Diretor de documentário sobre vício nos games diz que assunto precisa ser pesquisado

Emeka Onono, produtor e diretor de um especial da BBC sobre games chamado Panorama, jogou mais lenha na fogueira do vício dos games.

Em entrevista ao site GamesIndustry, Onono acusou a indústria de games de ser “muito defensiva” e defendeu que o assunto merece ser pesquisado e reconhecido.

O documentário da BBC aborda durante 30 minutos casos de jogadores britânicos e sul coreanos que teriam sido vítimas de problemas sociais e emocionais com base em seus exageiros nos games.

Para o produtor, porém, o documentário não é anti-games. “O que sabemos e deixamos claro é que para a vasta maioria das pessoas os jogos são bons”, declarou acrescentando que mesmo assim é preciso ter os olhos voltados para o assunto.

Ficou curioso? Panorama pode ser visto, em duas partes, no YouTube. Os links estão aqui (parte 1 / parte 2).

3 opiniões sobre “Diretor de documentário sobre vício nos games diz que assunto precisa ser pesquisado”

  1. Eu sempre acho sacanagem falarem isso. Os caras já têm problemas emocionais antes de descontarem nos jogos, a culpa então é da sociedade deles. Vamos processar a Coréia e a China que são os lugares onde as pessoas que jogam videogame morrem por falta de água e comida.

    Jogos como o Mario Galaxy inclusive incentivam que vc vá descansar. Em todas as caixinhas existem avisos dizendo que é para vc dar uma parada depois de 1h.

    Mas se é algo pra ser estudado? Claro que sim.

  2. Complicado o assunto. Ainda não vi a entrevista, mas concordo que o assunto merece bastante atenção. Dá vontade de pesquisar, produzir material, debater na universidade. É algo completamente presente e visível em nossas vidas (vide formandos colocando como um de seus principais problemas de seu TCC o tempo gasto no lazer/entretenimento), algo que acontece conosco diariamente, e pior: Sabemos disso….
    Bom, vou lá jogar um pouquinho, depois volto…

Deixe seu comentário