Arquivo da categoria: PC

Rogue Snail revela primeiro gameplay de Relic Hunters Legend

O time de desenvolvedores da Rogue Snail já é conhecida do público brasileiro graças ao ótimo Chroma Squad e ao shooter Relic Hunters Zero. Pois é, os desenvolvedores já mostraram que têm potencial e isso deve se provar mais uma vez com o lançamento de Relic Hunters Legend, sucessor direto do jogo mencionado. O primeiro game da franquia Relic Hunters ficou disponível no Steam gratuitamente e tinha o código fonte aberto, o que serviu para atrair mais de 1 milhão de jogadores.

Os produtores lançaram recentemente o trailer de Relic Hunters Legend e serviu para mostrar o que os jogadores podem esperar da nova aventura: um incrível RPG com ambientes 3D, maior variedade de armas, mais patos espaciais para atirar e uma história nova e totalmente imersiva. “É como se Destiny e Enter The Gungeon se fundissem em um jogo único!”, diz o lançamento do trailer.

De acordo com os produtores, o título terá um modo cooperativo online para até 4 jogadores e manterá a perspectiva isométrica que foi bastante elogiada no original. A história deve brincar com paradigmas de viagem no tempo  e a amizade entre os protagonistas. A melhor parte: o jogo será gratuito, para sempre.

Além do trailer, a Rogue Snail também está lançando uma série em quadrinhos dividida em três partes, que serão reveladas semanalmente, até o lançamento da campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, no dia 5 de outubro de 2017. A produtora está preparando um beta fechado, em 2018, e uma versão completa do jogo para PC e outras plataformas, prevista para 2019. Sim, vai demorar um bocado.

Além disso, novos jogadores que se inscreverem para receber novidades sobre o jogo receberão gratuitamente a mini trilha sonora de Relic Hunters Legend. Para mais detalhes, acesse o site do game.

Abaixo tem o trailer de Relic Hunters Legend:

Universidades disputam prêmio de R$ 20 mil em Liga Universitária de League of Legends

League of Legends não para de fazer história: no próximo sábado (09) começa a Liga Universitária Global Games de League of Legends – o maior torneio universitário de LoL do país. Nesta edição, 72 universidades de norte a sul do Brasil confirmaram presença na disputa, que irá distribuir mais de R$ 20.000,00 em premiação, além de uma série de benefícios para os alunos e atletas participantes.

Esta é a segunda edição do evento, que surgiu em 2016, já com o apoio oficial da Riot Games. No ano passado, a Global Games realizou um estágio de testes com 4 equipes, para entender a aceitação do formato no mercado e por parte da comunidade gamer. Na ocasião, a Universidade Presbiteriana Mackenzie não tomou conhecimento dos adversários, levou a premiação para casa, mas deixou a taça na sala da reitoria da faculdade.

“Para a Liga Universitária Global Games, 2016 foi um ano de testes que resultou em muitas conquistas! Foi a primeira vez que vimos um torneio universitário acontecendo de forma organizada no Brasil, e, justamente por isso, já sabíamos que teríamos um longo caminho pela frente. Esse ano, 72 universidades participando oficialmente da liga nesta temporada é consequência de um trabalho sério que vem sendo realizado. Não poderíamos estar mais contentes com os resultados!”, comemora Décio Sanford, CEO da Global Games.

Um dos principais diferenciais da Liga Universitária de League of Legends é o foco no desenvolvimento das equipes. Torneios com um alto número de participantes, por uma questão de praticidade, costumam utilizar o formato de eliminação dupla, para dar agilidade à competição. A Global Games optou pelo caminho inverso.

“Confirmar a participação oficial de uma universidade é um processo bastante trabalhoso e burocrático, ainda mais em um cenário novo como o nosso. Para nós, não faz sentido nos reunirmos com uma faculdade por 06 meses até encontrarmos uma equipe para representá-la, só para ver esta mesma equipe ser eliminada em um final de semana. Acreditamos que, assim como no meio acadêmico, dentro do jogo os alunos (ou atletas!) precisam de tempo para desenvolver habilidades, aptidão e trabalho em equipe. Um formato de torneio mais longo permite que eles pratiquem e busquem a evolução, individual e como equipe”, justifica Philipp Kerber, Diretor de Operações da Global Games.

Partidas serão transmitidas ao vivo no canal do Esporte Interativo

Uma das maiores novidades desta edição é que a partir das oitavas-de-final, todas as partidas serão transmitidas ao vivo nos canais digitais do Esporte Interativo. A fase de grupos da Liga Universitária Global Games começa no próximo dia 09. Em novembro, começa a segunda-fase, com transmissão ao vivo. Para ficar por dentro de todas as novidades, basta ficar de olho na página do Facebook da GG.

League of Legends é um fenômeno mundial, e a cada dia que passa ganha mais visibilidade, seja nos canais digitais ou na televisão. Hoje, estamos muito contentes em anunciar uma importantíssima parceria com o Esporte Interativo, que irá transmitir todo o playoffs da liga em tempo real, para todo o Brasil “, explica Jota Junior, Diretor de Marketing da Global Games.

Playbor: Maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos será realiza em Belo Horizonte

Mais uma boa oportunidade de se destacar no cenário de desenvolvimento de games no Brasil: O Sebrae Minas e a pré-aceleradora de games Playbor lançam desafio para programadores, artistas, designers e empreendedores desenvolverem games. A Game Jam, como é conhecida a maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos, será realizada no dia 7 de setembro, feriado da Independência, na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte. 

Em 48 horas de imersão, os participantes receberão orientações sobre mercado e tendências, e terão o desafio de criar um protótipo de um jogo eletrônico.

“Os games deverão ser desenvolvidos a partir do direcionamento que daremos no início do desafio sobre as principais demandas de grandes players e investidores do segmento”, explica João Guilherme Paiva, diretor de negócios da Playbor.

Os projetos com as melhores ideias e potencial comercial participarão do programa de pré-aceleração da Playbor. Durante três meses, as equipes receberão mentorias, consultorias e capacitações na área técnica e também em marketing, finanças e gestão.  

“Não é só fazer o game, os empreendedores também devem estar preparados para colocar o produto no mercado e conseguir investidores”, afirma Márcia Valéria, analista do Sebrae Minas.

Algumas equipes já foram selecionadas na fase on-line. Porém, quem quiser participar do desafio ainda pode se inscrever presencialmente no dia 7 de setembro, das 13h às 15h, durante o evento Música Mundo, que será realizado no espaço CentoeQuatro (Praça Rui Barbosa, 104, Centro). As inscrições gratuitas são individuais e os participantes serão divididos em equipes no dia do desafio.

 

Serviço – Game Jam Playbor/Sebrae em MG

Dia 7 de setembro (quinta-feira), a partir das 16h

Sede do Sebrae Minas – Avenida Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada

Inscrições presenciais gratuitas: 7 de setembro, das 13h às 15h, no Música Mundo (Praça Rui Barbosa, 104 – Centro)

Distortions estará disponível para gameplay na BGS 2017

O Pavilhão Indie da Brasil Game Show promete ser um dos melhores de todos os tempos graças a presença de jogos fantásticos, como é o caso de Distortions, da produtora indie brasileira Among Giants. O game terá uma demo exclusiva na maior feira de games da América Latina para quem quiser testar. O título é o atual vencedor do BIG Festival, tendo levado os prêmios de Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Jogo no voto popular.

Among GiantsAlém de testar o game, os visitantes poderão bater um papo com toda a equipe de desenvolvedores do Distortions. É a oportunidade para descobrir quais engines foram utilizadas para obter o resultado final e as inspirações por trás do enredo. Mas se você quiser perguntar qual pizza era a mais pedida pela equipe durante o desenvolvimento não tem problema. Vale destacar ainda que no estande de Distortions haverá uma cosplayer com os trajes da garota que protagoniza o game. Você pode tirar fotos à vontade. A intenção é popularizar ainda mais a franquia entre os jogadores brasileiros.

Em Distortions você controla uma garota que acorda em um quarto estranho e desconhecido. Sem entender o que se passa ou onde está, a jovem começa a investigar o quarto, mas para seu desespero percebe que o tempo parece estar parado e os objetos congelados, como se a gravidade já não mais existisse. A partir daí, o jogador deve conduzir a jovem através de um mundo vasto e solitário, na tentativa de descobrir respostas para os mistérios que a rodeiam.

Sua única arma é um violino, que deve ser utilizado para defender-se. Mas não pense que ela deve golpear os inimigos com golpes de violino, mas sim encontrando partituras perdidas de músicas que servem para deter os inimigos, manipular o ambiente, entre outras ações. Além disso, a jovem deve encontrar páginas perdidas de um estranho diário que contém pistas que a guiarão em sua jornada. De acordo com os produtores, Distortions conta com referencias de games como Shadow Of The Colossus, Silent Hill 2, e de filmes como Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças e Once, apenas uma vez.

Abaixo tem um trailer de Distortions:

Criança Segura lança jogo para ensinar a prevenção de acidentes para o público infantil

Acidentes são uma constante, principalmente entre as crianças que não medem a periculosidade de seus atos e brincadeiras. Todos os anos milhares de crianças de zero a 14 anos morrem e outras centenas de milhares são internadas devido a algum tipo de acidente, como atropelamento, afogamento, sufocação, queimadura etc. Pensando nisso, a Organização Criança Segura está lançando um aplicativo que dá dicas de segurança para os baixinhos.

Basicamente o aplicativo é um grande guia para que as crianças se informem sobre como prevenir acidentes e adotem comportamentos e medidas que garantam sua própria segurança. A ideia é que a linguagem seja apropriada para educar as crianças de forma rápida e efetiva.

O jogo estará disponível a partir de 30 de agosto, data em que se comemora o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes. Para jogar, basta acessar o site. A dinâmica é a seguinte: por meio de vários jogos curtos, apresenta situações nas quais os pequenos aprendem a identificar os perigos em ambientes domésticos ou no trânsito e dá dicas de como evitar acidentes que podem acontecer com as crianças, tudo isso de forma divertida e leve, afinal, criança aprende brincando.

“A nossa mensagem é sempre direcionada para o adulto, pois entendemos que ele é o responsável pela vida da criança. Mas, é importante também ensinarmos a criança noções de comportamento seguro para que ela seja capaz de compreender algumas situações de perigo desde pequena. Daí vem a importância de um game como esse. Nele, nós nos preocupamos em trabalhar todas as principais causas de acidentes com crianças, como queda, intoxicação, sufocação, afogamento etc. Dessa forma, esperamos contribuir com o desenvolvimento da autonomia de meninos e meninas, com uma linguagem direcionada para esse público e muita ludicidade.”, explica Carla Lerner, responsável da Criança Segura pela área de Mobilização da organização e pelo desenvolvimento do jogo.

A intenção da Organização Criança Segura é lançar um aplicativo para iOS, Android e Windows Phone em breve. Assim, os baixinhos podem aprender em qualquer lugar como evitar acidentes. A expectativa é que o jogo se torne referência e evite uma série de situações ruins para os pais e para as crianças. O primeiro passo já foi dado.

Para quem não conhece, a Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Quake Champions expande presença nos eSports em 2017 com torneios nos EUA e na Suécia

A franquia Quake é uma das mais lendárias no gênero FPS e Quake Champions veio justamente para restabelecer a importância da franquia. Os objetivos agora são agarrar parte dos seguidores de eSports e parece que as coisas estão no rumo certo graças as finais do mundial Quake World Championships, na QuakeCon.

Recentemente a Bethesda e a DreamHack revelaram dois novos torneios para 2017, expandindo o alcance do jogo no atual cenário competitivo profissional: o DreamHack Denver Quake Championship, que tem premiação de US$ 75 mil, nos EUA, e o Quake Champions Invitational, um grande torneio que será realizado no festival DreamHack Winter, na Suécia, com premiação de US$ 350 mil. Novos eventos de eSports para Quake Champions serão anunciados no futuro.

DreamHack Denver Quake Championship – 20 a 22 de outubro: A Bethesda realizará um campeonato de Quake Champions em Denver, Colorado, nos EUA, com premiação de US$ 75 mil, em que os competidores irão se enfrentar tanto no modo Duel quanto no intenso modo de times 4v4, o Sacrifice. As qualificatórias para o DreamHack Denver Quake Championship começarão em setembro.

Quake Champions Invitational, na DreamHack Winter – 1 a 4 de dezembro: Os melhores jogadores estarão reunidos no primeiro Quake Champions Invitational, que será realizado no DreamHack Winter, na Suécia. Os maiores jogadores de elite de todo o mundo irão competir por uma premiação de US$ 350 mil nos modos Duel e Sacrifice.

Ambos os torneios contarão com qualificatórias abertas, além de uma seleta lista de grandes jogadores profissionais de Quake Champions que serão convidados a competir. Aqueles interessados em participar das qualificatórias abertas poderão se inscrever no site da DreamHack. Detalhes serão anunciados num futuro próximo.

Se você não quiser esperar pelos torneios da DreamHack para ver mais competições de Quake Champions, não deixe de assistir às finais do Quake World Championships, direto da QuakeCon, nesta semana, de 24 a 26 de agosto, onde os melhores jogadores do mundo irão se enfrentar ao vivo, nos do Twitch e Facebook.

Hoplon anuncia sua primeira participação na Gamescom, o maior evento de games da Europa

Os desenvolvedores brasileiros estão em alta e a Hoplon é uma das empresas nacionais em ascensão graças ao sucesso de Heavy Metal Machines. Mas a ideia do estúdio não é restringir o game aos jogadores brasileiros. A Hoplon se prepara para estrear em um dos maiores eventos de jogos eletrônicos do mundo e o maior da Europa, a Gamescom. De 22 a 26 de agosto, em Colônia, na Alemanha, o estúdio terá um estande no espaço da Abragames (Associação Brasileira das Empresas Desenvolvedoras de Jogos Digitais).

De acordo com a Abragames, o espaço será dedicado às desenvolvedoras brasileiras independentes e os visitantes poderão conhecer e jogar Heavy Metal Machines, jogo multiplayer online de batalha veicular free-to-play criado pela Hoplon e que já está disponível em beta aberto no Steam. A expectativa é que os visitantes conheçam a força do desenvolvimento de jogos brasileiros.

“É muito importante participar da Gamescom, ambiente perfeito para nos manter conectados com o que há de melhor na indústria mundial, trocar experiências com outros estúdios e profissionais desse mercado”, disse Rodrigo Campos, CEO da Hoplon. “Temos trabalhado muito para que Heavy Metal Machines esteja cada vez mais inserido no cenário competitivo de esportes eletrônicos, e participar de um evento dessa grandeza também será uma oportunidade única para receber o feedback de gamers de todas as partes do mundo e tornar o jogo ainda mais conhecido.”

Para quem não conhece, Heavy Metal Machines é um jogo de combate veicular onde os competidores devem se enfrentar em pistas de um mundo pós-apocalíptico. Como se não bastasse todo o clima de destruição, as partidas são embaladas pelo som pesado do Rock n’ Roll. Habilidade no volante e a malandragem são essenciais para garantir a vitória nos confrontos. O clima lembra muito o clássico Rock ‘n Roll Racing. Heavy Metal Machines está disponível em beta aberto no Steam e pode ser baixado de graça. Para conhecer as novidades do game, acesse o site.

Confira o vídeo de Heavy Metal Machines da Hoplon

Electronic Arts anuncia Fe para Xbox One, PS4, PC e Nintendo Switch

A Electronic Arts anunciou que Fe, do programa EA Originals, será lançando no mundo todo no início de 2018. Desenvolvido pelo estúdio sueco Zoink Games e vencedor de diversos prêmios, Fe é um novo tipo de jogo de plataforma sem palavras, mas cheio de sons. Com Fe, um pequeno filho que de repente acorda na floresta, os jogadores descobrirão um mundo que eles nunca mais vão querer deixar, enquanto usam sons para se comunicar, para se conectar com a natureza, identificar criaturas amigáveis ou hostis e interpretar a narrativa ao longo do caminho.

“Nós quisemos criar um jogo que dê o sentimento de explorar algo especial”, disse Klaus Lyngeled, CEO e Líder Criativo da Zoink Games. “Nós gastávamos horas nas florestas quando crianças, e enquanto isso parecia assustador no início, eventualmente os sons estranhos se tronavam familiares – você se torna parte da natureza e a floresta passa a parecer um lar. Os jogadores terão sentimentos parecidos enquanto jogam Fe. Quando e como ele for jogado, garantimos que será uma experiência única de descoberta, diferente de tudo que foi jogado antes.”

“Com Fe, o estúdio Zoink nos lembrou que tudo está conectado. Eles criaram um jogo em que a mágica e a beleza da natureza e suas criaturas vêm à vida, disse Patrick Soderlund, EVP da EA Worldwide Studios. “Esse jogo e esse estúdio incorporam o espírito do programa EA Originals que críamos há pouco mais de um ano – a Liberdade de criar e de trazer jogos inovadores e memoráveis para os jogadores de todo o mundo de forma única”.

Em Fe, os jogadores ficarão encantados com os entornos naturais enquanto descobrem segredos, cumprem missões paralelas e conhecem criaturas místicas da floresta. Os jogadores irão subir, deslizar e cavar enquanto viajam através de uma experiência aberta, conhecendo, interagindo e resgatando plantas e animais dos Silent Ones, os antagonistas que estão ameaçando a floresta. Com uma liberdade de exploração sem igual em um mundo cheio de mistérios para descobrir, os jogadores se tornarão Fe e nunca mais vão querer ir embora.

Fe será lançando mundialmente no início de 2018 para Xbox One, PlayStation 4, Origin para PC e Nintendo Switch. Para mais informações, clique aqui.

Veja o trailer de Fe da Electronic Arts:

Conheça Decoherence, a primeira IP do estúdio Efecto da Colômbia

Nosso destaque do dia vem diretamente do estúdio Efecto da Colômbia. O game chamado Decoherence, um jogo de ação e estratégia em que jogadores constroem e colocam robôs para travar lutas ferrenhas. O foco do jogo é o PvP, de modo que a ação online é onde as coisas ficam mais agitadas.

Você monta os robôs com componentes destrutivos e em seguida coloca sua equipe para brigar na arena de combate. Após configurar o comportamento de suas unidades, basta lutar ao lado delas para submeter o time adversário. Decoherence é a primeira IP do Efecto Studio, que é composta por desenvolvedores atuantes na indústria há mais de dez anos.

Decoherence proporcionará uma experiência multiplayer competitiva mesclando a ação frenética com estratégia e táticas completas, tornando o jogo em uma proposta bastante diferente no gênero. Duas partidas jamais serão iguais pois as lutas são definidas não apenas pela habilidade, mas também pelas decisões estratégicas”, disse Miguel Posada, game designer e cofundador da Efecto Studios.

Decoherence ainda está em na fase mais delicada do desenvolvimento, que é captar feedbacks dos jogadores a fim de tornar a experiência perfeita. Para isso, eles estão recrutando alpha testes. Se você quiser testar o game e enviar um feedback basta preencher um formulário.

Abaixo tem um trailer de Decoherence:

Simpósio Brasileiro de Jogos (SBG 2017) terá workshop de jogos e saúde

O SBG 2017 (XVI Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital) vêm aí e uma das atividades mais interessantes será o II Workshop de Jogos e Saúde.  Basicamente objetivo é disseminar e discutir iniciativas de desenvolvimento e aplicação de jogos na área de saúde. Este evento é resultado de um esforço conjunto entre as Comissões Especiais de Jogos e Entretenimento Digital (CE-Jogos) e de Computação Aplicada à Saúde (CE-CAS) da SBC.

Assim, o II Workshop de Jogos e Saúde será um fórum privilegiado de trocas sobre pesquisa e desenvolvimento de jogos, agregando pesquisadores, desenvolvedores e interessados na interface produtiva entre jogos digitais e saúde, entendida nas suas dimensões fisiológicas, psicológicas, sociais e coletivas. Assim, pretende-se consolidar um espaço fértil para discussão, ação e produção de conhecimento neste campo emergente e passível de representar grandes benefícios para a sociedade.

De acordo com os organizadores, além de palestras, o espaço contará com demos e mesa redonda a submissão de resumos que serão apresentados durante o evento em formato poster. Espera-se que haverá uma troca de experiências entre os pesquisadores e a comunidade da área de jogos e saúde.

A fim de enriquecer ainda mais o SBG, a organização convida os autores a e pesquisadores da área a submeter artigos científicos sobre pesquisas originais e aplicações inovadoras nas áreas de Jogos aplicadas à Saúde. A lista não exaustiva de tópicos de interesse inclui:

  • Jogos aplicados à saúde
    · Jogos para promoção a saúde
    · Jogos comerciais de entretenimento e sua relação com a saúde
    · Jogos para ensino de saúde (usados em sala de aula)
    · Métodos e técnicas para o desenvolvimento de jogos aplicados à saúde
    · Métodos e técnicas para a avaliação de jogos aplicados à saúde
    · Avaliações e análises do impacto de jogos aplicados à saúde
    · Uso de jogos na educação de profissionais em saúde
    · Realidade aumentada e virtual aplicada em jogos de saúde
    · Uso de jogos em terapias
    · Uso de jogos nas políticas de saúde

Deve ser utilizado o formato definido pela SBC – Sociedade Brasileira de Computação. Os artigos submetidos devem ser anônimos, não contendo nomes, endereços ou outras informações que possam identificar seus autores. Todos os artigos devem estar no formato PDF e poderão ser submetidos em português, espanhol ou inglês. Nesta edição teremos apenas a submissâo de resumos de no máximo 1 (uma) página para serem apresentados em formato poster. A submissão dos trabalhos será exclusivamente eletrônica através do Sistema JEMS. As submissões de artigos já estão abertas e o prazo encerra no dia 18/09/2017. Todo o calendário está no site da SBG.

Publicação da Programação Definitiva

Serão incluídos na programação definitiva e publicados apenas os resumos com versão final entregue, pelo menos um coautor já inscrito no evento e com termo de cessão de direitos à SBC devidamente assinado. Os trabalhos aceitos serão convidados a escrever uma versão estendida para uma edição especial que pretendemos ter numa revista científica a ser definida.

Serviço – SBG 2017

Quando: 2 a 4 de novembro

Onde: PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná) – Rua Imaculada Conceição, número 1155

Site: http://www.sbgames.org/sbgames2017/home