Arquivo da categoria: Indie

IndieCade abre inscrições para a a América Latina

O evento IndieCade (International Festival of Independent Games) está finalizando seus detalhes finais. O evento celebra os desenvolvedores indies e tem data marcada entre os dias 9 e 12 de outubro, em Culver City, Califórnia. Os desenvolvedores brasileiros podem enviar seus jogos para inclusão no evento e para consideração para se tornar um dos 35 indicados para reconhecimento na premiação “Red Carpet” Awards no festival.

Todos os desenvolvedores que enviarem seus projetos ganham acesso all-business ao IndieXchange Summit no dia 9 de Outubro, local em que desenvolvedores e empresas de videogames podem fazer networking com outros desenvolvedores. Os projetos podem ser submetidos independente de estarem prontos ou em desenvolvimento.

Desenvolvedores da América Latina podem ganhar desconto de 55% na taxa de inscrição inserindo o código LATamIC14. Lembrando que uma verificação por região é utilizada para utilizar o cupom. As inscrições regulares terminaram em 15 de maio, porém a última data para inscrição é o dia 15 de junho.

O evento é uma ótima oportunidade para desenvolvedores indies fazerem novos negócios e conquistar reconhecimento entre o público. Diversos jogos indies ficaram bastante conhecidos graças ao IndieCade, como Braid, Everyday Shooter, Fez, Nanobots, entre outros. Para realizar a inscrição basta acessar o site do IndieCade.

Começa a 2º edição do BIG Festival

Finalmente a 2º Edição do BIG Festival começou! O evento é o primeiro e único do Brasil inteiramente dedicado aos jogos independentes. As festividades começam no dia 10 de maio na capital paulista e vai expor alguns dos melhores games indies da temporada. O público não apenas poderá conhecer os jogos em destaque, mas também conferir a entrega dos troféus para diferentes categorias, como melhor trilha sonora, gráficos, gameplay, enredo, etc.

A organização selecionou 22 jogos para o evento, dos quais 5 são brasileiros (a saber, Aritana e a Pena da Harpia; Chroma Squad; Headblaster; Like a Boss! e Ninjin). A novidade é para o prêmio para a melhor demo do evento que vai catapultar o melhor jogo ainda em estágio de desenvolvimento. Nesta categoria concorrem 7 jogos.

Quem não puder conferir os jogos no evento poderá conhecê-los online, pois a organização disponibilizará alguns dos títulos para gameplay através do site do evento. Como se não bastasse, o BIG ainda contará com uma DEMO Night, em que os desenvolvedores inscritos poderão receber feedback dos organizadores acerca de seus projetos. Esta etapa do evento é uma das mais interessantes de todo o evento.

Para os desenvolvedores, o BIG também apresenta uma rara chance de fazer contatos com pessoas influentes da indústria e desenvolver novos negócios. O evento ocorre no Centro Cultural de São Paulo e a entrada é gratuita. O público presente poderá votar no melhor jogo e ganhar brindes especiais de alguns desenvolvedores como o manual do game Aritana e a Pena da Harpia.

Algumas personalidades conhecidas da indústria darão as caras durante o BIG, como a Sabrina Carmona, gerente Associada de Projetos e Jogos da Square Enix, e André Bronzoni, coordenador de Social Media do Brasil e América Latina da Konami e Luciane Gorgulho, Chefe do Departamento de Cultura, Entretenimento e Turismo do BNDES.

Mais informações sobre o BIG Festival, a programação e sobre os jogos finalistas, basta acessar o site do evento.

Locomotivah convida jogadores a testar Cahors Sunset

Nosso game do dia é cortesia do desenvolvedor brasileiro Rodrigo Silvestre do estúdio Locomotivah. O game chama-se Cahors Sunset e é para a plataforma Windows. No game, o jogador define as ações de um velho francês que nasceu e viveu na cidade de Cahors (França), local conhecido pela produção de vinhos e pela proximidade com o rio Lot.

O objetivo do jogador é simples: manter o jogador vivo. Para isso, basta valer-se de ações que lhe sejam benéficas. Entretanto, assim como na vida real, cada ação carrega uma reação e nem todas as escolhas mostram-se acertadas para o personagem, ou seja, alguns efeitos colaterais indesejáveis aguardam o personagem se as escolhas forem tolas.

A ideia é balancear os efeitos positivos e negativos de cada ação, de modo que o impacto na saúde do velho senhor sejam positivas. É um jogo sobre a vida, ainda que isto soe genérico. Além disso, podemos ver que o game pleiteia dar ao jogador liberdades de decisão e caráter inerentes a cada gamer. Quanto tempo você pode viver?

O time de desenvolvimento providenciou uma demo para quem quer entender este conceito ambicioso, para isso basta acessar o link do jogo.  Para quem quer o game completo, basta acessá-lo através do Desura ou do IndieCity. Cahors Sunset também pode entrar no Steam Greenlight , mas para tanto será necessário a ajuda dos jogadores.

Abaixo tem o trailer conceitual do game. Não mostra como é o título, mas introduz o conceito. Mais informações no site da Locomotivah.

Abaixo você confere o trailer do game Cahors Sunset

BIG Festival 2014: empresários internacionais vêm ao Brasil investir em jogos produzidos no país

O BIG Festival não é apenas uma oportunidade para jogos indies serem descobertos pelo grande público, mas também para conquistar parceria de empresários internacionais. Durante o evento, estarão presentes representantes de publishers e empresários de vários países para uma rodada de negócios, lá eles se reunirão com desenvolvedores brasileiros para discutir possíveis projetos e parcerias.

Se você é um desenvolvedor, aí está uma oportunidade de tentar conseguir um financiamento. O evento é gratuito, porém é necessário correr. Essas reuniões com empresários devem ser agendadas até o dia 5 de maio através do site do BIG. Os encontros devem ocorrer nas cidades de São Paulo e Porto Alegre.

As datas marcadas para as rodadas de negócios são entre os dias 12 e 14 de maio em São Paulo. Em Porto Alegre, esses encontros acontecerão durante a feira de tecnologia BITs nos dias 14 e 15 de maio, no Centro de Eventos FIERGS. A intenção da organização é fortalecer a indústria nacional através de apoio e intercâmbio de produtos e profissionais no mercado internacional.

Entre as empresas que estarão disponíveis para a rodada de negócios estão pesos-pesados da indústria como Amazon, Playphone, Nuuvem, Hoplon, entre outras. Abaixo, você confere a lista dos representantes e das empresas disponíveis para reuniões:

Milton Neto – Amazon
Luis Bianchi – Philips
Christian Ribeiro – BoaCompra
Kevin Flynn – Mobile Game Partners
José Kosminsky – Movile
Alexandre Couto – Playphone
Simon Ashby – Audiokinetic
Emanuel Wall – Strategy First
Thiago Diniz – Nuuvem
Marcelo Ferrari Wolowski – Hoplon

Serviço: 2º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

Quando: 10 a 18 de maio (Segunda, 12, não abre para o público, apenas profissionais cadastrados no Fórum de Negócios)

Horários: De terça a domingo das 10h às 22h

Onde: Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP

Quanto: Gratuita

* Em Porto Alegre (RS): Dias 14 e 15 de maio

Horário: 10 às 19 hs

Centro de Eventos FIERGS – Av. Assis Brasil, 8787 – Bairro Sarandi

Conheça o jogo indie North Wind: Trill of Consciouness

O game indie da vez é chamado North Wind: Trill of Consciouness, um jogo bastante incomum com mais cara de retro que você já viu. Nele acompanhamos a história de Dir, um garoto selvagem que foi criado por uma Amazona em segredo. Para garantir que o garoto possa sobreviver sozinho, a mulher que o cria propõe um desafio: colocá-lo em uma caverna a fim de derrotar um morcego. Porém as coisas não ocorrem como esperado.

A missão não será fácil, pois haverá uma missão de inimigos a serem derrotados. A dinâmica do jogo se resume a explorar e coletar mapas, reordenando-os a fim de descobrir novas localidades. Para conseguir mais mapas, o jogador deve coletar energias roxas.

Existem oito mapas que podem ser combinados, gerando um total de 512 combinações possíveis. Os cenários variam de templos, à cavernas e florestas, conferindo boa variedade na hora da exploração. Na verdade, o game tem elementos de RPG e adventure, lembrando por vezes jogos como Metroid, por exemplo.

É difícil explicar como funciona, mas a ideia é a troca de partes do mapa por partes de outro mapa, a fim que eles se integrem e liberem novos caminhos.

O game é inspirado em livros infantis, porém tem um nível de dificuldade elevado. A ideia é que o jogador sobreviva aos desafios neste puzzle cheio de personalidade. O game já está disponível para download na App Store e tem versão em português. North Wind: Trill of Consciouness esteve em desenvolvimento desde setembro de 2012 pelo game designer Henry Gosuen.

Abaixo você confere o trailer do game North Wind: Trill of Consciouness:

BIG Festival aumenta o prêmio para o melhor jogo indie

Falamos do BIG Festival há pouco tempo, mas vamos voltar a falar do evento devido a uma notícia muito boa: a organização alterou o prêmio que será pago ao estúdio detentor do melhor game independente.

Anteriormente, foi divulgado que o melhor jogo levaria o prêmio de R$ 12 mil, porém a organização mudou o valor para R$ 30 mil. Além disso, há outros prêmios a serem pagos aos estúdios ganhadores de demais categorias nos montantes de 7, 5 e 3 mil reais.

Os produtores podem participar do concurso com quantos jogos quiser gratuitamente em variadas categorias, desde que os jogos sejam inscritos até a data final de 31 de março. Para participar, basta criar um cadastro no site do evento e enviar dados dos jogos participantes.

Os jogos finalistas do concurso ficarão disponíveis para teste do público durante o evento (a ser realizado entre os dias 10 a 18 de maio). Além disso, o evento conta com uma DemoNight (a exemplo do ano anterior), em que jogos indies eram avaliados por especialistas da área.

O BIG Festival ocorre entre os dias mencionados no Centro Cultural de São Paulo. Mais informações no site do evento.

Tiny Acrobats: Countryside Games lança seu novo game

Quem curte game independentes deve conhecer o estúdio Countryside Games, afinal esta é uma desenvolvedora indie premiada pelo título Retro Runners. Pois bem, o estúdio formado por dois brasileiros acaba de lançar seu mais novo game que promete diversão casual sem culpa.

Tiny Acrobats lembra os tempos de circo. Trata-se de um jogo de plataforma 2D em que o jogador deve controlar acrobatas em uma espécie de gangorra para dar saltos muito altos a fim de coletar bolinhas e fazer combos com as acrobacias. O game é bastante simples, porém feito com muito cuidado.

O game conta com 5 personagens jogáveis e diversos cenários que vão do circo ao Japão. Os gráficos são bastante coloridos e o design dos personagens são bastante cativantes. A jogabilidade é intutiva e simples, fazendo com que qualquer um possa aproveitar o game.

O jogo conta ainda com sistema de ranking e conquistas, além de personagens e fases desbloqueáveis. O intuito do estúdio foi criar um game divertido e casual. Além disso, o jogo é gratuito e pode ser acessado através das principais plataformas, ou seja, Android, App Store, Blackberry e Windows Phone 8. O título é indicado para quem procura games diferentes, casuais e gratuitos. Vale uma jogada!

Abaixo tem o vídeo do jogo Tiny Acrobats:

 

A Vítima de Ouro: mistério e suspense no game da Little Leds

Elisabeth Fleur é uma jovem muito diferente das demais, pois ela tem um tato para casos de mistérios e resolução de problemas. Apesar disso, a jovem jamais imaginou que teria em suas mãos o caso de um estranho assassinato para resolver. O milionário Julius Absolom foi encontrado morto em circunstâncias que desafiam até os mais experientes detetives, agora cabe a Elisabeth utilizar-se de toda sua perspicácia para desvendar o crime.

Esse é o pontapé inicial do game A Vítima de Ouro, criação do estúdio independente Little Leds. O game é uma homenagem aos livros de mistério e tem referências de obras clássicas da Lucas Arts. A jogabilidade é inspirada nos clássicos Point & Click Adventures, ou seja, bem simples e intuitiva.

O jogador deve passar por corredores de uma mansão isolada na Ilha do Farol, coletando pistas e interrogando as pessoas com cuidado (pois todos são suspeitos e podem desviar o rumo da investigação). A intenção do estúdio foi criar um jogo divertido em single player e que desafiasse a atenção do jogador.

O game não conta com conquistas, desbloqueios e microtransações, pois ele pretende reviver a era de ouro dos videogames em que o jogador comprava o game e o jogava até o final sem sentir que falta um pedaço para jogar. Felizmente, para quem não quer arriscar na compra direto, o desenvolvedor disponibilizou uma demo para testes: basta baixar e experimentar, se gostar é só comprar o game completo.

O game deve ser lançado em meados de maio, mas já dá para conferir a demo e o material promocional. Vale dizer que todo o design, textos, ilustrações, animação e programação foram feitos por uma única pessoa: o desenvolvedor André Alves.

E aí, você se acha um grande detetive? Acha que consegue resolver este mistério?

Goethe-Institut São Paulo receberá 50 desenvolvedores de games para criarem jogos inspirados na vida em Berlim

Muita gente não sabe, mas 2014 é o Ano da Alemanha no Brasil. Para comemorar tal acontecimento, o Goethe-Institut São Paulo receberá o GameJam, evento que reunirá 50 desenvolvedores de games para encarar o desafio de criar jogos virtuais ao vivo que retratem a vida em Berlim.

O desafio ocorrerá no dia 13 de março às 16 horas, com um prazo estipulado de 48 horas para que os desenvolvedores criem seus jogos. A ideia é que os jogos despertem a vontade de conhecer a capital alemã e em aprender a falar o idioma.

O evento contará com a presença da alemã Lea Schönfelder, a criadora do game Perfect Woman. Além de Lea, o evento terá participação de Ricardo Palmieri, artista, produtor multimida e pesquisador de ferramentas livres para a produção artística. Ricardo é artista residente do programa DIGIBAP do AMI Centre (Marseille-França) e a Aliança Francesa do Brasil.

Quem participar da Jam terá o direito de dormir no local, bem como de consumir alimentos e bebidas. Os games desenvolvidos serão apresentados pelas equipes, disponibilizados para o público e avaliado por um júri especializado. Os três melhores games participarão do festival A Maze.Berlin 2014 e no evento ComKids Inovação 2014.

Para participar do evento o interessado deve ter mais de 16 anos e realizar inscrição pelo site do evento.

GameJam: “sobre”viver em Berlim

Data: 13.03.2014 (qui), 16h, até 15.03.2014 (sáb), 18h
Local: Auditório do Goethe-Institut São Paulo
Endereço: Rua Lisboa, 974 – Pinheiros – 05413-001 | São Paulo – SP
Inscrições: http://sao-paulo.gamejam.a-maze.net/

Break Loose: conheça o novo game do estúdio Pixtoy

Para abrir o mês de março vamos falar de um game brasileiro bastante promissor que está em campanha no Catarse. Trata-se do jogo indie Break Loose, um título de ficção que coloca os jogadores no comendo de uma trupe de sobreviventes de um mundo pós-apocalíptico.

Isolados em bases militares e carentes de recursos para manter a sobrevivência, nossos heróis saem para fora em busca de algo que possa salvar o mundo do apocalipse zumbi que se formou no planeta. Ao sair em ambiente aberto os heróis precisam tomar cuidado para não sobreviverem às investidas dos zumbis. Para isso, ele contam com suas habilidades e inteligência. O jogador precisará mostrar atenção e velocidade para ajudar os personagens.

O game segue o consegrado estilo endless running, deste modo, o mais próximo que o jogador chega do fim é cumprindo missões e evoluindo o personagem até chegar ao posto mais alto do ranking. A ideia é que o jogador fique com gosto de quero mais. Você deve correr por uma cidade devastada, passando por carros abandonados, prédios arruinados e zumbis.

Ao todo são três personagens centrais: Tyler, Marie e Big Joe. Cada um deles tem suas características próprias. Tyler é o cara da destreza; Marie é a delicada e impiedosa do grupo e Big Joe é o grandalhão que leva tudo muito à sério. O estilo artístico do game é muito interessante e anima só de olhar.

O game é projeto do estúdio Pixtoy, que tem foco em jogos mobile. Eles são os criadores do conhecido Tuga Boy Adventures, que ganhou boa visibilidade da mídia. Break Loose será lançado para as plataformas iOS e Android assim que a meta de R$ 20 mil for alcançada. Vale destacar que o jogo será gratuito e que o time de desenvolvimento pretende lançá-lo já em março de 2014. Mais informações na página do projeto no Catarse.

Confira o vídeo de Break Loose: