Opinião: games podem ser ensaio para filmes de Hollywood, diz criador de Tron

Steve Lisberger, criador de Tron e produtor do novo Tron Legacy, acredita que os games tem um papel importante no cinema e podem ser usado como plataforma de testes de Hollywood.

Para ele, os games podem ser um ambiente útil e de baixo risco para experimentar idéias mais malucas para Hollywood, tanto em aspectos visuais quanto de narrativa.

O namoro entre games e cinema já não é novidade, mas acho que essa é a primeira vez que ouvimos um produtor citar a importância dos games e seus mecanismos na elaboração de idéias a serem aplicadas ao cinema.

O que você acha disso?

[Via Gamasutra]

2 opiniões sobre “Opinião: games podem ser ensaio para filmes de Hollywood, diz criador de Tron”

  1. Os games tem razão de ser própria, não é a finalidade deles servir de laboratório para Hollywood, aliás, é um "casamento", se é que pode ser chamado assim, que não mostrou nada digno de veneração até agora, nada que possa se chamado de clássico, na verdade acho que isso é mais uma desculpa para a falta de criatividade em Hollywood, game de filme é hoje utilizado para promover o filme e só, filme de game é utilizado para fazer dinheiro sem construir nada, nem têm o cuidado de respeitar a mitologia do game, nem se dão ao trabalho de reimaginá-la exclusivamente para o cinema.
    Um dia pode até ser que saia algo bom disso, por enquanto servem só pra encher linguiça.

  2. Adoro cinema, e adoro games. Mas às vezes parece que a indústria de jogos quer "virar Hollywood", fazendo filmes em vez de games.

    Não vejo problemas nessas duas indústrias se relacionarem e se ajudarem, mas esse tipo de opinião do Steve Lisberger, pelo menos para mim, só desmerece os jogos. Acho muito bom que experimentem novas ideias, mas prefiro que experimentem novas ideias para jogos, não que usem os games como cobaias de Holywood.

Deixe seu comentário