OUYA

Conheça o OUYA, o console de US$ 99,00 que promete mudar o mercado de games

OUYA
Antes de falar sobre esta notícia, gostaria de fazer uma introdução sobre o Kickstarter: um site de crowdfunding, onde as pessoas, por meio de doações em dinheiro, ajudam a viabilizar projetos dos mais diversos tipos, desde video-games até óculos escuros. Uma quantia mínima estipulada é colocada como meta e conta com o prazo de 30 dias para que seja alcançada. Quem estiver interessado, poderá fazer sua doação e de acordo com a quantia doada, alguns projetos oferecem recompensas especiais, por exemplo, um par de óculos escuros para doações superiores a 100 dólares. Para saber mais sobre o Kickstarter, acesse a página de perguntas e respostas sobre o site.

Lançado em 10 de julho deste ano (2012), o Kickstarter de um console chamado OUYA está atraindo muita atenção da mídia especializada em videogames. O motivo desse interesse aconteceu devido à proposta do OUYA: ser um console “de mesa” baseado em Android, totalmente aberto para modificação e desenvolvimento e que seja também uma plataforma simples de publicação de jogos independentes. Outro grande motivo para essa “polêmica” é seu preço estipulado de venda de US$ 99,00.

A quantia mínima necessária para viabilizar esse projeto é de US$ 950.000,00 e essa meta foi alcançada em pouco mais de 8 horas de acordo com o site Engadget ,representando a maior quantia arrecada em um primeiro dia, conforme informado pelo próprio Kickstarter. Ao final do período de captação de recursos, o OUYA atingiu a incrível marca de 63.416 apoiadores e uma quantia arrecadada de US$ 8.596.475,00.

Diversos nomes de peso da indústria se pronunciaram sobre este projeto; dentre eles, desenvolvedores independentes como: Edmund McMillen do Team Meat, um dos criadores do Super Meat Boy; Markus Persson, ou @Notch, criador de Minecraft; Nathan Fouts, responsável pelo jogo Serious Sam Double D XXL, dentre outros.
Nessa matéria em inglês, do Joystiq, você pode conferir o que esses e outros desenvolvedores indies disseram sobre o OUYA.

Um dos responsáveis pelo design do console é Yves Behar. Além de renomado designer de produto, é criador de diversos produtos famosos, dentre eles a lâmpada em folha Leaf lamp, a linha de fones e alto-falantes Jawbone e pelo XO, o notebook de menos de 100 dólares que fazia parte da campanha de distribuição de um laptop por criança. Adicionalmente, Yves já participou duas vezes do TED: em um deles apresenta uma motocicleta com motor elétrica que montou juntamente de um engenheiro, e no outro, Yves fala sobre seu processo de criação e de como trabalha de forma que seus produtos contem suas histórias através de seus designs.

As especificações técnicas do hardware são:

  • Processador Tegra3 quad-core.
  • 1GB RAM
  • 8GB de memória flash interna.
  • Conexão HDMI para a TV, incluindo suporte a 1080p HD.
  • WiFi 802.11 b/g/n
  • Bluetooth LE 4.0
  • Uma Entrada USB 2.0.
  • Controle wireless com botões “padrão” (dois analógicos, um D-Pad, oito botões de ação e um botão de sistema), um touchpad.
  • Android 4.0.
  • Saída Ethernet.
Até o momento, as principais empresas que anunciaram interesse em lançar jogos para o OUYA são: Square Enix (lançando Final Fantasy III), Namco Bandai (inclusive você pode comentar no Facebook da Namco Bandai sobre qual jogo gostaria de ver no OUYA), U4iARobotoki (com o prequel do jogo Human Element que será lançado em 2015). O OUYA também firmou parceria com diversos serviços como TwitchTV, TuneIn, OnLiveXBMC, Plex, entre outros.

Sinceramente, acredito que o OUYA  repercurta em buzz da mídia, devido à proximidade com sua comunidade de desenvolvedores e gamers. Afinal de contas, é um console que está prestes a nascer e conta com mais de 60.000 membros fundadores que arrecadaram juntos mais de 8,5 milhões de dólares. Esse projeto pode ser considerado um ótimo exemplo da definição de crowdfunding: colaboração financeira em conjunto para financiar um objetivo em comum. Naturalmente que com essa quantidade de apoiadores haja uma pressão proporcional para se obter um produto de qualidade. Ainda mais com um projeto dessa dimensão, que além de desafiar os líderes da indústria promete mudar o mercado de games como nós o conhecemos.

Caso seu inglês esteja em dia, vale a pena conferir o post no Reddit feito pela Julie Uhrman, CEO da empresa OUYA (nome homônimo do console). Julie fez um post intitulado de AMA (do inglês Ask Me Anything) que teve mais de 450 mensagens, onde os usuários e apoiadores do projeto tiveram uma excelente oportunidade de questionar os responsáveis pelo console que estão ajudando a fundar.

Para saber mais sobre o OUYA, veja o vídeo abaixo e nos fale o que você achou. Você pode também seguir o perfil no twitterFacebookGoogle Plus entre outras redes sociais.

E caso você queira saber ainda mais sobre o projeto, acesse o Kickstarter do OUYA . =)

8 opiniões sobre “Conheça o OUYA, o console de US$ 99,00 que promete mudar o mercado de games”

Deixe seu comentário