Aquiris Game Studio anuncia Horizon Chase Turbo para PS4 e PCs

Após o grande sucesso de Horizon Chase World Tour para dispositivos mobile, chegou a vez do PlayStation 4 e do PC receberem a mesma experiência de corrida arcade com o lançamento de Horizon Chase Turbo. O game da Aquiris chega para essas plataformas no segundo trimestre de 2018 prometendo corridas alucinantes e visuais retro bastante característicos.

Quem jogou os clássicos de corrida da geração 16 bits vai se sentir familiarizado com a proposta de Horizon Chase Turbo, afinal o título é uma verdadeira ode ao gênero, não apenas pelos visuais, mas também pela trilha sonora composta por Barry Leitch, o mesmo que assina as composições de Top Gear.

“Estamos trabalhando em todos os detalhes para Horizon Chase Turbo entregar a diversão e competitividade dos clássicos Top Gear e Out Run, ao mesmo tempo que apresenta sua personalidade própria. Está emocionante e lindo jogar em tela dividida para quatro jogadores e com resolução de 4K. É um jogo pra juntar os amigos em tardes memoráveis de videogame em casa”, diz Sandro Manfredini, Diretor de Negócios da Aquiris.

Além de dezenas de pistas e veículos, Horizon Chase Turbo oferece um modo multiplayer local que permite aos amigos correr lado a lado em uma campanha cooperativa, torneios competitivos ou desafios em corridas randômicos pelo planeta.

Há ainda modos online para quem quer jogar com amigos que moram longe, como o “Ghost Mode”, modo em que o jogador pode desafiar tempos dos amigos, que são representados na pista com um “carro fantasma”. Os melhores tempos podem ser vistos em um ranking online.

De acordo com a Aquiris, os circuitos são bem variados e recriam paisagens de diversos países, sendo que cada uma traz elementos novos na jogabilidade devido as condições climáticas e seus terrenos.

Horizon Chase Turbo  é o sucessor espiritual de Horizon Chase World Tour, que foi lançado para Android e iOS e foi baixado mais de dez milhões de vezes. O título chega para atender os pedidos dos jogadores que almejavam uma experiência de corrida voltada para o retro, lembrando jogos como .Lotus Turbo Challenge 2, Rush” e Top Gear.

“Horizon Chase World Tour foi a confirmação de que o mundo queria um jogo assim. O título foi celebrado pelos jogadores, pelas plataformas App Store e Google Play, e pela imprensa. Dentre todos os prêmios que o jogo conquistou, gostamos de destacar que Horizon Chase ficou entre os 30 Melhores Jogos do Mundo de 2015, de todas as plataformas, pela pontuação do Metacritic. Agora, com todas as características da versão Turbo, temos a certeza de que vamos entregar a experiência completa de jogabilidade e competitividade que os jogadores nos pediram, completa Sandro.

Com lançamento previsto para o segundo trimestre de 2018,  o game estará disponível digitalmente através da PSN Store, no PlayStation 4, e no Steam, no PC. Abaixo tem o trailer de Horizon Chase Turbo:

 

Um universo de possibilidades: carreiras para quem sonha em trabalhar com games

Por adzuna.com.br

Os primeiros jogos eletrônicos foram criados com um objetivo bem prático: simular estratégias militares para treinamentos. Hoje, o processo de gamificação de diversos aplicativos e serviços digitais prova a eficiência do método e transforma atividades cotidianas como uma corrida depois do trabalho ou as compras do mês em algo lúdico, estimulado por recompensas como a coleta de pontos ou a possibilidade de atingir a próxima fase. E considerando que a fonte de renda de muitos jovens atualmente são as competições dos chamados e-Sports (ou esportes eletrônicos), fica claro que os videogames já se encaixam em inúmeras outras categorias além de “entretenimento”.

O Mercado

A transição do uso dos jogos com objetivo estritamente militar para o Odyssey, primeiro console criado em 1972, contudo, marca o começo de uma evolução contínua. Desde então, o desenvolvimento do mercado originou uma indústria que fatura US$ 100 bilhões por ano e gera milhares de empregos diretos e indiretos no mundo.

Apesar de ser liderado por empresas japonesas e americanas, o mercado tem experimentado uma expansão significativa no Brasil. O país é o 11º que mais “consome” games no mundo e começa a ganhar atenção com a produção nacional de jogos. Por isso o surgimento de diversos cursos e até mesmo instituições de ensino especializadas na área nos últimos anos. Tudo para atender a crescente demanda por profissionais capazes de acompanhar esse rápido progresso.

Quem acha que a grande procura denota uma possível saturação do mercado, contudo, é melhor pensar duas vezes. Isso porque as possibilidades de carreira na área são inúmeras e vão desde cargos administrativos até funções criativas que colocam a mão na massa para construir o universo fantástico dos jogos.

Para quem sabe que quer trabalhar com games, mas ainda não tem certeza da posição que quer ocupar, ou mesmo para quem tem considerado uma mudança de carreira, seguem algumas informações úteis sobre as possibilidades do setor. Listamos as principais profissões no setor, seus salários médios no Brasil e, para você não perder tempo, acrescentamos links para vagas de emprego em cada área. É só escolher a atividade que mais interessa para seu perfil e clicar no número de vagas que temos disponíveis na Adzuna!

As carreiras para trabalhar com games

• GAME DESIGNER: tem uma perspectiva geral do projeto, sendo responsável por fazer com que todas as partes funcionem e se comuniquem entre si para atingir um resultado final em conjunto. Pode ser comparado ao diretor de um filme, pois participa desde a pré-produção até o lançamento. O salário médio para o cargo é de R$3.950. Atrativo, não? A Adzuna tem 25 vagas para Game Designers hoje. Confira aqui: https://goo.gl/Xy82gC

• PRODUTOR: com salário médio de R$3.014, o produtor é quem coordena a parte prática do processo de produção. Assim, gerencia equipes, monta cronogramas e mantém controle sobre o orçamento do projeto.

• GAME TESTER: é quem testa todos os elementos do jogo a fim de garantir que esteja dentro das normas de jogabilidade e dos objetivos definidos para o projeto. Está sempre atento a falhas a fim de apontar correções ou aprimoramentos em todos os níveis, desde a fluidez da narrativa do jogo até defeitos gráficos. O salário inicial está em torno de R$2.473, de acordo com as ferramentas de análise de vagas da Adzuna.

• PROGRAMADOR: da próxima vez que apertar um botão no controle do seu videogame para que seu personagem no jogo realize uma ação, pense no programador, porque ele é o responsável pelo funcionamento dessa interação. Através de linguagens de programação, esse profissional constrói o funcionamento físico do jogo e todas as ações possíveis de serem manipuladas pelo jogador. Salário médio: R$2.518.

• REDATOR: escreve toda a narrativa: diálogo, comentários ou qualquer texto que apareça durante o jogo ou em qualquer produto promocional, como embalagens, descrições, manuais etc. R$2.585 é o salário médio inicial para o cargo.

• ROTEIRISTA: é quem pensa e desenvolve a trama do jogo. O salário médio inicial é de R$1.551, mas de acordo com o site Produção de Jogos, um profissional experiente pode atingir R$8.000 mensais! O objetivo principal do roteirista deve ser criar uma história atrativa e envolvente, transportando o jogador para o universo criado, mas sem abrir mão da coerência.

ARTISTA GRÁFICO: tudo que você vê, desde os personagens até as cores que alteram durante a passagem do dia para a noite em uma cena é responsabilidade do artista gráfico. Ele comunica visualmente a identidade do game. Costumam ter habilidade com modelagem 2D/3D e forte noção estética. O salário médio inicial está em torno de R$2.000.

• DESIGNER DE ÁUDIO: cria, capta e manipula todo efeito sonoro em um jogo, desde trilhas musicais até o barulho de uma porta batendo, por exemplo. Salário médio: R$1.433.

Mas não para por aí. Existem oportunidades também nas áreas de marketing, relações públicas e vendas, por exemplo, as quais não têm contato direto com a criação do jogo, mas são responsáveis por fazer com que o projeto se torne conhecido e rentável. Então se você não possui conhecimento técnico de ferramentas de criação, ainda pode estar envolvido com o setor. Utilize nossa ferramenta de busca para encontrar vagas na área. Dê o play em adzuna.com.br!

Baseado no post original: http://bit.ly/2nHoYa7

O calendário de e-Sports mundial e o novo apresentador da e-SporTV

Os e-Sports conquistam cada vez mais fãs pelo mundo inteiro. Um dos veículos que mais têm apoiado este segmento é o SporTV com o canal do youtube e-SporTV. A novidade é que o canal tem um novo apresentador! Gabriel Fallen assumiu na última quarta-feira (31/01) a apresentação do programa “Dicas FalleN”, no canal. O quadro almeja dar conselhos para jogadores de eSports semanalmente, sempre às quartas-feiras.

“Vou ensinar, de maneira simples, todo o conhecimento que adquiri ao longo da minha trajetória, desde fundamentos básicos a técnicas mais avançadas, para os fãs de CS conseguirem melhorar o nível de jogo, de maneira rápida e divertida. São vídeos curtos que trazem coisas que demoramos anos a aprender bem explicadas.”, explica “FalleN”.

Nascido em Itararé, no interior de São Paulo, “FalleN”  começou a se interessar pelos jogos na loja de informática de seus pais. Em meados de 2003 teve seu primeiro contato com o Counter Strike 1.6 e jogou no seu primeiro time, os Soldiers Of Fire. A partir daí passou pela crashes e FireGamers, em uma transferência eleita como a nona melhor mudança de line-up em 2009 pelo HLTV.org. Pela FireGamers participou de importantes competições internacionais e títulos mundiais como a taça da IEM 5 American Championship Finals. Hoje, aos 26 anos ele joga Counter-Strike: Global Offensive como Awper.

O programa passa a integrar a grade do canal ao lado de “Buffados e Nerfados”, apresentado pelo youtube Gordox. Semanalmente ele recebe convidados para uma mesa redonda sobre o que há de mais importante nesse universo.

Confira o infográfico de torneios dos principais jogos de e-Sports mundiais

Ah, e por falar em eSports, se você quiser acompanhar melhjor os principais eventos e torneios dos diferentes jogos da temporada, dê uma olhada no infográfico abaixo. Aqui tem as datas de torneios de Dota 2, CS: Go, Fifa e Call of Duty (todos para 2018):

e-Sports
Fonte: Contato NET

 

Unibes Cultural recebe curso de desenvolvimento de games em 2018

Após o recesso de final/início de ano a Unibes Cultural de São Paulo retorna com gás total em 2018 oferecendo cursos para todas as idades. A novidade é que o primeiro curso da temporada é de desenvolvimento de games, graças a uma parceria com a International School of Game. A expectativa é atrair entusiastas por games de todas as idades, incluindo crianças.

De acordo com orientações  organizadores, a metodologia adotada para o curso na Unibes Cultural proporciona o desenvolvimento do raciocínio lógico, criatividade, trabalho em equipe, planejamento e concentração, através de técnicas básicas para o desenvolvimento completo de um game 2D. Já o ensino para adultos com mais de 50 anos, que passa de um sujeito passivo a ativo dentro do processo criativo e de construção do conhecimento, pode promover a função cognitiva, além da sociabilização através das dinâmicas das aulas presenciais e a integração intergeracional.

O cronograma para as três turmas iniciais seguem um mesmo programa, ou seja, cinco aulas mensais com os seguintes temas: Fundamentos de lógica básica de programação; Soltar a criatividade; Como montar e estruturar o game; Componentes para criar os personagens, cenários, movimentos básicos, Vidas e Pontuação; Criar seu próprio game para jogar no seu PC.

De acordo com a Unibes, há vários  benefícios para quem aprende desenvolvimento de games: as crianças,por exemplo, desenvolvem criatividade, raciocínio lógico e solução de problemas. Já os jovens fortalecem diversas áreas cognitivas, como planejamento, raciocínio lógico, criatividade e redação de roteiros necessária para compor os jogos. A programação de games exercita funções cognitivas fundamentais dos adultos de maneira criativa, inovadora e estimulante do ponto de vista da sociabilidade.

ATUALIZAÇÃO: O inicio do curso, que seria neste sábado, foi adiado para março. E uma aula demonstrativa, gratuita, será realizada em 24 de fevereiro.

 

Serviço – Cursos de Desenvolvimento de Games – Unibes Cultural

Aulas demonstrativas gratuitas em 24/02:

Das 10h às 11h30 – Para jovens e adultos (acima de 16 anos)

Das 11h45 às 13h15 – Para pais, avós ou responsáveis e crianças de 6 a 8 anos

Das 13h30 às 15h – Para crianças de 8 a 15 anos

 

Curso de desenvolvimento de games

Quando: de 03/03 a 30/06, aos sábados – exceto feriados

Horários: das 13h30 às 15h (para crianças),  das 11h45 às 13h15 (pais, avós ou responsáveis e crianças de 6 a 8 anos), das 10h às 11h30 (jovens e adultos (acima de 16 anos)

Valor: R$ 215,00 por mês

Inscrições e informaçõeseducacao@unibescultural.org.br

Onde: Unibes Cultural – Rua Oscar Feire, 2500 – ao lado do Metrô Sumaré

Informações11 3065-4333 e http://unibescultural.org.br/

Conheça o Swarmio, plataforma de eSports criada para disponibilizar jogatina online sem lags

Cansado de lags nos seus jogos online? Se a resposta for positiva, conheça o Swarmio, a plataforma criada pela Ubique Networks, que chega ao Brasil graças a uma parceria com a Glameplan. A plataforma é baseada em blockchain que entrega uma experiência mais fluída para títulos multiplayer online como Counter-Strike Global Offensive (CS:GO) e League of Legends, entre outros. Os criadores garantem que a plataforma é capaz de fornecer aos organizadores de torneios e casters as ferramentas necessárias para ter experiências profissionais de eSports em qualquer nível de conhecimento, em qualquer lugar do mundo.

Para garantir a melhor experiência de jogo, a Swarmio integra uma tecnologia de redes global proprietária que otimiza a latência. A parceria entre GamePlan e Ubique Networks foi possibilitada por conta do trabalho feito pelo Consulado Geral do Canadá, que identificou a GamePlan como uma empresa capacitada a atender às necessidades da Ubique Networks, além de outras empresas canadenses, em estabelecer negócios no Brasil.

“Jogadores no Brasil, assim como organizadores de torneios, serão os primeiros na América do Sul a aproveitar dos benefícios da plataforma Swarmio sem lag para eSports”, explica Vijai Karthigesu, fundador e CEO da Ubique Networks. “O Brasil é o principal mercado da região e que vem crescendo ano a ano em número de jogadores online, e estamos empolgados com o lançamento no país ainda neste trimestre”.

Para quem não conhece, a GamePlan é uma consultoria brasileira especializada em games fundada em 2014. Já a Ubique Networks é a fornecedora da única plataforma vertical integrada para eSports. Sua plataforma Swarmio, para esports é a única no mundo a usar a infraestrutura global ao integrar tecnologias sem lag a um sistema completo e automatizado de gerenciamento de torneios para dar aos gamers a experiência mais avançada. Se as promessas forem cumpridas, a jogatina online no Brasil será melhorada drasticamente.

MinC, Abragames e UFRGS lançam cursos a distância de capacitação para o mercado de jogos eletrônicos

O ano começou e você não vai querer deixar passar mais uma temporada da sua vida sem investir na carreira, certo? Pois bem, o Ministério da Cultura, a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e o Núcleo de Estudos em Economia Criativa e da Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NECCULT-UFRGS), lançam, nesta quarta-feira (31), o curso “O setor de games no Brasil: panorama, carreiras e oportunidades na modalidade de educação a distância (EAD)”.

Este é o primeiro de uma série de três cursos em EAD voltados para a capacitação de futuros ou atuais profissionais do mercado de jogos eletrônicos. Os demais cursos, “Dicas e desafios para empreendedores” e “Internacionalização no setor de games”, serão lançados em fevereiro. 

Os conteúdos dos cursos foram gerados a partir do conteúdo dos debates da edição de 2017 do Brazil’s Independent Game Festival (BIG Festival) – o maior festival de jogos independentes da América Latina, cada curso tem 30 horas. Eles estarão disponíveis gratuitamente em uma plataforma educativa desenvolvida pela UFRGS, contarão com material de apoio e, ao final de cada um, os participantes receberão certificado da universidade gaúcha. Durante o BIG Festival 2018, entre os dias 27 e 29 de junho em São Paulo, haverá uma solenidade de entrega de certificado para as dez primeiras pessoas que completarem os três cursos.

O curso introdutório, Setor de games: panoramas, carreiras e oportunidades, pode ser feito tanto por iniciantes quanto por aqueles que já dispõem de informações sobre o mercado de jogos. As inscrições estarão abertas a partir de quarta-feira (31) e podem ser feitas pela internet. Este primeiro curso contará com cinco aulas, onde será feita uma análise inicial do setor, sua importância na economia criativa, nas estruturas das desenvolvedoras independentes e na articulação de comunidades que permitam um crescimento conjunto do setor. A ideia é mostrar quais são as possíveis áreas de atuação dentro do mercado de games entre as quais estão roteirista, programador e designer, entre outras.

O papel das instituições públicas no fomento do setor e no seu fortalecimento ao longo dos últimos anos também é abordado por este primeiro curso do programa. Os alunos poderão ver as orientações de especialistas do BNDES, do Sebrae, da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e Spcine sobre como as pequenas desenvolvedoras de games podem obter sucesso.

 

SERVIÇO – Curso – Setor de games: panoramas, carreiras e oportunidades

Cadastro para instruções de acesso ao curso em: https://lumina.ufrgs.br/login/signup.php.

Site para inscrição:  https://lumina.ufrgs.br/course/view.php?id=42

Ubisoft apresenta Sam, primeiro assistente pessoal para usuários de seus games

A Ubisoft decidiu apostar alto na forma como interage com seus jogadores: a empresa acaba de lançar o Sam, o primeiro assistente pessoal gamer da companhia.  Basicamente trata-se de uma forma de inteligência artificial que vai utilizar as informações de perfil dos jogadores, biblioteca de jogos, amigos, comunidade e serviços da Ubisoft para dar dicas e informações personalizadas aos usuários. O serviço funciona como um chatbot e é parte do aplicativo Ubisoft Club.

De acordo com a Ubisoft, o Sam está disponível apenas no Canadá, porém será disponibilizado para outros países em breve. O Sam é capaz de direcionar os jogadores para diferentes áreas do site da Ubisoft sempre que eles procurarem informações sobre datas de lançamentos de jogos, assistir a um trailer, descobrir Easter Eggs em um jogo ou conversar sobre os personagens das diferentes franquias da empresa. A parte mais legal: os gamers podem conversar com Sam por meio de voz ou texto e perguntar qualquer coisa sobre os produtos da Ubisoft por meio do chatbot Q&A.

O Sam ainda pode ser conectado diretamente às contas dos usuários na Ubisoft e gerar uma análise sobre suas últimas partidas, fornecendo dicas por meio da função Daily Login, que já está disponível em Tom Clancy’s Rainbow Six Siege. Com este recurso, Sam identifica as dificuldades dos jogadores e envia, automaticamente, vídeos para a comunidade com novas orientações. Como está em fase beta, novas funções estão sendo planejadas para aprimorar o Sam nos próximos meses e enriquecer o serviço oferecido aos jogadores da Ubisoft.

O assistente foi criado com a edição Dialogflow Enterprise do Google Cloud, uma tecnologia de desenvolvimento completa que utiliza o processamento de linguagem natural para criar interfaces de conversação. Ele lembra bastante a Siri, da Apple.

“Com o Sam, oferecemos um serviço inovador e útil para os jogadores, capaz de identificar seus perfis e melhorar suas experiências de jogo. O assistente pessoal permite que os usuários encontrem as informações que precisam com mais rapidez e não percam tempo que poderiam investir no jogo”, disse Stephanie Perotti, vice-presidente de serviços online da Ubisoft. “A edição Dialogflow Enterprise do Google Cloud nos ajudou a trabalhar de forma dinâmica e constante para entregar um ótimo serviço aos nossos fãs”.

Para mais informações sobre o Sam e o Ubisoft Club, visite a página oficial.

Virtual Room – novo jogo de fuga chega ao Brasil prometendo inovar o gênero

Quem curte jogos de fuga não pode deixar de conhecer o novo endereço em São Paulo para testar suas habilidades de resolver puzzles. Na última terça-feira (23) aconteceu em São Paulo a inauguração oficial do Virtual Room, um conceito inédito de jogo, que utiliza a realidade virtual para levar jogadores a ambientes totalmente imersivos e colaborativos. O jovem DJ Ronald tocou por cerca de 2 horas durante a inauguração enquanto os convidados conheciam o espaço e se divertiam com uma degustação do jogo.

Durante o début os convidados podiam experimentar as salas por cerca de 15 minutos e conferir o alto nível dos equipamentos instalados. No Virtual Room, uma sala vazia torna-se um mundo paralelo onde equipes compostas de 2, 3 e 4 jogadores viajam pelo tempo e espaço com o objetivo de salvar a humanidade.

O Virtual Room foi criado na França e acabou sendo sucesso em 5 países. A unidade brasileira fica localizada em São Paulo no bairro do Jardins. A atração oferece diversão para todas as idades, ideal para 12 à 72 anos. O espaço fica aberto de segunda à sábado em diferentes horários e além do lazer e do entretenimento em grupo, é ideal para a realização de team building, treinamento, recrutamento e seleção, dinâmicas de grupo, eventos corporativos, laboratório de idiomas e celebrações de todos os tipos.

O grande diferencial do Virtual Room é disponibilizar uma experiência de jogo de fuga unido à tecnologia da realidade virtual HTC Vive. De acordo com os criadores do jogo, os visitantes terão até 45 minutos para uma interação multiplayer única. Cada jogador tem sua própria área, especialmente desenhada e equipada com o HTC Vive. Quem curte tecnologia vai se surpreender.

Serviços: Virtual Room Brasil

Site:www.virtualroombrasil.com.br
Telefone: (11) 4564-1416
Onde:
Rua Estados Unidos, 1581 Jardins, São Paulo – SP (Esquina com Rua Augusta)

Brasil Game Show lança segunda edição de seu livro com a história completa do evento

Após dez edições de puro sucesso, a Brasil Game Show lança  a segunda edição que visa contar  casos e histórias  dos dez anos do maior evento de games da América latina. O livro Brasil Game Show – o Livro narra momentos marcantes da história do evento e ainda conta detalhes e bastidores dessa incrível trajetória iniciada em 2009, no Rio de Janeiro.

“Brasil Game Show – o Livro” é uma publicação da Editora Europa. Um dos destaques é o capítulo que fala da histórica BGS10, além de contar sobre a mítica edição 2012 (quando o evento veio para São Paulo e se tornou o maior do Brasil). A obra conta com textos em português e inglês, capa dura, embalagem exclusiva e diagramação totalmente reformulada. A obra já está disponível para compra pelo site da BGS e custa R$ 99.

Mais do que um resumo das 10 edições da Brasil Game Show, o livro traz ainda a inspiradora história de empreendedorismo de Marcelo Tavares, criador da feira e um dos maiores colecionadores de games do Brasil, com um acervo de 350 consoles de todas as gerações e mais de 4 mil jogos.

“Nosso objetivo é compartilhar com os gamers não apenas os principais momentos do evento, mas também alguns episódios marcantes da história da indústria no país”, disse Marcelo, lembrando que o livro conta também um pouco de sua trajetória pessoal, que começou como a paixão por videogames na infância e se transformou no sonho de conduzir a BGS para mais de 300 mil visitantes a cada edição.  “Nesta obra, o leitor acompanhará a primeira parte de um caminho longo que está longe de terminar. A 11ª edição da BGS, em 2018, já tem grandes nomes confirmados, promete ser ainda melhor do que a última e o começo de um novo capítulo”, completa.

Mais detalhes sobre a edição especial de Brasil Game Show no site do evento.

 

Serviço – Brasil Game Show 2018

Quando: 10 a 14 de outubro (1º dia exclusivo para imprensa e negócios)

Onde: Expo Center Norte

EndereçoRua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo/SP

Horário: 13h às 21h

Mini Ini Mo, da produtora Gilp Studio, é um dos finalistas do Google Play Indie Games Festival

Já falamos aqui do genial game Indie Mini Ini Mo, da desenvolvedora brasileira Gilp Studio. Pois bem, o game não para de crescer! O título foi um dos indicados para a final da primeira edição do Google Play Indie Games Festival LATAM.

A premiação da gigante da tecnologia foi criada com o propósito de incentivar o surgimento de novos desenvolvedores de jogos indie na América Latina. Além da Gilp, outros 14 desenvolvedores de jogos receberam indicações, sendo três brasileiros e os demais da Argentina, Chile, Colômbia, Guatemala, México, Paraguai e Uruguai.

No próximo dia 24 de fevereiro uma equipe de jurados, composta por cinco pessoas escolhidas pelo Google, anunciará os três melhores games e o resultado será apresentado no evento Google Campus São Paulo. Os vencedores devem ganhar bastante credibilidade, além da visibilidade óbvia trazida pelo selo da Google.

“Todos os finalistas estão de parabéns, assim como o Google por trazer essa iniciativa para a América Latina e dar mais visibilidade aos desenvolvedores incríveis que existem por aqui”, disse Lucas Humberto Montes Ferreira, gerente de negócios e sócio fundador da Gilp Studio.“Estar entre os 15 finalistas já é uma grande honra. Vamos apresentar o jogo aos jurados e aproveitar o tempo livre para conhecer o restante dos desenvolvedores finalistas e seus jogos”, finalizou Lucas.

Para quem não conhece, Mini Ini Mo é um jogo de quebra-cabeça e aventura desenvolvido pela Gilp Studio com arte assinada pela Farândola e som pelo Chederrecords Studio, empresas de economia criativa de Uberlândia.

No game você controla 3 personagens: o Mini, o Ini e o Mo e cada um tem uma característica única. O objetivo é vencer os desafios com raciocínio lógico e criatividade para que essas criaturinhas possam encontrar seu caminho de volta para casa. O download do jogo já está disponível no Google Play.

Abaixo tem um trailer de Mini Ini Mo:

Games Independentes, Jogos Nacionais, Produção de Games e muito mais.