gr-doihavearight

Juíza americana aposentada defende o uso de games como ferramenta de ensino

Apesar de todas as críticas que os games recebem nos Estados Unidos, principalmente de promotores e juízes, o setor também tem seus aliados de peso.

A juíza aposentada Sandra Day O’Connor, de 80 anos, é uma das pessoas que defendem publicamente os videogames. Em uma entrevista, Connor defende os games como ferramentas de ensino.

“São fabulosos. Fizemos testes e os estudantes aumentaram seu conhecimento em 20% por jogar estes games. É simplesmente incrível”, declarou conforme notícia do blog GameLife.

A defensora se referia especificamente ao game Do I Have A Right?, uma abordagem diferente de ensino sobre o governo.

Em diversos países do mundo, inclusive nos Estados Unidos, o game passa a ser bode expiatório para uma série de casos. São opiniões como essa, de pessoas que entendem o que estão falando, que podem mudar a cabeça de tantas outras pessoas que criticam games sem fundamento.

4 opiniões sobre “Juíza americana aposentada defende o uso de games como ferramenta de ensino”

  1. É melhor uma criança estar diante de um computador que estar na rua ao dispor dos vícios e más companhias,com certeza por pior que possam ser os video games eles favorecem o desenvolvimento motor e mental das crianças.

  2. Ela deve ser fã numero um da ficção
    http://www.ficcaoglobalizada2015br.blogspot.com

    Do projeto produzido da ficção para o mundo real

    Para por tudo da vida real em conteúdo em salas de aulas desde um simples faxineiro a finalização financeira todos os passos de tudo que compõe a nossa vida

    No jardim de infância em fotos coloridas com nome
    No primário em desenho animado
    No ginásio em videogames
    No colegial ou semelhante desenvolvendo

Deixe seu comentário