Arquivo da categoria: Destaque

Os destaques da semana do GameReporter

Esses são os indicados a melhores jogos do Brazil Game Awards

E por fim saiu a lista dos indicados ao prêmio Brazil Game Awards 2018 (BGA), a principal premiação nacional de jogos digitais nacionais. A relação de indicados foi divulgada hoje (05/12) e serviu para mostrar que este ano foi um dos melhores de todos os tempos para quem curte videogames.

Os indicados são escolhidos por um júri independente, formado por diversos veículos de alta relevância ligados a jogos eletrônicos, tecnologia e cultura nerd. Ao todo, votam 40 produtores de conteúdo, de sites a influenciadores. A lista de ganhadores sai no dia 12/12/2018 no site oficial.

Para quem não conhece, o Brazil Game Awards (BGA) nasceu em 2015 como um júri independente que reunia veículos e críticos de videogame do país para eleger os melhores jogos da Brasil Game Show (BGS). Em 2018, o Brazil Game Awards passou a eleger os melhores games do ano, não mais atrelado à Brasil Game Show.

Entre os jogos mais indicado e que são favoritos a ganhar os prêmios estão Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment), Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft), God of War e o animalesco Red Dead Redemption 2. A disputa promete ser acirrada. Vale destacar o brasileiro Horizon Chase Turbo, que figura na categoria Melhor Jogo de Corrida, além de brigar pelo título de Jogo Brasileiro do Ano.

Abaixo você confere as categorias e indicados ao Brazil Game Awards:

 

Jogo do Ano

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Monster Hunter World (Capcom)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Jogo Brasileiro do Ano

Dandara (Long Hat House/Raw Fury)

Distortions (Among Giants)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

No Heroes Here (Mad Mimic Interactive/Chorus Worldwide)

Sword Legacy Omen (Firecast Studio/Fableware Narrative Design/Team17)

 

Jogo Mais Aguardado – 2019

Anthem (BioWare/Electronic Arts)

Devil May Cry 5 (Capcom)

Kingdom Hearts III (Square Enix)

Resident Evil 2 Remake (Capcom)

Sekiro: Shadows Die Twice (FromSoftware/Activision)

 

Melhor Jogo Original

A Way Out (Hazelight Studios/Electronic Arts)

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Jogo para PC

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Celeste (Matt Makes Games)

Monster Hunter World (Capcom)

 

Melhor Jogo para Console

Celeste (Matt Makes Games)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Periférico/Hardware

GeForce RTX 2070 (NVIDIA)

GeForce RTX 2080 (NVIDIA)

Nintendo Labo (Nintendo)

Poké Ball Plus (The Pokémon Company/Nintendo)

Xbox Adaptive Controller (Microsoft)

 

Melhor Jogo de Tiro

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Destiny 2: Renegados (Bungie/Activision)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

Insurgency: Sandstorm (New World Interactive)

 

Melhor Jogo de Ação e Aventura

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

Shadow of the Tomb Raider (Eidos Montréal/Square Enix)

 

Melhor Jogo de Luta

BlazBlue: Cross Tag Battle (Arc System Works)

Dragon Ball FighterZ (Arc System Works/Bandai Namco Entertainment)

SoulCalibur VI (Bandai Namco Entertainment)

Street Fighter 30th Anniversary Collection (Capcom)

Street Fighter V Arcade Edition (Capcom)

 

Melhor RPG

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age

Monster Hunter World (Capcom)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Octopath Traveler (Square Enix/Acquire/Nintendo)

 

Melhor Jogo de Corrida

F1 2018 (Eden Games/Codemasters)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

On Rush (Codemasters/Deep Silver)

The Crew 2 (Ivory Tower/Ubisoft)

 

Melhor Jogo de Esporte

FIFA 19 (EA Vancouver/EA Sports)

Madden NFL 2019 (EA Tiburon/EA Sports)

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

NBA 2K19 (Visual Concepts/2K Sports)

Pro Evolution Soccer 2019 (PES Productions/Konami)

 

Melhor Jogo de Estratégia

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Banner Saga 3 (Stoic Studio/Versus Evil)

Thronebreaker: The Witcher Tales (CD Projekt RED)

Valkyria Chronicles 4 (SEGA)

 

Melhor Jogo para a Família

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Pokémon Let’s Go (Game Freak/Nintendo)

Super Mario Party (NDcube/Nintendo)

Spyro Reignited Trilogy (Toys for Bob/Activision)

 

Melhor Jogo Mobile

Donut County (Ben Esposito/Annapurna Interactive)

Florence (Mountains)

Fortnite (Epic Games)

PUBG MOBILE (Lightspeed & Quantum/Tencent Games)

REIGNS: Game of Thrones (Nerial/Devolver Digital)

 

Melhor Multiplayer

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Monster Hunter World (Capcom)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Sea of Thieves (Rare/Microsoft Studios)

 

Melhor Trilha Sonora

Celeste (Matt Makes Games)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Estúdio

Capcom

Insomniac Games

Rockstar Games

SIE Santa Monica Studio

Ubisoft Quebec

 

Melhor Publisher

Devolver Digital

Nintendo

Rockstar Games

Sony Interactive Entertainment

Ubisoft

 

Melhor Jogo Independente

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Messenger (Sabotage Studio)

 

Melhor Dublagem em Português

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Equipe de eSport do Brasil

Black Dragons

Brasil Gaming House

INTZ e-Sports

KaBuM! e-Sports

paiN Gaming

 

Melhor Pro Player do Brasil

André “Nesk” Oliveira (Rainbow Six Siege – Team Liquid)

Epitácio “TACO” de Melo (CS:GO – Team Liquid)

Gabriel “Fallen” Toledo (CS: GO – Mibr )

Marcelo “Coldzera” David (CS: GO – Mibr)

Matheus “dyNquedo” Rossini (League of Legends – KaBuM! e-Sports)

 

Melhor Jogo de eSports

Counter-Strike: Global Offensive (Hidden Path Entertainment/Valve Corporation)

Fortnite (Epic Games)

League of Legends (Riot Games)

Overwatch (Blizzard Entertainment)

Rainbow Six: Siege (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

 

Esports Week terá debate sobre como inserir os esports na formação acadêmica brasileira

Já imaginou que os eSports podem ser utilizados no futuro como um meio de aprendizado? Pois é justamente isso que o evento Esports Week (ESW) buscará mostrar entre os dias 06 a 09 de fevereiro de 2019. Basicamenteo evento, desenvolvido para integrar capacitação, negócios e entretenimento no cenário brasileiro dos esportes eletrônicos, trará o painel Esports no Brasil – Investindo na formação acadêmica e desenvolvimento profissional da comunidade brasileira.

A ideia é debater como a parceria entre universidades e desenvolvedoras de jogos pode auxiliar a incluir o tema em instituições de ensino. Uma das barreiras que o segmento enfrenta no meio acadêmico é a desinformação, aliada à falta de reconhecimento por parte do poder público. Com isso, os visitantes poderão se inteirar sobre como os eSports podem ser utilizados na formação acadêmica em diversas áreas do conhecimento.

O painel contará com as participações de Adalberto Bosco, Professor Doutor do Senac São Paulo, Jonathan Pan, instrutor de esports da University of California (EUA) e Tiago Ficagna, Coordenador do curso de Design de Jogos e Entretenimento Digital da Universidade do Vale do Itajaí (SC). De acordo com os organizadores, o painel também abordará como incluir os esports nos projetos desportivos das universidades.

“O esport pode ser a porta de entrada para muitas instituições que ainda não contam com programas desportivos tradicionais, em especial por requerer um investimento mais baixo”, afirma Ficagna. O coordenador acrescenta ainda que é primordial que as universidades invistam no segmento como um todo. “As áreas de design, engenharia e computação são as que mais formam profissionais aptos a criar os novos jogos de esports. E precisamos aprender a explorar o potencial econômico desse segmento aqui no Brasil, criando títulos nacionais que possam competir com os internacionais”, completa.

De acordo com Adalberto Bosco, a melhor forma de incluir os esports nas universidades seria por meio de incentivo financeiro e parcerias entre instituições educacionais e desenvolvedoras de jogos. O professor acredita que uma outra área que poderia tirar proveito da popularização do esporte eletrônico seria o ensino, mas que a falta de conhecimento e infraestrutura das instituições de ensino deixam a desejar.

Venda de ingressos

Os ingressos para a Esports Week já estão à venda no portal do evento. Nele também podem ser conferidas outras informações, assim como a relação completa de palestras e atrações.

 

Serviço: Esports Week – ESW

Data: 06 a 09 de fevereiro de 2019

Local: Centro de Convenções Rebouças – Av. Rebouças, 600 – Pinheiros – São Paulo/SP

Horário:

Auditório de Palestras: das 10h às 20h

Arena de Entretenimento: das 12h às 21h

Informações e venda de ingressos: esportsweek.com.br

Museu Nacional se une à Tencent para desenvolver o Museu Digital

Hoje nossa notícia é uma curiosidade pouco ligada ao mundo dos games, mas já que a envolvida é a Tencent, gigante chinesa de serviços na internet e dona da Riot Games, vale a pena dar essa nota! A empresa acaba de divulgar que irá apoiar a restauração do Museu Nacional brasileiro, destruído por um incêndio. O apoio será através da reprodução digital dos artefatos que haviam no museu com base em informação digital.

A cerimônia de assinatura do documento “Renascimento de Luzia – Museu Nacional Digital Brasileiro” foi realizada na embaixada do Brasil em Pequim, em 16 de novembro de 2018. Marcelo Azevedo, chefe da seção das indústrias criativas da embaixada, Alexander W. A. Kellner, diretor do Museu Nacional brasileiro, e Ye Jun, vice-presidente de produtos de navegação móvel da Tencent, participaram da cerimônia.

Como funcionará a parceria

A ideia é que, com base no conteúdo digital existente do museu, a Tencent criará um museu on-line, usando o Tencent Lens, um recurso de reconhecimento de imagem de seu navegador QQ Browser. Os visitantes poderão ler informações sobre os artefatos, uma vez digitalizadas as imagens com o Tencent Lens ou o Mr. Bowu, um miniprograma da Tencent. Guias de áudio e imagens do Museu Nacional brasileiro também poderão ser acessados através do miniprograma.

A cerimônia de assinatura do documento “O renascimento de Luzia – o Museu Nacional Digital do Brasil” (PRNewsfoto/Tencent)

Em suma, a Tencent usará seus recursos e conhecimentos em jogos digitais para trazer uma parte da história do Brasilde volta das cinzas para o meio digital. A empresa e o Museu Nacional brasileiro também irão convidar turistas chineses a compartilhar imagens, vídeos e outros registros que fizeram durante visitas ao museu antes do incêndio, a fim de ajudar na recuperação das relíquias culturais. O navegador QQ Browser irá exibir o conteúdo valioso para visualização pública no futuro.

“O Museu Nacional brasileiro é o mais importante protetor do patrimônio cultural e das relíquias da América Latina. Estamos desolados pelas perdas causadas pelo incêndio. A Tencent se compromete a usar tecnologias avançadas para ajudar o Brasil a reconstruir um museu nacional digital”, disse Ye Jun. de acordo com a empresa, a campanha de revitalização começará em 2019.

BIG MIX Jam 4Diversity – 1º Game Jam da Diversidade dentro da programação do 26° Festival Mix Brasil

Imagine uma game jam cujo foco é a diversidade? Pois é justamente essa a ideia da BIG MIX Jam 4Diversity, a primeira Game Jam sobre diversidade de São Paulo que ocorre na EBAC (Escola Britanica de Artes) nos dias 16 e 17 de novembro dentro do principal festival de Diversidade da América Latina. A iniciativa é cortesia da uniao entre o BIG Festival, a Abragames, o Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade e o Game4Diversity da Holanda.

O evento acontece dentro do Mix Brasil e tem como objetivo reunir desenvolvedores de jogos e profissionais do audiovisual para criar games com o tema do 26º Mix Brasil: #PensoLogoResisto. Alem da Game Jam, o evento ainda conta com uma pequena mostra de Games sobre Diversidade, o BIG Diversity, no Centro Cultural São Paulo, CCSP, de 15 a 25 de Novembro, com 5 jogos do Brasil e do exterior.

Os jogos disponíveis na mostra BIG Diversity são UNSIGHTED (Studio Pixel Punk), Florescer (PugCorn), Dandara (Long Hat House), Herald (Wispfire) selected by Games [4Diversity] e Fragments of Him (Sassybot Studios) selected by Games [4Diversity]. A entrada é gratuita e servira para mostrar como os videogames são ferramentas que podem integrar pessoas diferentes de todo o mundo.

A programação completa do 26° FestivalMix Brasil de Cultura da Diversidade estará disponível no site.

 

Serviço – 26° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

Onde: São Paulo – 15 a 25 de novembro de 2018

Quanto: Entrada gratuita em todos os eventos e salas

Locais: CineSesc, Spcine Olido, Cinemateca Brasileira, Instituto Moreira Salles, Centro Cultural São Paulo e Auditório Ibirapuera

OBS: Verifique com a bilheteria de cada espaço as regras de retirada de ingressos.

GameCon inicia nesta quarta-feira, em Brasília, repleta de novidades

Entusiastas de eSports, uni-vos! Na próxima quarta feira (7 de novembro) começa o megaevento Gamecon no Centro de Convenções Ulysses Guimaraes, em Brasília. Trata-se de uma convenção internacional de games que irá reunir eSports, cultura gamer e empreendedorismo em um único evento. O evento já tem sido considerado divisor de águas para a indústria de games nacional.

Serão cinco dias de programação com dois momentos distintos: a GameTalks e a GameCup. Na GameTalks serão realizados painéis, bate-papos e palestras voltadas à geração e ao compartilhamento de conhecimento sobre games. A proposta é reunir, nos dias 7 e 8 de novembro, empresas, agências, jornalistas, formadores de opinião e entusiastas com o objetivo de fomentar o mercado nacional. O objetivo da organização é semear a troca de experiências sobre o tema fora do eixo Rio-São Paulo.

Participam do debate grandes nomes do mercado como Leo De Biase, CEO da ESL Brasil; Beto Vides fundador da eBrainz; Alessandra Dutra, psicóloga da Red Canids e preparadora mental do Comitê Olímpico Brasileiro, e Roberto Iervolino, CEO da Riot Games no Brasil. Também estarão presentes representantes do Ministério do Esporte, Secretaria de Esporte Turismo e Lazer do Distrito Federal, de times e da mídia especializada.

GameCup – A maior arena de eSports do Centro-Oeste

Além dos debates, a Gamecon ainda conta com a GameCup, espaço onde serão realizadas etapas finais de campeonatos, meet & greets com youtubers e influenciadores, show matches, keynotes, feira geek etc. Na Arena GameCup o público irá acompanhar as finais dos campeonatos Overwatch GameCon Challenge 2018, entre os times BrasilGaming House e Up Gaming, e GameCon Challenge Female Counter Strike 2018, com os times Optic Brasil X Bar Sem Lona.

Além disso, o espaço abriga um torneio Sul-Americano de CS:GO, que, pela primeira vez no Brasil levará a equipe vencedora para o campeonato mundial “Starseries i-League Season 7’, promovido pela Starladder (uma das maiores operadoras de eSports do mundo). O torneio Starseries ocorre em Kiev e dará US$ 500.000,00 em premiação. Uma oportunidade imperdível para o time vencedor do GameCon Open CS:GO.

Convidados especiais

Entre os convidados para os keynotes e meet & greets estarão nomes como BrTT, Zigueira, Gordox, Rato Borrachudo, Caju, micaO e Revolta do time Vivo Keyd.

A GameCup será realizada nos dias 09, 10 e 11 de novembro. Ingressos à venda na plataforma Sympla.

Serviço: Gamecon

Data: 7 a 11 de novembro (quarta a domingo)
Local: Centro de Convenções Ulysses  Guimarães – St. de Divulgação Cultural 05 Eixo Monumental – Brasília, DF

LG – Lugar de Gente – busca Gerente de Projetos de Games

Esta é mais uma baita oportunidade para quem quer recolocação no mercado de jogos digitais: a LG (Lugar de Gente), maior empresa brasileira especializada em soluções de tecnologia para gestão de RH, acaba de divulgar uma vaga para Gerente de Projetos de Games e E-Learning. A empresa busca um profissional criativo, comunicador, com capacidade de negociação e excelente visão estratégica. Não foi referenciado qual é o cliente final da vaga aberta, de modo que a LG está responsável por identificar perfis adequados com a vaga.

De acordo com a LG – Lugar de Gente, o profissional deve ter noções de produção de conteúdo para web, recursos didáticos e sistemas de entrega, para ficar responsável por alinhar as ações de ensino às estratégias da organização, planejar a execução de projetos, formação da equipe, definição do conteúdo, acompanhamento e monitoramento das ações de comunicação e aprendizagem, bem como avaliação dos resultados.

Responsabilidades:

  • Realizar a abertura e o encerramento oficial de cada Programa junto a alguns clientes (kick-off meeting).
  • Envolver oficialmente os departamentos que atuarão diretamente em cada Programa.
  • Avaliar o trabalho desempenhado pelos Gerentes de Projetos, desenvolvedores e designers.
  • Mediar os riscos e problemas dos Programas.
  • Viabilizar os recursos necessários para os Programas.
  • Acompanhar os indicadores de desempenho e de qualidade Programas (projetos).
  • Atingir as expectativas dos clientes à medida que as entregas planejadas ocorrem no decorrer de cada Programa.
  • Realizar o encerramento oficial dos Projetos que compõem o Programa junto à equipe.
  • Responsável pela gestão de pessoas do departamento, com autonomia para gerir e definir férias, admissão, demissão, etc.
  • Garantir a rentabilidade e lucratividade dos programas.

Requisitos:

  • Formação na área de tecnologia da informação e desejável Pós Graduação em Gerência de Projetos.

Conhecimentos necessários:

Experiência com Gerencia de equipes e projetos de desenvolvimento, com foco em treinamentos E-LEARNING, Educação Corporativa e/ou Games.

Mais informações sobre a vaga podem ser obtidas através do perfil da LG – Lugar de Gente – no Linked In.

Esports Week busca capacitar profissionais e entusiastas do esporte eletrônico brasileiro

Os eSports movimentam a cada ano um caminhão de dinheiro no Brasil e no mundo. Para se ter ideia, as grandes finais mundiais dos principais torneios como Rainbow Six e League of Legends conseguem encher as arenas. Além disso, a audiência das partidas costumam ser enormes através de canais de streaming. Foi pensando neste sucesso e em ajudar a capacitar os profissionais do setor que surge a Esports Week (ESW), um evento totalmente dedicado aos campeonatos de jogos eletrônicos.

A Esports Week está agendada entre 06 e 09 de fevereiro de 2019 na cidade de São Paulo, e tem como principal objetivo expandir e consolidar os profissionais envolvidos no cenário brasileiro dos esportes eletrônicos, fornecendo conteúdo e experiências para o desenvolvimento, qualificação, entretenimento e networking deste mercado. Os organizadores do evento informam que as vagas são limitadas e toda a estrutura contará com áreas distintas, destinadas a todos os públicos interessados no setor.

“Queremos que o Brasil seja reconhecido mundialmente não apenas pelo talento de nossos jogadores profissionais, mas também como uma referência de conteúdo e geração de negócios para o cenário como um todo”, afirma Rubens do Carmo, Diretor Executivo e de Projetos da Esports Week. “Percebemos essa carência no setor, devido ao enorme foco dado ao entretenimento. Por trás de cada partida encontramos um ambiente repleto de oportunidades de carreira e negócios, que operam em conjunto para oferecer novas experiências aos jogadores e ao público. Por meio da ESW, queremos entregar uma imersão completa em todas as áreas impactadas pelo mercado”, completa.

Um dos destaques do evento serão as paletras, onde os participantes poderão aprofundar seus conhecimentos e debater ideias. Haverá ainda a Arena de Entretenimento, voltada aos entusiastas e amantes de esports que buscam a diversão e contato mais próximo com seus ídolos e equipes prediletas. Já o Espaço para Expositores expande a possibilidade de negócios e networking, enquanto os Workshops capacitam e atualizam profissionais já inseridos ou interessados no segmento.

Atrações inéditas no cenário brasileiro

Com mais de 40 atrações, a ESW contará com palestras de empresas que participam pela primeira vez de um evento voltado à capacitação do segmento no Brasil. É o caso da Newzoo, que apresentará o tema Dimensionando e entendendo as oportunidades dos esports no Brasil, além dos executivos internacionais Jonathan Pan, instrutor de esports da University of California, e Rachel Gowers, reitora assistente da Staffordshire University. O evento oferecerá também workshops com foco em Psicologia e Locução nos Esports, espaço destinado a Meet & Greet e showmatches de League of Legends e Counter-Strike: Global Offensive.

De acordo com os organizadores, a ESW tem papel de questionar, auxiliar na qualificação e entreter os interessados no cenário, trazendo a democratização e acesso à informação para profissionais, empresas e também investidores, incentivando o empreendedorismo, a troca de experiências e novos adeptos e espectadores para os esports.

Mais informações sobre a Esports Week podem ser acessadas no site do evento.

 

Serviço: Esports Week – ESW

Data: 06 a 09 de fevereiro de 2019

Local: Centro de Convenções Rebouças – Av. Rebouças, 600 – Pinheiros – São Paulo/SP

Auditório de Palestras: das 10h às 20h

Arena de Entretenimento: das 12h às 21h

 

Conheça 8-Bit Hordes, novo jogo de estratégia da SOEDESCO

Nosso destaque do dia é o jogo 8-Bit Hordes, criado pela equipe da SOEDESCO, um game indie do estilo RTS ambientado em um mundo de fantasia medieval. O título é meio que a sequência espiritual do hit 8-Bit Armies, que saiu em setembro deste ano, e se destaca por seu ambiente multicolorido e a curva de aprendizado facilitado.

Aqui os jogadores devem escolher entre as facções Deathsworn ou Lightbringers, em batalhas grandiosas e repletas de estratégia. O time dos Deathsworn são representantes do mal e contam em suas fileiras com tropas de ciclopes, dragões etc. Já os Lightbringers são o oposto e tem magos, fênix e bravos guerreiros. O objetivo é subjugar o exército inimigo.

8-Bit Hordes conta com personagens e mapas em pixel art, o que lhe confere visuais únicos. O estilo de jogo em si é bem arcade, de modo que novos jogadores não sofrerão tanto quanto se caíssem de paraquedas em jogos RTS mais tradicional. Ou seja, ele é bem fácil de aprender e tem tudo para agradar mesmo os jogadores mais jovens.

Além de 24 missões de campanha off-line, 12 missões cooperativas e 10 mapas de batalha/online multiplayer para até 8 jogadores, 8-Bit Hordes também se destaca com seu modo “cross-title”. Isso quer dizer que jogadores que têm 8-Bit Armies podem jogar contra aqueles que têm o novo jogo, combinando assim mapas e personagens diferentes. Esse é a primeira vez que algo do tipo é possível em consoles.

Os visuais e a trilha sonora são os pontos altos. Ainda que tenha um estilo mais simples, o game agrada e até lembra algo de Minecraft (pelo visual) e Senhor dos Anéis (pela caracterização de personagens. Se você gosta de jogos do estilo RTS, fique de olho.

O game acaba de receber a data de lançamento oficial para Xbox One e Playstation 4: o jogo será lançado em fevereiro de 2019. O game continua a franquia “8-Bit”, sendo o segundo volume da série iniciada pela Petroglyph. A expectativa da SOEDESCO é que o jogo seja bem sucedido no Brasil ao ponto de tornar a publisher reconhecida em nosso pais.

Abaixo você confere o trailer de 8-Bit Hordes:

 

Conheça Toasterball, o jogo indie que coloca torradeiras no papel de atletas esportivas

Já imaginou um esporte em que os grandes astros são torradeiras? Pois é esta a premissa maluca do jogo Toasterball, game criado pelo estúdio francês Couch Game Crafters. A ideia é que o jogador deve jogar uma espécie de gol a gol à lá Pong, o objetivo é usar as torradas para rebater as bolas e marcar gols.

Toasterball tem um estilo bastante party game, ou seja, ele foi desenvolvido para ser disputado entre amigos. Outro aspecto é que o jogador pode esperar por muitas situações engraçadas, mas também há uma curva de aprendizado para dominar as mecânicas, diversas variantes de jogabilidade e muitos minigames que prometem muitas horas de diversão e boas risadas.

A cada gol, uma variante de jogo aleatória é escolhida, causando pequenas mudanças como aumentar ou diminuir o tamanho das torradeiras, colocar mais bolas em jogo, ou mudar completamente o ambiente, criando novos gols, aplicando uma física diferente no cenário e na movimentação da bola, enfrentando até mesmo fortes rajadas de vento e explosões. Com essas variantes, cada partida é única, ao mesmo tempo divertida e competitiva.

Os desenvolvedores ainda incluíram variantes para tornar a jogatina de Toasterball mais divertido, tais como os minigames, que colocam as torradeiras em situações completamente diferentes: no espaço, na praia, em uma luta de neve ou em um ringue de boxe de brinquedo. O game é bem casual, mas sem esquecer o estilo mais competitivo das partidas online. Em Toasterball, duas equipes principais estão sempre se enfrentando, em busca de um lugar no cobiçado ranking dos times mais bem-sucedidos da modalidade.

Toasterball foi desenvolvido para ser ao mesmo tempo fácil de aprender mas difícil de dominar. Por isso, os movimentos básicos são simples: basta pressionar um dos botões da sua torradeira por um curto período de tempo, soltá-lo e observar sua torrada voar pelo ar. Quanto mais tempo pressionar, maior será a força com que a torrada será arremessada. Cada lançamento de torrada também faz você pular, permitindo que se movimente pelo campo e empurre seu oponente para situações difíceis.

O título está em campanha de crowdfunding através do Kickstarter, que conta com vários bônus para os apoiadores. A expectativa é que o jogo saia em 2019. Aqueles que estiverem interessados podem conferir uma versão demo através do itch.ioGamejolt ou no Newgrounds.

Você pode conferir o trailer de Toasterball abaixo:

 

Ironhack: São Paulo ganha primeira turma noturna para formação de desenvolvedores

A Ironhack, rede global de ensino de tecnologia e programação com presença em sete países, abriu as inscrições para a primeira turma do curso noturno de Web Development, em seu primeiro campus brasileiro recém inaugurado em São Paulo. Esta é mais uma oportunidade para quem quer estudar desenvolvimento de jogos digitais: a Ironhack, rede global de ensino de tecnologia inaugurou há poucos dias o curso de Web Development para o periodo noturno em seu campus de São Paulo.

A nova turma terá aulas às terças e quintas e também aos sábados durante o dia. A ideia é permiti que pessoas que trabalham ou estudam em horario comercial possam fazer o curso tambem. De acordo com a Ironhack, o novo curso, em modelo part time, estava previsto para ser oferecido somente ano que vem. Porém, devido ao crescimento da procura, sua abertura foi antecipada.

O curso terá a mesma carga horária (360 horas) e conteúdo da versão integral, porém, com formação em 24 semanas. As aulas se iniciam em 6 de novembro, sempre às terças e quintas à noite e aos sábados durante o dia.

A grade de estudos é dividida em três módulos: desenvolvimento de web front-end, que estabelece as bases do desenvolvimento web e ensina a construir experiências únicas ao usuário utilizando HTML, CSS e JavaScript; Back-End MERN Stack, com a criação de aplicações orientadas por bancos de dados não relacionais utilizando MongoDB, Express.js, React e Node.js; e Microserviços com React, onde os alunos aprenderão a criar APIs (Interfaces de Programação de Aplicações) para projetar arquitetura de micro serviço.

Após a conclusão do programa, os participantes estarão capacitados para assumir um cargo de Desenvolvedor Jr. e também terão um portfólio com aplicações, games, plataformas web e afins para apresentar ao mercado ou iniciar a produção de seus próprios projetos.

Para cumprir a missão de oferecer cursos acessíveis para todas as idades e níveis de conhecimento, ao se inscrever no programa, o aluno terá acesso a uma plataforma online com mais de 60 horas de conteúdo que ensina fundamentos básicos da programação, além da preparação para a metodologia da escola, com o objetivo de nivelar os conhecimentos da classe maximizando a evolução do grupo durante a formação.

“Estudos do setor já falam em um déficit superior a 160 mil vagas nesse segmento no Brasil para o ano que vem. A demanda por esse tipo de conhecimento vem crescendo de forma acelerada e as empresas precisam recrutar direto nos centros formadores para não perderem talentos para a concorrência”, explica Pedro Falkenbach, growth manager da Ironhack no Brasil.

Para dar vazão à demanda e aproximar as empresas do novos profissionais, a Ironhack organiza uma semana de contratação, chamada de Hiring Week, onde os recrutadores podem conhecer os talentos e entrevistar os alunos recém-formados. Para se inscrever no curso, basta clicar aqui.