Crane

Balanço geral da Brasil Game Show 2015

A Brasil Game Show foi encerrada na última segunda-feira (12) e reuniu cerca de 280 mil visitantes ao longo dos cinco dias de evento (nenhum outro evento de games conseguiu tal feito em terras tupiniquins). O saldo foi extremamente positivo, afinal de contas a organização conseguiu captar cerca de 70 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão doados para a Casa de David, instituição que cuida de pessoas com deficiência intelectual, física e autismo. Além do numero gigantesco de pessoas e de alimentos, o evento contou com a participação de centenas de empresas ligadas ao ramo dos jogos eletrônicos e tecnologia.

Um dos grandes destaques (como não poderia deixar de ser) foi o estande da Microsoft, que reservou seu grandioso espaço para divulgar a melhor linha de jogos da história do Xbox. Entre as novidades estavam Forza 6, Halo 5: Guardians, Rise of the Tomb Rider,  Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, Batman: Arkham Knight, Mad Max, Final Fantasy XV, , Cuphead, Rock Band 4, Killer Instinct Season 3, FIFA 16, Mortal Kombat X, entre outros.

O espaço da gigante americana estava bastante movimentado com fãs testando os mais diferentes jogos possíveis. Havia um espaço parecido com a dashboard do Xbox onde os visitantes podiam tirar fotos e posteriormente a equipe da Microsoft disponibilizaria as fotos para os fãs. Também foi montado um palco e um telão no estande, onde ocorriam desafios de jogos e apresentações de dança com o boneco de Cuphead. Rise of the Tomb Raider foi apresentado à portas fechadas e até havia uma garota com cosplay da Lara tirando fotos com os fãs. Ah, vale lembrar que o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer esteve pessoalmente no estande para apresentar os jogos, receber a imprensa e até tirou fotos com fãs.

Quem também fez bonito foi a Sony com seu bonito estande para promover os próximos lançamentos do Playstation 4. Entre os jogos destacados estavam Dark Souls 3, Horizon Zero Dawn, o lindo Star Wars Battlefront,  Street Fighter V, Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados, Uncharted: The Nathan Drake Collection, Pro Evolution Soccer 2016. O estande da Sony estava repleto de consoles fabricados aqui mesmo no Brasil, a fim de mostrar que a fabricação local está a todo vapor e tudo está indo bem.

O estande da gigante japonesa foi um dos mais concorridos da feira e andar por lá era uma tarefa heroica. Na área do palco principal houve uma grande surpresa para o público graças à participação do Yudi Tamashiro, que fez questão de relembrar seus tempos de Bom Dia e Cia, onde ele ganhou fama sorteando o Playstation 2 e Playstation 3.

No estande da Warner/EA não faltou animação, tudo graças aos badalados como FIFA 16, Star Wars Battlefront, Street Fighter 5, Need For Speed,LEGO Marvel Avengers, Mortal Kombat X, Batman Arkham Knight, Mad Max, Mega Man Legacy Collection, Resident Evil Origins Collection, além de títulos para dispositivos móveis. Street Fighter V, aliás, foi considerado por muitos como o melhor jogo da feira. No espaço da Warner tinha espaço também para um carro estilizado com o logo de Need for Speed, que também estava jogável.

A Activision não perdeu tempo e reservou seu espaço para divulgar o novo Call of Duty Black Ops 3, Guitar Hero Live e a expansão Destiny: O Rei dos Possuídos. As filas para jogar Guitar Hero estavam bem longas, mas ninguém estava reclamando.

Outra empresa que marcou presença foi a Ubisoft, que levou para a feira os seguintes jogos: Just Dance, Rainbow Six: Siege, Assassin’s Creed Syndicate e Tom Clancy’s The Division. O espaço dedicado a Just Dance era um dos mais celebrados pelos fãs, pois a Ubisoft organizou uma competição local para definir a última vaga para a final da Copa do Mundo de Just Dance. Os jogadores mais jovens puderam se divertir bastante no grande espaço dedicado à Minecraft, o jogo da Mojang que é um dos mais populares de todo o mundo.

Para os jogadores de PC não faltou tecnologia de ponta, graças aos estandes da Razer, Hyper X, Nvidia e Mad Catz. Teve até um espaço da DX Racer com cadeiras confortabilíssimas 0para gamers. Jogadores de PC tiveram vez, pois essas empresas trouxeram o que há de mais tecnológico no ramo de placas e processadores.

Quem queria fazer compra de jogos podia conferir as promoções da Saraiva ou da Americanas. Pena que a Nintendo não tem mais participação no Brasil, pois não era possível encontrar os jogos para Wii U em parte alguma. Na área dedicada aos Arcades formavam-se filas para testar os jogos que fizeram história ao longo dos anos. Street Fighter 2, as variações de King  of Fighters, Tekken, jogos de corrida de carros e de motos, enfim, tinha um pouco de tudo por lá.

Esse espaço até parecia uma casa de fliperama com a vantagem de que não era necessário pagar fichas para jogar. Tinha até um “jogo de botcha” para os mais entusiastas. Para completar o clima retrô, havia uma exposição de consoles antigos mostrando a evolução dos videogames desde a primeira geração.

Na área dedicada aos desenvolvedores independentes haviam jogos para todos os gostos, desde o futebol de botões da SmyOwl até as pipas da Maiworm. O espaço dos indies era grande e bem localizada, diferente do ano passado. Deste modo, os fãs de jogos eletrônicos encheram os corredores e estandes das produtoras nacionais. Os games apresentados lá estavam em ótimo nível de produção e o GameReporter vai abordar a maior quantidade deles em postagens futuras.

A novidade ficou por conta dos estandes localizados em outro pavilhão do Expo Center Norte: havia um estande do Youtube, onde passavam youtubers populares; a área da da Brasil Game Cup (com um torneio de Dota 2); a área de Cosplay Meeting para facilitar o encontro com cosplayers badalados; e um espaço chamado Meet & Greet que permitiu a interação entre os jogadores e personalidades da indústria como Yoshinori Ono (Street Fighter) e a Kenya Sommerfeld (apresentadora da BGS).

Por fim, a BGS mostrou-se ser um acontecimento da cultura pop e já está no calendário dos grandes eventos do Brasil. Marcelo Tavares, criador da feira, já confirmou a edição 2016, porém ocorrerão algumas mudanças. De acordo com Marcelo, a edição 2016 ocorrerá no mês de setembro e o local também será alterado: será no São Paulo Expo, o mesmo local onde ocorre a Comic Con Experience, na zona sul da cidade. De acordo com o executivo, as mudanças visam a melhoria do evento, contudo um dos maiores elogios da edição 2015 foi justamente o espaço do Expo center Norte.

Galeria de fotos da Brasil Game Show

Deixe seu comentário