World in Conflict

De volta à Guerra Fria

World in Conflict

Mais um jogo de guerra? Creio que não. Quem está na casa dos 30 lembra vagamente das tensões entre EUA e URSS. Os mais novos, com certeza, ainda estudarão muito sobre o assunto. World in Conflict, jogo de estratégia tática para PC que remete o jogador à Guerra Fria, época de tensos conflitos e cenário ideal para a explosão de uma Terceira Guerra Mundial.

Em tempo: você também pode compar este jogo no Combogames.

A história começa em 1989, quando os soviéticos avançam rumo à Europa temendo um colapso. Com a intervenção da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), o conflito acaba atingindo também os Estados Unidos. Está criado o cenário ideal para a explosão da Terceira Guerra Mundial e é nesse ambiente que o jogador, agora no papel do Tenente Parker, irá liderar poderosas máquinas militares para reaver as cidades e subúrbios norte-americanos. Pois é amiguinhos, sempre os americano, né?

Em World in Conflict o jogador comanda unidades num mapa de larga escala. Para se familiarizar, a sugestão é iniciá-lo pela missão tutorial, que explica seus princípios básicos. Depois de aprender, o usuário pode partir para a missão principal. Existe também a possibilidade de jogar missões personalizadas feitas com as ferramentas de edição de World in Conflict, tanto da autoria do usuário como de outros jogadores.

O modo multiplayer do World in Conflict suporta até 16 pessoas. Nele, o jogador pode testar a habilidade de cooperação mútua dos demais participantes. Pode ser jogado tanto numa rede local como no Massgate, portal oficial do World in Conflict. O modo multiplayer oferece a possibilidade de drop-in, em que jogadores podem trocar de servidor sem interromper a partida. Um recurso muito interessante para quem joga online.

Quer mais? Se liga no site oficial do game. Só clicar aqui. Não esqueça: você também pode compar o jogo no Combogames

Para jogar World in Conflict
Requisitos mínimos de sistema: Sistema operacional: Windows XP, Windows Vista; CPU: 2 GHz ou mais veloz (2,2 GHz para Windows Vista); Memória: 512 MB de RAM (1 GB para Windows Vista); Unidade de disco: DVD-ROM; Disco rígido: 8 GB de espaço livre descompactado; Vídeo: 128 MB de RAM compatível com DirectX 9.0c; Placa DX9: NVIDIA GeForce 6600 GT e superior; Placa DX10: NVIDIA GeForce 8500 GT e superior; Som: placa compatível com DirectX 9.0c; Dispositivos de entrada: teclado e mouse; Multiplayer: cabo, DSL ou superior; Nota: GeForce 4 MX, Radeon 8500, 9200 não suportadas

Uma opinião sobre “De volta à Guerra Fria”

  1. Eu já joguei e posso dizer que é interessante. Fãs de estratégia vão gostar bastante, por se tratar de um jogo simples nos comandos, belo em gráfico e eletrizante em ação.
    Uma boa pedida para o fim de ano.

Deixe seu comentário