consoles_300

Do leitor: a batalha dos exclusivos

consoles_300Recebemos essa coluninha da leitora Sabrina Carmona, e na crescente intenção de dar espaço ao leitor, cá está o material publicado e assinado.

“Toda geração de console tem seus concorrentes, e esta não é diferente. Playstation 3, Wii e Xbox 360 fazem uma briga boa para terem mais jogadores, e cabe então aos títulos exclusivos ajudarem os meros mortais a escolherem seu console.

De um lado temos o Xbox 360 da Microsoft, lançado em 2005, com uma lista enorme de exclusivos, incluindo as grandes franquias Halo e Gears of War. Que Halo é um sucesso, nem precisamos dizer. O jogo “Halo 3” se tornou um fenômeno mundial, arrecadando mais de US$ 300 milhões na primeira semana de vendas. O jogo foi lançado mundialmente no dia 25 de setembro de 2007 e é o jogo vendido mais rapidamente até hoje, além de ser uma das propriedades mais bem-sucedidas da indústria do entretenimento mundial.

A Microsoft, aproveitando que sua franquia Halo é extremamente lucrativa, lançou até um modelo especial do console com o jogo Halo 3 incluso e um acabamento temático do jogo, o “Xbox 360 Halo 3 Special Edition”. Suas vendas foram dentro do esperado pela empresa, e impulsionou ainda mais a popularidade do console, que ao contrário de seu grande concorrente PS3, teve lançamento oficial no Brasil.

Na mesma linha segue outro super exclusivo do console da Microsoft, a franquia Gears of War, que teve seu segundo jogo também como um sucesso de vendas, conseguindo vender cerca de 2,1 milhões de unidades apenas no primeiro dia. Outros títulos exclusivos que merecem destaque são: Blue Dragon, Lost Odissey, Crackdown, Forza 2, PGR 4, Kameo, Ninja Gaiden 2, Tales of Vesperia, Banjo-Kazooie e Saints Row.

Do outro lado temos o Playstation 3 da Sony, que apesar de ter sido lançado um ano depois do que seu concorrente, hoje em dia faz uma bela frente aos seus títulos exclusivos. O ápice é sem sombra de dúvidas Metal Gear Solid 4, que além de alcançar o impressionante número de 1 milhão e trezentas mil unidades vendidas em todo o mundo apenas no primeiro dia ainda dobrou as vendas do Playstation 3 em junho de 2008. A Sony aproveitou este impulso de vendas e disponibilizou uma edição limitada do console com o jogo Metal Gear Solid 4.

Outros dois jogos que merecem destaque no quesito exclusivo são Uncharted: Drake’s Fortune e LittleBigPlanet, ambos top de vendas do console. O primeiro foi um sucesso tão grande que já teve sua continuação anunciada, Uncharted 2: Among Thieves, e também teve um pacote especial do console lançado juntamente com este título, o “160GB Playstation 3 Uncharted Bundle”. Já LittleBigPlanet é um destaque por sua forma inusitada de “ser” game. LittleBigPlanet, assim como a maioria dos games de última geração, possui dois modos de jogo, o online e o off-line. No mundo off-line, o jogador deve completar um número de desafios, procurando itens e passando por cenários inusitados. Já a versão online oferece uma experiência totalmente diferente. As missões, mapas, movimentos, inteligência artificial e recompensas são criadas e gerenciadas pelos jogadores. O game oferece todas as ferramentas para que a criação de tudo seja simples e divertida. E por ser assim, ele também se tornou um exclusivo “must-have”. Outros exclusivos que valem a pena serem citados aqui incluem: Grand Turismo 5: Prologue, Killzone 2, Warhawk, Folklore e Heavenly Sword.

Em suma, os dois são gigantes do entretenimento e possuem excelentes exclusivos que fazem com que qualquer um queira jogá-los. Basta você ver qual você se identifica mais e qual trará uma maior diversão para você, se é que os dois juntos não fariam uma excelente combinação!”

Qual seu exclusivo preferido? Que jogo faria você trocar de console?

24 opiniões sobre “Do leitor: a batalha dos exclusivos”

  1. Malandrissima essa Sabrelas hein?

    Fico legal.. tem outros jogos que tambem estão chegando e fazendo sucesso nos dois consoles que podiam ser citados… mas não importa.

  2. Olá pessoal do game reporter!
    Me chamo murillo, e li a matéria da Sabrina…
    Concordo em gênero núero e gral com as conclusões dela!
    O meu console preferido é o XBox 360. Porém concordo que o PS3 possui ótimos jogos como o GOW etc…

    Obrigado,
    Murillo.

  3. Caro Murillo,

    Agradeço o seu comentário e fico feliz que você concorde com minhas idéias.

    Eu queria também agradecer ao pessoal do Fórum UOL pela ajuda com os números e informações específicas!

    bjoo!

  4. Ficou Excelente Sabrina!! Parabens, não ficou uma matéria cansativa de se ler. E vc citou os pontos fortes de cada console.

    Nota 10

  5. Agora que eu vi a foto. Gatinha a mina hein. Ela poderia escrever sempre aqui no GameReporter.

    Leio esse blog todos os dias, quando chego no trampo e logo quando estou para ir embora. De fato é o melhor blog de games do Brasil.

    Gostaria muito de ver os textos dela mais vezes. Sabrina, não nos abandone! Bjs

  6. Sabrina, pessoa maravilhosa. Tiro o xapéu pra voce pelas palavras hein ?! Falou tudo dos dois consoles, suas diferenças e seus motivos de terem amantes e odiadores sórdidos.

    Bjs

  7. Excelente compilação de dados que só pode fazer uma pessoa inteligente, como a Sabrina é, e que gosta de games (tanto de jogar quanto de falar sobre eles) sem paixão quanto aos consoles, até porque não somos pagos para isso.

    Abração Sabrina.

  8. Cara Sabrina, gostei da sua matéria. Só acho que pecou um pouco, por ter citado os 3 consoles, e depois se limitou a falar somente do x360 e ps3, o pobre coitado do WII apesar de eu não considerá-lo next gen, deveria receber comentários dos seus exclusivos já que foi citado no começo da matéria.Vc não acha?
    Abraço.

  9. Ótimo texto moça !!! Fez um apanhado geral da trajetória comercial de cada console e citou todos os jogos de ‘peso’ de cada um. Parabéns !!!

  10. No que se diz respeito à “lábia” ou poder de comunicação, essa mulher sempre tirou de letra. Ótimo resumo de fatos e sólidos argumentos. Resumindo em status de quem estuda games: Ficou show.

  11. Muito bom Sabrina!Faça uma próxima com os lançamentos Exclusivos mais aguardados e suas expectativas sobre o que eles podem fazer pelo console, vide God of War 3. Obrigado

  12. Parabéns Sabrina!!
    Interessante a abordagem de games como principalmente indústria de entretenimento e não somente como uma indústria de software ou de console.

    Parabéns
    Eduardo

  13. Muito bom o texto, Sabrina.
    Você demonstrou que nós, mulheres, também entendemos de videogame.
    Parabéns.

  14. faço minhas as palavras do Henrisson, porém ele tem todo o direito de não considerar o Wii um console next gen, mas eu o considero next gen devido a uma mudança no paradigma jogabilidade e não é isso que significa próxima geração? algo que se trás de novo, que a geração passada não tinha? realmente o pobre Wii analisado pela visão dicotômica dos gráficos nunca será next gen, mas observando a quebra de paradigma ele o é sim.

  15. Muita bem escrita a matéria. Despertou minha curiosidade em conhecer melhor os jogos, já que sou totalmente leiga no assunto ! :p
    Gostei muito! Parabens!

  16. Belo, texto, bem escrito, porém acho que poderia ter se aprofundado um pouco mais, além de analisar também o Wii, que apesar de citado no início, não foi desenvolvido durante o texto.

  17. Fiquei te devendo a mensagem ontém aqui.

    Parabéns, como eu disse, eu gosto de ler comentarios imparciais, principalmente sobre video games.

    E é sempre bom saber que existem mulheres que gostam disso também!

    É isso, fique em paz, jogue sempre!!!

    (Peetz forum UOL)

  18. O Wii nem foi citado direito na briga =P não que ele esteja fazendo bonito nessa geração em relação a qualidade de games… fora alguns hits como Mario Galaxy ele não brilhou muito, além de ser muito fraco de hardware pra aguentar as third-parties, fazer o q né? =(

Deixe seu comentário