casual_games.jpg

Mercado de games casuais está mais exigente

casual_games.jpg

Pauline Jacquey, produtora executiva da Ubisoft, declarou que os jogadores de títulos casuais estão ficando mais exigentes, o que transforma um nicho mais rápido e barato de desenvolvimento em… mais caro e lento.

Ao site CasualGaming, Jacquey explicou que chegar a alguém que joga um ou dois jogos por ano (alguém realmente joga só isso?) é fácil, porque não é necessário seguir regras dos mercados anteriores, mas que conforme eles jogam mais e competidores surgem, é preciso repensar a maneira que estes jogos são criados.

“A audiência casual está ficando mais exigente, é claro, e precisamos ter certeza que estamos trazendo mais do que eles esperam”, Jacquey.

E aí que surge a dúvida: o jogo casual só é casual porque é descomprometido. Só falta em alguns anos termos telas de “Loading” abusivas em jogos casuais, cutscenes e enredo rebuscado. O que será que isso tudo vai virar?

[Via CasualGaming]

2 opiniões sobre “Mercado de games casuais está mais exigente”

  1. E isso me deixa satisfeito!
    Com a penca de jogos porcaria que o Wii tem recebido, com a premissa de “casuais”… Espero que assim as empresas pelo menos abram os olhos!

  2. No futuro estes jogadores casuais virarão Hardcores dos jogos que jogam, só pode… :P

    Só uma pergunta: Como se mede o nível de um Gamer?

    Se for por tempo de jogo por ano, se um indivíduo jogar paciência todos os dias já pode ser considerado um HC.

Deixe seu comentário