APAE

Congresso Estadual das APAEs/SC apresenta mesa digital com games educativos que apoiam a inclusão

Enquanto nossos políticos travam uma guerra contra os jogos eletrônicos, há uma galera que já sacou que os videogames são uma ferramenta de aprendizado e de inclusão. Prova disso é o Congresso Estadual das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais de Santa Catarina (APAE/SC), que irá oferecer palestras, cursos, oficinas, trabalhos científicos e exposição de novidades na área da educação inclusiva. O evento, que ocorre de 4 a 6 de outubro em Jaraguá do Sul pretende quebrar paradigmas em relação desenvolvimento de crianças com deficiência intelectual e múltipla e motivar a discussão de boas práticas para o setor.

Durante o evento da APAE, que reúne professores, diretores, famílias e comunidade, os participantes poderão conhecer também a PlayTable, mesa digital interativa com jogos educativos. Criado para apoiar a educação inclusiva, o produto conta com um catálogo de jogos e aplicativos baseados nas matrizes de ensino brasileiras. As opções ainda possuem diferenciais que estimulam o desenvolvimento motor e cognitivo e promovem a inclusão das crianças no ambiente escolar.

Em Fraiburgo, por exemplo, a mesa já faz parte da rotina da APAE da cidade desde 2015. A terapeuta ocupacional da entidade, Tayane Silva, explica que o recurso é utilizado tanto em cunho pedagógico quanto na sala de informática e no tratamento terapêutico. “Os games apoiam nossos alunos no desenvolvimento da coordenação motora, coordenação motora fina, linguagem e até mesmo na aproximação deles com a tecnologia”, avalia.

Cada um dos jogos disponibilizados na mesa digital conta com vários níveis de dificuldade, proporcionando o uso do recurso por estudantes com diferentes graus de deficiência. “Eles ainda conseguem estimular a habilidade visomotora e cada professora utiliza a PlayTable de acordo com as limitações dos alunos Assim todos participam e se desenvolvem, respeitando o seu grau de aprendizagem. Poder contar com diferentes jogos é essencial para que cada uma das crianças e jovens participem e interajam. Eles estão se desenvolvendo e se divertindo ao mesmo tempo”, explica Caroline Chechi Malestrin, diretora, da entidade.

Psicólogos e pedagogos de destaque nacional fazem parte do rol de palestrantes do encontro. Eles abordaram temas como a inclusão da pessoa com deficiência, a formação dos educadores, habilitação para a autodeterminação e outros temas atuais, como a Lei da Inclusão. A programação completa está disponível no site da APAE.


Also published on Medium.

Uma opinião sobre “Congresso Estadual das APAEs/SC apresenta mesa digital com games educativos que apoiam a inclusão”

  1. Esqueceram de mencionar a equipe de profissionais da saúde que trabalham dentro das APAES e que utilizam os games para coordenação motora e aprendizagem motora!

Deixe seu comentário