gr-epicgameslogo

Opinião: O dinheiro está nos consoles, para presidente da Epic Games

O presidente da Epic Games, Mike Capps, deu uma declaração inusitada. A empresa, que lançou games de peso para os PCs como a série Unreal, afirmou que deixou games de computadores para segundo plano.

Capps disse que se alguém entrasse na Epic há seis anos veria uma empresa de PC. Na época, a empresa lançou um game de PS2 e todos os seus outros lançamentos eram de PC. “Adivinha só. É porque o dinheiro está no console”, comentou.

O executivo culpa a pirataria existente nos títulos de PC. “Ainda criamos para PC, ainda amamos o PC, mas nós já vimos o impacto da pirataria: ela matou um monte de ótimos desenvolvedores independentes e mudou completamente o modelo de negócio”.

Na entrevista, que foi dada à revista Edge, Capps ainda afirma que talvez o Facebook possa salvar os jogos de PC, mas que eles não parecerão com Gears of Wars. O comentário foi baseado em uma discussão no aumento dos jogos gratuitos, baseados em microtransações.

O que você acha da declaração de Capps?

[Via TheSixthAxis]

3 opiniões sobre “Opinião: O dinheiro está nos consoles, para presidente da Epic Games”

  1. Acho que a atual forma de combate a pirataria é comparável a tentar derrubar um muro à cabeçadas. A pirataria só deixa de existir quando não mais faz sentido apelar a ela, como fazer isto e continuar a sustentar a ganância de grandes empresas ou o lucro das pequenas é o grande desafio da indústria do entretenimento nesta década.

  2. A pirataria não é culpa só das empresas.O governo também tem sua culpa, por cobrar inúmeros impostos e não revertê-los no necessário.
    Entretanto eu não acredito que o dinheiro está nos consoles (até mesmo porque há jogos piratas para videogames) e ele foi meio ingênuo nessa afirmação.
    Acontece que são lançados muitos mais títulos para PC do que para os videogames (isso acontece porque a empresa precisa ter um certificado da empresa produtora do console para lançar jogos).No final cria-se essa sensação de que a pirataria do PC é maior do que a dos consoles.

Deixe seu comentário