Especialista em storytelling para games estará no Mediamorfosis 2017

Uma das etapas mais sensíveis durante o desenvolvimento de um game é a roteirização. Não adianta muito ter uma mecânica bacana se a história for pobre. E é esse um dos temas abordados durante o Mediamorfosis Brasil 2017. Uma das referências em storytelling em games é o americano Nick Fortugno, o cara por trás de Diner Dash e vários projetos da produtora indie Playmatics e Gamelab.

O americano é presença confirmada na segunda edição do Mediamorfosis Brasil, evento que acontece nos dias 15 e 16 de setembro em São Paulo, com debates sobre a tecnologia e seus reflexos na forma como produzimos e consumimos conteúdo. A edição brasileira do evento é uma realização do Brazilian Content, programa de exportação da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Fortugno dedica-se atualmente à Playmatics, empresa com foco no desenvolvimento de games, experiências de usuário e aplicativos para redes sociais e plataformas conectadas à Internet. Ele também leciona design de games e narrativas interativas na Parsons The New School of Design. O game designer é cofundador do festival Come Out and Play, que acontece em Nova York e São Francisco desde 2006, com a proposta de transformar as cidades em playgrounds gigantes e proporcionar experiências públicas com o universo dos games.

Além de Fortugno, o Mediamorfosis também conta com uma galeria estrelada de convidados, como Christian Bennett, editor executivo de jornalismo visual no theguardian.com; Hal Kirkland, diretor de VR, e as norueguesas Julie Andem e Mari Magnus, responsáveis pela série “Skam”. Exibida pela NRK, canal público da Noruega, a atração mistura ficção e realidade nas redes e tem sido aclamada mundo afora pela inovação em linguagem.

Serviço – Mediamorfosis Brasil 2017

15 e 16 de setembro, das 10h às 18h

Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2.500, São Paulo

Universidades disputam prêmio de R$ 20 mil em Liga Universitária de League of Legends

League of Legends não para de fazer história: no próximo sábado (09) começa a Liga Universitária Global Games de League of Legends – o maior torneio universitário de LoL do país. Nesta edição, 72 universidades de norte a sul do Brasil confirmaram presença na disputa, que irá distribuir mais de R$ 20.000,00 em premiação, além de uma série de benefícios para os alunos e atletas participantes.

Esta é a segunda edição do evento, que surgiu em 2016, já com o apoio oficial da Riot Games. No ano passado, a Global Games realizou um estágio de testes com 4 equipes, para entender a aceitação do formato no mercado e por parte da comunidade gamer. Na ocasião, a Universidade Presbiteriana Mackenzie não tomou conhecimento dos adversários, levou a premiação para casa, mas deixou a taça na sala da reitoria da faculdade.

“Para a Liga Universitária Global Games, 2016 foi um ano de testes que resultou em muitas conquistas! Foi a primeira vez que vimos um torneio universitário acontecendo de forma organizada no Brasil, e, justamente por isso, já sabíamos que teríamos um longo caminho pela frente. Esse ano, 72 universidades participando oficialmente da liga nesta temporada é consequência de um trabalho sério que vem sendo realizado. Não poderíamos estar mais contentes com os resultados!”, comemora Décio Sanford, CEO da Global Games.

Um dos principais diferenciais da Liga Universitária de League of Legends é o foco no desenvolvimento das equipes. Torneios com um alto número de participantes, por uma questão de praticidade, costumam utilizar o formato de eliminação dupla, para dar agilidade à competição. A Global Games optou pelo caminho inverso.

“Confirmar a participação oficial de uma universidade é um processo bastante trabalhoso e burocrático, ainda mais em um cenário novo como o nosso. Para nós, não faz sentido nos reunirmos com uma faculdade por 06 meses até encontrarmos uma equipe para representá-la, só para ver esta mesma equipe ser eliminada em um final de semana. Acreditamos que, assim como no meio acadêmico, dentro do jogo os alunos (ou atletas!) precisam de tempo para desenvolver habilidades, aptidão e trabalho em equipe. Um formato de torneio mais longo permite que eles pratiquem e busquem a evolução, individual e como equipe”, justifica Philipp Kerber, Diretor de Operações da Global Games.

Partidas serão transmitidas ao vivo no canal do Esporte Interativo

Uma das maiores novidades desta edição é que a partir das oitavas-de-final, todas as partidas serão transmitidas ao vivo nos canais digitais do Esporte Interativo. A fase de grupos da Liga Universitária Global Games começa no próximo dia 09. Em novembro, começa a segunda-fase, com transmissão ao vivo. Para ficar por dentro de todas as novidades, basta ficar de olho na página do Facebook da GG.

League of Legends é um fenômeno mundial, e a cada dia que passa ganha mais visibilidade, seja nos canais digitais ou na televisão. Hoje, estamos muito contentes em anunciar uma importantíssima parceria com o Esporte Interativo, que irá transmitir todo o playoffs da liga em tempo real, para todo o Brasil “, explica Jota Junior, Diretor de Marketing da Global Games.

Novo clipe de Low Roar é inspirado no jogo Death Stranding de Hideo Kojima

O jogo Death Stranding ainda nao lancou, mas certamente podemos dizer qhe ja é um dos titulos mais aguardados da proxima temporada. Afinal, o projeto é fruto da parceria entre Hideo Kojima, Guilhermo Del Toro e Norman Reedus. A expectativa é tanta que o cantor indie americano Ryan Karazija buscou inspiração no jogo para a concepção de seu novo clipe “Give me and Answer“.

A lenda dos games, Hideo Kojima, responsável por sucessos como Metal Gear, ouviu o álbum “0”, de Low Roar (o projeto de Ryan), tocando em uma loja de discos em Reykjavik, na Islândia. Logo as canções “I’ll keep coming” e “Easy way out” se tornaram trilha para os trailers de Death Stranding. A história de Ryan com o video game se tornou o ponto de partida para o diretor Dylan Marko Bell, que leva o espectador por estradas e quartos de hotel misteriosos, seguindo algumas pistas já entregues pelos trailers que antecipam o aguardado jogo.

“Ao conhecer sobre o passado da banda, pensei que seria divertido criar um mundo onde certos fãs pudessem entrar fisicamente no jogo antes de seu lançamento. Isso abriu a porta para questões que criaram a narrativa que você vê no vídeo. O que é o carro que te leva até lá? Quem está dirigindo? Qual o número do quarto de hotel? Como é a máquina e o processo de transferência? O que acontece se um participante não espera sua vez? O gênero da música e da narrativa são o que me excitam criativamente e eu sinto uma fagulha se acender quando uma música assim aparece”, declarou o diretor à Paper Mag, onde o clipe estreou.

Give me an answer” é o segundo single de “Once in a long, long while…”, distribuído na América Latina pelo selo mexicano Pedro Y El Lobo. O primeiro vídeo para o álbum (da canção “Bones”) também mostrou a forte conexão entre a música sensorial e a imagética de Low Roar. Ryan Karazija é um americano da Califórnia, filho de uma mexicana com um lituano, atualmente radicado na Polônia. Essa diversidade de culturas, línguas e influências enriquece o trabalho do compositor. O novo álbum é seu terceiro lançamento de estúdio e sucessor de um EP e de um disco ao vivo, lançados em 2015.

Abaixo tem o trailer de Give me na Answer:

Fãs de Pokémon têm encontro marcado na Arena Gamer do Shopping Metrô Tucuruvi

Havia rumores de que a febre Pokémon já era, mas a verdade é que os monstrinhos de bolso seguem com toda a força após o badalado Pokémon Go. O card game não é exceção: os torneios e disputas continuam conquistando mais jogadores a cada dia. Para quem é jogador do card game, eis a dica: a Arena Gamer, do Shopping Metrô Tucuruvi, é o endereço certo para quem quer trocar cards dos personagens, se divertir com os jogos de sucesso e fazer novas amizades, pois haverá um encontro para colecionadores no dia 9 de setembro, às 15h, no ambiente instalado especialmente no Piso 1.

“As versões digitais de Pokémon reúnem famílias inteiras na brincadeira. Das telas da TV para os smartphones, o jogo continua sendo um sucesso, sem perder a originalidade, por isso, preparamos esse encontro para diferentes gerações aproveitarem juntas”, destaca Laís Marques, gerente de Marketing Shopping Metrô Tucuruvi.

Além de recepcionar os adoradores dos Pokémons, os visitantes da Arena Gamer poderão jogar também videogames retrôs, como Pac Man, Super Mario e Sonic, e as versões mais atuais com PES 2017, Fifa 17 e Street Fighter V. Os consoles disponíveis na arena são: PlayStation 3 e 4, Xbox One e 360, Super Nintendo, Atari e muito mais. Para participar é necessário ter mais de 18 anos ou estar acompanhado pelos pais ou responsáveis.

A entrada custa R$ 15 para 30 minutos e R$ 20 para 60 minutos. Cada minuto excedente tem custo de R$ 1. De segunda a quarta-feira, participantes que adquirirem 60 minutos ganham meia hora a mais de jogo. Crianças menores de quatro anos não pagam, mediante acompanhamento de um adulto pagante.

 

Arena Gamer no Shopping Metrô Tucuruvi

Data: até 10 de setembro

Horário: segunda-feira a sábado, das 10 às 22h, domingo das 12h às 20h

Encontro entre colecionadores Pokémon TCG

Data: sábado, dia 9 de setembro

Horário: às 15h

Local: Piso 1, ao lado da loja Havaianas

Endereço: Av. Dr Antonio Maria Laet, 566 – Tucuruvi – São Paulo

Valores: R$ 15 para 30 minutos e R$ 20 para 60. De segunda a quarta-feira, a cada 60 minutos comprados, ganha-se mais meia hora

Playbor: Maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos será realiza em Belo Horizonte

Mais uma boa oportunidade de se destacar no cenário de desenvolvimento de games no Brasil: O Sebrae Minas e a pré-aceleradora de games Playbor lançam desafio para programadores, artistas, designers e empreendedores desenvolverem games. A Game Jam, como é conhecida a maratona de desenvolvimento de jogos eletrônicos, será realizada no dia 7 de setembro, feriado da Independência, na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte. 

Em 48 horas de imersão, os participantes receberão orientações sobre mercado e tendências, e terão o desafio de criar um protótipo de um jogo eletrônico.

“Os games deverão ser desenvolvidos a partir do direcionamento que daremos no início do desafio sobre as principais demandas de grandes players e investidores do segmento”, explica João Guilherme Paiva, diretor de negócios da Playbor.

Os projetos com as melhores ideias e potencial comercial participarão do programa de pré-aceleração da Playbor. Durante três meses, as equipes receberão mentorias, consultorias e capacitações na área técnica e também em marketing, finanças e gestão.  

“Não é só fazer o game, os empreendedores também devem estar preparados para colocar o produto no mercado e conseguir investidores”, afirma Márcia Valéria, analista do Sebrae Minas.

Algumas equipes já foram selecionadas na fase on-line. Porém, quem quiser participar do desafio ainda pode se inscrever presencialmente no dia 7 de setembro, das 13h às 15h, durante o evento Música Mundo, que será realizado no espaço CentoeQuatro (Praça Rui Barbosa, 104, Centro). As inscrições gratuitas são individuais e os participantes serão divididos em equipes no dia do desafio.

 

Serviço – Game Jam Playbor/Sebrae em MG

Dia 7 de setembro (quinta-feira), a partir das 16h

Sede do Sebrae Minas – Avenida Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada

Inscrições presenciais gratuitas: 7 de setembro, das 13h às 15h, no Música Mundo (Praça Rui Barbosa, 104 – Centro)

Distortions estará disponível para gameplay na BGS 2017

O Pavilhão Indie da Brasil Game Show promete ser um dos melhores de todos os tempos graças a presença de jogos fantásticos, como é o caso de Distortions, da produtora indie brasileira Among Giants. O game terá uma demo exclusiva na maior feira de games da América Latina para quem quiser testar. O título é o atual vencedor do BIG Festival, tendo levado os prêmios de Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Jogo no voto popular.

Among GiantsAlém de testar o game, os visitantes poderão bater um papo com toda a equipe de desenvolvedores do Distortions. É a oportunidade para descobrir quais engines foram utilizadas para obter o resultado final e as inspirações por trás do enredo. Mas se você quiser perguntar qual pizza era a mais pedida pela equipe durante o desenvolvimento não tem problema. Vale destacar ainda que no estande de Distortions haverá uma cosplayer com os trajes da garota que protagoniza o game. Você pode tirar fotos à vontade. A intenção é popularizar ainda mais a franquia entre os jogadores brasileiros.

Em Distortions você controla uma garota que acorda em um quarto estranho e desconhecido. Sem entender o que se passa ou onde está, a jovem começa a investigar o quarto, mas para seu desespero percebe que o tempo parece estar parado e os objetos congelados, como se a gravidade já não mais existisse. A partir daí, o jogador deve conduzir a jovem através de um mundo vasto e solitário, na tentativa de descobrir respostas para os mistérios que a rodeiam.

Sua única arma é um violino, que deve ser utilizado para defender-se. Mas não pense que ela deve golpear os inimigos com golpes de violino, mas sim encontrando partituras perdidas de músicas que servem para deter os inimigos, manipular o ambiente, entre outras ações. Além disso, a jovem deve encontrar páginas perdidas de um estranho diário que contém pistas que a guiarão em sua jornada. De acordo com os produtores, Distortions conta com referencias de games como Shadow Of The Colossus, Silent Hill 2, e de filmes como Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças e Once, apenas uma vez.

Abaixo tem um trailer de Distortions:

Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Jogos Digitais na PUC-SP

Já pensou em se tornar Mestre em Desenvolvimento de Jogos Digitais? Pois sua oportunidade está aberta, visto que a PUC-SP abrirá inscrições para o curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Jogos Digitais. Este curso é uma das novidades que a PUC-SP preparou para esta área do conhecimento.  As inscrições para os cursos de pós-graduação Stricto Sensu estarão abertas de 09 a 27 de outubro de 2017,  com início no primeiro semestre de 2018. Mais informações, você encontra aqui.

dev

O Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Jogos Digitais procura aliar teoria e prática à produção de games, combinando os campos do design e da computação, tanto nas disciplinas quanto na orientação e nas produções dos alunos. Por isso, aproveita a experiência e infraestrutura já existentes na Universidade, incluindo o Curso Superior de Tecnologia em Jogos Digitais, bibliotecas e laboratórios.

Estas são as disciplinas que compõe o curso de Mestrado em Desenvolvimento de Jogos Digitais da PUC-SP:

  • Análise e Modelagem de Jogos Digitais
  • Implementação de Jogos Digitais
  • Processos de Desenvolvimento de Jogos Digitais
  • Arquitetura de Jogos Digitais
  • Design de Interação
  • Ergonomia e Usabilidade
  • Roteiro Audiovisual
  • Narrativas no Design Interativo de Games

Todo aluno frequentará também laboratórios em que formará um par com um colega de outra linha de pesquisa, para a produção de um trabalho de conclusão de curso. É a grande chance de desenvolver um game no ambiente acadêmico.

Linhas de pesquisa do Mestrado Profissional em Desenvolvimento de Jogos Digitais

As áreas de concentração do curso é Engenharia e Design de Jogos Digitais, dividida em duas linhas de pesquisa:

  • Software de Jogos Digitais;
  • Design de Conteúdo para Jogos Digitais.

Todas as informações necessárias para participar do processo seletivo estarão no site da Universidade. Em caso de dúvida, o candidato deverá entrar em contato com a Secretaria Acadêmica da Pós-Graduação da PUC-SP no telefone (11) 3670-8526 ou email alunospos@pucsp.br.

Game Desafie-me prepara alunos para o Enem

Quer passar no Enem? É claro que você quer! Mas querer é apenas a primeira parte, pois para conquistar sua vaga na universidade dos seus sonhos também requer esforço e bastante estudo. Quem já prestou o exame sabe que os estudos são difíceis de administrar, entretanto há uma alternativa bem interessante para quem encontra dificuldades em meter as caras nos livros. Estamos falando do jogo Desafie-me.

O aplicativo – já disponível para download em aparelhos com sistema operacional Android e em breve também no iOS – conta com questões dos últimos nove exames do Enem para que os alunos se preparem para as provas da melhor maneira possível. No app, é possível escolher desafios nas áreas de conhecimento abordadas no Enem: Biologia, Matemática, Português, História, Geografia, Física, Química, Inglês e Espanhol.

Ao todo, Desafie-me conta com 1.600 questões diferentes – mas cada desafio compreende cinco perguntas, que devem ser respondidas em até 15 minutos. O conceito do app foi concebido pelo grupo Ser Educacional – mantenedora da Universidade UNG – para promover aprendizado e desafio com facilidade e praticidade, seguindo o conceito de gamificação – que é o uso de mecânicas de games em outros contextos, como na área da educação.

“O jogo dentro do processo de ensino-aprendizagem estimula não só a motivação e o interesse do aluno, como também a criatividade na resolução de problemas”, comenta a diretora acadêmica do grupo Ser Educacional, Simone Bérgamo.

No Desafie-me, o aluno aprende também de maneira competitiva, com quatro tipos diferentes de rankings para classificar o usuário em relação aos outros jogadores. É possível desafiar amigos do Facebook, colegas da mesma escola ou ainda adversários aleatórios.

“Se formos pensar sobre a questão da competição, acreditamos que ela se torna salutar à medida que fortalece no estudante a ‘vontade de buscar’. Ou seja, tirar o aluno da passividade e torná-lo agente ativo na aprendizagem”, aponta a diretora.

Apesar da ideia de levar o estudante a sentir a competição com outros jogadores, o Desafie-me também possui um modo exclusivamente para treinamento. Nele, o aluno pode se desafiar a responder as questões para testar seus conhecimentos e se preparar não apenas para as sessões competitivas do jogo, mas especialmente para as provas do Enem.

Criança Segura lança jogo para ensinar a prevenção de acidentes para o público infantil

Acidentes são uma constante, principalmente entre as crianças que não medem a periculosidade de seus atos e brincadeiras. Todos os anos milhares de crianças de zero a 14 anos morrem e outras centenas de milhares são internadas devido a algum tipo de acidente, como atropelamento, afogamento, sufocação, queimadura etc. Pensando nisso, a Organização Criança Segura está lançando um aplicativo que dá dicas de segurança para os baixinhos.

Basicamente o aplicativo é um grande guia para que as crianças se informem sobre como prevenir acidentes e adotem comportamentos e medidas que garantam sua própria segurança. A ideia é que a linguagem seja apropriada para educar as crianças de forma rápida e efetiva.

O jogo estará disponível a partir de 30 de agosto, data em que se comemora o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes. Para jogar, basta acessar o site. A dinâmica é a seguinte: por meio de vários jogos curtos, apresenta situações nas quais os pequenos aprendem a identificar os perigos em ambientes domésticos ou no trânsito e dá dicas de como evitar acidentes que podem acontecer com as crianças, tudo isso de forma divertida e leve, afinal, criança aprende brincando.

“A nossa mensagem é sempre direcionada para o adulto, pois entendemos que ele é o responsável pela vida da criança. Mas, é importante também ensinarmos a criança noções de comportamento seguro para que ela seja capaz de compreender algumas situações de perigo desde pequena. Daí vem a importância de um game como esse. Nele, nós nos preocupamos em trabalhar todas as principais causas de acidentes com crianças, como queda, intoxicação, sufocação, afogamento etc. Dessa forma, esperamos contribuir com o desenvolvimento da autonomia de meninos e meninas, com uma linguagem direcionada para esse público e muita ludicidade.”, explica Carla Lerner, responsável da Criança Segura pela área de Mobilização da organização e pelo desenvolvimento do jogo.

A intenção da Organização Criança Segura é lançar um aplicativo para iOS, Android e Windows Phone em breve. Assim, os baixinhos podem aprender em qualquer lugar como evitar acidentes. A expectativa é que o jogo se torne referência e evite uma série de situações ruins para os pais e para as crianças. O primeiro passo já foi dado.

Para quem não conhece, a Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Battlejack, RPG de fantasia e batalhas com cartas, chega aos dispositivos móveis em 24 de agosto

Se você curte jogos de carta e o mundo de fantasia medieval com criaturas fantásticas, chegou a hora de conhecer o novo lançamento da Nexon. Battlejack é um RPG profundo e estratégico no qual os jogadores se aventurarão por um mundo de fantasia mítico e batalhas contra as forças do mal através de uma inovadora experiência de jogo.

Os jogadores embarcarão em uma viagem épica em busca de vencer as forças do mal em mais de 100 níveis da história. Ao recolher, fundir e desenvolver heróis poderosos com habilidades elementais únicas e conjuntos de runas, os jogadores podem construir o baralho definitivo para devastar inimigos temíveis.

“Battlejack leva as emoções intemporais do blackjack e combina elas perfeitamente com a mecânica de role-play em profundidade para oferecer uma experiência de jogo verdadeiramente inovadora e estratégica”, disse Lawrence Koh, gerente geral da Nexon M. “Estamos ansiosos para que os jogadores comecem sua jornada neste verão e estamos felizes em colaborar com o Grand Cru ao trazer o belo mundo de Midgard para a vida”.

Como um toque inovador no blackjack, o jogo de cartas mais popular do mundo, Battlejack adiciona sistemas de role-playing imersivos na fórmula, realmente colocando o poder na mão do jogador. Um modo PvP (Jogador x Jogador) permite que os heróis se enfrentem em batalhas, e os jogadores podem se juntar às Guildas para vencer inimigos poderosos em equipe, e para ganhar valiosos pontos de aliança que podem ser usados para subir de nível e ganhar recompensas especiais.

“Com uma classificação já impressionantemente alta nas lojas, os jogadores mostraram que estão profundamente envolvidos na experiência de batalha rápida que a Battlejack oferece”, disse Markus Pasula, CEO da Grand Cru. “Se você é um jogador hardcore ou casual, o Battlejack tem algo para todos, oferecendo altas recompensas para uma jogabilidade simples e estratégica”.

Games Independentes, Jogos Nacionais, Produção de Games e muito mais.