Facebook

O Facebook Gaming disponibiliza no Brasil a versão beta do seu aplicativo de jogos independentes

Há algumas semanas falamos sobre o Facebook Gaming, a nova empreitada da rede social no mercado dos jogos eletrônicos. Pois bem, parece que Mark Zuckerberg está com as atenções voltadas para o Brasil! Prova disso é que nosso país se tornou o segundo no mundo a receber acesso beta ao aplicativo, após o teste nas Filipinas. Essa fase beta será usada para obter feedback da comunidade gamer.

O aplicativo tem como base a experiência da aba de games do Facebook com o mesmo nome anunciada em junho de 2018. Basicamente ele servirá para que os aficionados por jogos descubram jogos com base em seus interesses. Para isso, o aplicativo inclui o mesmo conteúdo personalizado de gaming que você segue no Facebook, além da possibilidade de descobrir novos conteúdos no próprio aplicativo.

De acordo com a gigante da tecnologia, os usuários do Facebook poderão se conectar com outros gamers para assistir streaming ou fazer transmissões através do celular diretamente para a sua página. Já inclusive há alguns gamers conhecidos utilizando a plataforma, tal como o Netenho, o Kamikat, Samira PlayHard, Davy Jones, Patriota e Diana Zambrozuski, que transmitem jogos como Fortnite, Free Fire, GTA e League of Legends.

Como se não bastasse, é possível jogar alguns games pela plataforma, tais como o Everwing, Words with Friends, Basketball FRVR entre outros 6 mil disponíveis. Os jogos no aplicativo utilizam a plataforma Instant Games do Facebook, que permite que as pessoas descubram e joguem instantaneamente, sem precisar fazer novos downloads.

“Estamos animados em expandir o teste beta do nosso aplicativo de jogos para receber o feedback das pessoas no Brasil”, disse Vivek Sharma, diretor de gerenciamento de produtos do Facebook Gaming. “O Brasil é um país de forte crescimento para o Facebook Gaming e queremos que alguns dos membros mais engajados da nossa comunidade façam parte desse processo de desenvolvimento. O feedback que recebermos durante a fase beta vai influenciar diretamente os recursos que criamos e será usado como base em nossos planos de lançamento para outros países.”

Deixe seu comentário