Letra de Ouro: desenvolvedores brasileiros fazem sucesso com jogo de palavras no Facebook

A sugestão de hoje é especialmente para o público feminino, pois o game em questão têm feito grande sucesso entre as jogadoras: Letra de Ouro. O game é de caça palavras e foi desenvolvido pela start up brasileira Cupcake Sweet Entertainment para PCs, smartphones e tablets.

Os jovens João Vitor de Souza, Gabriel Stürmer, Eduardo Selvero Neto, Fabrício Anzorena e Leonardo Sommermeyer resgataram os antigos valores dos jogos de palavras. Apresentando-se como uma evolução digital do caça palavras, o Letra de Ouro tem como principais usuários as mulheres com mais de 35 anos.

De acordo com a desenvolvedora, o game possui mais de 200 mil jogadores, sendo que 90% deles são mulheres. O estilo de arte do jogo é bastante colorido e com animais peludos, e esta escolha artística pode explicar a popularidade do aplicativo entre as mulheres. Outro motivo de orgulho da desenvolvedora é o fato de haver poucas devs dedicadas a jogos casuais na América Latina.

“Existe um espaço no mercado para jogos casuais em português e espanhol e este mesmo mercado é muito grande. Nenhum dos 50 maiores desenvolvedores de games casuais do mundo é da América Latina”, explica João Vitor.

Até o momento, Letra de Ouro foi desenvolvido apenas para Android e Facebook, mas a desenvolvedora pretende leva-lo ao iPhone e iPad em breve. O título permite que o jogador convide seus amigos do Facebook para jogar e disputar pontuações por fase. À medida que o jogo avança o usuário tem acesso a recursos que auxiliam a vencer os desafios de cada fase. Também é possível comprar a moeda virtual do jogo para recuperar vidas e desbloquear fases mais rápido, além de outros benefícios.

Mais informações no site da Cupcake.

Laser Defense: game da Aura Games é dedicado para fãs de Tower Defense

A cidade de Campo Grande, MS, viu surgir uma nova desenvolvedora indie em meados de janeiro deste ano. O melhor é que o estúdio parece bastante promissor e no caminho certo do sucesso entre os jogadores: trata-se da Aura Games. A produtora já até lançou seu primeiro game há alguns meses e apostou num gênero que está em alta ultimamente.

Denominado Laser Defense, o game é do gênero tower defense e tem elementos que agradam os fãs deste tipo de game. A mecânica do jogo lembra algo de Defense Grid e Missile Comand. No jogo da Aura Games, o jogador assume a defesa de um mundo tomado pelo caos e destruição. A missão é proteger uma grande murada dos avanços de tropas inimigas, pois do outro lado do mundo estão as formas de vida restantes e a única fonte de sobrevivência que restou após tantos conflitos armados.

O jogador deve controlar uma torre de artilharia para destruir as naves e tanques inimigos. Além disso, é necessário ergues outras torres de suporte ao redor do caminho feito pelos inimigos. Tal como em jogos do gênero, os conflitos são decididos por estratégia e a boa colocação das torres de defesa. Parte da estratégia é fazer os upgrades nas torres mais necessárias a cada nova missão.

Laser Defense foi desenvolvido por apenas três pessoas no período de um mês: o engenheiro civil Pedro Schabib (programação), a ilustradora digital Marina Torrecilha  (design e arte) e o músico Yan Braga (música e efeitos sonoros). O game já está disponível para Android.

Veja o trailer de Laser Defense:

Primeira turma de Desenvolvimento de Jogos Digitais do Ocean lança cinco jogos inéditos

Há quase um ano nascia o Centro de Treinamento e Capacitação Samsung Ocean, uma instituição de ensino de cursos voltados à tecnologia em São Paulo. Um dos cursos oferecidos era Desenvolvimento de Jogos Digitais. Pois bem, o tempo passou e a primeira turma (composta por 22 alunos), está se formando. Os trabalhos de graduação resumiam-se em desenvolver jogos completos e o resultado foi tão positivo que a Samsung resolveu publicar os cinco jogos desenvolvidos pelos alunos na Samsung Galaxy Apps.

Os game estarão disponíveis exclusivamente para usuários de aparelhos Samsung no Brasil como forma de divulgar o trabalho dos alunos e mostrar do que o curso é capaz de fazer. “Esperamos que os recém-formados continuem a orbitar o Ocean, utilizando de sua infraestrutura e trazendo novos projetos para serem desenvolvidos aqui”, revelou Eduardo Conejo, gerente do programa Samsung Ocean Brasil.

Os jogos lançados foram os seguintes:

  • Guaranis: jogue com quatro guerreiros que juraram proteger a Floresta Amazônica de qualquer perigo.
  • GodsRun: Narra a trama dos deuses da morte que querem eliminar todos os deuses bons na terra mágica de Grows. Existem dois deuses que já estão fugindo e o usuário deverá leva-los mais longe para salvarem seu reino. Quanto mais longe se chegar, mais deuses serão libertados.
  • Kadi: Neste aqui, o jogador controla Kadi, um adorável monstrinho de outro mundo, que vai atrás de diversos itens, muitas vezes, esquecidos nas casas das pessoas.
  • DeathSea: game do gênero Endless Run, tem o objetivo de salvar a água do planeta.
  • Asteroid Squad: jogo no estilo Shoot’Em Up no qual você controla uma nave e deve acumular o maior número de pontos, destruindo asteroides que ficam vagando pelo cenário e evitando as naves inimigas e seres alienígenas.

Os jogos já estão disponíveis na Samsung Galaxy Apps e os jogadores conseguem mais informações sobre cada um deles na página de download.

Para quem não conhece, o centro Ocean é resultado da parceria entre a UEA e a Samsung Brasil. São oferecidos cursos livres, com aulas de aproximadamente 4 horas sobre um tema especifico, e intensivos para turmas fechadas, que são cursos semestrais com 200 horas de carga horária com foco na formação de profissionais, como é o caso do curso de Desenvolvimento de Jogos Digitais. De acordo com a instituição, mais três turmas irão se formar em 2015.

“Todo o direito autoral, assim como qualquer eventual mecanismo de monetização criado, é de responsabilidade e exploração exclusiva dos seus criadores, os alunos. Nosso intuito é ampliar a exposição e permitir que esses projetos ganhem notoriedade”, finaliza Conejo.

Steven Universo: entre para o time das Cristal Gems no game Ataque ao Prisma

O desenho animado Steven Universo não é muito conhecido aqui no Brasil, mas ele já é uma das apostas mais fortes do cana Cartoon Network tanto nos EUA como no Brasil. As crianças que conhecem e curtem a animação já podem até jogar na pele de Steven, o personagem central da série.

Lançado há poucas semanas, o game Ataque ao Prisma é um RPG para dispositivos móveis que permite ao jogador vivenciar as aventuras de Steven ao lado das Cristal Gems. No título, o jogador deve impedir os avanços de estranhos inimigos chamados de inimigos da luz, que escaparam acidentalmente de uma arma prisma capturada pelas gems. A partir daí são muitas batalhas e reviravoltas dignas de RPGs clássicos.

Assim como a série animada, Ataque ao Prisma também é produção da Cartoon Network (em parceria com p estúdio Grumpyface) e teve o roteiro criado pela Rebecca Sugar, criadora do desenho. A jogabilidade é simples: basta deslizar o dedo pela tela do dispositivo móvel para o jogador se tornar Steven, Garnet, Ametista ou Pérola e lutar contra as forças do mal, usando as habilidades únicas de cada personagem.

É possível avançar de nível, ganhando as batalhas que ocorrem em cenários mágicos, como campos de morangos silvestres, cavernas e florestas, e também acumular tesouros secretos, que trazem novos poderes para Steven e as Gems na sua luta contra as forças rivais. Vale dizer ainda que o jogo chegou ao Brasil com a mesma dublagem da série animada e com localização de menus em português.

Ataque ao Prisma já está disponível na App Store, Google Play e Amazon.

Veja o trailer do game Ataque ao Prisma:

Microsoft organiza Windows 10 Game Jam no final de maio

Como todos sabem, a Microsoft está se preparando para o lançamento do Windows 10 e a expectativa ao redor do mundo é muito alta. Uma das certezas é que o mercado de jogos para PC novamente estará mais do que direcionado ao Windows, apesar dos sistemas concorrentes terem crescido exponencialmente. Tendo isso em mente, a Microsoft organizará o primeiro Windows 10 Game Jam.

Trata-se de um hackaton de 30 horas que ocorrerá em 22 países do mundo. O objetivo é reunir estudantes e desenvolvedores para criar jogos em uma verdadeira maratona para o novo sistema operacional da gigante americana. O evento ocorre entre os dias 23 e 24 de maio na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Vale dizer que mais que um sistema operacional, a Microsoft quer criar um sistema único para todos os devices do jogador. Ou seja, o Windows 10 terá versões para PC, mobile e Xbox One. A intenção é que com alguns poucos ajustes, um game criado para PC possa ser portado para smartphones, tablets ou para o Xbox One. Claro que isso são conceitos que devem ser explorados pela Microsoft ao longo dos meses e são eventos como o Windows 10 Game Jam que devem tronar as coisas mais palpáveis.

Para participar, basta fazer a inscrição no site do evento. Não se esqueça que você precisa levar seu próprio laptop já com o Windows 10 SDK e o Visual Studio Community Edition instalados. Uma dica é acompanhar o blog do Windows 10, pois lá tem dicas e informações sobre o novo sistema operacional.

Windows 10 Game Jam

Quando: 23 e 24 de maio de 2015

Horários: das 10h de 23/05 às 16h de 24/05

Onde: Universidade Anhembi Morumbi – Rua Casa do Ator, 294 – sala 501-C – Vila Olímpia

Após 3º edição em São Paulo, XMA Mega Arena evolui

Esqueça a XMA Mega Arena! Após três edições bem sucedidas em São Paulo, os organizadores do evento de e-Sports resolveram acabar com a XMA. Mas calma não se preocupe! O evento não vai deixar de existir. Na verdade ele vai mudar de nome e de proporções. Agora o evento irá se chamar Brasil Mega Arena e ao invés de ocorrer apenas na capital paulista, a festa irá ocorrer em outras cidades, começando com o Rio de Janeiro, em junho deste ano.

“De 4 a 7 de  junho teremos uma edição no Rio de Janeiro e, em breve, devemos anunciar outra capital para sediar mais um grande encontro de cyber atletas. Assim, nada mais oportuno do que ter um nome que reflita essa abrangência e, ao mesmo tempo, ajude a incluir o nome do Brasil no cenário mundial de e-Sports”, disse Felippe Corradini, organizador da Brasil Mega Arena.

De acordo com Felippe, São Paulo receberá uma nova edição do Brasil Mega Arena entre os dias 4 a 7 de setembro, ainda no São Paulo Expo. Além disso, estão previstos pelo menos seis edições do evento para o ano de 2016. As mudanças refletem o quanto o Brasil está crescendo na área de e-sports e o quanto o público de eventos envolvendo games é crescente. Apesar do novo nome, o conceito da Brasil Mega Arena manterá o que o público já conhece da XMA Mega Arena, ou seja, com muitas competições, torneios milionários e a presença de youtubers famosos.

Para quem perdeu a edição 2015, encerrada neste último final de semana, í vai um breve resumo:  a equipe INTZ venceu o campeonato de League of Legends, paiN gaming foi o melhor time de Dota 2 e o Binkis venceu o torneio de Point Blank; Youtubers famosos como Rezende, Cauê Moura, Maddu Magalhães e PC Siqueira arrastaram uma multidão de fãs para os corredores da XMA.

Um dos grandes destaques foi a Blizzard que mostrou a cara de seu mais novo game: Heroes of the Storm, que está chegando com tudo a fim de abocanhar parte do mercado de MOBAs. A impressão dos visitantes é que a briga pelo trono do gênero ficará ainda mais acirrada. Como se não bastasse, outros games conquistaram as atenções dos visitantes, como World of Tanks, Minecraft e Crossfire.

Anjos & Dragões é novo Card Game de produtora indie brasileira

Trading Card Games são bastante populares no Brasil. Card Games como Magic, Pokémon TCG, Yugioh! e Hearthstone sempre atraem centenas de jogadores quando ocorre algum torneio ou evento envolvendo esses jogos em terras tupiniquins. É exatamente de olho neste público que a produtora indie brasileira Fiera Jogos irá lançar o jogo Anjos & Dragões.

O título é um novo jogo nacional de baralhos expansíveis que se assemelham aos consagrados títulos mencionados acima, porém sem compras aleatórias. Atualmente o título está em fase de preparativos e em breve deve ir para a etapa de financiamento coletivo no Kickante, mas ainda não existe uma data de lançamento definida. Sabe-se apenas que ele deve ser lançado em algum momento do 2º semestre.

Diferente dos outros TCGs, Anjos & Dragões pretende ser um card game bastante acessível e fácil de aprender, além de ter um preço acessível ao jogador. A princípio serão lançados 4 baralhos diferentes, sendo que cada um deles representa uma facção: Luz, Sombra, Fogo e Terra. O grande macete é que se o jogador quiser montar um deck de Terra, basta comprar o pack correspondente para ter todas as cartas dessa facção.

Em outras palavras, não é um TCG! Você não precisa comprar um pacote recheado de cartas aleatórias esperando que nele saia uma carta boa o bastante para incluir no seu deck personalizado. É claro que isso acaba sendo benéfico ao jogador, de forma que ele só precisa comprar um único deck e jogar com ele de forma competitiva. Mas por outro lado, as partidas podem ser um pouco previsíveis, uma vez que todos os decks de Terra terão as mesmas cartas.

A produtora garante, porém, que há muita variedade estratégica, ao mesmo tempo em que o jogo é de fácil aprendizado. Estima-se que o uma partida dure em média 15 a 30 minutos. Uma forma de melhorar as estratégias é comprar os outros decks, pois há cartas intercambiáveis (como Luz e Fogo), de modo que você pode montar estratégias mais avançadas e arrasadoras. De acordo com a equipe de criação, no futuro deverão ser lançados novos baralhos.

Na página da produtora há todas as regras de como jogar corretamente e demais informações sobre o lançamento e as ideias do time de produção. A divulgação do game está apenas começando, de modo que nos próximos meses os interessados devem acompanhar uma enxurrada de novas informações.

Horse Haven World Adventures: jogo de administração de haras disponível para smartphones e tablets

Para quem gosta de jogos de construção e administração, a Ubisoft lançou há algumas semanas um título chamado Horse Haven World Adventures, que permite ao jogador gerenciar um haras em qualquer parte do mundo, além de colecionar, treinar e comercializar cavalos de raça. O game foi lançado para plataformas mobile e está disponível gratuitamente nas lojas App Store e Google Play.

Tal como em jogos do gênero, não basta construir para ter sucesso: é necessário manter o ambiente funcionando perfeitamente. Deste modo, o jogador deve cuidar da alimentação e da saúde dos cavalos, além de comprar novos animais ou incentivar a procriação dos mesmos. Também é possível adornar os bichos com diferentes tipos de selas e bandagens para as pernas dos cavalos e desafiar os amigos para corridas.

O haras pode servir ainda como uma espécie de spa para os cavalos, ou seja, um refúgio cheio de conforto e mimos. E dependendo do local em que o haras for construído, são habilitados novos pacotes de construções e decorações ou raças de cavalos para colecionar. Quanto à parte de corridas de cavalos, os desafios são feitos através de rankings de estatísticas obtidas pelos animais. Esses desafios conferem troféus e diferentes prêmios, conforme as vitórias ocorrem.

O estilo gráfico é bastante simples e colorido, assemelhando-se a maioria dos jogos sociais como Farmville ou Sim City Buildit.

Nas partes em que é dado os cuidados com a higiene dos cavalos o grafismo fica mais impressionante, mostrando os animais em de telhes. Por outro lado as corridas são em 2D e reassumem uma arte mais cartunesca.

Horse Haven World Adventures é gratuito e pode ser baixado pela App Store e Google Play.

Trailer do game Horse Haven World Adventures:

FoxOne: conheça o simulador de combate aéreo brasileiro

Hoje o destaque é o game indie brasileiro FoxOne da produtora Skyfox Games. O game é um simulador de combate aéreo e está disponível para as plataformas Android, iOS e Windows Phone.  O título está em sua segunda versão, batizada pelo estúdio como Advanced Edition. De acordo com o estúdio, o game é bastante popular entre a mídia estrangeira, mas teve pouca recepção nos sites brasileiros.

Originalmente, Skyfox foi pensado como um game de simulação de vôo para PC orientado à ação, contudo, no decorrer do desenvolvimento a empresa mudou sua estratégia de mercado para suportar primeiramente os dispositivos móveis, e assim FoxOne foi retrabalhado para o lançamento simultâneo nas plataformas iOS e Android.

“Para uma equipe pequena e indie localizada na América do Sul, as plataformas móveis são a oportunidade perfeita para entrar no mercado global e iniciar uma presença. Estamos confiantes de que a qualidade do nosso primeiro produto, Fox One, é de um padrão tão alto, e é tão bem adaptado e otimizado para as nossas plataformas alvo, que nós vamos ter sucesso na construção da base de usuários necessária, bem como proporcionar uma nova e interessante adição para a coleção de qualquer entusiasta de jogos para celulares e tablets”, disse Rafael Rangel, produtor do game.

O título coloca o jogador no papel de um piloto de combate, voando para um esquadrão mercenário secreto composto por pilotos de diversas forças aéreas de todo o globo. A jogatina não é linear, de forma que o jogador pode escolher o local da missão no mapa mundial.

FoxOne possui 10 jatos de combate com base em aeronaves reais, e 15 missões emocionantes ao redor do mundo. Além disso, há uma série de cenários variados, como geleiras, oceanos, desertos e florestas. O game conta ainda com um fator estratégico, pois o jogador tem de gerenciar as suas armas, comprar novas armas e também adquirir recursos para comprar novos e melhores aviões à medida que progride no jogo. Não se trata de apenas um jogo de ação aérea.

O game pode ser baixado através da App Store, Google Play e Amazon. De acordo com a produtora, há planos para que em algum momento ele receba versões para PC (Steam) e VR (Oculus Rift, Gear VR).

Abaixo está o trailer do game FoxOne:

 

Recruits: QUByte revela novo game para PCs e consoles de mesa

Quem não se lembra do pessoal da QUByte? Eles são os responsáveis pelo divertido jogo de autoramas lançado para PC e dispositivos mobile. Pois bem, o estúdio está com um novo projeto a todo vapor. Os primeiros detalhes foram revelados nesta semana e pelo pouco que foi revelado, os desenvolvedores deram mostras de que é um projeto promissor.

Em resumo, o game chama-se Recruits e ele sairá primeiro para PC (via Steam) e posteriormente vai ganhar versões para os consoles da atual geração. Talvez o nome não seja estranho para os mais antenados no universo dos jogos eletrônicos, pois o game foi colocado há tempos atrás na Steam Early Acess pela produtora Commotion Games.

A Commotion Games é uma dev independente da Austrália cujo foco são games para PC, iOS e Android da Austrália, porém acabou ficando em stand by por meses. A QUByte entrou em contato com os idealizadores do game e conseguiram a liberação para tocar o projeto adiante. A razão para eles não terem tocado o projeto por conta própria foi que um dos desenvolvedores acabou sendo contratado por uma grande produtora, o que obrigou o outro membro do time a abandonar o game por falta de tempo necessário até a conclusão.

Para celebrar o anúncio, a QUByte até lançou um site com um contador regressivo marcando quantas horas faltavam para o anúncio oficial do game. O anúncio formal ficou para a página do facebook da produtora. O jogo é do gênero shooter top-down com elementos de estratégia, onde o jogador tem a missão de comandar soldados a fim de completar objetivos variados. Além da jogabilidade, a QUByte promete surpreender os jogadores com visuais impressionantes.

“Estamos trabalhando com uma equipe especializada no aprimoramento da parte visual para oferecer uma ótima experiência aos jogadores e elevar ainda mais a qualidade da produção de games feitos no Brasil”, afirma Marivaldo Cabral, engenheiro de software e CEO da QUByte.

O game já está disponível na Steam, em acesso antecipado, de modo que ele ainda está em desenvolvimento e conta com alguns bugs. Os primeiros compradores irão ajudar a desenvolvedora a terminar o game de maneira satisfatória. Após a conclusão da versão PC, a desenvolvedora irá portar o game para Playstation 4, Xbox One e Wii U, mas ainda não há uma data de lançamento específica.

Abaixo está o trailer do game Recruits:

Games Independentes, Jogos Nacionais, Produção de Games e muito mais.