Avanços gráficos não são prioridades para Microsoft e Sony, afirma Moore

Se no passado a evolução gráfica era a prioridade máxima para os videogames, na última geração ela mudou – graças à corajosa Nintendo com seu revolucionário Wii, que serviu como molde para a Sony e a Microsoft aprimorarem suas estratégias e lançarem, recentemente o Move e o Kinect.

Agora, Peter Moore, executivo da Electronic Arts, declarou que nessa geração a Sony e a MS pularão para fora do bonde da melhoria gráfica e investirão em interfaces. “Olhe, você viu Battlefield – quão melhor essas coisas poderiam parecer?”, indagou acrescentando que no passado era realmente importante produzir títulos com melhores aspectos gráficos, mas que esse não é mais o caso.

Para ele, o pulo do gato hoje é criar uma comunidade de forma rica e poderosa, e inestir na forma de controlar o game. E, se ele aposta que a Sony e a MS pararão de bater na tecla gráfica, aposta também suas fichas no fato de que a Nintendo investirá pesado na forma que se controla o jogo.

Pelo jeito, será realmente uma bela nova geração. Que tipo de inovação você espera para o futuro dos consoles?

[Via Videogamer]

12 opiniões sobre “Avanços gráficos não são prioridades para Microsoft e Sony, afirma Moore”

  1. Sempre vai existir o nicho FPS que valoriza muito os gráficos. Mas hoje o público é muito diversificado e gosta de ter outras experiências. A inovação que espero não é exatamente inovação, é simplesmente o resgate da diversão! Jogos precisam ser divertidos! Se o gráfico é realista ou não, isso pouco importa.

  2. Não imagino que grande aprimoramento gráfico ainda viria pela frente… Pelo nível de detalhamento dos jogos atuais, talvez o que mudasse seria a possibilidade de mais elementos na tela, talvez jogos com mapas maiores ou coisa assim… Mas de fato, continuar focado em gráfico não tem mais o mesmo potencial de antigamente… É importante que se pense no foco dos jogos, o caráter lúdico, a jogabilidade, a diversão… Esse outro lado que sempre acaba ficando em segundo plano enquanto o foco permanece no aprimoramento dos gráficos… Talvez pensem em investir no 3D e tal, mas… O que teria depois?

  3. Acho que ele está engando pois ainda ha muito o que se fazer e daqui a uns 10 anos vamos olhar pra tras e achar graficos de hoje coisas do passado. Quem não gostaria de entrar dentro de um jogo 100% ou seja "jogar uma realidade virtual" como em filmes de ficção cientifica? Acham impossivel?

  4. 1º boa jogabilidade

    2º diversão

    3º gráficos

    4º trilha sonora

    todo jogo deveria ter essa ordem de procupação.

  5. Concordo em todos os sentidos, melhorar gráficos, pra que? Qual nível de detalhamento querem chegar? Uma parâmetro de comparação para os consoles são os jogos para PCs, com a possibilidade de expansão com placas gráficas mais poderosas fica o "e daí?", fez tanta diferença assim em relação o mesmo jogo (ou outro) no console?

    Só não concordo sobre o Wii servir de parâmetro, mesmo porque a "concorrência" existe há mais de 3 anos, a Nintendo buscou outro nicho que as outras fizeram gozação, que o diga a Sony que foi a única que abertamente declarou que NUNCA IRIA incorporar esse negócio de reconhecimento de movimento e acabou por usar uma cópia descarada – não da tecnologia de captação, mas de uso – com o seu PS Move (forçando empurrar a venda da falida PSEeye).

    A Nintendo é a única que sabe o que quer, a Microsoft também tem seu foco, só a Sony que não tem criatividade em explorar o PS3 e inventar realmente algo que faça a diferença.

  6. Mesmo assim acho que os gráficos são um dos principais aspectos que prezo nos jogos. Claro que a diversão também faz parte, mais acho que as novas plataformas poderão unir os dois, gráficos ainda mais reais com diversão.

  7. Pra mim, a próxima inovação nos games, será aquela que mais se aproximar da realidade virtual. Quanto mais real o que sentirmos vindo dos games, maior sucesso ele terá. Não duvido muito de que em poucos anos poderemos viver nos games o que vimos em matrix. E claro, dependendo da qualidade apresentada nessa realidade virtual, aposto que teremos milhares de pessoas vivendo apenas o mundo virtual, se desligando do mundo real.

  8. Se um dia os jogos chegarem a realidade virtual eu para de jogá-los. E quanto a estes controles de movimento ou a sua ausência até hoje não tive a menor vontade de jogá-los. Qual jogo de verdade utiliza estes controles? E estes com telas de toque? Seja o WII U ou o PSVITA não vi até hoje uma necessidade real ou algo que não possa ser feito com os botões normais de um controle. Penso que a busca por inovação não sobretudo com estes controles busca unicamente trazer novas pessoas para este tipo de entretenimento.

    Concordo com o Julio Soares em sua lista de prioridades, contudo sem deixar de lado os velhos e bons botões dos controles.

  9. que abisurdo o moore esta falando games tem aver com evoluçoes o tempo todo um game pode ser muito bonito e ser muito divertido e esplorar varios conseitos enovadores que o tornarao unico a nintendo so nao fas um videogame bom de graficos porque querem ganhar dinheiro com equipamentos mais baratos e usao outros artificios para chegar ao publico estes mesmos um dia se cansao e procurao jogos mais complexos em maquinas mais sufisticadas isso e uma dica todo o conjunto e importante vender mais so porque e mais barato e roda pirataria e uma pessima maneira para impulsinar o mercado de games

  10. Como um gamemaniaco, sou contra a facilidade dos jogos atuais e busca de público diversificado em detrimento da qualidade dos jogos, mas enfim o que podemos fazer indo na contramão do capitalismo.Acredito que o melhor console seria auquele que se preocupasse em produzir entretenimento,investindo preimeiramente na jogabilidade,depois inteligência artificial, gráfico e findando a lista na diversão,pois quem gosta de video game se diverte com a maioria dos jogos,então sendo assim a diversão ja estaria implicita no" jogo", essa história de buscar outro público, fala sério, façam uma plataforma só pra esse público,Pronto resolvido!

  11. Tá certo que jogabilidade, diversão são coisas importantíssimas e prioritárias, mas hoje tem q ter GRÁFICO pessoal. Querendo ou não se não tiver gráfico cai no conceito dos possíveis compradores antes mesmo de jogar! Estamos falando de mercado e sabemos como funciona. Por outro lado eu como jogador estou sempre a procura de grandes gráficos pois é essa a evolução que o game pode ter hoje, se querem só diversão, temos o wii. Se querem tradição, gráfico e diversão temos o ps3 e Xbox.

Deixe seu comentário