CEO da EA fala sobre mudanças na indústria de games

John Riccitiello, CEO da Electronic Arts, esmiuçou um pouco as novas tendências do mercado de games, opiniões bastante interessantes e que cabem a todos que trabalham ou são simplesmente apaixonados por jogos, a título de reflexão.

Durante uma conferência com investidores e analistas, o executivo afirmou que a indústria está mudando radicalmente e de forma acelerada. Que o período de 4 a 5 anos entre um lançamento e outro de console não existe mais e que hoje tudo acontece mais rápido.

“Pera lá! Mais rápido? Essa geração está durando mais?” – você pode ter se perguntado. É, não é bem assim! “Considere que apenas 18 meses atrás não havia iPad, o Google estava apenas testando o Android e a maior parte dos grandes jogos estava limitada a apenas uma oportunidade de faturamento em seu lançamento”, começou Riccitiello.

“Considere que cada um dos grandes consoles agora tem um controle que encoraja o usuário a sair do sofá e entrar na ação”, continuou acrescentando que hoje, é preciso ver que o faturamento que mais cresce no mercado de games, vem a partir de meios digitais e que tablets e smartphones ganharam um foco gigantesco no mercado de jogos.

Notou o drama? Todas essas mudanças, todo esse crescimento acelerado fica nas mãos do distribuidor ou, no caso do programador independente, do próprio desenvolvedor. Hoje, com o mercado amadurecendo, aumentam as possibilidades e também as responsabilidades.

Para a Electronic Arts, uma das maiores no mundo no que faz, a solução é atacar todas as frentes. Amadurecer as próprias franquias – que continuarão a ser atualizadas anualmente e receberão foco crescente em aspectos sociais e DLC -, estabelecimento da plataforma Origin – que vende games ao cliente final -, além do investimento em grandes talentos – pagando alto por pessoas chave na indústria.

Mas, e para quem não tem tantos recursos? Como você acha que todas essas mudanças impactarão?

[Via CVG]

3 opiniões sobre “CEO da EA fala sobre mudanças na indústria de games”

  1. Tentando prever o futuro, imagino que na próxima geração os jogos serão comprados somente por meio das redes dos consoles, digo isto pensando tanto no Xbox quanto no Playstation, pois ambos trazem um HD de grande capacidade que ao meu ver tem como intuito fazer com que os jogadores se acostumem sem suas caixinhas e dvd's e também devido ao menor custo que representarão para o consumidor final sem a necessidade do transporte para a distribução.

    Acho que essa será uma grande mudança relacionada a indústria de jogos em suas plataformas mais tradicionais.

Deixe seu comentário