God of War 3 chega ao mercado na próxima semana

Dentro de alguns dias, os jogadores de PlayStation 3 conhecerão o novo episódio da saga de Kratos, o Deus caído que agora busca vingança de Zeus com ajuda dos Titãs.

God of War 3 custou a enorme quantia de US$ 44 milhões para ser produzido, de acordo com o diretor de desenvolvimento do game, John Hight.

O investimento principal ficou por conta do setor gráfico, que impressionou David Jaffe, criador da série. Em seu blog, Jaffe comentou que o game está fantástico e prometeu mais detalhes para a próxima semana, quando tiver chegado ao fim do jogo.

Entre as inovações no game estarão câmeras em primeira pessoa em algumas das cenas de violência. Só que a pegada será ao contrário do que você poderia esperar. Em vez de olhar pelos olhos de Kratos, você poderá ver a ação pelos olhos de sua vítima.

No fim de fevereiro, foi noticiado que God of War 3 abusaria não apenas do poder de processamento do PS3, mas também da capacidade de sua mídia. O game, que dispensa instalação e portanto uso descabido de HD do aparelho, utiliza 35 GB da mídia Blu-ray, cuja capacidade máxima é de 50 GB (em dupla camada). A versão européia é maior, ocupando cerca de 40 GB graças às traduções para nove idiomas.

De fora da versão final ficará uma cena do epílogo. Steve Caterson, produtor sênior do game, explicou em entrevista que o difícil corte foi feito, mas que talvez o epílogo seja lançado em forma de download.

Outra cena que quase ficou de fora do game foi a de cunho sexual. O diretor Stig Asmussen admitiu que a intenção era abandonar as cenas sexuais, que já se tornaram tradição na série, fora do novo game. Um mini-game sexual existirá, todavia, uma vez que a equipe encontrou uma forma de integrá-lo ao game. A cena será usada como guia na história, e já está disponível inclusive em vídeo.

Para que a qualidade do game fosse garantida, a equipe envolvida em GoW3 aumentou substancialmente. Foram contratados 132 profissionais, mais do dobro dos envolvidos em God of War II (60 pessoas) e quase quatro vezes o tamanho da equipe que se dedicou ao título que originou a série.

Agora que o game já está finalizado, a equipe ainda aguarda novas instruções. Quando perguntado se um novo título de Kratos já estava em produção, Steve Caterson respondeu que ainda estão esperando para ver o que farão e que não tem a menor idéia de que projeto será.

Enquanto isso, os jogadores aguardam ansiosos pelo resultado deste projeto de três anos, responsável por inspirar (e ser copiado) por diversos outros games. Para Caterson, ser imitado é a forma mais sincera de elogio.

Deixe seu comentário