Arquivo da categoria: Games

Mapa de Liberty City de GTA IV

Um mapa de GTA IV para jogadores de Xbox 360 e PlayStation 3 que já colocaram as mãos em Grand Theft Auto IV e podem contar com uma ajudinha enquanto estiverem na pele de Niko Bellic. É só comprar o mapa de GTA IV Liberty City.

As novas edições das revistas PS3W e X360, da editora Digerati, que foram para as bancas e apresentaram um extenso mapa de Liberty City, cenário onde se concentra toda a ação do novo game da Rockstar Games.

Mapa de GTA IV

No mapa estão todas as localizações importantes do jogo, bem como pontos divertidos, estabelecimentos comerciais e localização de itens especiais e segredos. Junto com ele, um detonado de 28 páginas.

Agora, que não quiser comprar o mapa de GTA IV, poderá acessar uma versão interativa onde você poderá ver todos os meandros da cidade em seus mínimos detalhes. Só acessar aqui. Uma outra versão interativa do mapa de GTA IV você confere bem aqui.

Nintendo 64 vira portátil na mão de fã

L64 - O Nintendo 64 Portátil

O hacker Marshall criou o que todo fã do videogame Nintendo 64 um dia sonhou: um portátil baseado no último sistema da Nintendo abastecido por cartuchos.

A criação, batizada de L64, possui o mesmo “look-and-feel” do videogame, preservando característica como cores de botões e o que parecem ser os conectores para joystick existentes no aparelho.

A empreitada foi detalhada passo a passo, em uma espécie de guia que pode servir de base para que outros fissurados em game e com bons conhecimentos de eletrônica tentem reproduzir o feito em casa.

Marshall não se contentou em criar um modelo portátil, e foi além, moldando dois involucros plásticos (frente e costas) com um equipamento específico e, depois, perfurando e ajustando para que ambos os modelos se encaixassem perfeitamente.

No tutorial dividido em quatro páginas e repleto de fotografias, o aparelho aparece rolando o saudoso Mario Kart. Uma foto do dispositivo com o cartucho 007 Goldeneye também aparece no tutorial, mas infelizmente não há uma foto do jogo sendo rodado.

Acompanhe o passo a passo de Marshall no site Retroactive.

[Via Canal-3]

Quer trabalhar com games?

Game Empregos

A Overplay é uma empresa sediada Campinas, São Paulo, focada no desenvolvimento de jogos para PCs e Consoles e atualmente atende clientes no Brasil, Canadá, EUA e Alemanha.  Para aqueles que tem programação no sangue e querem trabalhar com games, o GameReporter tem o prazer de divulgar mais uma vaga de estágio.

Mas o que é necessário saber (e estudar) para trabalhar na Overpaly? O estágiário em questão deve:

  • Cursar Engenharia / Ciência da Computação ou afins
  • Ter bons conhecimentos de programação e orientação a objetos
  • Conhecimento em Inglês
  • Facilidade de trabalhar em equipe
  • Desejável conhecimento da ferramenta Adobe Flash e Actionscript 3
  • Conhecimentos de Álgebra Linear
  • Facilidade para aprender novas tecnologias
  • Gostar de games
  • Disponiblidade para trabalhar em Campinas

Interessados enviem curriculum/portfolio para equipe@overplay.com.br com assunto VAGA ESTÁGIO PROGRAMAÇÃO. Quem vai encarar?

Joga demais? Não esqueça as vitaminas!

Os japoneses estão na vanguarda da indústria de games, mas isto não se restringe a consoles inovadores e games criativos. Uma empresa criou o “Game Suppli”, um suplemento alimentar criado para fãs de videogames.

GameSuppli

Fabricados pela Kyowa-Yakuhin, as pílulas amenizam a vista cansada e fadiga mental após longas horas de jogo e trazem em sua fórmula componentes como o ácido docosahexanóico (DHA), que acredita-se aumentar a concentração.

A Reuters, que noticiou a novidade, afirma que esta é mais uma de muitas pílulas vendidas no mercado japonês, mesmo sem qualquer comprovação científica de seus benefícios (ou malefícios) ao corpo humano.

A Game Suppli vem em dois tipos (mirtilho e DHA) e deve ser consumida duas vezes ao dia. Um pacote com 30 tabletes custa 880 ienes (R$ 15).

Hall da Fama: Mario Bros

Gosta do Mário? Confira uma seleção dos melhores jogos do Mario bem aqui.

Mario Bros é o nome de um dos personagens mais famosos dos games. O arcade que deu origem à carismática figura foi lançado pela Nintendo em 1983. Posteriormente o mesmo jogo foi lançado para consoles domésticos.

Cá entre nós: quem não conhece a história do encanador com a missão de exterminar pragas que estão saindo pelos canos da cidade. Sim, este foi o tema do primeiro jogo solo do glorioso Mario. E você: já conhece todas as fases vividas pelo personagem? Caso a resposta seja não, veja a imagem abaixo e confira o que já aconteceu com nosso amigo aventureiro, que em 2008 completou 25 anos.

Mario Bros 500

Download: XNA Game Studio Express

XNA Padao

O Microsoft XNA Game Studio Express (“XNA” significa “XNA’s Not Acronymed”) é a versão free da plataforma de desenvolvimento de jogos da Microsoft. Ele funciona em conjunto com o MS Visual C# e pode ser usado para desenvolvimento de jogos para PC e para Xbox 360 (no caso do Xbox, é preciso ter uma assinatura do serviço XNA creators club para desenvolver e rodar seus jogos) . Ele oferece ferramentas de mais alto nível (mais direcionadas ao desenvolvimento de jogos) que as oferecidas pelo OpenGL e pelo DirectX.

:: Digerati Downloads: para baixar, clique aqui

Wiimote no Mac? Aqui tem!

Wiimote

Por Arthur Lima, do Colmeia.TV

Criado para facilitar a construção de jogos para um evento de consciência ambiental, o wiiURSOcket é a interface socket do Wiimote (movimentos e botões) que possibilita que em qualquer outro ambiente com suporte a comunicação TCP/IP (processing, flash, etc) consiga usar o controle da nintendo como input.

Histórico: antes de optarmos por Obj-C e Mac OS X, fizemos alguns testes no Windows usando a receita BlueSolei+WiiFlashServer e BlueSolei+GlovePie, mas os drivers de Bluetooth no Windows (HID) na época dos testes eram instáveis, perdendo a sincronia de tempos em tempos, inviável para o uso num evento de 12 horas por dia, por exemplo. Nos primeiros testes no Mac com o DarwiinRemote, o Wiimote ficou conectado até que as pilhas acabassem sem perder a sincronia. Depois disso utilizando o WiiRemote framework e inspirado no Wii2Midi desenvolvemos o wiiURSOcket.

Requisitos: Mac Os 10.x.x; Bluetooth e Wiimote

Como utilizar: o conexão socket é realizada com o localhost na porta 5554 (pode ser modificada no menu preferences no aplicativo). Todas as informações são enviadas em uma única string finalizada por um byte 0 na seguinte ordem: X, Y, Z, A, B, 1, 2, PLUS, MINUS, UP, DOWN, LEFT, RIGHT.

As variáveis X, Y e Z representam a aceleração do wiimote em relação aos eixos X, Y e Z. As demais variáveis, que são de acionamento de botões variam entre 0 (normal) e 1 (pressionado).

Próximos passos

:: Download: wiiURSOcket

Você sabe por que velho não joga?

Velho Jogador

Por Atillah Imadofus, do Ato ou Efeito

Em relação aos vídeogames, confesso a vocês que estou cansado. Cansado de escutar tanta gente falar besteira.

E nessa minha carreira de jogador, já escutei muita besteira. Mas com certeza uma das que escuto com mais freqüência, são os comentários a respeito de como os “jogos de antigamente eram legais”. Tudo bem, existem os grandes clássicos, respeitados por todo mundo: Super Mario World, Double Dragon, Gran Turismo, Final Fantasy, a lista é imensa e vocês sabem do que estou falando. Faça sua lista e compartilhe aqui, é só comentar o post.

Porém, sempre sei que a argumentação racional começa a descer pelo ralo quando o sujeito começa a falar que os jogos de antigamente eram mais legais do que os jogos atuais. Que eram mais dinâmicos, mais acessíveis, mais divertidos e outras insanidades.

Com o tempo, passei a notar que esses ignóbeis hereges normalmente são velhos. Nem sempre na idade, mas sim na atitude. Ou seja, são aqueles infelizes que pararam de jogar vídeo-game, pelo motivo esfarrapado que seja. Pois todo motivo é esfarrapado pra se parar de jogar.

Portanto, resolvi explorar um pouco mais essa ligação entre pessoas que pararam no tempo, nostalgia gamística e a evolução dos jogos desde o Atari. Vamos supor, por breves momentos, que estes não-jogadores tenham motivos coerentes para falar as sandices que falam e, caridosamente, vamos procurar entendê-los. Quem sabe? Talvez um dia você comece a falar este tipo de besteira também.

Serão 10 posts, divididos em tópicos específicos, pra vocês não ficarem cansados de ler. Agora um pedido: leia tudo e comente aqui, ok?

Parte 01Identificando um gamer que parou no tempo
Parte 02O percurso do jogador médio
Parte 03Orra, mas pra quê tanto botão
Parte 04A vida acontece em 3D
Parte 05Saves: a salvação dos jogos
Parte 06Sagrada Mãe Internet
Parte 07O todo-poderoso compact disc
Parte 08Espaço, a fronteira final
Parte 09 Mais exemplos de avanços nos jogos
Parte 10Conclusão

Dedico esta série a todos os jogadores verdadeiramente hardcore. Como diz aquele comercial do Xbox: A vida é curta, motherfucker. Jogue mais.

Nota:
este texto já foi publicado aqui no GameReporter há muito tempo. Contudo, foi revisto pelo grande Atillah Imadofus. Reclamem com ele. ;-)
Mas diga ai caro leitor: você está velho ou não?

Links do Dia

Gamer News: estatísticas mundiais sobre o mercado dos games e outras coisas
Alguém conhecia? Zip Drive para Dreamcast. Eu queria ter tido um
Download: Guitar Hero II atinge 2 milhões de músicas baixadas. Aeeeeee

Passando de fase!

Caros amigos. Neste exato momento o GameReporter.org está passando de fase. Estamos migrando do Blogger para um WordPress, com host e tudo mais. Acho que chegou a hora do blog se tornar um pouco mais profissional. Então, não se assustem nos próximos dias, afinal, to fazendo tudo sozinho.

Conto com a ajuda de vocês para divulgar o blog assim que sua nova cara estiver no ar.

Forte abraço

David de Oliveira Lemes – Dolemes

Deanimator

Baseado no conto Reanimator, de H. P. Lovecraft, que conta a história de um cientista envolvido em diversas experiências com uma fórmula química capaz trazer cadávers de volta a vida. Só com esta descrição já dá para imaginar um pouco do filme, não? O cientista em questão é Herbert West.

Agora o game: Deanimator possui uma atmosfera aterroziante. Cenário vermelho sangue e personagens em uma silueta preta. Composição clássica para filmes de terror. Na pele do cientista Herbert West, sua missão neste game é encarar de frente o resultado de seus experimentos bizarros.

Você terá nas mãos uma arma para acabar com todos os zumbis que brotam da terra. Seja certeiro, pois o recarregamento da pistola demora um pouco. Uma dica essencial: mire na cabeça dos monstrengos e atire sem dó. Caso você não consiga matá-los, sua morte será impiedosa. Pronto para atirar?

:: Deanimator: para jogar este game, clique aqui