Wii tosqueira

Clones de Wii invadem o Brasil

Os chineses têm, então o Brasil tem também. Mesmo com o Stand Center e a Promocenter fechadas, aparelhos inspirados em Wii chegam ao mercado nacional de formas surpreendentes.

O Wii Vision, por exemplo, vem das mãos da Dynacom, a mesma que fabricava o Dynavision, clone de NES, que era dado de presente para vencedores de programas de perguntas e respostas que infestavam às tardes da televisão brasileira antes que programas de fofoca dominassem os canais.

Agora, é a vez do Multigame, um aparelho trazido pela Multilaser. A semelhança entre ambos é o design inspirado no console de nova geração da Nintendo e o fato que nenhum dos dois, na realidade, roda os recentes títulos em DVD.

O Wii Vision roda cartuchos de NES (8 bits) e vem com controles sem fio e um cartucho de 106 títulos. Mais avançado, o Multigame é 16-bits e vem com duas raquetes de ping-pong, uma de tênis, um bastão de baseball, e uma “chuteira”, dispositivo para ser acoplado à perna. Todos se encaixam em um controle muito semelhante ao Wii Remote.

Os jogos do Multigame vêm em dois cartuchos, um que aproveita os controles “especiais”, com boxe, ping-pong, tênis, futebol (só os pênaltis), baseball e boliche; e outro com 16 títulos inspirados em jogos de computador e que utilizam um controle convencional.

O pulo do gato é, na verdade, o preço cobrado por um destes aparelhos. Enquanto um Wii pode ser conseguido por meios não oficiais por até R$ 1.100, as opções da Dynacom e da Multilaser são oficialmente vendidas por R$ 279 e R$ 349, respectivamente.

O preço é mais baixo, mas não espere ver um dia Mario Kart, Super Mario Galaxy, Super Smash Bros. Brawl, Okami ou o bacana Cooking Mama sendo lançado para um desses…

[Via Zumo]

13 opiniões sobre “Clones de Wii invadem o Brasil”

  1. Se alguém lembra? Polystation ainda está no mercado, em versões One, 2 e 3…

    E aparentemente esse Wii Vision, sendo da Dynacom, não é chinês nada e sim brasileirão mesmo?! Meu, a Dynacom tem cara-de-pau pra lançar isso! XD

  2. só tenho uma coisa a dizer: FANTÁSTICO, design moderno e atraente.
    Sabendo que o Brasil é um país de terceiro mundo e a grande maioria da população ganha pouco mais de um salário mínimo, este video-game é de grande valia.
    O filho do pobre tb merece se divertir, excelente presente de Natal.

  3. Desculpa pessoal, mas acho RIDICULO isso.

    Absurdo ainda venderem esses consoles de 8 e 16bits, ainda mais por algo em torno de R$ 300…

    Lembro certa vez em uma loja quando vi o pai humilde e feliz comprando um NES desses “alternativos”, pagando quase o mesmo preço de um Playstation e achando que iria agradar o filho, pura inocência e falta de respeito e carater dessas empresas que ainda oferecem esses sistema ultrapassados… se pelo menos custasse no máximo R$ 50, ainda seria desculpa para “baixa renda”, mas por R$ 349 ???

    Um playstation 2 por aqui custa R$ 400!!!!

    É abuso e covardia das empresas que tentam explorar a falta de informação das pessoas de baixa renda….

  4. Realmente, Wivision!

    Putz do jeito que anda o dólar, 300 reais, já já, compraria um Wii lá nos EUA para valer…

    Não valem mais que 50 pilas mesmo!

    E o pior: Não se encontra cartucho de NES por aí tão fácil assim (estou falando fora da web…)

  5. Falou tudo Alexandre. Eu acho que essas empresas deveriam é ser processadas por lançaram videogames que instigam os consumidores a serem enganados, já que claramente a idéia e o design do console foram roubados do Wii

  6. Meu, que país ridiculo…

    Os pais compram isso ae achando que tao comprando um videogame de verdade… eh pura enganacao, tem que prender quem vende e processar quem fabrica

  7. Pessoal, não há nada de mau em se fazer videogames que rodem nes ou outro sistema antigo. O que não concordo é com essa cópia descarada do console e dos controles,isso certamente leva ao consumidor a achar que o wii e esses sistemas são a mesma coisa. Já vi gente que ganhou aquela p##@#@ de polystation achando que era um play. Imagina a cara do moleque jogando excitebike, mario 1, etc

  8. Porra, foi mal ,mas essas lojas cada vez mais caras de pau
    acho que um processo iria bem…
    Imagina só o gráfico dessas coisas…
    Esta ficando cada vez pior!

  9. Sei que o post é beem antigo, mas queria deixar registrada a existência do Zeebo, fabricado no Brasil. Ele tem preço comparável ao dos modelos citados, e qualidade dos jogos muito melhor se comparado ao de 16 bits.

Deixe seu comentário