Microsoft está muito otimista com o Kinect

A Microsoft está apostando em vendas altas de seu Kinect, quando este for lançado até o fim do ano. Kudo Tsunoda, diretor de criação do Xbox, declarou recentemente que as pré-vendas tem sido muito fortes. Tão forte que o executivo aposta que o Kinect seja mais bem sucedido que o tablet da Apple, iPad, que em três meses de seu lançamento vendeu três milhões de unidades.

Para o gerente de produto, Aaron Greenberg, o aparelho representará o maior lançamento da história do Xbox, vendendo mais que o console 360 em seu lançamento. Isto se a empresa levar em conta apenas o período de Festas, que é quando acredita que superará a marca de 3 milhões de unidades vendidas.

O marketing do dispositivo está sendo feito de forma maciça, com um investimento de centenas de milhões de dólares, superior ao investido no lançamento do Xbox 360.

Durante a Tokyo Game Show, a Microsoft anunciou cinco games exclusivos de Kinect desenvolvidos por parceiras japonesas: Codename D (da Grasshopper Manufacture e Suda51), Project Draco (da Developer Grounding), Haunt (da NanaOn-Sha), Radiant Silvergun (versão de um shooter de Sega Saturn, sendo criada pela Treasure) e Fire Pro Wrestling (um jogo de luta livre da Spike).

A Sega também trabalha em seu título de horror Rise of Nightmares, que chegará ao videogame ainda em 2011. Greenberg comemorou o fato de que o Kinect está sendo bem aceito por desenvolvedoras japonesas. “Viemos aqui na época do Project Natal [codinome de desenvolvimento do Kinect] e nos encontramos com criadores e desenvolvedores. Ficou claro que eles querem estar na linha de frente do Kinect”, explicou em entrevista ao CVG, acrescentando que mesmo com o Kinect a empresa não deixará de investir em games que utilizem o joystick do 360.

Quanto ao desenvolvimento independente para o Kinect, há esperanças. Por enquanto, a Microsoft está investindo em desenvolvedoras já bem estabelecidas no mercado, mas deve se expandir. “Está nos nossos planos fazer isto acontecer. Estamos trabalhando com algumas universidades agora, demos um curso de Kinect na USC há alguns meses onde fizemos estudantes em seus cursos de ciência da computação e cinema criar algumas coisas. Foi ótimo ver o que eles conseguiram produzir. Continuaremos a trilhar este caminho”, comentou Phil Spencer, executivo da MS.

Deixe seu comentário