profissionais do audiovisual para criar games com o tema do 26º Mix Brasil: #PensoLogoResisto. Alem da Game Jam, o evento ainda conta com uma pequena mostra de Games sobre Diversidade, o BIG Diversity, no Centro Cultural São Paulo, CCSP, de 15 a 25 de Novembro, com 5 jogos do Brasil e do exterior.

Os jogos disponíveis na mostra BIG Diversity são UNSIGHTED (Studio Pixel Punk), Florescer (PugCorn), Dandara (Long Hat House), Herald (Wispfire) selected by Games [4Diversity] e Fragments of Him (Sassybot Studios) selected by Games [4Diversity]. A entrada é gratuita e servira para mostrar como os videogames são ferramentas que podem integrar pessoas diferentes de todo o mundo.

A programação completa do 26° FestivalMix Brasil de Cultura da Diversidade estará disponível no site.

 

Serviço – 26° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

Onde: São Paulo – 15 a 25 de novembro de 2018

Quanto: Entrada gratuita em todos os eventos e salas

Locais: CineSesc, Spcine Olido, Cinemateca Brasileira, Instituto Moreira Salles, Centro Cultural São Paulo e Auditório Ibirapuera

OBS: Verifique com a bilheteria de cada espaço as regras de retirada de ingressos.

FaZe Clan e Immortals são os representantes do Brasil nas finais mundiais da Rainbow Six Pro League, no Rio de Janeiro

O mês de novembro será especialíssimo para os fãs de Rainbow Six Pro League, afinal é quando ocorre a finalíssima do mundial da categoria. As equipes FaZe Clan e Immortals demonstraram seu valor e garantiram a vaga para as disputas finais e se juntarão a outras seis equipes para a final, que ocorrerá no Jeunesse Arena, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, nos dias 17 e 18 de novembro: FaZe Clan e Immortals.

As outras seis equipes são oriundas de outras três regiões (América do Norte, Europa e Ásia/Pacífico). Cinco delas já foram definidas, sendo elas: Evil Geniuses e Rogue (América do Norte), Nora Rengo e Fnatic (Ásia-Pacífico) e G2 Esports (Europa). Nesta quinta-feira, Mockit Esports, Team Secret e Millenium disputam a última vaga da Europa.

A FaZe Clan, campeã regional pela segunda vez consecutiva de Rainbow Six, garantiu uma das vagas com duas rodadas de antecedência. Já a Immortals precisou esperar até os últimos momentos da primeira fase para comemorar seu lugar nas finais mundiais. Quem não teve motivos para celebrar foi a Black Dragons, que acabou rebaixada para a divisão de acesso do torneio. E a paiN Gaming, sétima colocada da fase regional, disputará a repescagem tentando continuar na elite da Pro League.

Agora, FaZe e Immortals terão a missão de manter o Brasil no posto mais alto da modalidade. De origem norte-americana, as organizações entraram no cenário brasileiro neste ano e querem consolidar suas marcas, mostrando o porquê são referência nos eSports. Em maio, a Liquid mostrou a força do país para o mundo ao derrotar a PENTA Sports, considerado o melhor time do mundo, na decisão e faturar o caneco da sétima temporada da Pro League. Foi a primeira vez que uma line-up brasileira alcançou esse feito. Resta torcer para que os brasileiros deste ano repitam o feito.

 

Novo calendário competitivo de Rainbow Six

Dirigindo-se para o quarto ano de Rainbow Six Siege desde o seu lançamento, a Ubisoft colocou em vigor, em junho deste ano, o novo calendário de competições profissionais da franquia com o intuito de auxiliar no crescimento do cenário competitivo.

Com a consolidação de grandes competições anuais como o “Six Invitational” e o “Six Major Paris”, o cenário segue em crescimento exponencial com o aumento do número de jogadores e a entrada de organizações organizações internacionais tradicionais no competitivo de Rainbow Six Siege, como a Cloud9, Ninjas in Pyjamas, Fnatic, entre outras.

Além dos Majors, a Ubisoft também mudou o formato da Rainbow Six Pro League. Após uma transição na sétima temporada, a Pro League está sendo disputada anualmente em duas temporadas de seis meses e segue ativa em sua oitava temporada, atraindo grande público e interesse da mídia.

Por fim, o Brasileirão Rainbow Six estreia seu novo calendário com disputas anuais de junho a setembro (modelo europeu) a partir da temporada 2019.

Revolta dos Búzios é tema de game a ser lançado no dia 03 de novembro no Muncab

Após o sucesso do jogo Sociedade Nagô, o time da Strike Games, desenvolvedora de games de cunho pedagógico, está prestes a lança seu terceiro jogo educativo. Trata-se de Revolta dos Búzios, que, a exemplo dos seus antecessores, busca resgatar nos jogos a cultura do povo preto baiano e conta com músicas de Tonho Matéria. O título será lançado no dia 03 de novembro, no Museu Nacional de Cultura Afro Brasileira – Muncab, das 14h às 16h.

Revolta dos Búzios reconta a revolta separatista de 1798, ocorrida na Bahia e que terminou com 33 pessoas processadas por tentarem promover o levante na cidade de Salvador contra a dominação Portuguesa. No dia 4 de março de 2011, os quatro protagonistas da Revolta dos Búzios (os alfaiates Manoel Faustino e João de Deus, e os soldados Lucas Dantas e Luiz Gonzaga) foram considerados heróis devido à importância que tiveram para o Estado Brasileiro.

Essas personalidades também foram incluídas no livro dos Heróis Brasileiros. A revolta também contou com a presença feminina, dentre elas, Ana Romana. O aplicativo é gamificado e reconta os fatos reais com uma jogabilidade ao estilo Point and Click, com influencias de Graphic Novel.

A designação Revolta dos Búzios se deve ao fato de alguns membros do movimento usarem um búzio (concha de molusco em forma de espiral) preso à uma pulseira para facilitar a identificação entre si. O movimento foi um dos mais famosos envolvendo a cultura afro contra a dominação portuguesa e serviu para inspirar outros movimentos revoltosos contra a coroa. O título está disponível para mobile através da Play Store e para PCs via Itch.io.

Abaixo tem um trailer de Revolta dos Búzios:

Conheça “Poracy: As Sombras da Natureza”, jogo inspirado em tribos da Amazônia

Nosso grande destaque do dia é mais um projeto brasileiro que presta homenagem ao folclore nacional. Trata-se de Poracy: As Sombras da Natureza, criado pelo desenvolvedor Kazuhira Mark. O título é uma ode ao folclore indígena com uma ambientação toda inspirada nas matas amazônicas e o jogador deve enfrentar sete bosses assustadores.

A trama leva o jogador ao passado, centenas de anos após um dos filhos de Taú e Kerana ser morto e o mal ser enfraquecido como um todo. Eis que a luz da lua é roubada do céu, o símbolo da derrocada do mal, e as forças da escuridão ganham força. Cabe a Poracy a árdua missão de derrotar as sete forças malignas que assombram as matas amazônicas e trazer a paz de volta a sua terra.

“Os povos indígenas da América Latina tem um folclore e um imaginário único e rico repleto de histórias e criaturas fantásticas que podem ser exploradas, em nosso jogo utilizamos de vários elementos de toda essa gama, além de traços do imaginário amazônico como um todo para construir um mundo rico em personagens e objetos para o jogador explorar e conhecer mais sobre a cultura dos povos pré-colombianos”, diz Marcus Paz, desenvolvedor de Poracy: As Sombras da Natureza.

O título tem inspiração nas criaturas e mitos da cultura guarani e da cultura Amazônica e cabocla. O mundo do jogo é fictício, bem como o povo retratado na aventura, que é inspirado em várias culturas como marajoara, tupinambá e assurini, contando com reimaginações de conceitos retirados dessas culturas. O objetivo foi construir um universo novo com base na cultura nacional.

A missão principal do jogo gira em volta do mito de Tau e Kerana onde a protagonista deverá derrotar os 7 bosses para completar a sua missão e restaurar a paz em sua terra. Há outras missões secundárias durante a aventura e o jogador estará ocupado durante muito tempo.

De acordo com o time de criação, Poracy terá um “story-telling” semelhante a “Metal Gear Solid Peace Walker” e “Valiant Hearts” em que as “cutscenes” da história são em quadrinhos separados da “Gameplay” em si. Além disso, a jogabilidade será de RPG em terceira pessoa como no vídeo em anexo.

Poracy: As Sombras da Natureza ainda está em fase de crowdfunding via Catarse e deverá ser publicado mesmo que a meta não seja batida. A expectativa é que a meta de R$ 10 mil seja arrecadada para aumentar a qualidade da produção e agilizar todo o processo criativo. O game tem previsão de lançamento para dezembro de 2018.

Abaixo você confere um trailer de Poracy: As Sombras da Natureza:

 

VPSL cria websérie “Mulheres no Controle” para promover discussão sobre empoderamento feminino

A época que se falava que mulheres e videogames não combinam ficou no passado, ainda assim, algumas pessoas ainda veem com estranheza ver garotas que se dedicam aos games. Pensando em dar visibilidade a essa discussão e promover o empoderamento feminino, a VPSL, principal liga virtual de jogadores profissionais do pais, criou uma websérie com influenciadoras a fim de trazer o debate do empoderamento feminino para o universo da cultura digital.

Intitulado Mulheres no Controle, o programa terá periodidade semanal, e contará com a participação de nomes como o da velejadora e escritora Heloísa Schurmann e da modelo profissional Ariella Moura, entre outras personalidades.

No primeiro programa da série, Ariella conversa com a atleta profissional de esportes eletrônicos, capitã e dona do time Black Dragons, Nicolle Merhy – também conhecida como Cherrygumms. Nicolle fala um pouco da sua carreira no mundo dos e-Sports, do seu início como cyber atleta, da relação com a sua família, seus amigos e também de como é ser mulher em um universo majoritariamente formado por jogadores do sexo masculino.

“O programa será conduzido por essas mulheres fortes e competentes, que irão entrevistar uma as outras, compartilhando suas opiniões e experiências profissionais que as levaram a conquistar protagonismo nesse novo universo digital”, afirma Nuno Bianchi, sócio-diretor da VPSL.

O primeiro episódio de Mulheres no Controle já está disponível e pode ser visualizado no canal da VPSL no YouTube. A websérie conta com a produção e direção de David Schurmann, cineasta brasileiro de carreira internacional.

Sobre a VPSL

Organizando torneios de FIFA Pro Clubs desde 2014, a VPSL é a principal liga virtual de jogadores profissionais do País. A liga organiza torneios para o game FIFA da EA Sports nas modalidades ProClubs e FIFA Ultimate Team (FUT). O objetivo da empresa é criar um ambiente saudável e divertido para a comunidade de games brasileira.

Abaixo tem o primeiro vídeo de Mulheres no Controle: