guitar_hero_smash_hits_300

Guitar Hero: Neversoft acha que reconhecimento de movimentos pode ser legal na franquia rítmica

guitar_hero_smash_hits_300 Ontem, abordamos em um post a opinião do CEO da Activision que afirma que as pessoas estão satisfeitas em jogar mais e mais de uma mesma franquia, desde que ocorram inovações.

A resposta parece ter sido direcionada para a insatisfação de muitos gamers com a enxurrada de jogos mais do mesmo. Um exemplo? A série Guitar Hero, que depois de ter ganho fama vem recebendo constantes atualizações.

Mas, talvez na onda da opinião do manda-chuva, a Neversoft, divisão de desenvolvimento da Activision, acabou dando a dica de que em um futuro próximo a série pode usar o reconhecimento de movimentos.

Brian Right, responsável pela série Guitar Hero, diz que é uma possibilidade e que até o ano que vem, caso engrene, alguma novidade a respeito pode ser divulgada.

Se o Guitar Hero 6 trará algo do gênero não deve ser a pergunta mais adequada, mas sim como aproveitar o reconhecimento de movimentos em um game rítmico que depende totalmente de controles de instrumentos?

Qual sua aposta, leitor?

[Via CVG]

2 opiniões sobre “Guitar Hero: Neversoft acha que reconhecimento de movimentos pode ser legal na franquia rítmica”

  1. na guitarra e baixo por exemplo, caso a pessoa toque com ela nas costas o multiplicador aumenta, o microfone pelo movimento da mão do cantor daria certos pontos e a bateria… bem… baterista fica mesmo lá no fundo escondido como deve ser. (perdão bateristas, n poderia perder a piada)

Deixe seu comentário