Locadora de games dos EUA se declara a favor de proteções contra venda de segunda mão

A locadora de games Lovefilm declarou seu apoio à indústria de games e ao combate da venda de jogos de segunda mão, uma notícia no mínimo curiosa.

Para a empresa, é importante que a indústria procure meios de aumentar seus ganhos, mesmo que o assunto seja um tanto polêmico e provoque a fúria de jogadores.

A declaração, no entanto, é meio estranha vindo de uma locadora de games. A grande reclamação das distribuidoras é que o modelo de repasse de um jogo diminui o número de compradores, fazendo com que a empresa ganhe somente pela primeira venda.

Já no esquema de aluguel, o mesmo deve acontecer. No máximo, se o sistema for o mesmo do utilizado em filmes, a empresa paga um extra pelo direito de alugar. Mas, mesmo assim, quanto mais se aluga um jogo, menos existe a necessidade de compra.

Logicamente, muitos podem dizer que a venda de jogos usados por preços extremamente baixos também prejudica o aluguel. Afinal, quem pagaria US$ 5 em um game se por US$ 10 é possível comprar um previamente jogado?

O assunto leva, mais uma vez à reflexão. Jogos de segunda mão ferem o mercado? Qual a solução?

2 opiniões sobre “Locadora de games dos EUA se declara a favor de proteções contra venda de segunda mão”

  1. Kkkk, cada um puxando sua sardinha, kkkkkkkkkk.
    Na boa, se eu pudesse, compraria vários jogos para play 2 que é o console que tenho no momento, além do pc, de segunda mão. Eu já fico na procura de liquidações, kkkkkkkkkk.
    Mas pra quem é do ramo é brabo mesmo, kkkkkkk.

Deixe seu comentário