Skykings é prato cheio para quem esperava um shmup de respeito

Nossa recomendação do dia é um jogo indie produzido pela produtora StreamSoft Games em 2016. Trata-se de Skykings, um título do gênero shoot ’em up para Android e iOS inspirado no clássico River Raid do Atari. Aqui o jogador deve controlar uma nave solitária vagando por cenários urbanos em progressão vertical enquanto atira e desvia das hordas inimigas coletando combustível.

Skykings segue à risca o estilo dos shmups da geração 16-32 bits, ou seja, conforme a jogatina progride você vai coletando moedas e medalhas para fazer upgrades na sua nave, ou mesmo comprar outras naves. Ao todo existem 16 naves para jogar, sendo que as 3 primeiras já estão liberadas para uso e as outras 13 o jogador precisa liberar com as moedas conquistadas.

screen696x696Além dos upgrades básicos, o jogador poderá contar com três habilidades especiais que podem ajudar o jogador em sua jornada e tem também cerca de trinta conquistas desbloqueáveis que ajudam a subir de nível nas lojas App Store e Google Play. O desafio é ser o melhor jogador na sua rede de amigos. Essas conquistas podem ser liberadas destruindo uma quantidade x de inimigos, percorrendo certa distância, coletando combustível, gastando uma quantidade considerável de moedas ou até mesmo morrendo algumas vezes.

Skykings acaba se tornando viciante, pois o jogador quer cada vez chegar mais longe e conquistar mais pontos possíveis, além disso, o game possui uma rádio com várias trilhas sonoras que o próprio jogador pode alterar no decorrer da partida, deixando assim muito mais agradável a jogabilidade. A intenção da StreamSoft é de justamente agradar os fãs antigos desse gênero tão esquecido pela indústria. O download já está disponível no Android e iOS.

Abaixo você confere um trailer de Skykings:

Trade Rally é nova ferramenta de trade marketing com gamificação e chatbot

A gamificação já é uma ferramenta bastante popular entre empresas pioneiras para motivar seus funcionários. Pois bem, a Solvian, empresa de tecnologia especializada em soluções para controle de operações em tempo real, acaba de entregar o Trade Rally, uma plataforma gamificada para controle e monitoramento de equipes em campo do país. A ideia é permitir que o gestor implemente plano de incentivos com alto índice de engajamento e produtividade.

O Trade Rally traz uma combinação inédita capaz de impulsionar bons resultados: a gamificação e o primeiro chatbot do mercado aplicado para gestão de equipes em campo. O chatbot é um robô que interage com as pessoas via aplicativo de comunicação instantânea, interpretando as perguntas dos usuários em linguagem oral e escrita e respondendo em tempo real com informações multimídia. Também envia automaticamente mensagens e alertas importantes aos gestores.

unnamed-1

De acordo com a Solvian, a novidade tem o objetivo de facilitar o dia a dia dos gestores de equipes, garantindo o acesso à informação de forma prática e ágil. Já a plataforma de gamificação aposta em um modelo de gestão em tempo real e gratificação instantânea, baseado na motivação, engajamento e meritocracia. A solução estimula a adesão às ferramentas para controle de atividades de equipes que atuam nos pontos de venda, como supermercados, lojas e outros espaços com demonstração de produtos. Também permite que o gestor implemente um plano de incentivos, através de regras personalizadas pelo cliente.

“Desenvolvemos a plataforma com gamificação para engajar a equipe e tornar o processo de controle da operação em campo mais divertido. O game mostrou-se uma forma eficaz de estimular o promotor a prestar contas, melhorando a comunicação entre empresa e funcionário, valorizando o trabalho e premiando por mérito”, ressalta Benedito Fayan, diretor da Solvian.

Abaixo você confere as principais vantagens do Trade Rally:

 

web– Controle de jornada: check-in/check-out, km percorrido, posição georreferenciada e aderência de roteiro.

– Coleta de informações: controle de exposição da marca, merchandising, ações da concorrência, pesquisas diversas (preço fora de margem, prazo de validade de produto, espaço em gôndola, ruptura etc.).

– Galeria de fotos: galeria contendo todas as fotos tiradas em campo com opções de exportação nos formatos ppt, pdf e excel.

– Registro de vendas: registro de informações de produtos vendidos, quantidade, preço etc.

– Cadastro de prospects: registro de prospecção de novos clientes e estabelecimentos.

– Relatórios gerenciais e mosaico: relatórios contendo todos as informações capturadas em campo e monitoramento de colaboradores. Mosaico em tela inicial com as principais informações da operação em tempo real.

– Plataforma de business intelligence: plataforma personalizada com gráficos dinâmicos e visões em cubo.

Campeonato retrô de Street Fighter II é confirmado na Brasil Game Cup Rio

A Brasil Game Cup Rio acaba de anunciar seu primeiro Campeonato Retrô: Street Fighter II. Sim, o clássico jogo de luta da Capcom está de volta e poderá ser jogado à exaustão durante o maior campeonato de games do Rio de Janeiro. Todos poderão se inscrever gratuitamente e participar dos campeonatos de jogos antigos e disputar prêmios.

A intenção da organização é justamente abrir espaço para os games mais velhos disputar um game aclamado nos mesmos moldes dos torneios de títulos mais recentes. A disputa retrô durante a Brasil Game Cup terá outros títulos, que serão anunciados em breve. O formato do torneio de Street Fighter II ainda não foi revelado, mas espera-se que o número de inscrições sejam altos.

Mas o visitante também vai curtir outras atrações como as partidas da final de Counter-Strike: Global Offensive, Cosplay Zone – palco com concurso de cosplay com premiações diárias -, Área Indie – em que os desenvolvedores independentes serão as estrelas, com 26 estandes -, Indie Meeting – área com apresentações e palestras dos indies -, Meet&Greet – parte em que os fãs poderão conhecer seus ídolos do universo gamer -, loja oficial – com vários produtos licenciados da BGC e BGS.

A expectativa é que outros jogos retrô façam parte dos torneios da BGC, mas a organização do evento ainda não confirmou quais outros títulos farão parte da disputa ou quais serão os prêmios para os vencedores. De qualquer modo, se você é jogador das antigas (ou mesmo dos novos que curtem jogos antigos) e quer mostrar suas habilidades em torneio, a Brasil game Cup Rio tem tudo para ser um palco de vitórias. Você já pode garantir seus ingressos!

Abaixo você confere um vídeo da Brasil Game Cup Rio:

Evento Promised Land volta em 2017 com participação dos criadores de The Witcher

A CD Projekt RED, criadora da franquia The Witcher, anunciou há pouco o retorno do evento Promised Land. O evento ocorrerá entre os dias 3 e 6 de setembro na cidade de Lódz, na Polônia, e tem a intenção de unir profissionais da indústria de games de todo o mundo. Apesar de o público e imprensa brasileira desconhecer o evento, a expectativa é que as mentes por trás da trilogia estrelada por Geralt, mostrem algumas novidades de seus projetos futuros, incluindo Cyberpunk 2077.

De acordo com a CD Projekt RED, a Promised Land é o lugar ideal para o intercâmbio de conhecimento, experiências e networking, cruzando a divisão entre o digital e as artes tradicionais. O motivo para isso é que o evento deve reunir profissionais que trabalham no cinema, jogos e outras indústrias criativas. Sim, o Promied Land não é exclusivo para games, mas sim um palco de mais de uma centena de atividades que vão desde workshops práticos, palestras e demos, até sessões de Q&A e networking.

unnamedO local escolhido para o evento é o centro EC1 Lódz, uma antiga central elétrica, recentemente modernizada e transformada em um centro de cultura e ciência. O Promised Land tem apoio da prefeitura local como parte dos programas promocionais da Lódz Creates e EC1 Lódz. Os ingressos para o evento estão disponíveis para compra com um desconto de 20%.

No ano passado, a Promised Land recebeu centenas de convidados e mais de 40 oradores líderes da indústria criativa, incluindo Blizzard Entertainment (Overwatch), Industrial Light & Magic (Star Wars), Netflix (Originals), Blur (Deadpool) e CD PROJEKT RED (The Witcher 3: Wild Hunt).

Abaixo você confere o trailer do evento Promised Land 2017:

 

 

 

Edição comemorativa de 10 anos da Campus Party Brasil termina com mais de 750 horas de atividades

Após mais de 750 horas de atividade, chega ao fim a Campus Party Brasil 2017, o maior evento de tecnologia do país. A julgar pelos números disponibilizados pela organização, foi um enorme sucesso. Afinal foram mais de 8 mil campuseiros a passar pelos corredores do Pavilhão de Exposições Anhembi. Entre os destaques da edição desse ano estão a presença do cofundador do Netflix, Mitch Lowe, da cientista brasileira, Duilia F. de Mello, do muralista Eduardo Kobra, do desenvolvedor de games Grayson Chalmers, entre outros.

Outro destaque foi o The Big Hackathon, iniciativa em parceria com PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), que tinha como objetivo desenvolver soluções tecnológicas para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, e também fomentar o empreendedorismo inovador. Houveram diversas palestras e workshops durante o evento, ocasião em que os visitantes puderam conhecer mais sobre ciência, tecnologia e até mesmo cultura pop.

campus-party“Estamos muito contentes com o resultado desses mais de nove meses de trabalho. Tivemos um retorno bastante positivo dos campuseiros que lotaram os palcos e participaram intensamente de todos os workshops e atividades propostas. Além disso, buscamos com sucesso nessa edição uma maior proximidade com os campuseiros, por meio de campanhas nas quais eles sugeriram conteúdos que entraram na programação oficial”, explica Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil. “Além disso, a 10ª edição também recebeu um aumento de 73% no número de patrocinadores e parceiros em relação à edição passada”.

A CPBR10 também foi marcada pelo empreendedorismo. 160 startups participaram do programa Startup&Makers cujo objetivo é impulsionar e capacitar jovens talentos e empreendedores. De áreas distintas como, agronegócio, comunicação, educação, entretenimento, finanças, tecnologia, saúde e varejo, foram selecionadas e tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos, encontrar talentos, testar mercados, aprender e ensinar para um público qualificado e ávido por curiosidades. Além disso, receberam mentorias, coaching e tiveram a oportunidade de conversar com investidores e diretores de grandes empresas presentes no evento fazendo negócios.

Outros destaques da Campus Party 2017

campus-party1A Open Campus, espaço gratuito e aberto ao público também foi um dos destaques dessa edição. “Dedicamos muita atenção para esse espaço, pois acreditamos que ele é uma vitrine para futuros campuseiros. Ainda não temos o número fechado de pessoas que estiveram presentes nos quatro dias de funcionamento da área, mas pelas estimativas, batemos o público esperado de 80 mil pessoas”, complementa Tonico.

Vale destacar ainda, que a Campus Party fechou uma parceria com a Prefeitura de São Paulo para ajudar as pessoas que estão em situação de desabrigo. Os campuseiros que tiverem interesse poderão doar suas barracas que serão encaminhadas para a programas de assistência da prefeitura. E sim, a edição 2018 já está mais do que confirmada!

Oitava geração já responde por 64% do faturamento do mercado brasileiro jogos de vídeo game, aponta GfK

Ainda que as pessoas acreditem que a 8º geração de videogames ainda esteja engatinhando no Brasil, a Gfk, empresa global que monitora vendas reais de games e de diversas categorias de eletroeletrônicos em todo o Brasil, divulgou dados referentes ao ano de 2016 que aponta que a nova geração de videogames já responde por 64% do faturamento do mercado nacional de videogames.

O número representa um crescimento de 18,8% em relação ao ano anterior, quando representou 49% do faturamento do setor. Ainda de acordo com o levantamento da GfK, o mercado total de games fechou 2016 com retração de 16,6% em volume de unidades vendidas, na comparação com o ano anterior. Em faturamento, a retração foi menor, de 10,7% em relação a 2015.  Conforme explica o coordenador de atendimento da GfK, Filipe Mori, a diferença entre os  percentuais resulta da variação do preço médio do produto, que aumentou 7,1% durante 2016.

homepage-hero-bg-xsAinda segundo Filipe Mori, em alinhamento com as vendas de jogos, os consoles mais vendidos são os da nova geração, como o PS4 e o Xbox One. Os dois modelos respondem por 61,2% das unidades comercializadas no Brasil. Isto deixa claro que aos poucos o público já começa a migrar para as plataformas mais modernas. A expectativa é que em 2017 esse percentual seja ainda maior com a possibilidade da economia mais aquecida.

Ranking

A análise do mercado de jogos para vídeo game por gênero mostra que os jogos mais vendidos em 2016 foram os de “ação e aventura” (39%) das vendas, e os de “esportes” (23,4%).  “Os dois gêneros mais vendidos registraram ligeiro crescimento na comparação com o ano anterior”, assinala Mori.

O interessante mesmo é o ranking de jogos mais vendidos, que elege Fifa 17 como o título mais popular entre jogadores brasileiros. Minecraft continua fazendo história (ficando em segundo lugar no ranking. E por fim, temos PES 2017 em terceiro lugar. O game exclusivo de uma determinada plataforma mais popular foi Uncharted 4: A Thief’s End.

Confira abaixo o ranking de jogos mais vendidos em 2016, de acordo com a Gfk:

games-mais-vendidos-2016

TruckEscape – Primeiro Escape Móvel do Brasil é lançado na Campus Party

Os jogos de fuga, espaços temáticos onde os participantes ficam trancados e precisam desvendar enigmas em um determinado tempo para conseguir solucionar ameaças fictícias, já se tornaram bastante populares na cidade de São Paulo. Um dos estabelecimentos mais famosos é o Escape Time, que está utilizando sua expertise para elevar o nível dos jogos. Graças a uma parceria com a Truckvan, fabricante de unidades móveis, eles estão lançando o TruckEscape  – o primeiro Escape Móvel do Brasil  – na 10ª edição da Campus Party, maior evento de tecnologia, ciência e cultura do País.

De acordo com a organização, até 10 pessoas podem jogar no TruckEscape e os jogadores vão precisar de muita comunicação e controle emocional para resolver alguns enigmas dentro de 30 minutos. Em sua estreia na Campus Party, o TruckEscape ficará disponível, das 10h às 19h, no estande do Grupo Bandeirantes de Rádio, que fará sorteios para ouvintes, clientes e visitantes da feira poderem curtir a experiência. O tema da inauguração será “Missão Espião”, que simula salas de comando de famosos filmes de espionagem como os furgões da CIA e do FBI.

unnamed-4“A vantagem da unidade móvel é ir até o âmbito corporativo, evitando o deslocamento dos funcionários, gerando economia para as empresas que querem propor dinâmicas criativas para seus colaboradores e buscam um modo diferente de integrar e avaliar funcionários, além de selecionar profissionais.”, destaca Alcides Braga, sócio-diretor da Truckvan.

Segundo o diretor do Escape Time, Cláudio Santiago, a ideia deste novo modelo de negócio é adaptar a sala de acordo com cada evento e público. A ideia é utilizar o conceito para eventos fechados, como aniversários, casamentos, ações corporativas, eventos em shoppings, parques etc. O melhor é que de acordo com a intenção do contratante, a equipe do Escape Time pode adaptar o desafio para os resultados esperados, como trabalho em equipe, por exemplo.

 

Serviço – Inauguração do TruckEscape – 10ª edição da Campus Party Brasil 2017

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
Endereço: Avenida Olavo Fontoura, n° 1.209 – Santana – São Paulo – SP
Data: 31 de janeiro a 5 de fevereiro de 2017
Mais informações: http://brasil.campus-party.org/

Jogos desenvolvidos por participantes do Facens GGJ já estão disponíveis para download

Durante os dias 20 a 22 de janeiro a Faculdade de Engenharia de Sorocaba sediou o evento Facens Global Game Jam (GGJ). Pois bem, os oito jogos desenvolvidos por convidados, professores e alunos da Facens no evento já estão disponíveis para apreciação do público.

screenshot01_0Durante o GGJ, os convidados tinham o prazo de 48 horas para desenvolver um game completo com o tema “Ondas” e o grande destaque ficou com “Salmon Surf”, produzido por Doug Silva, Lucas de Oliveira, Rafael Prado e Rafael Zabeu. “Neste game para PC, o personagem principal tem que nadar contra a corrente e surfar nas ondas para alcançar o céu. Ganham pontos os jogadores que chegarem mais alto e os que alcançarem as estrelas têm uma recompensa especial”, conta Rafael Prado, um dos criadores do jogo e também professor do curso de Tecnologia em Jogos Digitais da Facens.

Outro jogo que também chamou a atenção dos participantes da GGJ da Facens foi o “Poseirun”. Desenvolvido por Danilo Arantes, Gabriela Leone, Matheus Cordeiro e Maurício Ruk, todos alunos do terceiro semestre do curso de Jogos Digitais da Facens, o game, também para PC, mostra Poseidon, deus dos mares, se irritando com seu irmão Zeus e tentando destruí-lo jogando peixes em sua direção. Neste caso, o jogador precisa utilizar o teclado do computador para fazer com que Zeus desvie dos peixes.

unnamed-5“Durante o evento, percebemos um grande envolvimento de todos os participantes. Isso mostra que estamos no caminho certo e oferecendo aos nossos alunos a oportunidade de aprender na prática o que é falado em sala de aula. Já garantimos nossa participação na próxima edição do GGJ, que acontecerá em janeiro de 2018 na Facens, e, até lá, vamos promover muitos encontros como forma de treino”, diz o professor Prado.

O evento ocorrido na Facens é um braço da Global Game Jam, maior evento de criação de jogos do mundo, que acontece em diversos países e desafia estudantes universitários, profissionais e interessados no assunto a desenvolverem um jogo digital inédito em apenas 48 horas e com um tema mantido em segredo até minutos antes de começar o evento. Se você está interessado em conhecer os jogos desenvolvidos na GGJ basta acessar o site do evento.

Confira abaixo os oito games da Facens GGJ 2017:

unnamed

 

Começa hoje a 10ª edição da Campus Party Brasil

Fãs de tecnologia uni-vos! Começa hoje a 10º edição da Campus Party Brasil, o maior evento de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo. O evento ocorre no Pavilhão de Exposições do Anhembi e vai até o dia 5 de fevereiro, promovendo debates sobre novas tecnologias, ciência e as mudanças que as próximas gerações enfrentarão. A expectativa é que os campuseiros confiram as tendências do mundo tecnológico dos próximos cinco anos, além das novas soluções em inteligência artificial.

Além disso, em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), a CPBR10 realizará este ano o The Big Hackathon, um desafio com 100 horas de duração que tem o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU, e também fomentar o empreendedorismo inovador

A organização da Campus Party prevê que o Anhembi receba cerca de 90 mil visitantes, sendo 8 mil campuseiros, que terão acesso a mais de 700 horas de conteúdo e atividades que acontecerão praticamente 24 horas por dia. Além disso, o público poderá usufruir de uma internet com velocidade de 40GBps. A #CPBR10 ocupa os três pavilhões do Anhembi, ficando em uma área de 77,7 mil m² onde ficam instalados sete palcos – Entretenimento, Criatividade (Design e Mídias Sociais), Empreendedorismo, Inovação, Ciência e o Principal e outros dois palcos que contarão com as palestras sugeridas pelos campuseiros por meio da campanha – Vire um curador.

“Um dos grandes objetivos dessa edição é nos aproximarmos dos campuseiros criando uma verdadeira comunidade. Para isso criamos duas campanhas na internet uma que estimulava os campuseros a mandarem vídeos para nós contando com a Campus Party mudou a vida deles e outra que era para eles justamente sugerirem palestras e conteúdos para essa décima edição. O resultado dessas duas campanhas foi surpreendente o que mostrou que estamos no caminho certo para fazer dessa uma edição inesquecível para todos”, conta Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil.

Uma novidade dentro da Arena é a Academia Gamer, espaço destinado para que os campuseiros aprendam técnicas e dicas de jogos com atletas e profissionais. “Sabemos que os e-sports estão conquistando um público cada vez maior no Brasil e, por isso, não poderíamos deixar de separar um espaço exclusivo para eles”, explica Tonico.

campus-partyEste ano a CPBR terá alguns desafios, entre eles o The Big Hackathon que ocorrerá em parceria com o PNUD com o objetivo de desenvolver soluções tecnológicas para 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelo Programa das Nações Unidas. Uma comissão organizadora, formada por especialistas em hackathon e um grupo de curadores, será responsável pela escolha dos candidatos que já se inscreveram e montagem dos times. Mentores e especialistas de faculdades e do Sebrae também farão parte da equipe da Campus para auxiliar os participantes.

Open Campus

A área aberta e gratuita da CPBR funcionará entre 1 e 4 de fevereiro, das 10h às 20h. No espaço os visitantes poderão interagir com 14 simuladores, acompanhar a famosa Batalha dos Robôs, assistir ao primeiro Campeonato Brasileiro de Drones para profissionais, além de conhecer protótipos de trabalhos acadêmicos e startups com ideias inovadoras.  Uma novidade da área é o Espaço Fazedores onde makers ensinarão diversas habilidades construtivas como solda e marcenaria, por exemplo. Todas as palestras também poderão ser acompanhadas no site Campuse.ro via streaming e após o final do evento, as mesmas ficarão hospedadas no mesmo site. Para mais informações sobre a agenda do evento, acesse o site do evento.

Serviço: Campus Party Brasil 2017

De 31 de janeiro a 5 de fevereiro de 2017
Pavilhão de Exposições Anhembi
São Paulo- SP

Fase de grupos do torneio de Counter Strike: Global Offensive da Brasil Game Cup (BGC) já começou

A Brasil Game Cup (BGC), competição de esportes eletrônicos que acontecerá de 07 a 09 de abril no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro, realizou ontem (30 de janeiro, às 19h), a primeira rodada da fase de grupos do torneio de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO). Após disputas em um torneio organizado pela Gamers Club nos dias 21 e 22 de janeiro, oito equipes se classificaram e seguem na competição pelas duas vagas da grande final, que acontecerá no palco da BGC. As oito equipes participantes são: Merciless Gaming, Black Dragons e-Sports, Team One eSports, ProGaming e-Sports, BadBeat, Ilha da Macacada, Teammate, Highway.

Na primeira rodada da fase de grupos, a ProGaming e-Sports enfrenta a Teammate, a Team One eSports joga contra a Merciless Gaming e a Ilha da Macacada disputa com a BadBeat. As demais partidas acontecerão nos dias 06, 13 e 20 de fevereiro, também a partir das 19h, e todos os jogos serão transmitidos nos canais oficiais da BGC no Twitch e YouTube.

Organizada pela Brasil Game Show (BGS), maior feira de games da América Latina, a BGC renovou a parceria diamante com a Gamers Club, maior plataforma de CS:GO brasileira. Além disso, a BGC Rio anunciou a participação de Octávio Neto, que será responsável pela narração de todas as partidas da competição, inclusive as da grande final, no palco da BGC. Para sua participação na BGC Rio, Octávio Neto gravou um vídeo convidando os gamers e fãs. No vídeo, também é possível conferir informações e novidades sobre a competição.

Ingressos para a BGC

Para conferir de perto as partidas das finais do torneio de CS:GO e diversas outras atrações, como Meet & Greet, Cosplay Zone, Arena Free Play e Evolução do Videogame, os interessados podem adquirir seus ingressos para a Brasil Game Cup Rio no site oficial. A meia-entrada individual para um dia do evento custa R$ 49, enquanto o pacote para os três dias sai por R$ 98, também a meia-entrada, até o dia 17/02. Têm direito ao benefício aqueles que doarem 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento, estudantes, idosos, professores e pessoas com deficiência.

 

Games Independentes, Jogos Nacionais, Produção de Games e muito mais.