Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos oferecem atividades sobre a evolução dos games

Atividades gratuitas incluem narrativa e tecnologia dos videogames, conteúdo para aprimorar a produção de vídeos e a bate-papo sobre relação entre games e literatura. Entre os convidados estão o produtor musical Felipe Parra e o jornalista João Varella
Algumas bibliotecas da cidade de São Paulo e o famoso parque Villa Lobos serão o centro de atrações bem interessantes ligada são mundo dos games e da tecnologia no mês de julho. Acontece que as instituições, mantidas pela Secretaria da Cultura do Estado, oferecerão três atividades gratuitas envolvendo jogos, literatura, tecnologia e produção audiovisual. A intenção é oferecer cultura e diversão aos amantes da jogatina e entretenimento audiovisual.

O produtor Felipe Parra ministra o curso de produção audiovisual e ensina técnicas para aprimorar os vídeos, enquanto o jornalista João Varella fala da evolução dos videogames, história e tecnologia passando por modelos clássicos do Atari, além dos jogos Pong, Pacman, Sonic e outros até chegar no Candy Crush Saga.

Na Biblioteca de São Paulo ocorre o Curso de Produção Audiovisual para Web realizado às terças-feiras, entre 5 e 26 de julho. Das 14h30 às 17h30. Neste ambiente o produtor musical, compositor e roteirista Felipe Parra abordará aspectos conceituais, técnicos e criativos para melhorar as produções em vídeo. Ao final, os participantes deverão produzir conteúdo, utilizando a teoria apresentada. Indicado para maiores de 15 anos, para participar basta enviar email ou se dirigir ao balcão de atendimento da biblioteca até o dia 1 de julho.

No domingo, dia 10, a atividade Games e Literatura apresentará alguns dos maiores clássicos da literatura por meio do jogo, trabalhando a intersecção entre jogos digitais e livros. Serão apresentadas as obras 1984, de George Orwell e A Divina Comédia, de Dante Alighieri. Realizada das 10h às 17h, a atividade é indicada para maiores de 10 anos e será coordenada pelo Game Arte. Neste evento não é necessário inscrição.

Já na Biblioteca do Parque Villa-Lobos, o jornalista João Varella coordenará a oficina A Evolução Artística dos Videogames, aos sábados, entre os dias 9 de julho e 6 de agosto. Das 14h30 às 17h30, serão apresentados diversos aspectos que envolvem o tipo de narrativa dos jogos eletrônicos, tecnologia, economia e até que ponto tais fatores influenciam os games. Os encontros incluem clássicos do Atari como o Pong e Pacman, técnica japonesa de produção, por meio de jogos como Super Mario Bros e Sonic, passando pelo Playstation e realidade virtual como Guitar Hero e Candy Crush Saga. Para participar basta ter mais de 15 anos e enviar um email ou comparecer ao balcão de atendimento até o dia 7 de julho.

Serviços – Atividades Games nas bibliotecas de São Paulo

Biblioteca de São Paulo
Curso de produção audiovisual para web – com Felipe Parra
Data: Terças-feiras, 5, 12, 19 e 26 de julho
Horário: 14h30 às 17h30
Local: auditório
Inscrições: A partir de 15 anos, pelo e-mail agenda@bsp.org.br ou no balcão de atendimento da biblioteca até o dia 1 de julho.

Games e Literatura – com Game Arte
Data: domingo, 10 de julho
Horário: 10h às 17h
Local: auditório
Inscrições: A partir de 10 anos, vagas serão preenchidas por ordem de chegada – 30 minutos de antecedência.

Parque da Juventude
Endereço: Avenida Cruzeiro do Sul, 2.630 – Estação Carandiru do Metrô – Linha Azul
Telefone: (11) 2089-0800
Aberta de terça a domingo e feriados, das 9h30 às 18h30 horas.

Biblioteca Parque Villa-Lobos
Oficina: A evolução artística dos videogames – com João Varella
Data: Sábados nos dias 9, 16, 30 de julho e 6 de agosto
Horário: 14h30 às 17h30
Local: sala criatividade 3
Inscrições: A partir de 15 anos, pelo e-mail agenda@bvl.org.br ou no balcão de atendimento da biblioteca até o dia 7 de julho.

Endereço: Avenida Queiróz Filho, 1.205, Alto de Pinheiros.
Telefone: (11) 3024-2500.
De terça a domingo, das 9h30 às 18h30

Level Up comemora 12 anos de vida com histórias fascinantes e promoções especiais

O ano era 2004 e o mercado de games no Brasil era bem diferente do que é hoje: a pirataria dominava o país, a internet ainda não estava tão massificada e as lan houses eram a casa dos jogadores mais dedicados. Nesse ínterim surgiu a Level Up, uma das empresas dedicadas a jogos eletrônicos mais importantes do Brasil. A proposta da empresa era extremamente diferente para a época, apresentando aos brasileiros títulos que exigiam conexão com a internet para serem jogados.

A ideia era impensável, visto que a internet não era tão disseminada quanto hoje. Especialistas no ramo afirmavam que o público alcançável pela LuG seria de no máximo 2000 usuários. Conforme a história comprova, as coisas foram bastante diferente: Ragnarok, o primeiro MMORPG com mundos permanentes, totalmente em português e com servidores no território nacional, conquistou mais de 1,7 milhões de jogadores em pouco tempo. O êxito fez da Level Up uma empresa reconhecida nacionalmente.

A partir desse pontapé inicial a empresa lançou diversos outros MMORPG localizados para o público brasileiro, alcançando mais de 35 milhões de players. Sucessos renomados como Warface, Perfect World e Combat Arms, Nexon e KOG são apenas alguns dos exemplos de jogos bem sucedidos trazidos ao país pela Publisher.  Nestes anos todos a LuG até mesmo se aventurou no mercado editorial, criando publicações especiais de seus jogos mais populares.

Para celebrar o 12º aniversário, a Level Up colheu algumas histórias tocantes de jogadores para dividir com seus fãs. Personagens como Gabriela, programadora e jogadora de Perfect World, que descobriu seu marido no mundo online. Outra história é de Humberto, jogador de Ragnarök há 10 anos, que percebeu no jogo a forma de se aproximar de seu filho. Há ainda a história de Pedro, analista de sistemas e soldado em Combat Arms há cinco anos, que conheceu sua namorada nos campos de batalha. Tem também o conto de Rafael, designer e jogador de Warface há 3 anos, que viajou o país para conhecer os irmãos de armas. Estas e outras histórias magníficas são narradas no site especial de 12 anos de Level Up.

O aniversário é da Level Up, mas o presente é do jogador

Durante os festejos, os jogadores também podem aproveitar as ações especiais que englobam a todos os jogos da publicadora. Há períodos bonificados, retorno de itens limitados, ofertas de pacotes especiais, descontos vantajosos, além do esperadíssimo CASH Bonificado, que garante 30% de bônus nas compras das moedas eletrônicas. E mesmo quem não é jogador pode aproveitar: todos que criarem contas durante o período das celebrações receberão prêmios imperdíveis.  Para mais informações sobre todas as comemorações, promoções e eventos, acesse o site especial.

Conheça Distortions, um psicodrama musical do estúdio Among Giants

Já imaginou um game que mistura suspense, drama e musical? Pois bem, a inusitada mistura é o que compõe o jogo indie Distortions, da produtora brasileira Among Giants. Trata-se de um game em 3D em terceira pessoa ambientado em um cenário surreal, que promete prender a atenção dos jogadores, que serão desafiados a descobrir mistérios que cercam um mundo fantasioso e desconhecido.

Você controla uma garota que acorda em um quarto estranho e desconhecido. Sem entender o que se passa ou onde está, a jovem começa a investigar o quarto, mas para seu desespero percebe que o tempo parece estar parado e os objetos congelados, como se a gravidade já não mais existisse. A partir daí, o jogador deve conduzir a jovem através de um mundo vasto e solitário, na tentativa de descobrir respostas para os mistérios que a rodeiam.

Sua única arma é um violino, que deve ser utilizado para defender-se. Mas não pense que ela deve golpear os inimigos com golpes de violino, mas sim encontrando partituras perdidas de músicas que servem para deter os inimigos, manipular o ambiente, entre outras ações. Além disso, a jovem deve encontrar páginas perdidas de um estranho diário que contém pistas que a guiarão em sua jornada. De acordo com os produtores, Distortions conta com referencias de games como Shadow Of The Colossus, Silent Hill 2, e de filmes como Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças e Once, apenas uma vez.

O game é dividido em capítulos e uma das preocupações dos desenvolvedores foi com a parte estética e visual, criando cenários 3D repletos de detalhes. Além disso, o roteiro busca levar o jogador a viajar junto com a personagem em uma experiência narrativa. Outro destaque fica por conta da trilha sonora, com músicas licenciadas de várias bandas de diferentes países, entre elas, “Dredg”, “Labirinto” e “Hopesfall”.

“Fizemos muitas pesquisas e estudos de tecnologia e conceituação para fazer um game que tivesse um design bacana, com animações de qualidade. Além disso, buscamos contar uma história interessante. Tivemos uma grande preocupação com nosso roteiro”, explica Thiago Girello, um dos criadores e desenvolvedores do game. “Foi bastante trabalhoso deixar do jeito que queríamos, mas estamos contentes com o resultado”, complementa. A equipe conta ainda com Cadu Luca, Ricardo de Brito e Chris Smith.

O enredo é uma analogia sobre relacionamentos que não deram certo e até onde alguém iria por uma memória. O mundo é aberto e há escolha de quão fundo o jogador quer entrar na mente de alguém. A intenção do estúdio é que o clima de mistério e desolação chamem as atenções dos jogadores ávidos por histórias emocionantes e de mistérios.

O primeiro capítulo (que reúne prólogo, parte 1 e parte 2) de “Distortions” tem previsão de lançamento para o primeiro trimestre de 2017. Por enquanto o lançamento é apenas para PC, mas a intenção é levar Distortions para os consoles de nova geração também.

Abaixo tem um trailer de Distortions:

Super Button Soccer estará no BIG FESTIVAL

Um dos jogos de destaque no BIG Festival será o indie Super Button Soccer, da desenvolvedora indie Smyowl. O título já havia sido apresentado em versão alfa durante a Brasil Game Show, mas agora o público tem a oportunidade de colocar as mãos em uma versão mais trabalhada do projeto. O BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival), festival de jogos independentes acontece de 29 de junho a 02 de julho, no Centro Cultural São Paulo, em São Paulo.

Além de apresentar o jogo em um estande estilizado, a Smyowl irá se apresentar ao público formalmente através de um show case denominado “Empresas Brasileiras que Desenvolvem para Diferentes Plataformas”, que acontece no dia 30 de junho, das 14h às 15h.

Na ocasião, o diretor da Smyowl, Mauricio Alegretti, falará sobre a experiência da Smyowl na criação de jogos para dispositivos móveis (iOS, Android e Windows Phone) e desktop (Windows e Steam), e sobre o desenvolvimento de Super Button Soccer. É uma oportunidade para conhecer mais sobre o jogo e a desenvolvedora.

Para quem não conhece, Super Button Soccer é um game com perfil de e-Sport focado em competições e partidas multiplayer locais e online. Tem modo de treinamento contra jogadores controlados pelo computador, modo single player, times variados, botões de borracha, metal e magnetizados, que podem ser combinados mediante as habilidades e estratégias na hora de colocar o time em campo.

A jogabilidde é fácil de aprender e as partidas costumam ser bastante divertidas, não por acaso este foi um dos games mais comentados da área indie da BGS 2015. A expectativa é que durante o BIG o título ganhe ainda mais notoriedade.

Serviço – Super Button Soccer no Big Festival

Quando: de 29 de junho a 02 de julho
Onde: Centro Cultural São Paulo – São Paulo

INTZ eSports completa dois anos de atividade

Sabe quem está completando aniversário neste mês? Sim, o INTZ eSports Club, uma das equipes de cyberatletas mais tradicional e vitoriosa do Brasil. Com apenas dois anos (completados no último dia 20), a equipe é atualmente uma das forças mais proeminentes do cenário eletrônico do país, com uma coleção de títulos invejável.

Atualmente a equipe é a grande campeã do Campeonato Brasileiro de League of Legends, um dos mais disputados torneios do Brasil. A conquista é fruto de um trabalho incansável de treinadores e atletas que treinam dia e noite para alcançar a perfeição em suas estratégias.

O treinamento dos Intrépidos é realizado regularmente na Gaming House do grupo, localizado no bairro do Brás, em São Paulo. O local é distribuído em quatro apartamentos no mesmo prédio, sendo 2 gaming houses pra time de LOL e CS:GO, um training center para as demais equipes treinarem antes de torneios importantes, além de um escritório que abriga toda a staff em horário comercial.

“Estudamos muito o mercado antes de criar o INTZ. Após muita análise, vimos que era uma grande oportunidade em uma área que cresce exponencialmente. E, de fato, a resposta veio rapidamente. Esperamos seguir consolidando nossa marca e crescendo desta maneira. Os títulos conquistados refletem a gestão profissional feita até o momento”, analisa Lucas Almeida.

Após a criação do INTZ eSports Club, Lucas e Rogério firmaram contrato com cinco atletas, um manager e um coach para a geração da equipe de LoL. Rapidamente, os primeiros resultados apareceram. O primeiro desafio do clube foi o qualify que dava vagas aos playoffs do CBLoL.

Desde então, o INTZ não parou mais. Após chegar à elite do CBLoL, a equipe sempre marcou presença nas decisões do torneio – conquistando três títulos em quatro finais disputadas. Nas outras modalidades, o espírito vencedor também está presente. Contando com atletas de ponta, o clube tem marcado presença em decisões e levado troféus nas mais variadas categorias. Destaque para os títulos brasileiros de SMITE e CrossFire, além da grande campanha no mundial da categoria e o vice-mundial de Battlefield.

O INTZ hoje é uma força em diversos jogos

Atualmente o INTZ mantém lineups dos seguintes jogos: League of Legends, Heroes of the Storm, Dota, Smite, CS: GO, CrossFire, Rainbow Six, Battlefield, World of Tanks, Hearthstone e FIFA. O GameReporter assistiu recentemente a disputa entre o INTZ e a Red Canids no Smite. Apesar de a vitória ter sido dos Vermelhos, podemos afirmar que a INTZ é o tipo de time de dá gosto ver jogando. Isto explica esses dois anos vitoriosos e a expectativa para os próximos dois anos da equipe.

BIG Impact realiza série de palestras educativas dentro do BIG Festival

Além das palestras e exibição de jogos, o BIG Festival terá um espaço especial dedicado a mostrar casos de sucesso que envolva jogos como meio de aprendizado, seja em que área for, como robótica, ciências, nutrição etc. Esses cases de sucesso serão apresentados e debatidos no BIG Impact – uma das iniciativas do BIG Festival – que acontece de 1 a 3 de julho, no Centro Cultural São Paulo.

De acordo com a organização, serão realizadas 10 apresentações entre painéis, palestras e workshops que debaterão iniciativas que transformem a sociedade de forma positiva: em 1º de julho, vai das 13h30 às 17h30, na Sala Paulo Emílio; em 2 de julho, das 14h às 19h30, na sala Adoniram Barbosa; e em 3 de julho, das 15h às 17h também na sala Adoniram Barbosa. A interação entre robótica, jogos e aprendizado será um dos pontos de destaque no BIG Impact.

Uma das empresas que marcarão presença no BIG Impact será a Novelis, líder do ramo de alumínio e patrocinadora de três grupos que se dedicam a criar robôs e disputar torneios mundiais, como o FIRST Robotics, nos EUA. A Novelis será representada por Carlos Vinícius Castro, engenheiro da empresa, que irá se apresentar no dia 2 às 15h15, ao lado de representantes das equipes CEPHATRON, ETEP e Trail Blazers. A programação continua no domingo, dia 3, com demonstrações dos robôs criados pelos times.

Outro projeto que será apresentado no BIG Impact é o aplicativo Qranio, vencedor do prêmio “App do Ano na América Latina”, do Facebook, em 2015. Trata-se de um jogo de perguntas e respostas que estimula o aprendizado em diversas disciplinas, como astronomia, artes, história e literatura, além de permitir ao usuário responder questões de Ensino Fundamental ou do ENEM. Além disso, haverá um painel no dia 1º de julho, sexta, às 14h30, com o mineiro Samir Iásbeck, fundador e CEO de Qranio, que irá explicar como o aplicativo tornou-se um sucesso. Atualmente, a empresa vale cerca de R$ 20 milhões no mercado.

Outra empresa convidada é a Fun Academy, empresa criada pela Rovio, cujo objetivo é desenvolver serviços e ferramentas para professores, alunos e pais, que promovam um aprendizado divertido. Uma dessas ferramentas é o Angry Birds Playground, um programa educacional voltado às crianças em idade pré-escolar, de 3 a 6 anos. O programa é tão popular que já até está sendo utilizado em escolas da Finlândia, Estados Unidos, China e Singapura. A empresa está em fase de negociações para trazer o modelo ao Brasil.

O brasileiro Fábio Florencio, Diretor de Game Design na Fun Academy, irá realizar uma palestra no dia 2 de julho as 14h30 para explicar como a empresa mistura games e educação.
Entre outros projetos que serão abordados no BIG Impact, estão o game Legião dos SuperPoderes, da PushStart, que mostra vantagens de uma boa alimentação para crianças do ensino primário e fundamental; Playtable, da Playmore, uma mesa interativa usada no ensino multidisciplinar; e um painel sobre aplicações sérias dos jogos, como na área da saúde.

Além deles, haverá muitos outros palestrantes importantes de diferentes empresas e entidades como a FGV, Fundacao Casa, TV Escola, 2Mundos etc. A intenção é mostrar projetos e opiniões de diversos responsáveis pela educação e cultura dos mais jovens que incentivam os games como forma de aprendizado. Como se não bastasse, o BIG Festival vai premiar games voltados para Educação e Meio Ambiente. O Melhor Jogo Educacional ou de Aprendizagem vai levar R$ 5.000,00; o Melhor Jogo Ambiental R$ 2.000,00. No site do evento tem a lista de todos os convidados, palestrantes e games na disputa pelos troféus.

Serviço – BIG Impact – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de junho a 3 de julho (segunda, 27, não abre; quarta, 29, fecha às 17h)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
BIG Impact – de 1 a 3 de julho
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

Vaga de emprego: Rockhead Games busca artista digital

Ótima oportunidade para quem procura por uma colocação no mercado de desenvolvimento de jogos eletrônicos: A Rockhead Games de Porto Alegre, RS esta em busca de artista digital com alguma experiência em criação, modelagem e texturização de arte 3D. O estúdio já tem alguns jogos e aplicativos bem interessantes em seu portfólio como Ronaldinho Super Dash, Starlit Adventures, Master of Words, entre outros.

Entre os valores da empresa, pode-se destacar a liberdade criativa para criar projetos autorais, ambiente informal, foco em projetos transmidia e o local de trabalho fica dentro do TECNOPUC, em Porto Alegre. Entre os requisitos para ingressar na Rockhead [e necessário ter experiência profissional com modelagem 3D e texturização utilização 3dsMax/Blender e Photoshop. Além disso, o estúdio deseja um artista com noção de forma, contorno, cor e iluminação; capacidade de compreender, acompanhar e evoluir estilos visuais pré-existentes; motivação, boa comunicação, trabalho em equipe e proatividade.

Alguns pontos que podem ser decisivos para agarrar a vaga são experiência em Unity 3D, Ilustrator, Mudbox, Zbrush; experiência com materiais e shaders; experiência com rigging e animação; experiência com edição de vídeos e fundamentos de arte tradicional (desenho a mão livre, ilustração etc.).

O estúdio Rockhead Games não chegou a divulgar salario e benefícios da vaga, mas os candidatos podem adquirir mais informações através do e-mail (jobs@rockheadgames.com) ou pelo site da empresa. O novo funcionário deve estar preparado para uma empresa dinâmica envolvida em projetos para diversas plataformas como PC, consoles e mobile.

Abaixo tem um trailer de Starlit Adventures, um dos projetos mais recentes da Rockhead Games:

Legião dos Superpoderes é finalista no prêmio internacional Games for Change 2016

Nosso tema do dia é o jogo Legião dos Superpoderes, um título criado pela PushStart especialmente para o programa Unidos por Crianças mais Saudáveis, iniciativa da gigante alimentícia Nestlé. O game é um dos finalistas da premiação internacional Games for Change Festival, evento que esta em sua 13º edição e que busca divulgar iniciativas na área de jogos digitais que busquem impacto social positivo e mudança de atitude de seus usuários. Esta é a primeira vez que um game brasileiro é representado na etapa final do Games for Change. O vencedor será conhecido no dia 23/06 durante a noite de gala em Nova York, EUA.

“Legião dos Superpoderes” faz parte do projeto piloto “Unidos por Crianças mais Saudáveis”, lançado pela Nestlé em 2015, na cidade de São José do Rio Pardo. A iniciativa busca engajar diversos setores da sociedade para proporcionar um futuro mais saudável às novas gerações. O formato do projeto permitiu que cada participante tivesse sua própria “jornada de desenvolvimento dos superpoderes”, estimulando o aprendizado em um game virtual que, diariamente, traz desafios e missões saudáveis a serem vencidos também na vida real, mobilizando crianças e adultos de forma divertida, ativa e voluntária sobre a importância de incluir em seu consumo diário frutas, legumes e verduras, além da prática regular de atividades físicas.

A ideia basicamente é transformar cada criança em super-herói que adquire seus superpoderes ao consumir alimentos saudáveis como frutas, verduras, legumes e ao praticar exercícios físicos com regularidade. O título mobilizou crianças e adultos de toda a cidade de S. José do Rio Pardo, com mais de 3.900 crianças cadastradas em um ano de atividade do projeto, transformando a vida de diversas famílias e mobilizando também diversos setores da cidade a incorporarem melhores hábitos de Nutrição, Saúde e Bem-Estar. Interessante notar que o game transformou o município do interior paulista na 1ª cidade gamificada da América Latina.

Legião dos Superpoderes e o Games for Change

No Games for Change Festival, dez produções internacionais somam os finalistas divididos em quatro categorias: 1) melhor gameplay; 2) impacto mais relevante; 3) mais inovador e 4) melhor jogo educacional.  Os finalistas serão escolhidos por um júri de experts composto por líderes da comunidade de games, setor filantrópico, mídia e tecnologia. Na mesma noite, os finalistas concorrem ainda ao prêmio Game do Ano, concedido ao jogo que apresentar maior relevância e sinergia entre as quatro categorias. Será interessante ver Legião dos Superpoderes ganhar um dos prêmios.

Conheça Necropolis, o novo jogo da Bandai Namco

Um dos jogos mais curiosos apresentados durante a Electronic Entertainment Expo (E3) foi Necropolis, novo título Bandai Namco que coloca o jogador no papel de um aventureiro sem nome na tentativa de escapar de um calabouço vivo e mágico que se reconstrói a cada sessão de jogo. Para ajudar nessa missão, o jogador deverá construir itens, equipar-se com armas e armaduras, explorar todos os cantos e lutar para manter-se vivo diante de todo tipo de ameaça brutal nos labirintos serpenteantes e precipícios intermináveis.

Necropolis é um roguelike de ação desenvolvido para PC, Playstation 4 e Xbox One que combina ação precisa em terceira pessoa com ambientes, monstros e tesouros gerados processualmente. Esses elementos, em conjunto com o tom irônico e a direção de arte minimalista do jogo e a jogabilidade baseada na morte permanente dos personagens combinam-se em uma experiência original de “ok, só mais uma tentativa”.

Um dos elementos mais interessantes de Necropolis é o multiplayer: até quatro jogadores podem participar ao mesmo tempo no modo cooperativo. O único porém é que todos os ataques, flechadas e magias atingem amigos e inimigos, sem distinção! E embora a morte seja uma certeza, cada sessão de jogo irá melhorar as habilidades de combate e poderes mágicos dos personagens, além de garantir aquele know-how básico dos calabouços que deixarão os jogadores cada vez mais perto da saída.

Devido a sua ambientação e jogabilidade rápida e rasteira, o jogo já está sendo bastante visado pela comunidade de jogadores. A Bandai Namco não divulgou a data de lançamento, mas a previsão é que o título chegue às lojas virtuais até o final do ano.

Abaixo tem um trailer de Necropolis:

Heróis Zumbis emergem em Counter-Strike Nexon: Zombies

A data de hoje (15 de junho) é muito emblemática para os jogadores de Counter Strike Nexon: Zombies, pois a data marca o lançamento de uma enorme atualização que introduz, entre outras novidades, a chegada de dois novos heróis zumbis jogáveis para a ação. O primeiro dos heróis chama-se Metatronic, uma criatura poderosa que possui a habilidade de tornar-se invencível por tempo limitado quando se depara com a morte, de modo que ele tem a chance de voltar a ação e replanejar seu ataque.

O outro personagem novo é Lilith, que é capaz de se teleportar com agilidade pelo campo de batalha, dando a ela uma grande vantagem tática. Ambos novos heróis zumbis podem aumentar a sua quantidade de vida, assim como de zumbis próximos em até 2.000 por um tempo limitado. A intenção da Nexon Group com esta atualização é tornar o game ainda mais divertido e desafiador, proporcionado novos elementos de gameplay.

Como se não bastasse, a nova atualização de Counter Strike Nexon traz o novo mapa Rising que promete aumentar ainda mais a tensão. Se passa em um acampamento de humanos devastado por legiões de zumbis, onde jogadores precisam escapar da horda de zumbis e navegar de forma segura para a liberdade, ao embarcar em um helicóptero.

De acordo com os organizadores, os dois novos personagens e o mapa são apenas a ponta do iceberg, pois haverá ainda mais novidades em Nexon vindo no mês de junho. Para baixar o jogo, visite o site do game.

Abaixo tem um trailer de Counter Strike Nexon:

 

Games Independentes, Jogos Nacionais, Produção de Games e muito mais.