Analista declara que era dos consoles está ficando para trás

Para David Cole, analista da VentureBeat, o mercado de consoles atingiu seu auge, e seus dias de glória já ficaram para trás.

A opinião de Cole é interessante, ele acha que a Sony e a Microsoft estão demorando a lançar novos hardwares por ainda estarem tirando lucro do PS3 e do Xbox 360, mas afirma que quanto maior é a espera, mais terreno o mercado de consoles acaba perdendo.

É aí que plataformas como celulares e tablets estariam abocanhando uma parte do mercado. “Sistemas como o Xbox 360 e o PlayStation 3 estão tendo suas melhores vendas a cada cinco ou seis anos depois de seus lançamentos. Infelizmente, isso significa que a Microsoft e a Sony não tem pressa em lançar novos sistemas que gerariam empolgação substancial no consumidor e gasto”, afirmou acrescentando que o mercado de consoles dedicados ainda é o maior condutor do crescimento da indústria, mas que atingiu seu máximo com a atual geração.

Quanto ao Wii U, Cole aposta que venderá bem, mas não no nível que o Wii vendeu.

E você? O que acha? Concorda com Cole?

[Via CVG]

7 opiniões sobre “Analista declara que era dos consoles está ficando para trás”

  1. Concordo plenamente. Ps3 e Xbox360 estão praticamente no topo da cademia dos consoles. Mas de fato eles um dia irão perder seu valor e outros consoles entraram na frente. Um fato mais curioso ainda q eu vim notando, é q jogos Portateis como PSP, DS, 3DS, junto com os celulares, estão fazendo MUITO sucesso ultimamente,mais do q os consoles comuns.

  2. Discordo. Não vejo aqui nada de muito diferente acontecendo do que já aconteceu em outras gerações de consoles. Os consoles ainda retém a maior fatia do mercado de "jogos para jogadores de videogames", e esse mercado cresceu como todos os outros, e muito, nos últimos anos. Em parte porque jogos eletrônicos tiveram anos muito bons em todas as direções recentemente. A sacada da repopularização dos portåteis, dos tablets, celulares e afins foi o boom dos jogos casuais e de pequeno porte. Mas isso é outro mercado, não exatamente o mesmo, aquele de "jogos para jogadores de videogames". O público que joga God of War, Call of Duty, Assassin's Creed, Final Fantasy, Fifa, Red Dead Redemption, GTA, Elder Scrolls, não é o mesmo público de Angry Birds e Cut the Rope. Uma mesma pessoa pode gostar de ambos, claro, mas assim como cinema e música, são mercados diferentes.

    Mas não acho que o Wii U vá vender tão magnificamente bem quanto o Wii, também. Mas não porque os consoles estariam decaindo, mas sim porque o caso do Wii foi um caso a parte; a revolução que ele trouxe e o momento foram únicos na indústria, e isso teve um impacto absurdo. A idéia do Wii U é super bacana, mas não vai mais causar aquele mesmo estrondo que o antecessor causou com o primeiro reconhecedor de movimentos decente para um console.

  3. Não sei se concordo com ele. Acredito que o número de videogames portáteis com certeza ira superar o de consoles, mas acho que ainda falta um tempo pra eles superarem os consoles de mesa em potencia e tals, então algumas pessoas ainda irão tê-los

  4. Parece mais alguém que ficou sem ideias pra tese, ou que simplesmente quer aparecer. A indústria de jogos sabe o que faz, ela não vai lançar novos consoles por um motivo primordial: Não há tanta necessidade de hardware! Os jogos atuais já estão bem próximo da perfeição, quando se trata de gráfico, e o resto é pura criação, a história, o sistema de combate e tudo mais não dependem de hardware, e não diga que com mais espaço o jogo pode ficar maior, porque os jogos já podem ser maiores com os consoles atuais, porém eles vendem bem – e muito bem – com o tamanho padrão atual (FPSs agora vem com menos de 8hrs de duração no modo campanha, alguns com menos de 5hrs). Então, só vai valer a pena lançar novos hardwares quando os gráficos exigirem isso, ai sim, vai causar aquele "Eu quero" em todos, porque lançar algo que é praticamente a mesma coisa que o atual, não é nem de longe um negócio lucrativo, tanto para a sony. PS: O lançamento do Kinect deu uma sobrevida ao Xbox 360, e o ps3 tem mais hardware, então basta trabalhar nas engines um pouco mais que ele ainda dura um bom tempo.

  5. Não concordo, o poder do console não é o mais importante, o ps3 e o Xbox 360 estavam ofegantes até o Move e o Kinect chegarem, Mas novos consoles viram logo a Microsoft é apressada e com o lançamento do Wii U é óbvio que ela vai sair a pressas com um novo console, logo a Sony não vai conseguir render com o ps3 sendo que dois consoles de próxima geração já estão no mercado.

  6. Acho que o Wii U venderá mais que o Wii, o motivo é que a Microsoft e a Sony tem se preocupado demais com sensores de movimento e acho que seus próximos consoles dessas empresas estarão centrados nisso.

    Os jogadores casuais aprenderam a jogar com o Wii, mas eles começaram a querer jogos mais complexos, o Wii U vai atrair esses novos hardcore e os antigos hardcore que não gostaram do novo apelo casual das outras empresas.

  7. Bom, discordo disso, pois acho que por meio de atualizações, ou lançamento de jogos mais legais, é possível que os consoles ainda tenham um pouco mais de vida, principalmente se houver melhorias nos sistemas on-line.

Deixe seu comentário