Arquivo da categoria: Destaque

Os destaques da semana do GameReporter

Rogue Snail revela primeiro gameplay de Relic Hunters Legend

O time de desenvolvedores da Rogue Snail já é conhecida do público brasileiro graças ao ótimo Chroma Squad e ao shooter Relic Hunters Zero. Pois é, os desenvolvedores já mostraram que têm potencial e isso deve se provar mais uma vez com o lançamento de Relic Hunters Legend, sucessor direto do jogo mencionado. O primeiro game da franquia Relic Hunters ficou disponível no Steam gratuitamente e tinha o código fonte aberto, o que serviu para atrair mais de 1 milhão de jogadores.

Os produtores lançaram recentemente o trailer de Relic Hunters Legend e serviu para mostrar o que os jogadores podem esperar da nova aventura: um incrível RPG com ambientes 3D, maior variedade de armas, mais patos espaciais para atirar e uma história nova e totalmente imersiva. “É como se Destiny e Enter The Gungeon se fundissem em um jogo único!”, diz o lançamento do trailer.

De acordo com os produtores, o título terá um modo cooperativo online para até 4 jogadores e manterá a perspectiva isométrica que foi bastante elogiada no original. A história deve brincar com paradigmas de viagem no tempo  e a amizade entre os protagonistas. A melhor parte: o jogo será gratuito, para sempre.

Além do trailer, a Rogue Snail também está lançando uma série em quadrinhos dividida em três partes, que serão reveladas semanalmente, até o lançamento da campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, no dia 5 de outubro de 2017. A produtora está preparando um beta fechado, em 2018, e uma versão completa do jogo para PC e outras plataformas, prevista para 2019. Sim, vai demorar um bocado.

Além disso, novos jogadores que se inscreverem para receber novidades sobre o jogo receberão gratuitamente a mini trilha sonora de Relic Hunters Legend. Para mais detalhes, acesse o site do game.

Abaixo tem o trailer de Relic Hunters Legend:

Museu do Videogame Itinerante terá concurso cosplay

No próximo final de semana o Museu do Videogame Itinerante no RioMar Kennedy vai receber uma série de campeonatos e atrações divertidas. Uma das atrações mais esperadas será o Campeonato de Cosplays na categoria desfile. Os três melhores colocados no torneio levarão prêmios, o que deve elevar o nível de disputa dos participantes.

O campeonato ocorre no sábado, 23 de setembro, a partir das 17h. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 21 de setembro, das 10h às 21h, na loja CVC RioMar Kennedy, no Piso L1, e são limitadas a 50 vagas. O regulamento completo está disponível no site do RioMar Kennedy.

Outro torneio que vai animar os visitantes do Museu do Videogame Itinerante será o Campeonato de Just Dance que ocorrerá no domingo, 24 de setembro, a partir das 17h. As inscrições serão realizadas no Piso L1, ao lado do palco Just Dance.

O Cosplay é uma atividade em que as pessoas se caracterizam e interpretam seus personagens preferidos de jogos digitais, séries, filmes, dentre outros. Os finalistas serão escolhidos por uma comissão julgadora convidada pela curadoria da exposição e os três melhores receberão premiação.

O Museu do Videogame Itinerante tem entrada gratuita e segue até o dia 24 de setembro, com funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos, das 14h às 20h, na Praça Central de Eventos, no Piso L1.

 

Serviço – Campeonatos de Cosplays e Just Dance – Museu do Videogame Itinerante

Data: 23 e 24 de setembro (sábado e domingo)

Horário: a partir das 17h

Local: Praça Central de Eventos do Piso L1 – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada Gratuita

Especialista em storytelling para games estará no Mediamorfosis 2017

Uma das etapas mais sensíveis durante o desenvolvimento de um game é a roteirização. Não adianta muito ter uma mecânica bacana se a história for pobre. E é esse um dos temas abordados durante o Mediamorfosis Brasil 2017. Uma das referências em storytelling em games é o americano Nick Fortugno, o cara por trás de Diner Dash e vários projetos da produtora indie Playmatics e Gamelab.

O americano é presença confirmada na segunda edição do Mediamorfosis Brasil, evento que acontece nos dias 15 e 16 de setembro em São Paulo, com debates sobre a tecnologia e seus reflexos na forma como produzimos e consumimos conteúdo. A edição brasileira do evento é uma realização do Brazilian Content, programa de exportação da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Fortugno dedica-se atualmente à Playmatics, empresa com foco no desenvolvimento de games, experiências de usuário e aplicativos para redes sociais e plataformas conectadas à Internet. Ele também leciona design de games e narrativas interativas na Parsons The New School of Design. O game designer é cofundador do festival Come Out and Play, que acontece em Nova York e São Francisco desde 2006, com a proposta de transformar as cidades em playgrounds gigantes e proporcionar experiências públicas com o universo dos games.

Além de Fortugno, o Mediamorfosis também conta com uma galeria estrelada de convidados, como Christian Bennett, editor executivo de jornalismo visual no theguardian.com; Hal Kirkland, diretor de VR, e as norueguesas Julie Andem e Mari Magnus, responsáveis pela série “Skam”. Exibida pela NRK, canal público da Noruega, a atração mistura ficção e realidade nas redes e tem sido aclamada mundo afora pela inovação em linguagem.

Serviço – Mediamorfosis Brasil 2017

15 e 16 de setembro, das 10h às 18h

Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2.500, São Paulo

Quake Champions expande presença nos eSports em 2017 com torneios nos EUA e na Suécia

A franquia Quake é uma das mais lendárias no gênero FPS e Quake Champions veio justamente para restabelecer a importância da franquia. Os objetivos agora são agarrar parte dos seguidores de eSports e parece que as coisas estão no rumo certo graças as finais do mundial Quake World Championships, na QuakeCon.

Recentemente a Bethesda e a DreamHack revelaram dois novos torneios para 2017, expandindo o alcance do jogo no atual cenário competitivo profissional: o DreamHack Denver Quake Championship, que tem premiação de US$ 75 mil, nos EUA, e o Quake Champions Invitational, um grande torneio que será realizado no festival DreamHack Winter, na Suécia, com premiação de US$ 350 mil. Novos eventos de eSports para Quake Champions serão anunciados no futuro.

DreamHack Denver Quake Championship – 20 a 22 de outubro: A Bethesda realizará um campeonato de Quake Champions em Denver, Colorado, nos EUA, com premiação de US$ 75 mil, em que os competidores irão se enfrentar tanto no modo Duel quanto no intenso modo de times 4v4, o Sacrifice. As qualificatórias para o DreamHack Denver Quake Championship começarão em setembro.

Quake Champions Invitational, na DreamHack Winter – 1 a 4 de dezembro: Os melhores jogadores estarão reunidos no primeiro Quake Champions Invitational, que será realizado no DreamHack Winter, na Suécia. Os maiores jogadores de elite de todo o mundo irão competir por uma premiação de US$ 350 mil nos modos Duel e Sacrifice.

Ambos os torneios contarão com qualificatórias abertas, além de uma seleta lista de grandes jogadores profissionais de Quake Champions que serão convidados a competir. Aqueles interessados em participar das qualificatórias abertas poderão se inscrever no site da DreamHack. Detalhes serão anunciados num futuro próximo.

Se você não quiser esperar pelos torneios da DreamHack para ver mais competições de Quake Champions, não deixe de assistir às finais do Quake World Championships, direto da QuakeCon, nesta semana, de 24 a 26 de agosto, onde os melhores jogadores do mundo irão se enfrentar ao vivo, nos do Twitch e Facebook.

Oito atrações que você não pode perder na BGS 2017

Faltam menos de dois meses para começar a Brasil Game Show 2017, o maior evento de games da América Latina. Assim como nas demais edições, os organizadores prometem horas de diversão e atrações extraordinárias. No site do evento já é possível ver um pouco do que aguardam os visitantes e foi justamente inspirado pelo que já foi divulgado, resolvemos elaborar um guia de oito atrações imperdíveis na BGS10.

Brasil Game Cup

A Brasil Game Cup já é reconhecida como um dos maiores torneios de e-sports do Brasil, juntamente com a final do CBLoL. Neste ano já foram confirmadas disputas de Counter Strike: Global Offensive e Dota 2. A certeza é que as competições atrairão os times mais tradicionais do Brasil e os jogadores mais competitivos do cenário. Para o torneio de CS, uma novidade: haverá torneios masculinos e femininos.

“É uma satisfação realizar um torneio feminino de CS:GO na Brasil Game Cup. Assim como em tantos outros esportes, em que há oportunidades e igualdade de gênero, nos e-Sports não poderia ser diferente e queremos incentivar essa prática.  Esperamos um grande torneio, com partidas acirradas e atletas de alto nível. É algo que desejamos manter para as próximas edições da BGC”, afirmou Marcelo Tavares, fundador e CEO da Brasil Game Show.

Lançamentos

GWENTAinda que não esteja no nível da E3 ou da Tokyo Game Show, é possível conferir muitas novidades de games na BGS. Sabe-se que os esperados GWENT, Call of Duty World War II, Destiny 2, Assassin’s Creed Origins e South Park: The Fractured But Whole estarão no evento. A CD Projekt Red, vale dizer, montará um grandioso estande na feira para mostrar o GWENT. Esta é a segunda vez que o estúdio polonês vai abrilhantar o evento nacional.

“Será um grande prazer fazer parte da principal feira de games da América Latina e estar presente pela primeira vez em território brasileiro. Estou muito empolgado para conhecer nossos fãs, jogadores e passarmos nossas tardes jogando partidas de GWENT”, comenta Pawel Burza, especialista de comunidade da CD Projekt Red.

Evolução do Videogame e Arena Arcade

Quem já esteve nas edições anteriores da BGS já sabe como funciona a exposição Evolução do Videogame e a Arena Arcade. O primeiro espaço é um grande museu onde os jogadores podem conferir praticamente todos os consoles já lançados desde os primórdios da indústria, incluindo os clássicos Atari 2600 e o NES. Outros sistemas mais obscuros como o Odyssey e o PONG marcam presença, assim como os novíssimos PS4 e Xbox One.

Já a Arena Arcade é um espaço para quem sente saudades dos fliperamas. Ficam disponíveis vários árcades para quem quiser jogar pérolas como The King of Fighters ou os magníficos Gradius e Metal Slug. A melhor parte: você não precisa depositar nenhuma ficha!

Área indie

A área indie é a favorita do GameReporter! Ano após ano fomos à BGS apenas para conhecer os jogos indies mais bacanas do Brasil e em nenhuma vez saímos decepcionados. Dezenas de produtores já confirmaram presença na BGS 2017, tais como a Anguis Studio, Kekis Games e a Samurai Games. Como se não bastasse, a BGS terá novamente o Indie Meeting, área onde cada expositor indie teve a oportunidade de fazer uma apresentação de seus projetos para o público. Podemos esperar jogos sensacionais!

Brasil Game Jam

Uma Game Jam nada mais é que uma competição onde desenvolvedores independentes criam um jogo do zero em 48 horas a partir de um tema comum. Em 2016 o time vencedor foi o Antworks, de Campinas – SP, com o jogo Tormenta. Em geral os desafios são bem empolgantes e prezam mais pela colaboração do que a disputa em si.

Hideo Kojima

A lenda viva dos jogos eletrônicos mundial, Hideo Kojima, vem ao Brasil pela primeira vez para participar da BGS. O mítico criador de Metal Gear Solid deve falar de suas experiências e sua carreira para um público fiel. No Brasil há muitos fãs do trabalho de Kojima. Com um pouco de sorte, devemos ter algumas novidades sobre o esperado Death Strading, o novo trabalho de Kojima.

Ed Boon

Outra lenda a marcar presença na BGS será Ed Boon, criador de Mortal Kombat. Ainda que Boom não seja um rosto bastante conhecido dos jogadores brasileiros, sua importância é inegável no cenário mundial. Numa época em que os jogos eram mis infantis, Mortal Kombat causou furor e polêmica graças a violência desmedida e a popularidade entre os jogadores mais jovens.

Atualmente, Ed Boon é diretor de Injustice 2, o game de luta que possibilita a criação e personalização de versões definitivas de super-heróis e supervilões icônicos da DC Entertainment. O game está disponível para PlayStation 4 e Xbox One, nas plataformas física e digital, totalmente em português e com versão brasileira exclusiva.

Nolan Bushnell

E por fim, vale mencionar a participação de Nolan Bushnell, o homem que começou toda essa história de videogames. Considerado o pai dos videogames, Bushnell é o criador do Atari e um dos grandes ícones da indústria de games. Presente durante todos os dias da BGS 2017, Nolan fará uma palestra sobre sua experiência na indústria dos videogames e compartilhará histórias de sua trajetória. Na área de Meet & Greet da BGS, os visitantes também poderão tirar fotos e pegar autógrafos com um dos maiores ícones do mundo dos games.

Abertas inscrições do segundo programa de pré-aceleração da Playbor

Estão abertas desde o último domingo (13 de agosto de 2017), as inscrições para a próxima pré-aceleração da Playbor. A intenção é auxiliar novos produtores de jogos a lançarem seus produtos no mercado. Desta vez haverão duas turmas: uma presencial em Minas Gerais, com o patrocínio do Sebrae Minas; e outra nacional e remota, repetindo o mesmo modelo que foi consolidado no começo do ano. Você tem até o dia 27 de agosto para enviar a inscrição do seu game.

A abertura do processo será com uma GameJam que começa no dia 1 de setembro. Depois disso, 20 times selecionados (10 em cada turma) passarão por oito semanas de uma maratona de desenvolvimento de jogos voltada para o produto. Ao fim, haverá mais uma seleção e os finalistas passarão por duas semanas de uma consultoria focada em negócios e empreendedorismo.

“A ideia do programa é criar oportunidades para o desenvolvimento de jogos independentes no Brasil. A Playbor oferece suporte, contatos e mentorias com as figuras mais importantes do cenário de games nacional para que os times forem uma boa estrutura e consigam caminhar no mercado com as próprias pernas”, explicou Marcelo Faria, diretor de aceleração da Playbor.

As inscrições estão abertas no site da Playbor para equipes com dois ou mais integrantes que estejam dispostos a empreender no mercado de jogos. A primeira edição revelou muitos jogos interessantes que até saíram aqui no GameReporter como o Cursiva e Bonded Heroes.

Sobre a Playbor

Para quem não conhece, a Playbor foi fundada em 2015 por empreendedores e entusiastas de games. Ela é a primeira empresa do Brasil focada em acelerar o desenvolvimento de jogos digitais. Executou seu primeiro programa de pré-aceleração no começo de 2017, revelando talentos como a Kaldra Games e a Rev Studio.