Magic Pen

Magic Pen: é jogar e viciar

Há algum tempo havia um preconceito entre a comunidade gamer quanto aos jogos casuais, talvez pela indefinição do termo e pela vontade de cada indíviduo em se separar e se mostrar como um “jogador hardcore”. Mas, hoje, atire a primeira pedra quem nunca se viciou em um desses jogos em flash.

Zuma e Bejeweled são dois exemplos bem sucedidos da lista, mas algumas vezes os programadores surpreendem e um destes casos é o Magic Pen. Uma verdadeira coqueluche em ambientes acadêmicos, o jogo está tomando comunidades de assalto e isto tem um motivo: sua intuitividade e inovação.

Magic Pen

Nele você é o desenhista do jogo, que tem como objetivo criar formas com o seu mouse a fim de impulsionar uma bolinha até a bandeirinha de chegada. Bem, parece simples, não? Sim, parece, de fato, contudo a partir do primeiro “nível” a bolinha deverá enfrentar obstáculos como escadas e abismos.

A originalidade de Magic Pen é questionável. Ele é praticamente idêntico (exceto por alguns recursos) ao game Crayon Physics, um game simples da Kloonigames, fundada em setembro de 2006.

Crayon Physics

A diferença entre os dois, além de um ser um arquivo flash e outro ser um download de 5,6 MB (vale a pena, é freeware!), está em sutilezas do game. Algumas fases são completamente inspiradas (ou copiadas), mas no caso achamos que a jogabilidade do game via download é superior.

O Flash ainda tem algumas “ferramentas” extras, que deverão ser utilizadas para concluir alguns objetivos, porém que podem confundir a cabeça do usuário e adicionar mais dificuldade ao jogo. O problema? O baixo número de níveis: apenas cinco no Flash e oito no download, algo que deve ser resolvido em 22 dias, quando o Crayon Physics Deluxe chega ao mercado, desta vez em forma de game comercial. Para jogar o Magic-Pen, clique aqui.

9 opiniões sobre “Magic Pen: é jogar e viciar”

  1. Oi, Game Repórter

    eu sou jornalista e estou escrevendo uma matéria sobre mobilidade. Gostaria de conversar com algum gamer que tenha até 20 anos e que jogue em consoles que são móveis, em celulares e todos os meios que podem ser usados indo de um lugar para o outro. Você pode me ajudar? Preciso também de dicas sobre os games que podem ser móveis.

Deixe seu comentário