Battle Frontier

Jogo indie Battle Frontier busca apoio para receber sinal verde na Steam

Hoje falaremos sobre um jogo criado por um talentoso time de desenvolvedores indie do interior de São Paulo. Trata-se de Battle Frontier, um game de shooter baseado em turnos, onde dois times se enfrentam sobre um terreno completamente destrutível e tentam destruir um ao outro (seja por dano ou derrubando) até que apenas um lado permaneça vivo. O título segue a premissa de Gunbound, de modo que sua jogatina é voltada para o multiplayer online.

Para tentar destruir os inimigos, basta mirar com precisão, calculando ângulo e velocidade inicial para que a trajetória de seus tiros colidam apenas com seus alvos. O atacante deve levar em consideração fatores como o vento, gravidade e habilidades dos outros jogadores. Estratégia é a chave para o sucesso. Existem quatro classes de personagens: médico, defensor, atirador e escavador. Cada uma dessas classes possui habilidades específicas a fim de auxiliar o time.

Todos esses personagens possuem três slots para tiros e uma para utilizar sua habilidade especial. Você é livre para fazer a combinação que quiser. Além disso, slots de número mais alto aumentam o efeito do seu tiro, mas também custam mais. Um elemento que aumenta o nível de estratégia de jogo é alterar os atributos do personagem, de modo que é possível mudar totalmente seu estilo de jogo a fim de obter vantagem na batalha. Entretanto não há como aumentar um atributo sem diminuir outro em troca. Este Sistema de balanceamento garante que o esquema de pay-to-win não seja possível.

Outro ponto bacana em Battle Frontier é que os cenários respondem às leis da física como nenhum outro jogo do gênero. Se você quebrar o chão e uma peça for desconectada, ela cairá, assim como quaisquer jogadores que nela estivessem apoiados. Além disso, dano de queda será aplicado não apenas aos jogadores caindo, mas também aos atingidos pelos fragmentos. A intenção é recompensar os melhores atiradores.

Como se não bastasse, cada um dos mapas interage com os jogadores e/ou ambiente de formas únicas. Seja um relógio que parou de funcionar por ter suas engrenagens quebradas, ou uma proteção contra o vento que agora tornará o jogo muito mais difícil para os seus oponentes, usar o mapa é não apenas divertido como também altamente estratégico!

O game está em campanha para receber o sinal verde na Steam e conta com a colaboração dos jogadores brasileiros para sair do papel. No site especial de Battle Frontier tem todas as informações sobre o gameplay e demais elementso desse título viciante.

Abaixo tem o trailer de Battle Frontier:


Also published on Medium.

Deixe seu comentário