Webedia se prepara para final de mega torneio de PUBG com personalidades brasileiras dos games

Esta é para quem é fã de PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG): a Webedia, gigante francesa de mídia digital acaba de anunciar uma parceria com o Facebook para lançar um novo torneio entre personalidades reconhecidas do mundo dos jogos. O torneio foi batizado de Facebook Gaming Creators Cup powered by IGN e promete reunir milhares de brasileiros para acompanhar partidas eletrizantes.

A ideia básica foi reunir alguns dos gamers mais famosos do Facebook em partidas competitivas utilizando a estrutura da Webedia Gaming, em São Paulo. Entre os participantes estão nomes de peso do streaming como Netenho, Ellen Simili, Diana Zambrozuski, Forever, Davy Jones, Jon Vlogs, Tixinha, Kalera, Malena0202, Monark e Patriota. De acordo com os organizadores, o torneio deve ajudar gamers e novos streamers a construir e fortalecer suas comunidades na rede social.

“Hoje, não se pode falar em gaming sem considerar o aspecto social do mercado: fãs enxergam os jogadores como estrelas, influenciadores. Um projeto como este, onde conseguimos unir a expertise que temos em produção e transmissão de campeonatos, com um programa interessante que pode criar novos influenciadores e renovar o mercado faz com que elevemos a outro nível o entretenimento gaming”, afirma Aydin Sarmadi, diretor geral da Webedia Gaming.

Os organizadores escolheram o PUBG, por ser um game bastante popular e capaz de atrair multidões. Afinal, o shooter atingiu recentemente a marca de 400 milhões de jogadores cadastrados e é nome forte nos principais torneios de eSports mundo afora. Outro ponto de interesse é que as partidas terão cobertura jornalística in loco dos sites IGN e Versus. A expectativa é que a transmissão bata recordes de visualizações no Facebook.

“Os games são perfeitos para criar e aproximar comunidades e o nosso objetivo é oferecer recursos e formatos que cultivem um profundo engajamento e interação entre criadores e fãs. O Facebook Gaming Creators Cup é um evento que une gamers, seus amigos e fãs para competir, assistir e compartilhar em um ambiente descontraído e divertido”, destaca o gerente de Esports e Competitive Gaming no Facebook, Patrick Chapman.

A competição teve início dia 03 de dezembro com uma fase de grupos. As duplas foram divididas em dois times e, ao longo das semanas foram realizadas seis partidas em três dias de transmissão online para definir os melhores.

FINAL

A etapa final reunirá cinco duplas em duplas de cada grupo, que irão para a final presencial, que acontece em 16 de dezembro, em São Paulo, na Arena IGN. O evento será transmitido na Página do IGN Brasil no Facebook, das 14h às 15h, e terá apresentação de Carol Costa e de Nyvi Estephan. A narração fica a cargo de Murillo Shooow, Gordox e BiDa.

Confira abaixo os líderes das duplas que disputam a final neste domingo no torneio da Webedia:

  • Netenho
  • Romaniqs
  • Magalzao
  • Fiaspo Games
  • DiddyBR
  • Forever
  • Davy Jones
  • Patriota
  • Tixinha
  • Malena0202

 

Cinco passos para ser um desenvolvedor indie de sucesso

É comum que muitas pessoas que são “viciadas em videogame” já tiveram, em algum momento da vida, vontade de desenvolver seu próprio jogo. Com o avanço da tecnologia, fazer seus próprios games está se tornando cada vez mais fácil e acessível, e você pode desenvolver aventuras incríveis na sua casa.

No entanto, desenvolver é bem diferente de jogar, já que este último pode representar apenas uma “diversão sem compromisso”, enquanto o desenvolvimento demanda tempo, esforço, ideias, e muita energia criativa.

É trabalhoso, muitas ideias que parecem ótimas não funcionam na prática, o que pode levar a frustrações; há a escassez de recursos; a ausência de habilidades em uma determinada área, que pode ser um impeditivo; além de que um desenvolvedor indie, geralmente, tem pouco (ou nenhum) dinheiro para investir em seu projeto. No entanto, mesmo com tantos obstáculos, é capaz do resultado final te dar a satisfação que você planejava desde o início.

Caso você tenha o sonho de desenvolver seu próprio jogo, nós selecionamos aqui cinco passos para você iniciar sua carreira com algum parâmetro para ser bem sucedido. Confira!

1 – Inove, mas com cuidado

Os desenvolvedores de jogos indies têm mais liberdade criativa quando comparado aos jogos mainstreams, até mesmo porque  é a criatividade e a inovação que dará o diferencial para o seu game. No entanto, tome cuidado para não exagerar e “reinventar a roda” e fazer algo completamente desinteressante somente em nome da inovação.

A grande sacada é pegar um estilo que já existe e que as pessoas já conheçam, porém fazendo de modo completamente inédito. Um bom exemplo é o jogo Undertale, que usa o sistema de RPG tradicional, com batalhas em turnos, mapas, coleta e compra de itens, porém inova ao não ser necessário lutar contra ninguém, você pode resolver tudo na base da conversa, além de ter um roteiro inovador.

O diferencial pode ser em uma arte que ninguém explorou ainda, um sistema na jogabilidade que até então ninguém teve a ideia. Seu mantra será: qual o diferencial do meu jogo indie?

2 – Tenha metas realistas

Evidente que todos os desenvolvedores indies querem que seu game seja bem sucedido e se torne um hit mundial. No entanto, a quantidade de games que conseguem uma grande projeção é bem reduzida, sendo tão raro quanto ganhar na Mega Sena, e é importante que a pessoa tenha o “pé no chão” e pense no retorno sobre investimento de modo realista.

Defina objetivos, considere suas possibilidades e a da equipe que trabalha contigo (se tiver uma equipe), seu tempo disponível. Quanto mais bem planejado, melhor. É importante você ter metas, como uma quantidade “X” de jogos que serão distribuídos. No entanto, se preocupe mais com a qualidade de seu título. Se o seu game for divertido, mesmo que ele tenha poucos recursos, ele tem tudo para alcançar o estrelato.

3 – Utilize mecanismos  já disponíveis

Hoje em dia é possível baixar as engines pela internet, muitas delas até gratuitas, sendo que as mais populares são a Unreal Engine 4, Unity, CryEngine e Lumberyard. No entanto, é importante definir que tipo de jogo você quer e quais as suas habilidades com as ferramentas.

Caso você queira fazer um RPG, por exemplo, uma engine bastante conhecida é o Rpg Maker, que já rendeu diversos jogos bem sucedidos como é o caso de To The Moon. O Game Maker já rendeu o Undertale citado anteriormente. O já famoso Araní, jogo sobre uma índia que enfrenta inimigos mitológicos, por exemplo, é feito com Unreal Engine.

4 – Estude!

A fórmula que vale para todos os pontos da nossa vida também é importante para o desenvolvimento de jogos independentes. Atualmente há diversos cursos de games onlines, tanto gratuitos quanto pagos, além de que o próprio YouTube tem uma série de tutoriais que ensinam a você mexer nas engines, te dão dicas etc. Basta ter vontade de aprender.

Caso queira se aprofundar mais ainda, há diversas instituições que oferecem graduações em jogos digitais. Por fim, vale a velha recomendação: “fuce” o programa para desenvolver suas habilidades.

5 – Persistência

Já diria Henry Ford “Pessoas não fracassam, elas desistem”, e isso vale para todos os pontos da vida, incluindo o desenvolvimento de jogos indies. Nós não lutamos “para dar certo”, ficamos na guerra “até dar certo”.

Se não deu certo de um jeito, tente de outro; se o primeiro game fracassou, comece novamente. Se o seu jogo não está do jeito que você quer, procure fazer diferente. Se ao longo do desenvolvimento, um membro da equipe foi embora, procure outro, ou comece a estudar você mesmo para substituí-lo.

As pessoas erram, e os erros fazem parte do processo de desenvolvimento. O objetivo é aprender com eles. Ame o que você faz. Essa é a energia que te dará “mana infinita” para o desenvolvimento de seus games.