A Atari tem uma idéia para infrações de copyright

A Atari, que já esteve na vanguarda dos jogos eletrônicos há três décadas, mostrou um posicionamento inédito com relação à quebra de direitos autorais com games que clonam seus clássicos.

Como parte de sua iniciativa GO, a entrada de cabeça da companhia nos games sociais, a companhia procurará clones e se aproximará de seus criadores. Em vez de processá-los, os convidará a substituir os jogos pelos originais.

Em entrevista, Thom Kozic, responsável pela iniciativa, explicou que em primeiro lugar tentarão trazer os amigos e admiradores das franquias, para só depois se preocupar com os que não quiseram colaborar.

E a idéia vai além: “Eu tenho muitos desenvolvedores talentosos que estão bastante interessados na minha propriedade intelectual. Agora o que eu tenho é a iniciativa GO, então posso me dirigir a eles e dizer: tenho esse catálogo incrivelmente grande com o qual você pode se envolver, e eu ajudarei você a criar a próxima parte de um jogo clássico”.

É ou não é uma idéia sensacional?

4 opiniões sobre “A Atari tem uma idéia para infrações de copyright”

  1. Será que com esta idéia interessante a Atari, consegue ressucitar o antiga glória da empresa? Espero que sim.

  2. Não ficou claro uma coisa: isso é em relação a jogos antigos de Atari 2600 ou outros que são usados na internet, video games, celulares e afins, ou é algo geral a todos os jogos da Atari / Activision / Infogrames ?

Deixe seu comentário