Master System 3

Duro de Matar: Master System ganha novo design

É verdade que era estranho ver o Dynavision sendo dado de premiação nos programas da tarde até bem pouco tempo, mas não há como não olhar essa notícia com uma ponta de saudade.

A Tectoy anunciou um novo design para o Master System 3. Sim, a geração 8 bits continua oficialmente apoiada no país e, enquanto a Sega não faz mais consoles, a Tectoy continua levando seu bom nome no mercado dos videogames, mais de vinte anos depois de seu lançamento original.

Design novo? E o que mais? O novo Master System 3 está bonito, é fato, e vem com 131 jogos. Seu preço também é baixo: R$ 239 que, comparado ao preço dos outros consoles oficiais (ou via importação legal) não deixa de ser um preço atraente.

É lógico que ouviremos de parte dos gamers que é um absurdo, que a qualidade dos jogos é baixo e que os gráficos são precários. Mas talvez esteja na hora de encarar um pouco mais o videogame como fazemos com livros, filmes e música, que não possuem uma data de validade.

Entre os jogos que acompanham o “novo videogame” estão Sonic The Hedgegog, Sonic Drift 2, Alex Kidd, Golden Axe, Wonderboy, Super Space Invaders e Fantasy Zone. É claro que não é uma opção muito viável para jogadores mais hardcore, mas para uma criança, é um brinquedo e tanto, não?

A Tectoy mostrará o Master System 3 no Universo Games Senac 2008, bem como o Mega Drive 3, o Mega Drive Portátil e alguns de seus jogos para celular da linha Tectoy Mobile.

19 opiniões sobre “Duro de Matar: Master System ganha novo design”

  1. O design é lindo, mas bem… não poderia ser algo diferente, como um novo game gear ou algo assim?

  2. Cara, eu joguei esse Mega Drive 3 portátil ontem (04/08) lá no Senac. É super legal. Bem melhor que jogar no celular, hehe.

  3. Sensacional…… A Tectoy não para de inovar…. Uma coisa é nostalgia, outra é ficar reinventando o mesmo produto a 20 anos. Convenhamos, a empresa precisa começar a inovar, senão ficará cada vez mais para trás.

  4. Eu não compraria um Master System para mim, mas acho que para uma criança que está dando passos nos videogames é um presente muito melhor que aparelhos mais “adultos”, como um PlayStation 2, por exemplo…

  5. É um ótimo negócio pra Tec Toy, sem dúvida alguma. Mas eu ainda sou um “gamer” que acha isso um absurdo :P
    Talvez valha alguma coisa pra exportar pra gringo colecionador..

  6. Joguei muito esses jogos e confesso que devem existir para sempre, num console novo, velho ou num emulador.

  7. Saudosismo é bom, mas por R$239 é foda!

    Os marketeiros tem o péssimo hábito reembalar um produto que faz exatamente a mesma coisa que sua versão anterior e ainda vendê-lo mais caro!

    Lamentável!

    Para quem não é saudosista e somente quer se divertir, por bem menos grana você consegue um PS One.

    Até pensei que a TecToy tivesse ido pro saco! Vendendo aquelas tranquerias como Karaoke-gamer, coelho-gasparzinho que lê e-mail… é mole!

    :D

  8. Tenho 2 opiniões.

    1) nunca gostei do Master. Na época eu era o feliz dono de um nintendinho, e não queria ver Master na minha frente nem por reza brava. O gosto é o mesmo até hoje ;-)

    (obviamente respeitando a sua história – é gosto pessoal)

    2) olhando o lado do negócio, num mercado como o Brasil, talvez seja rentável lançar e relançar esse tipo de console. Afinal, é muita gente nas classes mais baixas da população, e um videogame é uma conquista para muitas famílias pobres, que não poderiam comprar um Wii ou PS3.

    abraços,

  9. Acho uma iniciativa legal, esses jogos fazem parte da história de muita gente, e com certeza no quesito diversão, não há quem negue que eram foda. Alguns muito mais legais que vários da nova geração. O problema talvez seria o preço, para uma tecnologia ultrapassada e a possibilidade de jogar por emulador. Talvez, se ainda atualizassem os jogos, colocassem mais joysticks e modo multiplayer, ainda conseguiriam muitos adeptos da boa e velha diversão 8 bits “atualizada”.

  10. Po ,adorei o design kkk jogava muito os jogos na época,acho que vo comprar AHUShausah,mesmo que não seja gráficos atuais é legal de jogar bom viver o passado XD eheh

  11. Eu gosto da idéia e acho o modelo bem bonito. Saudosista que sou, compraria sim, mesmo sendo os jogos que eu já joguei tantas vezes. A Tectoy vive disso, e não é de hoje. Respeito quem não acha legal, mas acho que tem muita gente, especialmente no Brasil, que acha bacana e compraria. E digo mais, só não compro o Mega Drive portátil porque não dá pra salvar as jogadas.

  12. ficou bonitão, até parece que essa entrada serial é “moderna” , apesar de eu ter achado o valor salgado 100 pila e compra um com as mesmas capabilidades.

    Tenho que concordar que o Cartucho é que era charmoso!

    Uma coisa interessante sobre os videogames 8 bits é o efeito clone, tem muiiitos parece que é só pegar e encaixar algo de platico e vender … porque será que isso não ficou popular com plataformas de 32 bits por exemplo?

  13. Master System por quase 250,00 ? Com mais 150,00 compra-se um PS2 destravado, mas vai entender, adoro o Master, mas esse lance de ficar remasterizando o console não é legal, e o pior é que praticamente não se acrescenta nada de realmente novo. bom sou suspeito de falar, mas pra mim a melhor versão ainda é a primeira.
    Com sua licença amigo Repórter mas tomo a liberdade de deixar meu Blog sobre o Master,dê uma olhada é simples mas direto.

    http://mastersystemgames.blogspot.com/2009/08/eu.html

    Abraço !

Deixe seu comentário