Foto de Rodrigo Favera - http://www.flickr.com/photos/rodrigofavera/

Dentistas culpam os videogames por problemas nos dentes

Foto de Rodrigo Favera - http://www.flickr.com/photos/rodrigofavera/ Não tem muito tempo publicamos um post gigantesco com opiniões a respeito dos malefícios dos videogames. Muitas delas eram batidas, mas agora outros especialistas estão criticando (e culpando) os games: os dentistas.

Em uma convenção anual de profissionais de odontologia que aconteceu recentemente nos Estados Unidos, os profissionais do setor conseguiram atrelar o uso do videogame à má conservação dos dentes. A acusação? Os jogadores costumam fazer lanchinhos durante as partidas.

Conclusão bizarra? Não na opinião dos pesquisadores, que observaram um grupo de adolescentes entre 12 e 16 anos antes de concluir que, os “viciados” em games tinham pré-disposição a ter mais problemas nos dentes.

O estudo ainda teria revelado que crianças que tem seu período de uso de computadores restritos são menos propensas a estes problemas. O que fica claro, porém, é que o problema reside na falta de controle do que as crianças comem, e não o que fazem enquanto estão comendo…

Mais um caso aparente de tentativa de ganhar atenção da mídia usando o bode expiatório preferido do momento.

[Via CVG]

4 opiniões sobre “Dentistas culpam os videogames por problemas nos dentes”

  1. Essa acusação é patética.O problema não é o videogame mas sim a comida e a falta de controle dos pais.
    Esses ''çabios'' (isso mesmo, com cedilha) ao invés de ajudarem o conquecimento que tem (ou dizem ter) para ajudar o povo que não tem como pagar um dentista, ficam perdendo tempo com essas pesquisas ridículas, superficiais e tendenciosas.
    Só tenho uma pergunta:
    Quem financiou essa pesquisa tão ''importante''?

  2. Essa acusação é patética.O pmelbora não é o videogame mas sim a comida e a falta de controle dos pais.Esses ''çabios'' (isso mesmo, com cedilha) ao invés de ajudarem o conquecimento que tem (ou dizem ter) para ajudar o povo que não tem como pagar um dentista, ficam perdendo tempo com essas pesquisas ridículas, superficiais e tendenciosas.Só tenho uma pergunta:Quem financiou essa pesquisa tão ''importante''?

Deixe seu comentário