Arquivo da categoria: Jogos Online

Trajes Fatais é o game de luta 2D do estúdio Onanim

Durante uma festa a fantasia, uma misteriosa divindade concede poderes aos convidados, de acordo com os trajes que estão usando. Agora, eles precisam participar de um perigoso torneio para escapar. Essa é a premissa de Trajes Fatais, um jogo de luta para PC em pixel art desenvolvido pelo estúdio indie Onanim, com mecânica acessível e animações de alta qualidade remetendo aos grandes clássicos 2D.

Uma misteriosa entidade denominada Makiabel congela o tempo, cedendo a alguns participantes da festa o poder das fantasias que estão usando. Guiados por uma versão alternativa de si mesmos, os B-sides, os escolhidos são obrigados a lutar entre si, competindo pela própria liberdade e pelo Poder destinado ao vencedor. Apenas um deles pode vencer o torneio dos Trajes Fatais.

O game esteve em campanha no Kickstarter, porém não atingiu a meta necessária. Mesmo assim, o estúdio Onanim não desistiu da ideia de lançar o game e promete novidades  em breve. O título segue a linha dos jogos de luta 2D da geração 16-32 bits, ou seja, a qualidade promete ser das mais altas. Há um beta disponível para PCs, já com o modo versus e quatro personagens jogáveis: Lucy Fernandez, Lourenço Sombra, Cristiano Martins e Lucy BSide.

onanimA Mecânica de Trajes Fatais é bem simples: com um botão de ataque você pode realizar várias ações. Cada uma das direções somadas ao ataque ocasiona uma reação apropriada. Cabe ao jogador saber os melhores movimentos para cada situação de jogo. A expectativa é que a versão final traga mais botões de ação e funcionalidades. Além dos torneios, os jogadores podem mergulhar no modo história, desvendando as intrigas políticas e os segredos da cidadezinha de Apolínea do Sul e das motivações do misterioso Makiabel.

Outro ponto forte é o estilo visual em pixel art totalmente desenhado à mão. Não é a toa: os desenvolvedores se declararam fãs de jogos como The King of Fighters e Street Fighter. Trajes Fatais venceu o prêmio de Melhor Jogo por voto popular no SBGames 2015 e recebeu sinal verde no Steam Greenlight.

O jogo será lançado inicialmente para PC Windows  mas temos planos de portar para Linux e Mac, bem como PS4, XOne, Android e iOS. Como a meta não foi atingida, não há uma previsão concreta de lançamento, mas a expectativa é que em meados de 2017 tenhamos mais novidades.

Confira o trailer de Trajes Fatais:

Websérie produzida pela Gomídia conta a história do Counter Strike no Brasil

Counter Strike é um marco na história dos eSports do Brasil e provavelmente a maior razão pela febre das lan houses. Para demonstrar a importância deste título em nosso país, a Gomídia, agência de marketing digital com foco em entretenimento, foi a fundo na história de Counter Strike no Brasil. O resultado é a websérie “NVIDIA Experience – CS: GO”, produzida em parceria com a NVIDIA e que aborda, em quatro episódios, desde a chegada do jogo ao país, sua popularização, o crescimento do cenário competitivo e o lançamento de Counter Strike: Global Offensive (versão definitiva da franquia), até as finais do campeonato mundial disputadas recentemente no Brasil.

Para a primeira websérie produzida para a NVIDIA Brasil, a Gomidia ouviu figuras que fazem parte da história do jogo no país, como Alexandre “Gaulês” Borges, tricampeão brasileiro de Counter Strike e atual dono da equipe g3x; Claudia “Lokinha”, uma das primeiras jogadoras de Counter Strike e ex-membro da primeira equipe feminina de CS, e Gabriel “Fallen”, melhor jogador brasileiro de Counter Strike da atualidade, que contaram um pouco de suas experiências com Counter Strike, desde o tempo das lan houses e competições locais até os grandes torneios que hoje atraem milhares de espectadores pelo mundo e premiam atletas de e-sports com cifras milionárias.

“O CS faz parte da cultura gamer e foi isso que procuramos mostrar nessa websérie. Trouxemos pessoas ligadas ao game e que fizeram história ganhando competições e representando o Brasil, e o feedback junto à comunidade tem sido bem positivo”, comenta Lucas Patrício, diretor geral e cofundador da Gomídia.

A websérie já está no ar e se você é fã de Counter Strike esta é uma oportunidade de conhecer mais sobre seu jogo. Afinal de contas, a websérie é a primeira e única a mostrar as origens do jogo e o crescimento do cenário competitivo no país. O interessante é que CS surgiu em uma época em que nem todos tinham um computadr pessoal em casa, mas isto não o impediu de ser um dos games mais influentes de todos os tempos.

Abaixo você confere os quatro episódios da websérie de Counter Strike produzida pela Gomídia e NVIDIA Brasil:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Parte 4:

 

Riot Games Brasil e SporTV transmitem a final do Campeonato Mundial de League of Legends

Boa notícia para os fãs de League of Legends: a Riot Games e os canais SporTV retomaram a velha parceria, de modo que a rede televisiva volta a transmitir as partidas decisivas do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2016 (CBLOL) e o International Wildcard Qualifier 2016 (IWCQ). A intenção é transmitir as partidas até que chegue a grande final do Campeonato Mundial de League of Legends 2016 (Worlds), a ser realizada no dia 29 de outubro.

O palco da grande partida final será o STAPLES Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A transmissão, com direito a Cerimônia de Abertura, terá início às 20h30 (horário de Brasília), no SporTV2 e sportv.com, e contará com a participação da equipe brasileira de apresentadores da Riot Games diretamente do ginásio. Os torcedores também poderão assistir o embate nos canais da Riot Games Brasil no YouTube, noTwitch TV e no Azubu TV.

O Worlds 2016 teve início em 29 de setembro, quando o Bill Graham Civic Auditorium, em São Francisco, recebeu as 16 melhores equipes do mundo para a disputa da Fase de Grupos. Em seguida, foi a vez de Chicago sediar as Quartas de Finais, no tradicional Chicago Theatre. Em 21  de outubro foi a vez da cidade de Nova Iorque abrir as portas do Madison Square Garden para as Semi-finais. Todas as partidas são transmitidas pelos canais da Riot Games Brasil e a cobertura completa do campeonato pode ser acompanhada em br.lolesports.com.  A parceria espera repetir o sucesso das transmissões anteriores, quando a Riot Games e o SporTV juntos tiveram audiência de 2,1 milhões de pessoas no CBLOL e 2,3 milhões no IWCQ.

“O interesse dos brasileiros pelas partidas da Fase de Grupos do Worlds deste ano garantiu a média de audiência de 600 mil espectadores e o público acompanhou não só as partidas da INTZ, representante brasileiro, como dos demais times da elite do cenário profissional mundial”, diz Roberto Iervolino, Gerente Geral da Riot Games Brasil. Os fãs do jogo também acompanham as redes sociais e a cobertura da imprensa de eSports, demonstrando interesse pelo cenário internacional. “O Brasil apresenta não só equipes profissionais capazes de disputar campeonatos no exterior, como também uma torcida que vibra com as partidas entre as melhores equipes do mundo. Isso só reforça nossa crença e afirmação do esporte eletrônico como conteúdo relevante para o público”, completa o executivo.

Mais sobre as transmissões de League of Legends

Os fãs de eSports também poderão acompanhar a grande final por meio da Torcida LoL: uma série de eventos independentes espalhados pelo país que reúnem a comunidade de League of Legends durante partidas decisivas. Esse ano serão realizados 70 eventos com a expectativa de receber mais de 20 mil torcedores. Todos que comparecerem à Torcida LOL ganharão brindes e participarão de diversas atividades. Para mais detalhes e informações acesse o site do evento.

Infográfico imagina onde estariam os pokémons raros de Pokémon Go

“Onde estarão os pokémons raros”? Esta é a pergunta que não para de vir à mente dos jogadores de Pokémon Go, o mais estrondoso sucesso dos jogos mobile. Infelizmente não há uma resposta concreta, mas sabemos que os jogadores mais dedicados ao menos conseguem visitar lugares bastante lugares interessantes. Talvez fosse pensando nisso que o pessoal da CarroAluguel criou um divertido infográfico conjecturando onde os pokémons deveriam ser encontrados no Brasil.

Vale destacar que o seguinte gráfico é apenas um exercício de imaginação. Não há qualquer indício de que os referidos pokémons realmente estão ou estiveram nas localidades indicadas dentro de Pokémon Go. Foi levado em consideração as características dos pokémons e das seguintes regiões do Brasil. Se fossem criaturas reais seria bem provável que eles fossem encontrados nessas localidades.

Confira abaixo o infográfico de onde deveriam estar os pokémons raros em Pokémon Go:

Obs: Você pode ver clicando na imagem abaixo ou no link da imagem:

Pokémon

Level Up leva jogadores de Smite para o eGames Showcase no Rio de Janeiro

Parece que o espírito olímpico invadiu os videogames! Pois, em meio às celebrações olímpicas, a Level Up, em parceria com o Comitê Internacional da eGames, levará o jogo Smite para o Rio de Janeiro. De acordo com a empresa, esta participação será a única dentre as distribuidoras de jogos online a participar do evento. O eGames Showcase será realizado durante a Olimpíada Rio 2016, no dia 15 de agosto e terá como palco a Casa de Hospitalidade do Reino Unido, localizada no Parque Lage.

A Level Up chegou a convidar jogadores que participaram do último mundial de Smite (SWC 2016) para mostrar uma partida a nível competitivo mundial. A ideia é mostrar o alto nível dos jogadores mais dedicados, mostrando que eles não devem em nada aos esportistas das olimpíadas, pelo menos em se tratando de dedicação. Nessas partidas será possível conferir de perto todo o trabalho em equipe, técnicas e estratégias que levaram esses jogadores a se tornarem grandes cyberatletas.

“O cenário de esportes eletrônicos está crescendo e isso já é uma realidade. A Level Up participar de um evento dessa relevância apenas comprova que estamos no caminho certo”, disse Henrique Fajardo, Gerente de Produtos de Smite no Brasil. “Acreditamos que tanto Smite quanto todo o cenário competitivo de eSports tende a crescer ainda mais daqui para frente”.

Vale destacar que o eGames Showcase será um evento de caráter totalmente online, de modo que a única maneira de prestigiar os confrontos é através de streaming. Haverão times de diversas regiões do mundo competindo, de modo que a ideia é fazer uma mini-olimpíada de jogos eletrônicos. No site do evento há informações de onde assistir e quando serão realizadas as partidas.

Para quem não conhece, SMITE é um dos MOBAs mais populares da atualidade. O jogo coloca figuras mitológicas em combates titânicos altamente competitivos pela supremacia no campo de batalha. As partidas costumam ser bastante empolgantes e são decididas mais pela estratégia do que pela sorte dos times em competição. O jogador assume o papel de divindades de diversos panteões – nórdico, grego, romano, maia, chinês, hindu e o recém-chegado japonês –, cada qual com habilidades distintas que, combinadas com as de outros membros de seu time, podem desencadear resultados cataclísmicos! Por se tratar de um MOBA, o jogo valoriza o trabalho em equipe, e todos devem agir em sincronia para superar os desafios.

Por seu equilíbrio refinado, ele estimula o crescimento do cenário de eSports, promovendo times e organizações. O gameReporter chegou a assistir de perto a final de Smite no Brazil Gaming League, realizado este ano. O acesso e o download do jogo são totalmente gratuitos. Para mais informações, confira o site oficial do jogo.

 

Serviço – eGames Showcase

Onde: British House, Parque Lage, Rio, Brazil

Quando: 15 e 16 de Agosto de 2016

 

Seal Online oferece prêmios para jogadores brasileiros

Enquanto você lê está matéria, tem uma galera se divertindo no closed beta de Seal Online, o MMORPG da coreana Playwith Latin America. Ciente do potencial que o game tem em terras tupiniquins, a produtora decidiu uma série de ações exclusivas para premiar os jogadores locais que estão ajudando a melhorar a qualidade do game. Até o dia 11 de maio, a Playwith Latin America premiará os usuários de Seal Online com trajes produzidos especialmente para o público do Brasil e dinheiro virtual.

As roupas especiais têm temáticas típicas do Brasil, como o traje de capoeira e a roupa de samba. Para ganhar as vestimentas de samba, os jogadores precisam atingir o nível 50, e para ganhar a vestimenta de capoeira, precisam atingir cinco personagens ao nível 20 do game. Para quem não conhece, Seal Online é um Massive Multiplayer Online que coloca o jogador no mundo de Shiltz para encarar quests desafiadoras, batalhas contra NPCs e personagens míticos com design inspirado em animações japonesas.

Como o jogo é novo para o público brasileiro, a Playwith tem feito acompanhamento constante das partidas durante o closed beta e oferece tutoriais aos jogadores que estiverem com dúvidas. A partir do feedback dos jogadores, a produtora fará ajustes para garantir que Seal Online esteja de acordo com o gosto e as expectativas dos brasileiros.

Ainda durante a fase closed beta, um concurso realizado pelo bate papo do jogo oferecerá um prêmio de cinco milhões de CEGELS (o dinheiro no jogo). Além dos trajes e do concurso, a Playwith Latin America preparou também dois eventos especiais exclusivos aos participantes brasileiros de Seal Online. Em um deles, um foguete com destino à Lua leva os jogadores para uma viagem onde há diversos prêmios raros.

Para quem não quer ir tão longe, a terra de Shiltz ganhou uma nova arena de batalhas player versus player, em que o jogador pode mostrar toda a sua força e receber em troca itens poderosos e joias. As premiações são exclusivas para os participantes do closed beta, que vai até 11 de maio e tem limite de participação de 10 mil jogadores. Ainda dá tempo de participar do closed beta, basta acessar o site do game.

Abaixo tem o trailer de Seal Online:

BRMA Rio terá campeonatos de League of Legends, CrossFire, Counter-Strike e Rainbow Six Siege

O nome Brasil Mega Arena já é reconhecido por jogadores de todo o país e não é espanto que ocorram edições regionais deste que é o maior evento de e-Sports do Brasil. Desde a quinta-feira (28) até o dia 1 de maio, ocorre o BRMA Rio na capital carioca. Neste evento ocorrerão disputas entre os maiores times do país por prêmios em dinheiro e projeção nacional. Na edição BRMA Rio, haverá campeonatos de quatro dos maiores jogos de PC da atualidade: League of Legends, CrossFire, Counter-Strike e Rainbow Six Siege. De acordo com a organização, os prêmios ultrapassam o valor de além de R$ 126 mil, o maior já oferecido pelo evento.

Os torneios acontecem seguindo a fórmula single elimination – melhor de três – e serão disputados em dois palcos, sendo todas as finais no Mega Palco, com transmissão ao vivo pelo Twitch, narradores e comentaristas profissionais, telões e todo o aparato típico de grandes eventos. Quem comparecer pessoalmente poderá jogar alguns games do momento em computadores espalhados pelo evento.

Além disso, haverá jogos indies e estandes com produtos licenciados das equipes. Alguns Youtubers de sucesso estarão no BRMA Rio para interagir com o público. Entre eles estão confirmados o Rato Borrachudo, Muca Muriçoca, Luccas Neto, La Fênix, Gordox, Zigueira, Cellbit, Ziggy Zira, Natasha Rattacasso, Juliana Ribeiro, Eduardo Barreto, Toddynho e PedroDBR.

Entre os torneios, um dos destaques é League of Legends, que reunirá proeminentes equipes como paiN Gaming, INTZ, KaBuM, RED Canids, g3nerationX, Keyd Stars e Operation Kino. Um oitavo time será selecionado em etapa classificatória no estúdio da BRMA dentre times da Brasil Mega Cup. A premiação no LoL totaliza R$ 30 mil – o dobro do valor colocado a prêmio na última edição carioca – sendo R$ 10 mil para o campeão, R$ 5.500,00 para o vice, R$ 3.750,00 para o terceiro e quarto e R$ 1.750,00 do 5º ao 8º. Cada time recebe ainda ajuda de custo de R$ 2 mil.

Outro destaque é o campeonato de CrossFire, que será disputado entre quatro times convidados que brigarão pelo total de R$ 10 mil. O vencedor leva R$ 4 mil, o segundo colocado R$ 2.500,00 e o terceiro e quarto, R$ 1.750,00. Já o torneio de Counter-Strike reúne as quatro melhores equipes da liga da Brasil Mega Cup. Cada equipe recebe ajuda de custo de R$ 1.250,00 e se enfrentam pelo prêmio total de R$ 15 mil em competições que acontecem nos dias 29 e 30 de abril. O grande vencedor leva R$ 6.500,00, o vice R$ 4.000,00, o terceiro R$ 2.500,00 e o quarto, R$ 2.000,00.

As partidas finais da principal competição do ano da Ubisoft, a Elite Latinoamericana de Rainbow Six 2016, irão acontecer na BRMA Rio. O campeonato vai reunir as melhores equipes do cenário para disputas de Rainbow Six Siege, game com grande potencial competitivo e com jogadores de destaque. Entrarão na disputa as oito melhores equipes da Liga Six e outras oito definidas por meio de etapa classificatória.

Serviço –BRMA Rio (Brasil Mega Arena RIO 2016)

Dias 28, 29 e 30 de abril e 1 de maio de 2016
Local: Centro de Convenções SulAmérica
Endereço: Av. Paulo de Frontin, 1 – Cidade Nova, Rio de Janeiro – RJ, 20260-010

Trade Rally aumenta 20% dos resultados de empresa de Telecom no Brasil

A gamificação não é exatamente uma novidade no mundo dos negócios corporativos, mas ainda existem poucas empresas que se utilizam dessa mecânica para melhorar seus resultados. Recentemente foi realizado um estudo com promotores de vendas da TMS – Trade Marketing Solution, empresa especializada em operações de trade marketing e vendas, utilizando a plataforma de gamificação Trade Rally. O resultado final foi animador: aumento médio de 20% o resultado em vendas.

Esses dados foram coletados a partir do uso do aplicativo Trade Rally, desenvolvido pela Solvian, empresa de tecnologia que visa soluções para o controle de operações em campo. A pesquisa foi aplicada a dois grupos de funcionários da TMS, que prestam serviços a uma operadora de telecomunicações. De acordo com a TMS, todos os colaboradores da empresa fizeram uso do aplicativo Trade Rally para controle de suas atividades, no entanto, apenas um grupo utilizou o recurso com a gamificação. O estudo fez análise de atividades como visitas/assiduidade, aderência ao roteiro, registro de vendas e aumento de produtividade.

O grupo que utilizou o game apresentou 31% a mais de aderência ao roteiro estabelecido do que o segundo grupo, sem gamificação. A quantidade de check-ins também foi bastante representativa, o grupo do game fez 51% a mais do que o outro. A gamificação acaba motivando os funcionários de determinada empresa a superar a si mesmos, tal como ocorre em um jogo especialmente desafiador.

“O Trade Rally permitiu que a TMS tivesse um controle mais preciso das operações. O modelo de gamificação engajou a equipe de maneira diferenciada. Com feedbacks diários de desempenho pela própria plataforma, foi notável a automotivação entre os promotores para melhorar a performance e alcançar melhores posições”, disse Jonathan Dagues, diretor da TMS.

O aplicativo Trade Rally foi utilizado via smartphone e a ideia é que ele transforma cada tarefa diária da equipe de campo em desafios e missões para o acúmulo de pontos, porém sua estética é similar a um videogame. Semanalmente, aqueles que se destacavam no ranking da equipe recebiam prêmios.

“Desenvolvemos a plataforma com gamificação para engajar a equipe e tornar o processo de controle da operação em campo mais divertido. O game mostrou-se uma forma eficaz de estimular o promotor a prestar contas, melhorando a comunicação entre empresa e funcionário, valorizando o trabalho e premiando por mérito”, ressalta Benedito Fayan, diretor da Solvian.

Sobre a importância de Trade Rally na gamificação de empresas

De acordo com a TMS, o Trade Rally é a primeira plataforma de gamificação no Brasil aplicada ao trade marketing. A aposta da empresa é que o aplicativo se tornará muito popular em empresas que busquem motivar e melhorar o resultado de seus funcionários. Estimativas sugerem que até 2020, 85% das grandes companhias terão elementos de gamificação em suas operações. Além disso, o investimento em gamificação corporativa atingirá cerca de US$ 5 bilhões mundialmente até 2018.

Grupo Nexon anuncia parceria com a NAT Games e o lançamento do RPG HIT

A Nexon já tinha experiência no mercado de jogos free-to-play online e mobile, mas a companhia quer estender ainda mais sua participação no mercado através de parcerias estratégicas. A divisão Nexon Korea anunciou nova parceria com a produtora de jogos mobile NAT Games. O objetivo é publicar jogos mobile da NAT Games em diferentes mercados. O primeiro jogo desta parceria será HIT (Heroes of Incredible Tales).

Nenhuma das duas empresas são muito conhecidas da grande massa, mas vale destacar que a NAT Games é uma companhia de jogos mobile liderada por Yong-Hyun Park, que desenvolveu os populares MMORPG para PC Lineage II e TERA. O primeiro jogo da NAT Games para mobile é HIT, um RPG de ação 3D no qual os jogadores tornam-se cavaleiros para salvar um mundo coberto em escuridão.

O game faz uso da Unreal Engine 4 e oferece gráficos de qualidade para disponíveis mobile e um sistema de habilidades personalizáveis. O sistema de habilidades de HIT oferece um combate com combos aéreos, golpes de arremeço, e takedowns. O título oferece modo história, uma arena free-for-all para até seis jogadores e raids massivas. Na ocasião de seu lançamento, HIT tornou-se o jogo mais vendido do Google Play e App Store.

“Estamos entusiasmados por fortalecer a nossa relação com a NAT Games, reconhecida pelo seu talento extraordinário no desenvolvimento de jogos,” disse Jiwon Park, o Chief Executive Officer da Nexon Korea. “HIT alcançou um notável sucesso regional, e estamos ansiosos para continuar o nosso trabalho com a NAT Games com HIT para aumentar o sucesso e atingir um lançamento global.”

Fazia algum tempo que uma empresa coreana não lançava um jogo no Brasil. Está será uma oportunidade de vermos o quanto o mercado free to play está aquecido. De acordo com a companhia, HIT já acumula mais de cinco milhões de downloads desde seu lançamento em terras asiáticas. O game já está disponível gratuitamente para Android.

Abaixo tem um trailer do jogo HIT:

Stronghold Kingdoms chega a dispositivos mobile

O gênero RTS andava meio esquecido nos últimos meses, porém a produtora Firefly Worlds resolveu apostar neste tipo de game em sua empreitada no mundo mobile. Para isso, a empresa aposta em sua famosa franquia Stronghold Kingdoms. Para quem não conhece, Stronghold é um RTS com elementos de Castle Sim, que reúne jogadores de variadas plataformas para disputas online. No jogo você começa com um pequeno povoado e vai evoluindo até se tornar um grande império medieval, travando batalhas contra reinos vizinhos.

O game foi liberado recentemente para as plataformas iOS e android, de modo que os controles foram retrabalhados para a tecnologia touchscreen. De acordo com os desenvolvedores, a comunidade já vinha cobrando uma versão mobile de Stronghold há tempos. A grande sacada é que os jogadores mobile poderão enfrentar usuários de outras plataformas. Além disso, os usuários antigos poderão usar seus mobiles, se preferirem, mantendo suas respectivas contas.

Ainda que seja um jogo de RTS, Stronghold Kingdoms diferencia-se de outros jogos mobile do gênero ao incentivar interações pacíficas entre os jogadores  a fim de conquistar o progresso. Tal como ocorre em Sim City, existe um sistema político e econômico regido por jogadores que os permite realizar o comércio entre aldeias, eleições e alianças políticas. Mas se você não tiver paciência, basta mudar sua forma de jogo para algo mais sanguinário. O sistema de Casas e Corrida da Glória também é único entre os jogos disponíveis.

A ideia básica é tornar seu povo mais forte, seja através de guerras ou por diplomacia. Stronghold Kingdoms foi lançado inicialmente para PC em 2012 e alcançou números expressivos entre a comunidade e boas notas entre a crítica. A expectativa da Firefly é repetir o sucesso da versão PC nas plataformas mobile. O que pode ajudar a obter o sucesso desejado é que o game é gratuito.

Abaixo tem o trailer de Stronghold Kingdoms mobile: