Aprenda a fazer jogos em 10 anos

Por Divino Leitão, publicado no Tilt Wiki

Trata-se de um artigo traduzido onde o autor define que o prazo ideal para se aprender a criar jogos de computador seria de 10 anos, li com atenção tanto o texto quanto os comentários e não posso deixar de concordar – em parte, pois considero 10 anos pouco para aprender qualquer coisa – com alguns conceitos mas me aborreci um pouco com os argumentos e a tendência a verdade absoluta que o texto pretende levar, sendo assim decidi escrever minha própria opinião sobre o processo, levando em conta a minha experiência pessoal nesta área e as observações de acompanhar a experiência de diversos outros programadores de jogos que EFETIVAMENTE criaram jogos, tenham ou não estes se transformado em um produto, pois o processo de criação e o de produção são ítens absolutamente distintos.

O prazo de 10 anos para aprender a criar um jogo de computador considero, particularmente, curto, mas ofereço ao criador – a título de compensação – a oportunidade de usar toda sua experiência de vida como curriculum.

Aos 5 anos de idade aprendi as primeiras técnicas de animação em um curso intensivo proporcionado por um pequeno livrinho com desenhos de Hanna & Barbera. Nestes livrinhos havia alguns desenhos no rodapé das páginas e meu pai me ensinou a folhear com os dedos e ver os personagens adquirirem vida em lindas animações, daí para deduzir que se fizesse o mesmo em outros livros poderia fazer meus próprios desenhos foi apenas questão de encontrar uma caneta.

A partir daí, pobre do caderno, livro, lista telefônica ou qualquer coisa em formato que permitisse paginar, pois seria imediatamente preenchido com bonecos-palito lutando espada ou com desenhos de carros seguindo por intermináveis estradas, saltando abismos, capotando, etc. Só não entendia porque as pessoas se incomodavam de ter seus livros e cadernos preenchidos com aquelas obras de arte e de tanto apanhar desisti de me tornar um futuro Walt Disney, mas tinha acabado de fazer um curso informal de animação 2D e passado com louvor.

E assim seguiu-se, tanto nas aulas tradicionais da escola quanto nas revistas Recreio ou na enciclopédia Tesouros da Juventude, não importa como mas de alguma forma estava me preparando para ser um programador de jogos.

Ou seja, aos 15 anos de idade posso dizer que já tinha feito o curso básico completo de programação de jogos de computador e foi exatamente nesta época que descobri que eles existiam. O local foram os Fliperamas, locais mágicos que na verdade me eram proibidos, mas de onde raramente saia e ficava fascinado com aquele mundo eletrônico. Meu primeiro projeto de construção de jogos foi uma mesa de fliperama que tinha luzes que piscavam, fazia barulhos (com campainhas) e usava uma bola de totó ao invés da bola de metal, impossível de conseguir naquela época. Os “flippers” eram toscos, movimentados com alavancas e não com botões eletrônicos, mas a mesa funcionava, a bolinha voava para fora de vez em quando e não marcava pontos mas foi um sucesso entre meus amigos.

:: Gostou? Continue lendo o artigo completo no Tilt Wiki

5 opiniões sobre “Aprenda a fazer jogos em 10 anos”

Deixe seu comentário