Orbit

Plataforma Orbit privilegia projetos de games brasileiros

Tem uma ideia para a criação de um Game, quadrinhos ou animação, mas não tem orçamento para colocar o projeto em prática? Se este é seu caso, certamente já ouviu falar em sites de crowdfunding. O que você talvez não conheça é a plataforma Orbit, um site de financiamento coletivo cujo diferencial é que seu foco são justamente projetos voltados ao público geek. O Orbit foi criado pela Editora Nebulosa com o intuito de auxiliar produtores independentes que não sabem por onde começar para viabilizar seus projetos.

Um dos pontos fortes do Orbit é justamente o mercado de jogos eletrônicos. De acordo com os responsáveis pela plataforma, os projetos de games cadastrados no Orbit já somam R$ 850 mil para 2016 e já são 65% do total de projetos registrados. A expectativa é que com esse viés, a plataforma se torne a mais popular entre os desenvolvedores de games brasileiros.

“Nós estudamos o mercado e percebemos que não há, no Brasil, uma plataforma de financiamento coletivo com foco em games. Prova desta falta é que, em menos de dois meses, já temos este valor bem interessante em campanhas cadastradas”, afirmou Lucas Magno, cofundador e diretor executivo do Orbit. “Lá fora existem bons exemplos de empresas com esse modelo de negócios e, depois de analisarmos e moldarmos o produto para o mercado nacional, o Orbit finalmente está pronto”, anuncia.

Ainda que o foco sejam os games, o Orbit também abriga projetos de criação de quadrinhos, livros e animações. Deste modo, a plataforma conversa com o público apreciador de cultura pop. Os quadrinhos, aliás, são a segunda maior categoria do Orbit, com mais de R$ 250 mil. Certamente que os fanzines devem ficar atentos ao Orbit antes de levarem seus projetos a feiras que nem sempre os privilegiam.

Além de fornecer toda a estrutura para a criação das campanhas, o Orbit oferece uma consultoria de marketing, que vai desde o pré-lançamento do processo até o final e, em parceria com a Good Game Comunicação – agência de comunicação focada em estúdios de desenvolvimento de games e startups de tecnologia e responsável pela comunicação do Orbit – oferecerá, de forma gratuita, uma assessoria de imprensa e comunicação, com a finalidade de aumentar a visibilidade da campanha e elevar as chances de sucesso. Assim, o site deve se tornar referência para os desenvolvedores brasileiros.

Planos do Orbit:

O Orbit possui três modalidades de planos para projetos de games (Tudo ou Nada, Flexível e Recorrente). Tal como denuncia o nome, o plano “Tudo ou Nada” é para os produtores que precisam do projeto totalmente financiados, ou seja, se não alcançar a meta os contribuintes tem seu dinheiro de volta. O plano “Flexível” garante ao desenvolvedor o dinheiro arrecadado independente de ter alcançado a meta, de modo que este plano é para quem quer um empurrãozinho no projeto. E por fim, no plano “Recorrente” o criador da campanha arrecada e resgata uma quantia mensalmente independente de quantos apoiadores o projeto possua.

Se você é desenvolvedor e tem um projeto no Orbit, ou em outros sites de crowdfunding, entre em contato com o GameReporter com o material de divulgação. Nosso foco são justamente os jogos independentes.


Also published on Medium.

Deixe seu comentário