Journey

Journey: quando a amizade não precisa de palavras

Journey

Journey é um daqueles games que já começa a cativar pela simplicidade e te ganha pela cooperação que é necessária para avançar no game. Ele te faz fazer alguns questionamentos, como “O que é amizade?” ou “Como eu sei que aquela pessoa é realmente minha companheira”. E hoje em dia são raros os games que acendem esse sentimento, tanto que quando um aparece temos que agarrar com toda força. Então vem comigo conhecer um pouco mais do universo de Journey!

Journey

Journey é um jogo desenvolvido pela Thatgamecompany (mesma desenvolvedora dos games Flower e flOw) e disponível apenas para a plataforma PlayStation 3. Uma sinopse rápida (e até um pouco injusta, já que um game tão envolvente como Journey é difícil de resumir) nos mostra que o game é protagonizado por uma figura encapuzada e sem braços que, controlada pelo jogador, atravessa um vasto deserto com o objetivo de alcançar o topo de uma longínqua montanha. Com o desenrolar do game o jogador consegue desvendar a história somente através das músicas combinadas com os gestos, não é preciso palavras.

O universo de Journey

Durante a aventura de Journey não existe qualquer tipo de diálogo ou narração, restando assim apenas a comunicação através de gritos sem palavras que a personagem faz. Outro fator interessante é que outros jogadores podem se conectar ao game e juntar-se a você ao longo da batalha, porém você não saberá quais são seus nomes. Essa informação constará apenas nos créditos finais do jogo.

(Antes de jogar, verifique se a velocidade da sua banda larga, a minha é uma GVT de 15mb e rola tranquilamente por lá.)

Journey: o gameplay

Explicar o universo de Journey não é uma tarefa fácil. Mas o que posso antecipar é que o game carrega fortes elementos de amizade consigo. Talvez o termo “um jogo de plataforma cooperativo” seja o mais fiel sobre a sua definição.

Deixe seu comentário