braid_645

Desenvolvedor critica XBLA da Microsoft por sua burocracia

Em uma entrevista com o site Gamasutra, Jonathan Blow, criador do game independente Braid – vendido pela rede XBLA – criticou a plataforma de distribuição da Microsoft.

Para Blow, a burocracia envolvida no processo de publicação e manutenção do título pela rede da Microsoft não compensa, se comparada a concorrentes como o Steam ou mesmo a autopublicação.

O gamedev explicou que ao fazer um game para o Xbox Live Arcade, você tem que dedicar de um terço ou mesmo a metade do esforço que investiu para criar o game, para lidar com burocracias como revisões de contratos e longas renegociações, além do processo de certificação.

“Eu posso viver uma vida confortável e apenas colocar meu jogo no Steam sem ter tanta dor de cabeça”, criticou, porém admitiu que a plataforma de distribuição da Microsoft ainda é importante para desenvolvedores como ele. “A XBLA tem uma grande audiência, e provavelmente ainda é maior que o Steam para alguns tipos de jogos”.

Alguém aqui já publicou games na XBLA?

[Via CVG]

Uma opinião sobre “Desenvolvedor critica XBLA da Microsoft por sua burocracia”

  1. "Ecistem" alguns jogos nacionais na live, só não lembro quais. Parece que publicar no arcade é difícil, no indies não é. E pra falar a verdade, o Arcade tem uma limitação meio estranha no tamanho dos jogos: Os jogos sobre demanda podem ter até 7gb, mas os do arcade tem que ser muito menores.

Deixe seu comentário